Abrir menu principal

Wikipédia β

Diego Alves

Futebolista brasileiro

Diego Alves Carreira, mais conhecido como Diego Alves (Rio de Janeiro, 24 de junho de 1985), é um futebolista brasileiro que atua como goleiro. Atualmente, joga pelo Flamengo.

Diego Alves
Diego Alves
Diego Alves pela Seleção Brasileira em 2014.
Informações pessoais
Nome completo Diego Alves Carreira
Data de nasc. 24 de junho de 1985 (32 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro (RJ), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Italiano[1]
Altura 1,88 m
Canhoto
Apelido Parapenaltis[2][3], Exterminalves
Informações profissionais
Período em atividade 2005–presente (12 anos)
Clube atual Flamengo
Número 1
Posição Goleiro
Site oficial www.diegox.com.br
Clubes de juventude
2001–2003
2004

Atlético Mineiro
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2005–2007
2007–2011
2011–2017
2017–
Atlético Mineiro
Almería
Valencia
Flamengo
0061 0000(0)
0125 0000(0)
0178 0000(0)
0009 0000(0)
Seleção nacional3
2003–2004
2004–2005
2004
2008
2007–
Brasil Sub-19
Brasil Sub-20
Brasil Sub-21
Brasil Sub-23
Brasil
0000 0000(0)
0000 0000(0)
0000 0000(0)
0001 0000(0)
0010 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 30 de julho de 2017.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 16 de junho de 2017.

Em 25 de setembro de 2016, Diego se tornou o recordista de pênaltis defendidos na história do Campeonato Espanhol. Ao evitar o gol no pênalti de Alexander Szymanowski, do Leganés, ele ultrapassou Andoni Zubizarreta como o maior pegador de penalidades da história do torneio, com 17 defesas (em 39 cobranças), contra 16 (em 107 cobranças) do ex-jogador do Barcelona.[4] Já em 29 de abril de 2017, Diego mais uma vez fez história ao bater o recorde histórico de mais pênaltis defendidos em uma temporada de La Liga, com seis cobranças defendidas, superando Pepe Reina e Manzanedo (cinco cada um).[5] No retrospecto geral Diego Alves tem mais êxitos nas cobranças de pênalti do que gols sofridos. Nas 53 cobranças de pênaltis contra ele o resultado geral são 25 defesas, 1 chute contra ele pra fora e 1 na trave, as outras 26 foram convertidas em gols.

Índice

ClubesEditar

Botafogo de Ribeirão PretoEditar

Diego Alves começou sua carreira no Botafogo de Ribeirão Preto onde reside sua família, em 2001, onde disputou diversos torneios internacionais, como: Nokia Debitel Cup em Dusseldorf, LZO Cup em Bremen e Finaznzgruppe Cup em Oberndorf, todos os torneios disputados em 2003, e em todos foi eleito o melhor goleiro do campeonato.

Atlético MineiroEditar

Em 2004 Diego se transferiu para o Clube Atlético Mineiro para integrar a equipe juniores, subindo para equipe principal em 2005, quando fez sua estreia, no Campeonato Mineiro de 2005, em goleada por 4–1 sobre a URT.

Diego ajudou o grupo a conquistar o Brasileirão da Segunda Divisão de 2006 e retornar a elite do futebol brasileiro, sendo um dos destaques da equipe como o melhor goleiro da competição.

Em 2007 conquistou o Campeonato Mineiro, competição em que também foi eleito o melhor goleiro.

AlmeríaEditar

Em junho de 2007, foi comprado por € 2,50 milhões pelo Almería, da Espanha. Com poucos meses atuando no futebol espanhol, conseguiu um feito histórico: quebrou o recorde do goleiro Iker Casillas, ex-Real Madrid, ao ficar 618 minutos sem sofrer gols. Considerado pela imprensa espanhola como um dos principais goleiros em atividade no país, conseguiu a façanha de defender o maior número de pênaltis em apenas uma temporada da La Liga: foram 7 defesas em 13 cobranças - sendo um deles batido por Cristiano Ronaldo.

ValenciaEditar

 
Diego Alves pelo Valencia em 2011.

Em maio de 2011 transferiu-se ao Valencia por € 3 milhões.[6] Em 23 de maio de 2015 sofreu grave lesão no joelho, retornando aos gramados somente nove meses depois, em 13 de fevereiro de 2016.[7] Em 2 de abril de 2017, Diego Alves ampliou o recorde de pênaltis defendidos na história do Campeonato Espanhol. Na vitória do Valencia de 3x0 contra o Deportivo La Coruña defendeu a cobrança de Fayçal Fajr, totalizando 24 defesas (em 50 cobranças).[8]

FlamengoEditar

Em 16 de julho de 2017, por meio de um comunicado oficial, o Valencia anunciou a transferência de Diego Alves ao Flamengo.[9][10][11]

O contrato de Diego Alves com o Flamengo será até o fim de 2020 e ele terá um salário de R$ 500 mil, metade do que recebia no exterior. Para contratá-lo, o clube pagou 300 mil euros (R$ 1,09 milhão) parcelados ao Valencia.

O jogador veio ao Fla com também o intuito de ter mais chances de atuar pela Seleção Brasileira, na Copa do Mundo de 2018, pois acredita que jogando no Brasil teria mais visibilidade, e assim, mais chances de ser convocado pelo técnico Tite.[12]

Por ter sido contratado no meio do ano, Diego Alves não pôde ser inscrito pelo clube na Copa do Brasil, visto que o prazo de inscrição para essa competição se encerrou em 24 de abril de 2017.[13]

Fez sua estreia no dia 31 de julho de 2017, na partida em que o Flamengo empatou em 1x1 contra o Corinthians, na Arena Corinthians. Sem culpa no gol tomado pela equipe, Diego Diego fez uma defezaça no final do jogo, garantindo o empate. Jô teve a chance de marcar o gol da vitória em rápido contra-ataque. Ele carregou e chutou forte, rasteiro, mas Diego tocou com a pontinha dos dedos e mandou para córner. Este lance foi um dos 5 escolhidos para a enquete "dono da melhor defesa do fim de semana.", do programa "É Gol!!!", da SporTV.[14]

No dia 19 de agosto de 2017, na partida em que o Flamengo venceu o Atlético Goianiense por 2x0 na Ilha do Urubu, Diego novamente foi decisivo, ao fazer uma linda defesa num chute do Walter, quando a partida ainda estava 0x0. A defesa foi tão bonita que foi eleita a mais bonita do final de semana do futebol brasileiro,[15] numa enquete realizada pelo programa "É Gol!!!", da SporTV".[16]

Seleção BrasileiraEditar

Sub-19, Sub-20 e Sub-21Editar

Ainda nas categorias de base do Pantera e, posteriormente, Galo, fez parte de várias listas de convocação da Seleção inferiores, como nos torneios: Copa Sendai Sub-19 de 2003, Torneio Internacional de Toulon Sub-21 de 2004, Torneio Internacional de Busan Sub-20 de 2004, Copa Internacional do Mediterrâneo Sub-19 de 2004, Campeonato Sul-Americano Sub-20 de 2005, na Colômbia, e Copa do Mundo FIFA Sub-20 de 2005, na Holanda.

Sub-23Editar

Foi convocado para as Olimpíadas 2008 e até recebeu a camisa de número 1, mas foi reserva.

PrincipalEditar

 
Alves em 2014 pela Seleção.

Diego Alves foi pré-convocado para a Copa América de 2007 por Dunga.

No dia 20 de agosto de 2010, voltou a ser convocado para a Seleção.[17] Diego foi convocado pelo treinador Mano Menezes para um período de treinos na Europa. Estreou pela seleção principal em 10 de novembro de 2011 em partida amistosa contra o Gabão. Se firmou no gol da seleção por alguns jogos, mas teve seu trabalho interrompido após a demissão de Mano.

Com Luís Felipe Scolari, ele foi convocado para o amistoso contra a Inglaterra, quando ficou no banco de reservas.

Na volta de Dunga, Diego Alves estava na lista de convocados para a disputa da Copa América de 2015, porém foi cortado devido a grave lesão no joelho direito sofrida em partida da Liga espanhola em 23 de maio.[18] Integrou o elenco para a disputa da Copa América Centenário em 2016.[19]

EstatísticasEditar

Até 13 de agosto de 2017.

Pênaltis DefendidosEditar

Defender um pênalti envolve várias características como técnica, jeito de defender, reflexo, agilidade e até mesmo intuição. O pênalti não envolve uma única coisa, mas um conjunto. Eu trato como uma guerra psicológica entre o goleiro o batedor. Você precisa mais ou menos prever o que o outro irá fazer.[20]
Diego Alves, em entrevista à ESPN Brasil, em outubro de 2016.

Diego Alves tem a fama de ser um exímio pegador de pênaltis. Até julho de 2017, quando Diego retornou ao Campeonato Brasileiro, foram disputadas 53 cobranças de pênaltis contra ele em partidas oficiais, e o resultado geral eram 25 defesas, 1 chute contra ele pra fora e 1 na trave, e as outras 26 foram convertidas em gols. Ou seja, 27 cobranças não entraram, enquanto 26 se converteram em gol. Na Liga Espanhola, foram 22 defesas em 49 cobranças - além do recorde de seis defesas em 11 batidas na temporada 2016/2017.[21]

Esta sua característica de pegador de pênaltis acabou lhe rendendo alguns recordes, a saber:

  • Em 25 de setembro de 2016, Diego se tornou o recordista de pênaltis defendidos na história do Campeonato Espanhol. Ao evitar o gol no pênalti de Alexander Szymanowski, do Leganés, ele ultrapassou Andoni Zubizarreta como o maior pegador de penalidades da história do torneio, com 17 defesas (em 39 cobranças), contra 16 (em 107 cobranças) do ex-jogador do Barcelona.[4]
  • Em 29 de abril de 2017, Diego mais uma vez fez história ao bater o recorde histórico de mais pênaltis defendidos em uma temporada de La Liga, com seis cobranças defendidas, superando Pepe Reina e Manzanedo (cinco cada um).[5]

Segundo Rogério Spinelli, treinador de goleiros que trabalhou com Diego Alves quando este era jogador do Botafogo-SP, desde a adolescência Diego já mostrava muita habilidade para defender pênaltis. Rogerio conta que, aos 16 anos, Diego já treinava com os profissionais e sempre era convidado para participar das brincadeiras de cobranças de pênalti ao final dos treinos. As regras eram simples: quem pegasse mais cobranças tinha o direito de descansar, enquanto os derrotados tinham que correr em volta do gramado, sob forte sol, como castigo. Conforme relata Rogério: "O Diego ganhava direito do Doni e do Marcão, depois ficava olhando eles correndo (risos). Ele era muito bom nos pênaltis, mesmo com 16, 17 anos. Foi ali que começou essa história dele pegar tantos".[22]

Abaixo segue uma lista com todos os pênaltis cobrados contra o Diego Alves:

Futebol Europeu
# Data Torneio/Campeonato Equipe Adversária Cobrador Resultado Ref.
Almería
01 16/12/2007 La Liga   Real Bétis   Edu Gol [23][24]
02 06/04/2008 La Liga   Atlético Madrid   Diego Forlán Gol
03 19/04/2008 La Liga   Sevilla    Kanouté Defesa
04 27/04/2008 La Liga   Valladolid   Víctor Defesa
05 31/08/2008 La Liga   Athletic Bilbao   Yeste Defesa
06 30/11/2008 La Liga   Deportivo La Coruña   Verdú Poste
07 01/02/2009 La Liga   Valencia   David Villa Gol
08 17/05/2009 La Liga   Real Bétis   Edu Defesa
09 23/09/2009 La Liga   Atlético Madrid   Diego Forlán Chute p/ Fora
10 05/12/2009 La Liga   Real Madrid   Cristiano Ronaldo Defesa
11 07/02/2010 La Liga   Sporting Gijon   Diego Castro Gol
12 28/03/2010 La Liga   Osasuña   Javad Nekounam Defesa
13 11/04/2010 La Liga   Athletic Bilbao   Fernando Llorente Defesa
14 13/11/2010 La Liga   Athletic Bilbao   Mikel San José Defesa
15 05/12/2010 La Liga   Zaragoza   Gabi Gol
16 11/12/2010 La Liga   Sevilla    Kanouté Defesa
17 03/03/2011 La Liga   Racing Santander   Adrián González Defesa
18 09/04/2011 La Liga   Barcelona   Messi Gol
Valencia
19 01/02/2012 Copa do Rei da Espanha   Barcelona   Messi Defesa
20 08/03/2012 Copa da UEFA   PSV Eindhoven   Toivonen Gol
21 26/08/2012 La Liga   Deportivo La Coruña   Pizzi Gol
22 19/09/2012 UEFA Champions League   Bayern de Munique   Mandžukić Defesa
23 11/11/2012 La Liga   Valladolid   Víctor Pérez Gol
24 01/12/2012 La Liga   Real Sociedad   Carlos Vela Gol
25 16/12/2012 La Liga   Rayo Valecano   Alejandro Domínguez Gol
26 23/02/2013 La Liga   Real Zaragoza   Apoño Gol
27 15/12/2013 La Liga   Atlético de Madrid    Diego Costa Defesa
28 15/12/2013 La Liga   Atlético de Madrid    Diego Costa Gol
29 25/01/2014 La Liga   Espanyol   Sergio Gol
30 01/02/2014 La Liga   Barcelona   Messi Gol
31 16/02/2014 La Liga   Sevilla   Ivan Rakitić Defesa
32 09/03/2014 La Liga   Athletic Bilbao   Aduriz Gol
33 13/03/2014 Copa da UEFA   Ludogorets   Roman Bezjak Defesa
34 14/09/2014 La Liga   Espanyol   Sergio Gol
35 04/10/2014 La Liga   Atlético de Madrid   Guilherme Siqueira Defesa
36 04/01/2015 La Liga   Real Madrid   Cristiano Ronaldo Gol
37 10/01/2015 La Liga   Celta de Vigo   Orellana Defesa
38 25/01/2015 La Liga   Sevilla   Carlos Bacca Gol
39 25/01/2015 La Liga   Sevilla   Carlos Bacca Defesa
40 21/02/2015 La Liga   Sevilla    Ghilas Gol
41 09/05/2015 La Liga   Real Madrid   Cristiano Ronaldo Defesa
42 02/04/2016 La Liga   Las Palmas   Jonathan Viera Gol
43 25/09/2016 La Liga   Leganés   Szymanowski Defesa
44 02/10/2016 La Liga   Atlético de Madrid   Griezmann Defesa
45   Gabi Defesa
46 22/10/2016 La Liga   Barcelona   Messi Gol
47 10/12/2016 La Liga   Real Sociedad   Carlos Vela Defesa
48 04/02/2017 La Liga   Eibar   Adrián González Gol
49 19/03/2017 La Liga   Barcelona   Messi Gol
50 02/04/2017 La Liga   Deportivo La Coruña   Fayçal Fajr Defesa
51 06/04/2017 La Liga   Celta de Vigo   Iago Aspas Gol
52 26/04/2017 La Liga   Real Sociedad   Willian José Gol
53 29/04/2017 La Liga   Real Madrid   Cristiano Ronaldo Defesa [5]
Flamengo
# Data Torneio/Campeonato Equipe Adversária Cobrador Resultado Ref.
  Flamengo
54 06/08/2017 Campeonato Brasileiro   Vitória   Neílton Gol
55 13/08/2017 Campeonato Brasileiro   Atlético Mineiro   Fábio Santos Gol
  Brasil
# Data Torneio/Campeonato Equipe Adversária Cobrador Resultado Ref.
  Seleção Brasileira de Futebol
55 18/11/2014 Amistoso   Áustria   Aleksandar Dragović Gol [23]

ClubesEditar

[25]

Equipe Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Atlético Mineiro 2005 1 0 0 0 0 0 2 0 0 3 0 0
2006 24 0 0 0 0 0 0 0 0 24 0 0
2007 13 0 0 7 0 0 14 0 0 34 0 0
Total 38 0 0 7 0 0 0 0 0 16 0 0 61 0 0
Almería 2007–08 22 0 0 2 0 0 24 0 0
2008–09 31 0 0 0 0 0 31 0 0
2009–10 37 0 0 0 0 0 37 0 0
2010–11 33 0 0 0 0 0 33 0 0
Total 123 0 0 2 0 0 0 0 0 0 0 0 125 0 0
Valencia 2011–12 12 0 0 6 0 0 12 0 0 30 0 0
2012–13 24 0 0 1 0 0 2 0 0 27 0 0
2013–14 27 0 0 1 0 0 7 0 0 35 0 0
2014–15 37 0 0 0 0 0 3 0 0 40 0 0
2015–16 13 0 0 0 0 0 13 0 0
2016–17 33 0 0 0 0 0 33 0 0
Total 146 0 0 8 0 0 21 0 0 3 0 0 178 0 0
Flamengo 2017 5 0 0 0 0 0 0 0 0 5 0 0
Total 5 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 5 0 0
Total na carreira 312 0 0 17 0 0 21 0 0 19 0 0 369 0 0

Seleção BrasileiraEditar

Abaixo estão listados todos jogos e gols do futebolista pela Seleção Brasileira, desde as categorias de base. Abaixo da tabela, clique em expandir para ver a lista detalhada dos jogos de acordo com a categoria selecionada.

Sub-19

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2003 0 0 0 0
2004 0 0 0 0
Total 0 0 0 0

Sub-19

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2004 0 0 0 0
2005 0 0 0 0
Total 0 0 0 0

Sub-21

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2004 0 0 0 0
Total 0 0 0 0

Sub-23 (Olímpico)

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2008 1 0 0 0
Total 1 0 0 0

Seleção Principal

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2007 0 0 0 0
2010 0 0 0 0
2011 2 0 0 0
2012 5 0 0 0
2013 0 0 0 0
2014 2 0 0 0
2015 0 0 0 0
2016 0 0 0 0
2017 2 0 0 0
Total 10 0 0 0

TítulosEditar

Atlético Mineiro
Seleção Brasileira

Prêmios IndividuaisEditar

  • Melhor goleiro do Torneio de Oberndorf Sub-19: 2003
  • Melhor goleiro da LzO-Cup: 2003
  • Melhor goleiro da Nokia-Debitel-Cup: 2003
  • Melhor goleiro da Copa Integração: 2004
  • Melhor goleiro da Copa Integração de Grandes Clubes: 2004
  • Revelação do Troféu Guará: 2006
  • Melhor goleiro do Campeonato Brasileiro - Série B: 2006
  • Melhor goleiro do Campeonato Mineiro: 2007
  • Melhor goleiro de Minas Gerais pelo Troféu Telê Santana: 2007

Referências

  1. «Estatísticas». Página oficial de Diego Alves. Consultado em 12 de julho de 2017 
  2. «De x-tudo a pegador de pênaltis, Diego Alves é ídolo no Valencia, titular da seleção e quer chegar à Copa-2018». ESPN.com.br. 16 de janeiro de 2015. Consultado em 12 de julho de 2017 
  3. «Diego Alves, el parapenaltis» (em espanhol). Marca.com. 2 de abril de 2017. Consultado em 12 de julho de 2017 
  4. a b «Diego Alves defende pênalti, quebra recorde, e Valencia vence a segunda». GloboEsporte.com. Consultado em 12 de julho de 2017 
  5. a b c «Diego Alves defende terceiro pênalti de Cristiano Ronaldo e quebra recorde na Espanha». ESPN.com.br. Consultado em 12 de julho de 2017 
  6. «Valencia contrata goleiro brasileiro Diego Alves, ex-Almería». IG Esportes. 19 de maio de 2011. Consultado em 12 de julho de 2017 
  7. «Diego Alves analisa crise no Valencia, volta triunfal e pênalti do Barcelona». GloboEsporte.com. 16 de fevereiro de 2016. Consultado em 12 de julho de 2017 
  8. «Diego Alves pega mais um pênalti, e Valencia vence o La Coruña». GloboEsporte.com. Consultado em 12 de julho de 2017 
  9. «Comunicado Oficial: Diego Alves» (em espanhol). valenciacf.com. Consultado em 16 de julho de 2017 
  10. «Flamengo chega a acordo com Valencia e aguarda Diego Alves para exames». ESPN 
  11. «Valencia confirma venda, e goleiro Diego Alves reforça o Flamengo - Futebol - UOL Esporte». UOL Esporte 
  12. «Para ir à Copa do Mundo da Rússia, Diego Alves quer voltar ao futebol brasileiro». Superesportes. 12 de julho de 2017. Consultado em 17 de julho de 2017 
  13. mg.superesportes.com.br/ Diego Alves poderá jogar a Sul-Americana? Veja o que diz regulamento
  14. sportv.globo.com/ Cássio, Diego Alves, Fernando Miguel, Jean e Magrão: qual é o maior "vilão"?
  15. sportv.globo.com/ Diego Alves voa para espalmar bola venenosa de Walter e vira "vilão"
  16. sportv.globo.com/ Diego Alves, F. Miguel e Vanderlei "voam". Quem fez a melhor defesa?
  17. «Mano convoca Seleção para treinos: Philippe Coutinho é a novidade». GloboEsporte.com. 20 de agosto de 2010. Consultado em 12 de julho de 2017 
  18. «Diego Alves é cortado da Copa América e goleiro da Fiorentina é convocado». Folha de S.Paulo. 24 de maio de 2015. Consultado em 12 de julho de 2017 
  19. «Dunga convoca Seleção para a Copa América com 7 jogadores olímpicos». GloboEsporte.com. 5 de maio de 2016. Consultado em 12 de julho de 2017 
  20. espn.uol.com.br/ Diego Alves abre o jogo sobre Barcelona, seleção e revela: "Não gosto de pênaltis"
  21. globoesporte.globo.com/ Cinco coisas que você precisa saber sobre Diego Alves, novo goleiro do Fla
  22. espn.uol.com.br/ Aos 16 anos, Diego Alves já defendia pênaltis e colocava goleiro de Copa do Mundo para correr
  23. a b transfermarkt.pt/ Lista de Todos os Penaltis Defendidos
  24. Perfil MisterChips, do Twitter, especialista em estatísticas do futebol
  25. «Football : Diego Alves» (em inglês). FootballDatabase.eu. Consultado em 12 de julho de 2017 

Ligações externasEditar