Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Diocese de Bragança Paulista
Brigantiensis in Brasilia
Localização
País Brasil
Arquidiocese metropolitana Arquidiocese de Campinas
Estatísticas
Área 4.440 km²
Informação
Rito romano
Criação 24 de julho de 1925 (94 anos)
Padroeiro(a) Nossa Senhora da Conceição
Governo da diocese
Bispo Sérgio Aparecido Colombo
Bispo emérito José Maria Pinheiro
Jurisdição diocese
Página oficial www.diocesedebraganca.com.br
dados em catholic-hierarchy.org

A Diocese de Bragança Paulista é uma divisão territorial da Igreja Católica no estado de São Paulo. O território da diocese situa-se no norte da região metropolitana da cidade de São Paulo, fazendo divisa com o estado de Minas Gerais, pela Serra da Mantiqueira. Sua sede é o município de Bragança Paulista, cidade episcopal desde 1925. No dia 6 de dezembro de 2009, tomou posse o sexto bispo, Dom Sérgio Aparecido Colombo.

Dioceses limítrofesEditar

Brasão de ArmasEditar

  • Antigo: O antigo brasão de armas da Diocese de Bragança Paulista foi criado por ocasião do cinquentenário da criação a diocese, em 1975, por Dom José Lafayette Ferreira Álvares, e era assim caracterizado:
    • Descrição: escudo ibérico, de blau com uma cruz latina de goles, perfilada de jalde, descentrada à destra e acompanhada no cantão sinistro da ponta de um lírio de argente. O escudo assente sobre uma Cruz e um Báculo, de jalde, passados em aspa, tendo como timbre uma mitra ornada. Fora do escudo, ladeando os braços da Cruz do campo, os algarismos referentes ao ano de criação da Diocese, sedo 19 à destra e 25 à sinistra. Sob o escudo, um listel de blau com a inscrição: DIŒCESIS BRIGANTIENSIS IN BRASILIA, em letras de jalde
  • Novo: O brasão de armas da Diocese de Bragança Paulista foi alterado por decreto de Dom Sérgio Aparecido Colombo, em 4 de abril de 2010, ficando assim caracterizado:
    • Descrição: escudo de blau com um monte de três cômoros de jalde, tendo em chefe uma flor-de-lis sobre um crescente, ambos de argente; e em ponta um aguado de argente ondado de blau. O escudo está assente sobre uma Cruz com um traço e um Báculo, de jalde, passados em aspa, tendo como timbre uma mitra ornada. Sob o escudo, um listel de blau com a inscrição: DIŒCESIS BRIGANTIENSIS IN BRASILIA, em letras de argente
    • Interpretação: O campo de blau (azul) representa o manto de Maria Santíssima, sob cuja proteção está posta toda a Diocese de Bragança Paulista. O monte representa a situação geográfica da diocese, entre as serras: da Mantiqueira, da Cantareira e do Japi, e sendo de jalde (ouro) traduz: nobreza, autoridade, premência, generosidade, ardor e descortínio. A flor-de-lis sobre o crescente simboliza Nossa Senhora da Conceição, padroeira da Diocese e seu metal argente (prata) traduz: inocência, castidade e pureza, três grandes virtudes da Mãe de Deus e nossa. O aguado de argente (prata) ondado de blau (azul) representa o Rio Jaguari, que deu nome, em 1763, ao primitivo povoado: "Conceição do Jaguari", sendo que seu metale sua cor têm os significados acima descritos. A cruz com o báculo decussados são suportes e símbolos do poder episcopal e a mitra é o timbre da sede diocesana.

HistóriaEditar

No dia 15 de dezembro de 1763, os paulistas Antônio Pires Pimentel e sua mulher Inácia da Silva, por escritura lavrada, doaram à Igreja Católica um terreno em que foi construída a capela de Nossa Senhora da Conceição, a qual, localizada perto do morro do Lopo, na Serra da Mantiqueira, nas cercanias de Atibaia, deu origem ao povoado de Conceição do Jaguari. Em 17 de outubro de 1797, o local é elevado à categoria de vila, recebendo o nome de Vila de Nova Bragança, em homenagem à gloriosa Dinastia de Bragança, então reinante em Portugal. A 24 de abril de 1856 a vila é elevada a cidade, com o nome de Bragança. Em 24 de julho de 1925, o papa então reinante, Pio XI, pela bula Ad Sacram Petri Sedem, cria a diocese de Bragança no Brasil. O seu território, em quase toda a extensão, foi tirado da Arquidiocese de São Paulo e, em parte, da então Diocese de Campinas, da qual Bragança tornou-se diocese sufragânea em 1958, com a criação da Província Eclesiástica de Campinas. Atualmente (2006) a Diocese de Bragança Paulista compreende dezoito municípios e cinquenta e uma paróquias, num território de 4.400 quilômetros quadrados. Desde a sua criação, a diocese foi governada por seis bispos diocesanos e um administrador apostólico.

BisposEditar

Administrador ApostólicoEditar

Administrador DiocesanoEditar

ForaniasEditar

A diocese de Bragança Paulista divide-se em quatro foranias: Bragança, Atibaia, Itatiba e Mairiporã.

Forania de Bragança
  • Bragança
    • Nossa Senhora da Conceição - Curato da Catedral (1765)
    • Santa Teresinha (1948)
    • Santa Luzia (1977)
    • Nossa Senhora Aparecida (1977)
    • São Francisco de Assis (1978)
    • Nossa Senhora da Esperança (1983)
    • Coração Imaculado de Maria (1992)
    • São Benedito (1992)
    • São José (2004)
    • Santa Rita de Cássia (2013)
    • São Lázaro de Betânia (2014)
  • Pedra Bela
    • São Sebastião (1943)
  • Pinhalzinho
    • Nossa Senhora de Copacabana (1944)
  • Socorro
    • Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (1833)
    • Nossa Senhora da Conceição Aparecida (2012)
  • Vargem
    • Santo Antônio (1948)
  • Tuiuti
    • São Sebastião (1928)
Forania de Atibaia
  • Atibaia
    • São João Batista(1719)
    • Cristo Rei (1968)
    • São Sebastião (1980)
    • São Pedro (1987)
    • Nossa Senhora Aparecida (1989)
    • São Benedito (1997)
    • Sagrado Coração de Jesus (2006)
    • "A Senhora de todos os povos" - Santuário (2012)
  • Bom Jesus dos Perdões
    • Bom Jesus dos Perdões - Santuário (1913)
  • Joanópolis
    • São João Batista (1898)
  • Nazaré Paulista
    • Nossa Senhora de Nazaré (1688)
  • Piracaia
    • Santo Antônio da Cachoeira (1830)
    • Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (2004)
    • São Brás (2008)
Forania de Itatiba
  • Itatiba
    • Nossa Senhora do Belém - Basílica (1830)
    • Nossa Senhora do Rosário de Fátima (1959)
    • São Bento e Nossa Senhora Rosa Mística (1980)
    • Santo Antônio e Nossa Senhora Aparecida (1989)
    • Santa Cruz (1993)
    • Nossa Senhora da Penha (1993)
    • Santa Rita de Cássia (2004)
  • Jarinu
    • Nossa Senhora do Carmo (1867)
    • Mãe Rainha e Vencedora três vezes admirável de Schoenstatt (2009)
    • Nossa Senhora de Fátima (2014)
  • Morungaba
    • Imaculada Conceição (1898)
Forania de Mairiporã
  • Mairiporã
    • Nossa Senhora do Desterro (1784)
    • Bom Jesus da Pedra Fria (1979)
    • Nossa Senhora de Lourdes (2002)
  • Caieiras
    • Santo Antônio Centro (1966)
    • Santa Rita de Cássia (1986)
    • Nossa Senhora Aparecida (1990)
    • Virgem dos Pobres - Santuário (2008)
    • Nossa Senhora da Esperança (2004)
    • Nossa Senhora das Graças (2009)
  • Francisco Morato
    • Sagrado Coração (1961)
    • Menino Jesus e São Benedito (1980)
    • Santo Antônio de Pádua (1992)
    • São Vicente de Paulo (2012)
    • Nossa Senhora de Guadalupe (2014)
  • Franco da Rocha
    • Imaculada Conceição (1940)
    • Nossa Senhora de Fátima (1977)
    • Bom Jesus da Paradinha (1987)
    • Cristo Ressuscitado (1998)

Referências

  1. Cheney, David M. (2019). «Diocese of Bragança Paulista». The Hierarchy of the Catholic Church: Current and historical information about its bishops and dioceses. Consultado em 10 de julho de 2019 

Ligações externasEditar