Didi, o Caçador de Tesouros

filme de 2006 dirigido por Marcos Figueiredo

Didi, o Caçador de Tesouros é um filme brasileiro de 2006 dirigido por Marcus Figueiredo e estrelado por Renato Aragão.

Didi, O Caçador de Tesouros
Didi, o caçador de Tesouros 2006.png
 Brasil
2006 •  cor •  85 min 
Direção Marcus Figueiredo
Roteiro Marcus Figueiredo
Guto Franco
Renato Aragão
Flávio de Souza
Elenco Renato Aragão
João Paulo Bienemann
Cecil Thiré
Grazi Massafera
Francisco Cuoco
Miguel Thiré
Eduardo Galvão
Lívian Aragão
Gênero comédia, aventura
Música Mú Carvalho
Caxa Aragão
Companhia(s) produtora(s) Renato Aragão Produções Artísticas
Diler & Associados
Miravista Filmes
Globo Filmes
Distribuição Buena Vista International
Lançamento 6 de janeiro de 2006[1]
Idioma português
Cronologia
Didi Quer Ser Criança (2004)
O Cavaleiro Didi e a Princesa Lili (2006)

SinopseEditar

Didi é o empregado do Dr. Samuel Walker, o pai de Pedro, que é grande companheiro nas aventuras de Didi, um dia eles acham junto a um álbum de fotografias um mapa onde partem para um misterioso hotel abandonado, em busca de pistas sobre a história do tenente Lucas Walker, o avô de Pedro. Lucas foi considerado um desertor da Força aérea britânica, porque estava entre os militares que fugiram para o Brasil com um carregamento de ouro roubado dos nazistas, quando o avião caiu em uma região próxima a São Paulo em 1945, Lucas tinha apenas 25 anos. Este acidente fez com que Lucas, os outros militares que estavam no avião,e as outras pessoas que viram o ouro virassem fantasmas, presos entre a Terra e o céu, a espera de alguém de coração puro que encontrasse e devolvesse o ouro. Didi, que sempre sonhou em ser um caçador de tesouros, é a pessoa que pode achar o ouro, libertar a alma dos fantasmas e recuperar o status de herói do avô de Pedro.

ElencoEditar

Personagens Elenco
Didi Renato Aragão
Pedro Walker(Pedrinho) João Paulo Bienemann
Samuel Walker Cecil Thiré
Lucas Walker Miguel Thiré
Capitão Nigel Eduardo Galvão
Ana Grazi Massafera
Guardião Francisco Cuoco
Belinha Livian Aragão
Juca Mussunzinho
Zeca Sérgio Hondjakoff
Nadir Paulo Vespúcio
Soldado 1 Luiz Nicolau
Soldado 2 Carlos Bonow
Soldado 3 Pedro Putziger

ProduçãoEditar

O filme foi gravado no Resort Pedagógico "Sítio do Carroção", em Tatuí no interior de São Paulo.

RecepçãoEditar

CríticaEditar

Angélica Bito em sua crítica para o Cine Click disse que "tenta ser uma comédia infantil, mas passa longe disso. Para os espectadores com mais de 20 anos que cresceram assistindo aos filmes dos Trapalhões no cinema e/ ou na TV, o filme protagonizado por Renato Aragão causa tristeza por ser tão enfadonho, ao contrário de suas produções nos anos 80."[2]

BilheteriaEditar

O filme levou aos cinemas cerca de 1 milhão e 100 mil espectadores.

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Didi estréia filme com trapalhadas e alta tecnologia». Estadão. 6 de janeiro de 2006. Consultado em 13 de maio de 2015 
  2. Angélica Bito (22 de maio de 2009). «Crítica - Didi, o Caçador de Tesouros». www.cineclick.com.br. Consultado em 26 de outubro de 2016 

Ligações externasEditar