Dirty Picture

"Dirty Picture" é uma canção do artista musical britânico Taio Cruz, contida em seu segundo álbum de estúdio, Rokstarr (2009). Foi composta e produzida por Cruz juntamente com Fraser T. Smith. Originalmente, o cantor queria que a participação vocal da faixa fosse realizada pela cantora estadunidense Lady Gaga, porém, optou por Kesha, após recomendação de Dr. Luke, e por achar sua voz "original". Foi lançada como o terceiro single do disco em 5 de abril de 2010, e mais tarde regravada pela participante para o seu trabalho de estreia, Animal. A composição da canção é sobre a pessoa ser capaz de enviar uma mensagem a seu parceiro que está sentindo falta de uma "imagem provocativa".

"Dirty Picture"
Single de Taio Cruz com participação de Kesha
do álbum Rokstarr
Lançamento 5 de abril de 2010
(ver histórico de lançamento)
Formato(s) Download digital
Gravação 2009
Gênero(s) Dance-pop
Duração 3:39
Gravadora(s) Island Records
Composição Taio Cruz, Fraser T. Smith
Produção Dr. Luke, Benny Blanco
Cronologia de singles de Taio Cruz
"No Other One"
(2009)
"Dynamite"
(2010)
Cronologia de singles de Kesha
"Blah Blah Blah"
(2010)
"My First Kiss"
(2010)
Lista de faixas de Rokstarr
"Break Your Heart"
(1)
"No Other One"
(3)
Amostra de áudio
informação do ficheiro · ajuda

A canção recebeu revisões geralmente positivas da mídia especializada. A parceria de Cruz e Kesha na faixa foi elogiada por maioria dos avaliadores, embora alguns críticos destacaram o fornecimento vocal da participante na obra, suplantando o primeiro. Suas letras simples, porém eficazes, também foram positivamente recebidas pelos resenhadores. Comercialmente, "Dirty Picture" teve um bom desempenho nas tabelas musicais. A obra ficou entre as dez primeiras na Irlanda e no Reino Unido, alcançando a décima e a sexta colocações, respectivamente. Também situou-se entre as quarenta composições mais comercializadas na Europa e na Austrália. Seu vídeo musical foi filmado em Los Angeles e em Londres.

Antecedentes e composiçãoEditar

"Dirty Picture" foi composta e produzida por Taio Cruz e Fraser T. Smith. Originalmente, o cantor queria que os vocais femininos fossem feitos por Lady Gaga, mas optou mudar para Kesha devido a uma recomendação do produtor musical Dr. Luke. Cruz explicou o motivo de ter concordado com a mudança na participação: "Eu ouvi o seu primeiro single, 'Tik Tok', antes de ser lançado, e realmente gostei da forma como ela cantou. Senti que sua voz era muito original e facilmente identificável, e que ela ia colaborar realmente bem."[1] Ao ser entrevistado pela MTV News, o intérprete comentou sobre a parceria: "Ela realmente parecia sensual, e eu só pensei que ela era talentosa. Seu vocal era impressionante. Espero que ela não se importe em dizer isto, mas sua voz tem este tipo de qualidade tirolesa, a maneira que faz as coisas e a maneira que termina palavras. Eu simplesmente amei esta qualidade."[2]

"Dirty Picture" é uma canção otimista de predominante dance-pop que abre com uma batida techno.[3] A música apresenta um suporte pesado de sintetizadores,[4] enquanto o refrão é reminiscente ao da faixa "Satisfaction", de Benny Benassi.[5] Liricamente, Cruz explicou a mensagem da obra dizendo "a composição é realmente sobre o envio de fotos sensuais a sua cara-metade, se você sente falta um do outro e não podem se ver, você envia fotos para lembrar ao outro de como você é sensual."[6]

Crítica profissionalEditar

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
BBC      [4]
Digital Spy      [5]

Fraser McAlpine, da BBC, elogiou a sonoridade geral do trabalho vocal da dupla na canção comentando: "o choque brusco entre a super suave imagem de cavalheiro-do-soul de Taio e a absurda de bêbada desleixada de Kesha é realmente fascinante. A faixa, na verdade se transforma de uma coisa para outra, dependendo de quem está cantando."[4] Sara Anderson, da AOL Radio, foi positiva em sua resenha, escrevendo: "É uma construção de estroboscópica e de batida de fundo techno. Cruz melodicamente, e francamente, pede a sua musa para tirar algumas fotos picantes para ele, antes da transição para o verso de cantar-falando da rainha da festa Kesha."[3]

Robert Copsey, da Digital Spy, deu ao single três de cinco estrelas. Copsey não se convenceu com o trabalho vocal de Cruz na música comentando que Kesha destaca-se na faixa.[5] Ron Slomowicz, do About.com, fez uma resenha positiva da obra. O avaliador escreveu que Kesha faz o que ela faz melhor, escrevendo que em sua fala melódica ela "soa muito bem nesta produção". O desempenho de Cruz foi chamado de decente com Slomowicz dizendo que o cantor é capaz "de fazer alguns vocais decentes em uma canção sobre enviar mensagens com imagens impertinentes".[7]

Vídeo musicalEditar

 
As cenas do vídeo musical de "Dirty Picture" com a presença de Kesha foram filmadas em Londres, porque Cruz e a artista tinham compromissos em lugares diferentes.

A representação audiovisual para "Dirty Picture" foi dirigida por Alex Herron e estreou na internet em 24 de maio de 2010.[8][2] As gravações ocorreram em Los Angeles e em Londres. Cruz explicou o tema simples do trabalho e da filmagem dizendo: "O vídeo foi filmado neste porão muito legal em Los Angeles. Queríamos que se parecesse com uma cena de festa, não uma típica boate, e foi realmente divertido. As cenas de Kesha foram gravadas em Londres, porque nossas agendas estavam em todos os lugares, e então eu filmei o resto em Los Angeles."[9]

O vídeo abre com Cruz dirigindo um carro em alta velocidade pelo deserto. Em seguida, corta para uma nova cena em que o cantor está em uma festa onde todo mundo está consumindo bebidas alcoólicas e enviando mensagens de texto provocativas. Ao longo destas imagens o intérprete é visto tirando fotos com diferentes mulheres e cantando karaokê. O verso de Kesha mostra ela em uma cabine de banheiro de pé em cima de um vaso sanitário.[2] Cruz é então apresentado ao lado de seu carro no deserto. As imagens seguintes caracterizam a participante deitada na pia do banheiro cantando seus versos. A gravação audiovisual termina com os dois juntos cantando as letras finais "click, click, snap".[2]

Versão de KeshaEditar

Kesha regravou "Dirty Picture" para seu álbum de estréia, Animal.[9] A canção foi seletiva no seu lançamento, sendo somente vendida como uma faixa bônus do disco no Reino Unido e na Irlanda, e foi apelidada de "Edição de Kesha"[nota 1][10] ou "Dirty Picture, Pt. 2".[11] Essa versão é semelhante a original com a única mudança visível de que a artista canta o primeiro verso da faixa. Ao ser entrevistado pelo Digital Spy, Cruz explicou como a ideia surgiu inicialmente e sua visão sobre a reinterpretação: "Ela me perguntou se poderia fazer uma regravação da música em que canta o primeiro verso e eu pensei que era uma ideia muito legal. Eu realmente gostei de ambas as versões."[9]

Faixas e formatosEditar

Download digital[12]
Título Duração
1. "Dirty Picture" (com Kesha) 3:40

CréditosEditar

Lista-se abaixo os profissionais envolvidos na elaboração de "Dirty Picture", de acordo com o encarte do álbum Rokstarr:[17]

Desempenho nas tabelas musicaisEditar

No Reino Unido, "Dirty Picture" entrou na UK Singles Chart no vigésimo lugar na edição de 17 abril de 2010. Semanas seguintes atingiu o sexto lugar, onde permaneceu por uma semana.[18] O single também conseguiu pico de número três na tabela genérica UK R&B Chart.[19] A faixa entrou na parada australiana ARIA Charts na 31ª posição, atingindo a 16ª.[20] Desde então, foi disco de ouro pela Australian Recording Industry Association (ARIA) por comercializar 35 mil unidades.[21] Na Nova Zelândia, a composição entrou na tabela no 38º posto, na publicação subsequente subiu para o 21º.[22] Reentrou na edição de 14 de junho de 2010 no 12º emprego e alcançou o 11º no setenário seguinte.[22] Foi certificada como disco de ouro pela Recording Industry Association of New Zealand (RIANZ) após vender 7.500 cópias.[23] Ocorreu de ocupar o valor de noventa e seis na parada estadunidense Billboard Hot 100, na mesma semana de lançamento do álbum Rokstarr.[24] Na Canadian Hot 100, esteve na quadragésima nona ocupação em sua semana de estreia.[25]

Histórico de lançamentoEditar

País Data Formato Gravadora
  Austrália[14] 5 de abril de 2010 Download digital Island Records
  Nova Zelândia[29]
  Reino Unido[30] 3 de maio de 2010
  Países Baixos[31] 21 de junho de 2010
  Canadá[16] 14 de setembro de 2010
  Estados Unidos[32]

Notas

  1. No original: "Kesha edit"

Referências

  1. «Taio Cruz interview by Pete Lewis, 'Blues & Soul' May 2010» (em inglês). Consultado em 14 de dezembro de 2011 
  2. a b c d Vena, Jocelyn (24 de maio de 2010). «Taio Cruz Sexts With Kesha In 'Dirty Picture' Video The clip ends with the two together at a sexy house party». MTV News (em inglês). MTV Networks (Viacom). Consultado em 14 de dezembro de 2011 
  3. a b Anderson, D. Sara (14 de setembro de 2010). «Taio Cruz, 'Dirty Picture' Feat. Kesha – New Song» (em inglês). AOL Radio. Consultado em 14 de dezembro de 2011 
  4. a b c McAlpine, Fraser (23 de abril de 2010). «Taio Cruz ft. Kesha – 'Dirty Picture'» (em inglês). BBC. Consultado em 14 de dezembro de 2011 
  5. a b c Copsey, Robert (3 de maio de 2010). «Taio Cruz ft. Kesha: 'Dirty Picture'». Digital Spy. Hachette Filipacchi UK. Consultado em 14 de dezembro de 2011 
  6. Bhansali, Akshay (31 de março de 2010). «Kesha's Singing Is 'Awesome,' Taio Cruz Says 'Tik Tok' singer has a 'very unique-sounding voice,' Cruz says». MTV News (em inglês). MTV Networks (Viacom). Consultado em 14 de dezembro de 2011 
  7. Slomowicz, Ron (16 de janeiro de 2010). «Song of the Day: Taio Cruz feat. Ke$ha – "Dirty Picture"». About.com (em inglês). The New York Times Company. Consultado em 15 de dezembro de 2011 
  8. «Taio Cruz's Dirty Picture by Alex Herron» (em inglês). Promo News. 23 de abril de 2010. Consultado em 15 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 27 de junho de 2010 
  9. a b c Copsey, Robert (21 de abril de 2010). «Taio Cruz». Digital Spy (em inglês). Hachette Filipacchi UK. Consultado em 15 de dezembro de 2011 
  10. «Animal». Itunes (em inglês). Apple Inc. Consultado em 15 de dezembro de 2011 
  11. Jeffries, David (5 de janeiro de 2010). «Animal [Clean] - Ke$ha». Allmusic (em inglês). Rovi Corporation. Consultado em 15 de dezembro de 2011  Texto " AllMusic" ignorado (ajuda);
  12. «Dirty Picture [Single]» (em inglês). Consultado em 14 de dezembro de 2011  Parâmetro desconhecido |publicdo= ignorado (ajuda);
  13. «Dirty Picture [Single]» (em inglês). Consultado em 14 de dezembro de 2011  Parâmetro desconhecido |publicdo= ignorado (ajuda);
  14. a b «Dirty Picture (Feat. Kesha) – EP». Itunes (em inglês). Apple Inc. Consultado em 14 de dezembro de 2011 
  15. «Dirty Picture (The Remixes) (Feat. Kesha) – EP». Itunes (em inglês). Apple Inc. Consultado em 14 de dezembro de 2011 
  16. a b «Dirty Picture (The Remixes) (Feat. Kesha)». Itunes (em inglês). Apple Inc. Consultado em 14 de dezembro de 2011 
  17. (2010) Créditos do álbum Rokstarr por Taio Cruz. Island Records.
  18. a b «Taio Cruz – Dirty Picture (UK Singles Chart)» (em inglês). UK Singles Chart. Consultado em 14 de dezembro de 2011 
  19. a b «Taio Cruz – Dirty Picture (UK R&B Chart)» (em inglês). UK R&B Chart. Consultado em 14 de dezembro de 2011 
  20. a b «Taio Cruz – Dirty Picture (ARIA Charts)» (em inglês). ARIA Charts. Consultado em 14 de dezembro de 2011 
  21. a b «ARIA Charts – Accreditations – 2010 Singles» (em inglês). Australian Recording Industry Association. Consultado em 14 de dezembro de 2011 
  22. a b c «Taio Cruz – Dirty Picture (Recording Industry Association of New Zealand)» (em inglês). Recording Industry Association of New Zealand. Consultado em 14 de dezembro de 2011 
  23. a b «Latest Gold / Platinum Singles» (em inglês). RadioScope. Consultado em 14 de dezembro de 2011 
  24. a b «Taio Cruz – Dirty Picture (Billboard Hot 100)» (em inglês). Billboard Hot 100. Consultado em 14 de dezembro de 2011 
  25. a b «Taio Cruz – Dirty Picture (Canadian Hot 100)» (em inglês). Canadian Hot 100. Consultado em 14 de dezembro de 2011 
  26. «Taio Cruz – Dirty Picture (Irish Recorded Music Association)» (em inglês). Irish Recorded Music Association. Consultado em 14 de dezembro de 2011 
  27. «Taio Cruz – Dirty Picture (European Hot 100)» (em inglês). European Hot 100. Consultado em 14 de dezembro de 2011 
  28. «BPI - Taio Cruz ft. Kesha - Dirty Picture» (em inglês). British Phonographic Industry. Consultado em 25 de outubro de 2013 
  29. «Dirty Picture (New Zealand)». Itunes (em inglês). Apple Inc. Consultado em 15 de dezembro de 2011 
  30. «Dirty Picture (Feat. Kesha) – EP (United Kingdom)». Itunes (em inglês). Apple Inc. Consultado em 15 de dezembro de 2011 
  31. «Dirty Picture (Netherlands)». Itunes (em inglês). Apple Inc. Consultado em 15 de dezembro de 2011 
  32. «Dirty Picture (United States)». Itunes (em inglês). Apple Inc. Consultado em 15 de dezembro de 2011