Diocese de Marília

A Diocese de Marília é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica no Brasil, pertencente à Província Eclesiástica de Botucatu e ao Conselho Episcopal Regional Sul I da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. É sufragânea da Arquidiocese de Botucatu, no estado de São Paulo. Sua sede é o município de Marília.

Diocese de Marília
Mariliensens
Brasão da Diocese de Marília
Localização
País Brasil
Arquidiocese metropolitana Arquidiocese de Botucatu
Estatísticas
População 675 659[1]
Área 11 958 km²
Paróquias 65
Sacerdotes 88
Informação
Denominação Católica Apostólica Romana
Rito Romano
Criação 16 de fevereiro de 1952 (69 anos)
Catedral Catedral Basílica Menor São Bento Abade
Padroeiro(a) São Pedro Apóstolo
Governo da diocese
Bispo Luiz Antonio Cipolini
Bispo emérito Osvaldo Giuntini
Jurisdição diocese
Página oficial www.diocesedemarilia.org.br
dados em catholic-hierarchy.org

História

A Diocese de Marília foi criada pelo Papa Pio XII, por meio da Bula Apostólica Ad Episcoporum munus, em 16 de fevereiro de 1952, sendo totalmente desmembrada da Diocese de Lins (antiga Diocese de Cafelândia) e teve como primeiro Administrador Apostólico Dom Henrique Gelain (12 de outubro de 1952 - 21 de março de 1954), onde decretou a fundação de cinco novas paróquias à diocese.

A delimitação territorial da diocese foi feita utilizando os acidentes geográficos naturais da região, ficando compreendida entre: o Rio Aguapeí, ao norte; o Rio do Peixe, ao sul e o Rio Paraná, ao oeste. Seu comprimento se estende desde o território do município de Garça até o município de Panorama.

Bispos

Dom Hugo Bressane de Araújo (21 de março de 1954 - 23 de abril de 1975)

Assumiu a diocese como Administrador Apostólico em 21 de março de 1954, sendo empossado como Bispo Diocesano em 07 de outubro do mesmo ano. Durante seu governo pastoral por 21 anos, decretou a fundação de 27 novas paróquias, além de implantar o Seminário Propedêutico São Pio X, definir o "Príncipe dos Apóstolos" São Pedro como padroeiro diocesano e convidar diversas congregações religiosas missionárias estrangeiras para a evangelização na diocese. Renunciou ao cargo, por motivo de idade, em 23 de abril de 1975, tornando-se bispo emérito. Faleceu em 09 de junho de 1988, aos 90 anos e está sepultado na cripta da Catedral de Marília.

Dom Frei Daniel Tomasella, OFM Cap (23 de abril de 1975 - 09 de dezembro de 1992)

Assumiu a diocese como Bispo Auxiliar em 20 de dezembro de 1969 e posteriormente como Bispo Coadjutor em 1975, sendo empossado como Bispo Diocesano em 23 de abril de 1975. Durante seu governo pastoral por 17 anos, decretou a fundação de seis novas paróquias, além de dividir o território diocesano em três regiões pastorais (Marília, Tupã e Dracena), celebrar o Jubileu de Prata (25 anos) da diocese e cuidar da atualização teológica para formação permanente de padres e agentes. Renunciou ao cargo, por motivo de saúde, em 09 de dezembro de 1992, tornando-se bispo emérito. Faleceu em 20 de setembro de 2003, aos 80 anos e está sepultado na cripta da Catedral de Marília.

Dom Osvaldo Giuntini (09 de dezembro de 1992 - 08 de maio de 2013)

Assumiu a diocese como Bispo Auxiliar em 19 de setembro de 1982 e posteriormente como Bispo Coadjutor em 30 de abril de 1987, sendo empossado como Bispo Diocesano em 09 de dezembro de 1992. Durante seu governo pastoral por 21 anos, decretou a fundação de cinco novas paróquias, além de inaugurar a nova Cúria Diocesana, celebrar o Jubileu de Ouro (50 anos) da diocese, implantar a Faculdade São João Paulo II (Fajopa) e fazer a Revisão Ampla Pastoral para ação evangelizadora das comunidades e movimentos. Renunciou ao cargo, por motivo de idade, em 08 de maio de 2013, tornando-se atual bispo emérito.

Dom Luiz Antônio Cipolini (04 de agosto de 2013 - dias atuais)

Assumiu a diocese empossado como Bispo Diocesano em 04 de agosto de 2013. Durante seu governo pastoral até os dias atuais, decretou a fundação de cinco novas paróquias, além de lançar o primeiro Plano Diocesano de Pastoral, inaugurar a Casa Pastoral Diocesana, implantar a Escola Diaconal São Lourenço, instituir a Ordem das Virgens (OV), celebrar o Ano Santo da Misericórdia e o Congresso Mariano, propor a criação do brasão da diocese e convocar o Ano Vocacional Diocesano.


# Nome Período Notas
Bispos
Dom Luiz Antônio Cipolini 2013-Atual Bispo diocesano
Dom Osvaldo Giuntini 1992-2013 Bispo emérito
Dom Frei Daniel Tomasella, OFM Cap. 1975-1992
Dom Hugo Bressane de Araújo 1954-1975
Bispo-coadjutor
Dom Osvaldo Giuntini 1987-1992
Dom Frei Daniel Tomasella, OFM Cap. 1975
Bispo-auxiliar
Dom Osvaldo Giuntini 1982-1987 Elevado a Bispo-coadjutor
Dom Frei Daniel Tomasella, OFM Cap. 1969-1975 Elevado a Bispo-coadjutor

Divisão territorial

A Diocese de Marília compreende 37 municípios e 65 paróquias, divididas em três Regiões Pastorais, coordenadas por Vigários Episcopais.

Região Pastoral I

Marília (sede), Álvaro de Carvalho, Avencas (distrito de Marília), Garça, Oriente, Paulópolis (distrito de Pompéia), Pompéia, Quintana, Vera Cruz.

Região Pastoral II

Tupã (sede), Adamantina, Arco-Íris, Bastos, Herculândia, Iacri, Inúbia Paulista, Lucélia, Mariápolis, Osvaldo Cruz, Parapuã, Pracinha, Queiroz, Rinópolis, Sagres, Salmourão.

Região Pastoral III

Dracena (sede), Flora Rica, Flórida Paulista, Irapuru, Junqueirópolis, Monte Castelo, Nova Guataporanga, Ouro Verde, Pacaembu, Panorama, Paulicéia, Santa Mercedes, São João do Pau d'Alho, Tupi Paulista.


  Circunscrições eclesiásticas católicas do BrasilRegional Sul I (São Paulo)  

Província Eclesiástica de São Paulo
Campo Limpo | Eparquia de Nª. Srª do Líbano | Eparquia de Nª. Srª do Paraíso | Guarulhos | Mogi das Cruzes | Osasco | Santo Amaro | Santo André | Santos | São Miguel Paulista

Província Eclesiástica de Botucatu
Araçatuba | Assis | Bauru | Lins | Marília | Ourinhos | Presidente Prudente

Província Eclesiástica de Campinas
Amparo | Bragança Paulista | Limeira | Piracicaba | São Carlos

Província Eclesiástica de Ribeirão Preto
Barretos | Catanduva | Franca | Jaboticabal | Jales | São João da Boa Vista | São José do Rio Preto | Votuporanga

Província Eclesiástica de Aparecida
Caraguatatuba | Lorena | São José dos Campos | Taubaté

Província Eclesiástica de Sorocaba
Itapetininga | Itapeva | Jundiaí | Registro


  1. IBGE 2010