Abrir menu principal

Divisor de tensão

Em eletrônica, a regra do divisor de tensão, ou simplesmente o divisor de tensão, é uma técnica de projeto utilizada para criar uma tensão elétrica (Vout) que seja proporcional à outra tensão (Vin).

Divisor de tensão com ResistênciasEditar

Neste circuito, dois resistores são ligados em série como no diagrama unifilar a seguir:

 

A tensão de saída, Vout, é dada pela equação

 

A partir desta fórmula, fazendo R1 = R2, temos que

 

Desta forma podemos obter qualquer fração entre 0 e 1 da tensão Vin.

Note que esta regra funciona apenas caso o divisor não possua nenhuma carga, ou seja, a resistência de carga é infinita e toda a corrente que flui através de R1 vai para R2. Se a corrente flui para uma resistência de carga (através de Vout), esta resistência deve ser considerada como se estivesse em paralelo com R2 para que se possa determinar a tensão em Vout.

Divisor de tensão com impedânciaEditar

Um divisor de tensão é geralmente imaginado como composto por dois resistores, porém capacitores, indutores, ou qualquer impedância combinada pode ser utilizada. Para impedâncias gerais Z1 e Z2, a tensão é dada por

 

Deste modo, um divisor de tensão pode ser feito utilizando-se de um resistor e um capacitor:

 

A impedância do resistor é igual à sua resistência:

 

A impedância do capacitor varia de acordo com a frequência de V_{in}. Seu valor é dado por:

 

onde:

 

Esta razão depende da frequência, neste caso ela é decrescente para uma frequência crescente. Este circuito é, de fato, um filtro passa-baixas (de primeira ordem). A razão contém um número imaginário, e atualmente contém ambas as informações sobre a amplitude e a fase angular do filtro. Para extrair somente a razão de amplificação, deve-se calcular a magnitude da razão, ou apenas a reatância do capacitor ao invés da impedância.

Ver tambémEditar