Abrir menu principal

Distrito-sede (Ipatinga)

sede do município de Ipatinga, Minas Gerais, Brasil
Distrito-sede
  Distrito do Brasil  
Avenida Pedro Linhares Gomes na região do bairro Iguaçu com a Usiminas ao fundo.
Avenida Pedro Linhares Gomes na região do bairro Iguaçu com a Usiminas ao fundo.
Estado  Minas Gerais
Município Ipatinga
Criado em 12 de dezembro de 1953 (65 anos)
Área
- Total 51,24 km²[1]
População (2010)
 - Total 148 834 habitantes[2]
    • Densidade 2 904,6 hab./km²

O distrito-sede de Ipatinga representa a área do município brasileiro supracitado, no interior do estado de Minas Gerais, que exceptua o distrito Barra Alegre. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), sua população no ano de 2010 era de 148 834 habitantes, sendo 72 151 homens e 76 683 mulheres, possuindo um total de 45 725 domicílios particulares.[2]

Abrange os bairros das regionais I, II, III (exceto Cidade Nobre), IV e VI (exceto Taúbas), o que inclui o Centro comercial e administrativo de Ipatinga e o núcleo industrial da Usiminas.[2]

HistóriaEditar

 
Comércio no bairro Horto, que configurou-se como principal núcleo urbano planejado de Ipatinga até o desenvolvimento do atual Centro.

A área da atual sede ipatinguense foi criada inicialmente como um distrito subordinado a Coronel Fabriciano pela Lei nº 1.039, de 12 de dezembro de 1953. Até então, correspondia a um pequeno povoado que se encontrava relativamente isolado do restante do município.[3] Com a instalação da Usiminas em Ipatinga no final da década de 1950, houve a construção de bairros inteiros destinados a servir de abrigo aos seus trabalhadores, sendo o Horto o primeiro deles.[4]

A elaboração do primeiro plano urbanístico da atual cidade, então chamada de Vila Operária,[5] projetado pelo arquiteto Raphael Hardy Filho em 1958, possibilitou a locação dos primeiros bairros do município,[6] que teve sua emancipação decretada em 29 de abril de 1964. Nessa data, desmembraram-se de Coronel Fabriciano os distritos de Ipatinga (atual sede) e Barra Alegre para constituir o território do município de Ipatinga.[7]

Atendido pela MG-4 (atual BR-381) e pela EFVM, o bairro Horto configurou-se durante algum tempo como o principal núcleo urbano e comercial planejado de Ipatinga devido à proximidade com o complexo industrial da Usiminas, até o desenvolvimento da região do atual Centro da cidade.[8] No decorrer da segunda metade do século XX, o crescimento da população não industrial induziu o surgimento de novas divisões sem relação com a empresa, inclusive no distrito Barra Alegre, que corresponde às áreas periféricas e à zona rural municipal.[9][10]

ImagensEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. Instituto de Geociências Aplicadas (IGA) (13 de fevereiro de 2013). «Relação 1642 Distritos de Minas Gerais, sendo 853 Distritos Sede» (PDF). p. 15. Consultado em 14 de junho de 2016. Arquivado do original (PDF) em 26 de agosto de 2013 
  2. a b c Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (16 de novembro de 2011). «Sinopse dos dados - Setor: 313130705000171 - Ipatinga». Consultado em 14 de junho de 2016. Cópia arquivada em 14 de junho de 2016 
  3. Enciclopédia dos Municípios Brasileiros (2007). «Ipatinga - Histórico» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 14 de junho de 2016. Cópia arquivada (PDF) em 14 de junho de 2016 
  4. Dias 2011, p. 79
  5. Dias 2011, p. 75–76
  6. Revista Ipatinga Cidade Jardim. «Personagens do Vale do Aço - Raphael Hardy Filho». Eu Amo Ipatinga. Consultado em 14 de junho de 2016. Cópia arquivada em 14 de junho de 2016 
  7. PDDI 2014, p. 96
  8. Souza 2007, p. 83
  9. PDDI 2014, p. 98–100
  10. PDDI 2014, p. 80

BibliografiaEditar

Ligações externasEditar