Diamanda Galás

Diamanda Galás (San Diego, 29 de agosto de 1955), é uma cantora, compositora e instrumentista norte-americana filha de pais gregos. Galás é conhecida pelo seu trabalho avant-garde e experimental.

Diamanda Galás
Informação geral
Nome completo Diamanda Galás
Nascimento 29 de Agosto de 1955
Origem San Diego, California
País Estados Unidos Estados Unidos
Gênero(s) Experimental
Avant-garde
Blues
Erudito
Instrumento(s) Vocais
Piano
Outras ocupações Compositora
Página oficial Site oficial - DiamandaGalas.com

VidaEditar

Conhecida por sua pericia em piano piano, assim como sua distintiva, voz de ópera, que tem uma extensão de três oitavas e meia. O critico Robert Conroy disse que ela é "sem dúvida uma das maiores cantoras da América", e são feitas com freqüência comparações entre ela e uma outra cantora de origem grega, Maria Callas.[1] Trabalhou com muitos compositores de vanguarda, incluindo Iannis Xenakis, Vinko Globokar e John Zorn. Ela fez seu debut no Festival d'Avignon, em França, como solista na ópera Un Jour Comme Un Autre de Globokar. O trabalho foi patrocinado pela Amnistia Internacional.

Estudou jazz e música clássica desde tenra idade, formação, que se revela ao longo de todo o seu trabalho. Ela estudou uma ampla gama de formas musicais, bem como artes visuais, antes de ir para a Europa.

DiscografiaEditar

ReferênciasEditar

  1. «Diamanda Galás». Trouser Press (em inglês). Consultado em 31 de agosto de 2021 

FontesEditar

  • McClary, Susan (1991). Feminine Endings: Music, Gender, and Sexuality, p. 110-11. Minnesota: University of Minnesota Press. ISBN 0816618984.

Ligações externasEditar