Direção-Geral de Viação

A Direção-Geral de Viação (AO 1945: Direcção-Geral de Viação), ou DGV, constituía o organismo público português encarregue das matérias de contraordenação, segurança rodoviária, condutores e veículos.

Direção-Geral de Viação

Coat of arms of Portugal.svg
Organização
Natureza jurídica Serviço central da administração direta do Estado
Missão Administração do sistema de trânsito e segurança rodoviária
Dependência Governo de Portugal
Ministério responsável pelos transportes (1928-1992)
Ministério da Administração Interna (1992-2007)
Localização
Jurisdição territorial Portugal
Sede Lisboa
Histórico
Antecessor Comissões técnicas de automobilismo
Criação 1928 [1]
Extinção 25 de julho de 2007
Sucessores Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária
Instituto da Mobilidade e Transportes Terrestres
Notas de rodapé
[1] Como Direção-Geral dos Serviços de Viação

Inicialmente dependente do ministério responsável pelos transportes, a DGV foi transferida para o Ministério da Administração Interna em 1992.

A DGV foi oficialmente extinta no dia 25 de julho de 2007, sendo substituída pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária nas matérias de contraordenação e segurança rodoviária e pelo Instituto da Mobilidade e Transportes Terrestres nas áreas de condutores e veículos.

Ligações externasEditar

Substituído por