Abrir menu principal


Como ler uma infocaixa de taxonomiaDiploglossus lessonae
Exemplar fotografado em Natal, RN.
Exemplar fotografado em Natal, RN.
Estado de conservação
Espécie pouco preocupante
Pouco preocupante (IUCN 3.1) [1]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Ordem: Squamata
Família: Anguidae
Género: Diploglossus
Espécie: D. lessonae
Nome binomial
Diploglossus lessonae
Peracca, 1890
Distribuição geográfica
Diploglossus lessonae distribution.png

O calango-liso ou calango-coral (Diploglossus lessonae) é uma espécie de lagarto da família Anguidae. Endêmica do Brasil.

Distribuição geográfica e habitatEditar

A espécie é endêmica do Brasil, sendo encontrada somente nos estados de Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte.[1]

CaracterísticasEditar

O calango-liso pode atingir cerca de 30 centímetros de comprimento aproximadamente e é conhecido pela forma do corpo, cilíndrico, alongado e com membros muito pequenos. De fato, suas patas são tão curtas que este lagarto, embora as use para andar, as encolhe e desliza como uma cobra quanto quer alcançar maior velocidade. Exatamente a mesma estratégia é usada pela losma (gênero Chalcides), do sul da Europa.[2]

BiologiaEditar

A espécie é rara em vários locais onde habita e talvez por isso sua biologia seja tão pouco compreendida. Neste sentido, são poucos os trabalhos especificamente relacionados à biologia de Diploglossus lessonae e muitos aspectos de sua história natural permanecem desconhecidos. Sabe-se que este lagarto é terrícola e semi-fossorial, podendo ser encontrado forrageando sobre o solo ou escavando no subsolo a até 2 m de profundidade [3].

Reprodução e alimentaçãoEditar

 
Exemplar fotografado em Natal/RN, no Campus da UFRN

A espécie é ovípara e se reproduz somente uma vez por ano, na estação seca, com uma ninhada de 1 a 7 ovos [4]. Quanto a sua alimentação, até pouco tempo achava-se que sua dieta era prioritariamente constituída de aranhas, opiliões e escorpiões, entretanto a equipe do NUROF-UFC descobriu, recentemente, que este lagarto se alimenta também de formigas e baratas [5].

Referências

  1. a b Nogueira, C. (2010). Diploglossus lessonae (em Inglês). IUCN 2014. Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN de 2014 Versão 3. Página visitada em 17 de junho de 2015.
  2. «Cópia arquivada». Consultado em 1 de dezembro de 2008. Arquivado do original em 5 de maio de 2008 
  3. VANZOLINI, P. E. Miscelaneus notes on the ecology of some brazilian lizards (Sauria). Papéis Avulsos de Zoologia, 26:83-115.
  4. VITT, L. J. 1985. On the biology of the little known anguid lizard Diploglossus lessonae in northeast Brazil.Papéis Avulsos de Zoologia, 36:69-76.
  5. PASSOS, D. C.; ZANCHI, D.; BORGES-NOJOSA, D. M. 2011. Diploglossus lessonae (Brazilian Galliwasp) Diet. Herpetological Review, 42:94.

Ligações externasEditar

O Wikispecies tem informações sobre: Diploglossus lessonae
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Diploglossus lessonae