Discussão:Emma Goldman

Último comentário: 21 de dezembro de 2013 de LijeBot no tópico Link quebrado 2

EugeniaEditar

UntitledEditar

Não compreendo de onde tirou o termo eugenia para a questão no caso de Emma Goldman. A fonte para a wiki em inglês que remete à biógrafa Alice Wexler sobre a questão aponta outra direção, e, segundo consta, ela (Emma Goldman) apoiou Margaret Sanger, esta sim, mais tarde se associará à questão da Eugenia (Ver "A guerra contra os Fracos" de Edwin Black) mas ainda como um tipo de discurso ideológico que dará suporte à pesquisa eugênica nos EUA como muitos outros grupos, como a associação de antropólogos dos EUA. A Eugenia nos EUA se associou em seu início ao controle de natalidade e à questão da legalização do aborto, entre as modalidades de defesa apareciam a política e a eugênica, isto é, onde entrava uma questão de saúde determinando a escolha da continuidade ou não da contracepção. Ambos, no entanto, defendiam o direito de decidir e só por isso estavam associados, mas, afirmo, não se deve misturar politicamente uma coisa com outra, a não ser que propositadamente esteja agindo de má-fé com esta questão política sem levar em consideração os demais pontos de vista sobre a questão. Isto é, ao associar eugenia com a liberdade de decisão sobre a concepção para delegitimar alguém politicamente por discordar. Segue o trecho da wiki em inglês:

"When Margaret Sanger, an advocate of access to contraception, coined the term "birth control" and disseminated information about various methods in the June 1914 issue of her magazine The Woman Rebel, she received aggressive support from Goldman. Sanger was arrested in August under the Comstock Law, which prohibited the dissemination of "obscene, lewd, or lascivious articles"[85] – including information relating to birth control. Although they later split from Sanger over charges of insufficient support, Goldman and Reitman distributed copies of Sanger's pamphlet Family Limitation (along with a similar essay of Reitman's), and in 1915 Goldman conducted a nationwide speaking tour in part to raise awareness about contraception options. Although the nation's attitude toward the topic seemed to be liberalizing, Goldman was arrested in February 1916 and charged with violation of the Comstock Law. Choosing not to pay a hundred-dollar fine, she spent two weeks in a prison workhouse, which she saw as an "opportunity" to reconnect with those rejected by society.[86]" 85 Quoted in Wexler, Intimate, p. 210. 86 Wexler, Intimate, pp. 211–215. Wexler, Alice. Emma Goldman: An Intimate Life. New York: Pantheon Books, 1984. ISBN 0-394-52975-8. Republished as Emma Goldman in America. Boston: Beacon Press, 1984. ISBN 0-8070-7000-3.


SubstituiçãoEditar

Por que não substituímos integralmente o artigo pelo da Wikipédia inglês. Ele é muito completo e de longe um excelente destaque.AltCtrlDel (discussão) 22h31min de 22 de Novembro de 2008 (UTC)

http://en.wikipedia.org/wiki/Emma_Goldman


Adição de mais Ligações ExternasEditar

Adicionei dois links na parte de Ligações Externas: uma para martxists.org e outra para Anarchy Archives.

Filipe Saraiva (discussão) 00h16min de 12 de março de 2010 (UTC)Responder[responder]


Link quebradoEditar

Foi checado os links externos deste artigo por vários minutos. Alguém verifique por favor se a ligação estiver fora do ar e tente arrumá-lo ou removê-la!

--LijeBot (discussão) 19h42min de 21 de dezembro de 2013 (UTC)Responder[responder]


Link quebrado 2Editar

Foi checado os links externos deste artigo por vários minutos. Alguém verifique por favor se a ligação estiver fora do ar e tente arrumá-lo ou removê-la!

--LijeBot (discussão) 19h42min de 21 de dezembro de 2013 (UTC)Responder[responder]

Regressar à página "Emma Goldman".