Abrir menu principal

Wikipédia β

Dia da Independência da Bielorrússia

Dia da Independência da Bielorrússia
Дзень Незалежнасці Рэспублікі Беларусь
Selo postal comemorativo da Bielorrússia, em homenagem ao sexto aniversário da independência.
Seguido por Bielorrússia
Tipo Nacional
Data 3 de Julho
Duração 1 dia
Frequência Anual
Observações Dia da libertação da Bielorrússia da Wehrmacht.

Dia da Independência da República da Bielorrússia (em bielorrusso: Дзень Незалежнасці Рэспублікі Беларусь), é um feriado público celebrado anualmente no dia 3 de julho.

Discurso do presidente da Bielorrússia Aleksandr Lukashenko, durante a comemoração do Dia da Independência em 2010, na Praça da Vitória.

História e controvérsiaEditar

 
Soldados na avenida de Victor, durante o desfile em homenagem ao Dia da Independência em 2017.

Em 3 de julho de 1944, ocorreu também a emancipação de Minsk, capital da Bielorrússia da "Wehrmacht", durante a "Operação Bagration". A decisão de celebrar o Dia da Independência na data de 3 de julho, o dia da libertação da Bielorrússia dos Nazistas, foi feita durante um referendo nacional controverso realizado em 1996 proposto pelo presidente Aleksandr Lukashenko.

Existe um debate público na Bielorrússia em relação à data apropriada para o Dia da Independência.

Desde 1991, o Dia da Independência era celebrado no dia 27 de Julho, o dia da Declaração da Soberania da Bielorrússia. Em 25 de agosto de 1991, depois da Tentativa de golpe de Estado na União Soviética em 1991, a República Socialista Soviética da Bielorrússia deu à Declaração da Soberania da Bielorrússia o status constitucional de lei. Em 10 de dezembro de 1991, o Supremo Soviético da Bielorrússia ratificou o Pacto de Belaveja, o qual formalizava a dissolução da União Soviética. A independência foi formalmente recebido em 26 de dezembro de 1991 em conjunto com o colapso da União Soviética.

Desde a década de 20, vários movimentos políticos bielorrússos e a Diáspora Bielorrusa tem celebrado o Dia da Independência em 25 de Março, como aniversário da declaração de independência pela República Popular Bielorrussa.[1] A data ainda é largamente celebrada por membros da oposição democrática como pela Diáspora como o Dia da Liberdade.

Alguns políticos da oposição, como Siarhei Navumchyk e Zianon Pazniak criticaram a data de 3 de julho como a da Independência e sugeriram a de 25 de agosto como alternativa.[2]

EventosEditar

 
Moeda comemorativa em homenagem à Independência da República da Bielorrússia.

O principal evento do Dia da Independência é um desfile militar. Após a parte oficial, os eventos sociais do feriado tomam início. Comemorações e festividades são realizadas por todo o país. Durante a noite, fogos de artifício são usados em Minsk. Uma série de eventos e concertos são realizados em Gomel, com uma ênfase especial na identidade bielorrussa.[3]

ReferênciasEditar