Abrir menu principal

Wikipédia β

Diocese do Funchal

Diocese do Funchal
Diœcesis Funchalensis
Sé do Funchal
Localização
País Portugal
Arquidiocese Metropolitana Patriarcado de Lisboa
Estatísticas
População 246 806
Área 2 243 km²
Informação
Denominação Católica Romana
Rito Romano
Criação da Diocese 12 de Janeiro de 1514
Catedral Sé do Funchal
Padroeiro(a) São Tiago Menor
Nossa Senhora do Monte
Governo da Diocese
Bispo D. António José Cavaco Carrilho
Jurisdição Diocese
Página oficial www.diocesedofunchal.pt
dados em catholic-hierarchy.org

A Diocese do Funchal foi criada em 12 de Junho de 1514, através da bula Pro excellenti præeminentia do papa Leão X,[1] após a elevação da vila do Funchal ao estatuto de cidade pelo Rei D. Manuel (alvará régio de 21 de Agosto de 1508), ficando a recém-criada diocese na dependência da arquidiocese de Lisboa.

Dezanove anos mais tarde, em 31 de Janeiro de 1533, foi elevada à dignidade arquidiocesana, tendo-se tornado, durante vinte e dois anos, a maior arquidiocese metropolitana do mundo, tendo como sufragâneas as dioceses do Império Colonial Português nos Açores, Brasil, África e Oriente. Foi seu primeiro (e único) arcebispo D. Martinho de Portugal (com o título de Primaz), após o que, em 3 de Julho de 1551, uma nova reogranização das dioceses de Portugal e do seu império levou à extinção da arquidiocese do Funchal e ao regresso à sua condição de simples diocese dependente da arquidiocese (mais tarde Patriarcado) de Lisboa; as suas sufragâneas seguiram-lhe o destino.

Da diocese funchalense desmembraram-se as seguintes circunscrições eclesiásticas: Diocese de Goa, Diocese de Angra, Diocese de Cabo Verde, Diocese de São Tomé e Diocese de São Salvador da Bahia.

De qualquer forma, os primeiros três bispos jamais se deslocaram à Madeira; apenas o quarto, Frei Jorge de Lemos, aí foi tomar pessoalmente posse do cargo.

Até começos do século XX, os bispos do Funchal usaram o título de Bispos da Madeira, do Porto Santo, das Desertas e de Arguim.

Em 8 de Março de 2007 a Santa Sé nomeou Bispo do Funchal D. António José Cavaco Carrilho, até então Bispo Auxiliar da Diocese do Porto.

Índice

Lista de prelados do FunchalEditar

Bispos do FunchalEditar

1. D. Diogo Pinheiro (1514-1526)

Arcebispos do FunchalEditar

2. D. Martinho de Portugal (1533-1547)

Bispos do FunchalEditar

3. D. Frei Gaspar (I) do Casal (1551-1556), depois bispo de Leiria e bispo de Coimbra-conde de Arganil
4. D. Frei Jorge de Lemos (1556-1569)
5. D. Frei de Távora (1569-1573)
6. D. Jerónimo (I) Barreto (1573-1585)
7. D. Luís (I) de Figueiredo de Lemos (1585-1608)
8. D. Frei Lourenço de Távora (1610-1617)
9. D. Jerónimo (II) Fernando (1619-1650)
10. D. Frei Gabriel de Almeida (1670-1674)
11. D. Frei António (I) Teles da Silva (1674-1682)
12. D. Estêvão Brioso de Figueiredo (1683-1689)
13. D. Frei José (I) de Santa Maria (1690-1696)
14. D. José (II) de Sousa Castelo Branco (1698-1725)
15. D. Frei Manuel (I) Coutinho (1725-1741)
16. D. Frei João (I) do Nascimento (1741-1753)
17. D. Gaspar (II) Afonso da Costa Brandão (1756-1784)
18. D. José (III) da Costa Torres (1784-1796)
19. D. Luís (II) Rodrigues Vilares (1796-1811)
20. D. João (II) Joaquim Bernardino de Brito (1817-1819)
21. D. Francisco (I) José Rodrigues de Andrade (1821-1838)
22. D. José (IV) Xavier de Cerveira e Sousa (1844-1849)
23. D. Manuel (II) Martins Manso (1849-1858)
24. D. Patrício Xavier de Moura (1859-1872)
25. D. Aires de Ornelas e Vasconcelos (1872-1874)
26. D. Manuel (III) Agostinho Barreto (1876-1911)
27. D. António (II) Manuel Pereira Ribeiro (1914-1957)
28. D. Frei David de Sousa, O.F.M. (1957-1965)
29. D. João (III) António da Silva Saraiva (1965-1972)
30. D. Francisco (II) Antunes Santana (1974-1982)
31. D. Teodoro de Faria (1982-2007)
32. D. António (III) José Cavaco Carrilho (2007-presente)

EscutismoEditar

  1. Escutismo nesta diocese: Região da Madeira

Referências

  1. PEREIRA, Eduardo C. N. — Ilhas de Zargo. 4ª edição. Funchal: Câmara Municipal, 1989), p. 424-425

Ligações externasEditar