Arquidiocese de Díli

(Redirecionado de Diocese de Díli)
Arquidiocese de Díli
Archidiœcesis Diliensis
Localização
País Timor-Leste
Território 2015 Bistümer Osttimors.png
Dioceses sufragâneas Diocese de Baucau
Diocese de Maliana
Estatísticas
População 617 898
Área 4 775 km²
Paróquias 28
Sacerdotes 149
Informação
Rito Romano
Criação da diocese 4 de setembro de 1940
Elevação a arquidiocese 11 de setembro de 2019
Catedral Catedral da Imaculada Conceição
Padroeiro Imaculada Conceição
Governo da arquidiocese
Arcebispo Virgílio do Carmo da Silva, S.D.B.
Jurisdição Arquidiocese Metropolitana
Contatos
Endereço Câmara Eclesiástica,
Avenida dos Direitos Humanos,
Bidau, Lecidere, CP 4
Díli, Timor-Leste
Página oficial http://diocesededili.org/
dados em catholic-hierarchy.org

A Arquidiocese de Díli (em latim: Archidiœcesis Diliensis) é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica situada em Díli. Seu atual arcebispo é Virgílio do Carmo da Silva, S.D.B. Sua é a Catedral da Imaculada Conceição de Díli.

Possui 28 paróquias servidas por 149 padres, contando com 617.898 habitantes, com 94,8% da população jurisdicionada batizada.[1][2] A Arquidiocese de Díli, tem como sufragâneas as Dioceses de Baucau e Maliana.

HistóriaEditar

É a mais antiga diocese de Timor-Leste, erigida a 4 de setembro de 1940 pela Bula papal Sollemnibus Conventionibus do Papa Pio XII[3], abraçando todo o território do então Timor português. Era sufragânea da Arquidiocese de Goa e Damão. Antes da erecção desta diocese, todo o seu território estava incluído num vicariato apostólico supervisionado pela Diocese de Macau.

Em 1 de janeiro de 1976 por força da Bula Ad nominum do Papa Paulo VI torna-se uma Sé imediatamente sujeita à Santa Sé.[4]

Em 30 de novembro de 1996, em pleno período de ocupação indonésia, perdeu uma parte do seu território com a criação da Diocese de Baucau, e em 30 de janeiro de 2010, cede outra parte do seu território, com a criação da Diocese de Maliana.

A 11 de setembro de 2019, o Papa Francisco elevou a diocese à Arquidiocese metropolitana, recebendo como sufragâneas as Dioceses de Baucau e Maliana.[5]

Lista de Bispos de DíliEditar

  1. D. Jaime Garcia Goulart (Administrador Apostólico: 1941-1945; Bispo: 1945-1967)
  2. D. José Joaquim Ribeiro (Bispo Coadjutor: 1965-1966; Bispo: 1967-1977)
  3. D. Martinho da Costa Lopes (Administrador Apostólico: 1977-1983)
  4. D. Carlos Filipe Ximenes Belo, S.D.B. (Administrador Apostólico: 1983-1988; Bispo: 1988-2002)
  5. D. Basílio do Nascimento (Administrador Apostólico: 2002-2004)
  6. D. Alberto Ricardo da Silva (Bispo: 2004-2015)
  7. D. Basílio do Nascimento (Administrador Apostólico: 2015-2016)
  8. D. Virgílio do Carmo da Silva, S.D.B. (Bispo: 2016- ...)

Referências

  1. Catholic Hierarchy
  2. Dados de 2017.
  3. Bula Sollemnibus Conventionibus, AAS 33 (1941), p. 14 (em latim)
  4. Bula Ad nominum, AAS 68 (1976), p. 307 (em latim)
  5. Notizia dell'elevazione ad arcidiocesi e dati statistici 2019 (em italiano)

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Arquidiocese de Díli