Abrir menu principal
"Do-Over"
1.º episódio da 3.ª temporada de 30 Rock
Liz Lemon (Tina Fey) a introduzir Bev (Megan Mullally) ao estúdio do TGS.
Informação geral
Direção Don Scardino
Escrito por Tina Fey
História Kay Cannon,
Donald Glover,
Tami Sagher
Produzido por Alec Baldwin,
Jerry Kupfer,
Don Scardino
Canção "Good Vibrations", por Mark Wahlberg
Direção de fotografia Mat Clark
Edição Ken Eluto
Código de produção 301
Duração 30 minutos
Transmissão original 30 de Outubro de 2008
Convidados
Cronologia
"Cooter"
"Believe in the Stars"
30 Rock (3.ª temporada)
Lista de episódios

"Do-Over" é o primeiro episódio da terceira temporada da série de televisão norte-americana de comédia de situação 30 Rock, e o trigésimo sétimo da série em geral. Foi dirigido pelo produtor da temporada Don Scardino, e escrito pela criadora, produtora executiva e actriz principal Tina Fey. A sua transmissão exclusiva, que foi nos Estados Unidos, ocorreu a 30 de Outubro de 2008 pela rede de televisão National Broadcasting Company (NBC). Por entre os atores convidados para este episódio, estão inclusos Will Arnett, Megan Mullally, Marceline Hugot, John Lutz, Tabb Carter, Gano Grills, e Jamil Mena.

No episódio, Liz Lemon (interpretada por Fey) é avaliada por Bev (Mullally) como parte de um processo de adopção, enquanto Jack Donaghy (Alec Baldwin) volta do seu trabalho em Washington D.C. e tenta reaver seu antigo emprego de Devon Banks (Arnett) na General Electric (GE). Jenna Maroney (Jane Krakowski) fica nervosa com Tracy Jordan (Tracy Morgan) como não foi compensada pelo seu trabalho como dobradora no aclamado jogo de vídeo pornográfico criado por ele.

Em geral, "Do-Over" teve uma boa recepção por parte dos críticos especialistas em televisão. De acordo com as estatísticas do sistema de mediação de audiências Nielsen Ratings, o episódio foi assistido por uma média de 8.7 milhões de domicílios durante a sua transmissão original, tornando-se no episódio de maior audiência do show desde o episódio piloto. "Do-Over" recebeu uma nomeação ao Art Directors Guild Award na categoria "Série de Televisão de Câmara Única".

ProduçãoEditar

 
A actriz Megan Mullally fez uma participação em "Do-Over".

"Do-Over" é o primeiro episódio da terceira temporada de 30 Rock. Foi escrito por Tina Fey, que também é a criadora, produtora executiva e actriz principal, e dirigido por Don Scardino, que é um produtor da temporada.[1] Este é o décimo primeiro crédito de argumento por Fey, e o décimo quarto episódio dirigido por Scardino.[2][3] "Do-Over" foi emitido nos Estados Unidos a 30 de Outubro de 2008 pela National Broadcasting Company (NBC) como o episódio de estreia da terceira temporada do show e o trigésimo sétimo episódio da série em geral.[4]

O actor e comediante Judah Friedlander, que interpreta o personagem Frank Rossitano em 30 Rock, é conhecido pelos seus bonés de camioneiro de marca registada que ele usa dentro e fora do personagem Frank. Os chapéus, normalmente, apresentam pequenas palavras ou frases estampadas neles. Friedlander afirmou que ele próprio faz os chapéus. Ele também disse que "alguns são piadas interiores, e alguns são simplesmente piadas".[5] A ideia veio do persona de Friedlander nas suas apresentações de comédia stand-up, onde os chapéus estão todos impressos com "campeão mundial" em diferentes línguas e diferentes aparências.[6] Neste episódio, Frank usa bonés que lêm "Ex-Ciclopes" e "Excitado".[7]

Em Setembro de 2008, foi anunciado que a actriz Megan Mullally seria uma estrela convidada em 30 Rock. Neste episódio, Mullally interpretou Bev, a mulher que avaliou Liz Lemon (Fey) como parte de um processo de adopção. A actriz Marceline Hugot fez a sua quinta aparição como a personagem Kathy Geiss, a filha do Director Executivo da General Electric (GE), Don Geiss (Rip Torn). O actor de comédia Will Arnett repetiu o seu papel como Devon Banks, um inimigo de Jack Donaghy (Alec Baldwin), pela quarta vez.

Quatro cenas filmadas a partir de "Do-Over" foram cortadas da exibição original. Em vez disso, foram apresentadas no DVD da terceira temporada de 30 Rock, como parte das cenas apagadas no pacote bónus. Na primeira cena, Jack planeia seduzir Kathy para que ele possa obter o seu antigo emprego de volta. Na cena seguinte, depois de Jack dizer a Liz que planeia recuperar o seu antigo emprego de volta, Liz pergunta como ele irá entrar no GE Building, como ele não tem o seu cartão de identificação de funcionário. Jack diz a ela que "você pode fazer qualquer coisa se você caminhar com confiança", coisa que ele faz e tem permissão para entrar no edifício. Liz tenta fazer o mesmo, mas o guarda pede a ela para mostrar o seu bilhete de identidade, que ela mostra. Na terceira cena, Liz e Bev falam com o estagiário da NBC, Kenneth Parcell (Jack McBrayer). Kenneth fica fascinado com o processo de adopção, e diz que a sua própria mãe trabalhava em dois empregos como uma pessoa de controle de animais para o estado e vendia carnes de porta em porta. Na cena final, Liz apresenta Tracy a Bev enquanto "fazia tudo outra vez".

Apesar de creditado, o actor Keith Powell não interpretou o personagem James "Toofer" Spurlock em "Do-Over".[8]

EnredoEditar

 
No episódio, Tracy ofereceu um par de matracas a Frank.

Como Liz Lemon (Tina Fey) está de volta ao estúdio 6H — o estúdio do TGS with Tracy Jordan — ela encontra Jack Donaghy (Alec Baldwin) no elevador, que está a voltar de Washington D.C.. Jack diz a Liz que ele pretende reaver o seu antigo emprego de volta e Liz fala-lhe da sua avaliação para a adopção que está por vir. Quando Jack confronta Devon Banks (Will Arnett), o seu inimigo, no seu escritório, Devon oferece uma posição a Jack na sala de correspondência, como uma brincadeira, mas este aceita. Mais tarde, Jack conta a Liz o seu plano para reaver o seu antigo emprego por meios honestos, embora Kathy Geiss (Marceline Hugot) demonstre um interesse sexual para com Jack, algo que ele poderá usar para ter uma promoção mais rápida. Quando descobre que Devon está a tentar encerrar a GE, Jack, com a ajuda de Liz, convence Kathy a contratá-lo como o seu consultor de negócios. Devon, ao aperceber-se que foi derrotado, decide seguir um novo caminho para garantir o seu futuro financeiro: atirar-se na frente de uma série de carros em movimento para que possa processar os motoristas.

Após fazer uma avaliação da casa de Liz, Bev (Megan Mullally) vai para o trabalho de Liz, onde verifica a segurança do estúdio e entrevista o elenco e a equipa do TGS, incluindo a co-estrela Jenna Maroney (Jane Krakowski), o produtor Pete Hornberger (Scott Adsit), o argumentista Frank Rossitano (Judah Friedlander), e a assistente Cerie Xerox (Katrina Bowden). A avaliação do local de trabalho corre terrivelmente mal, com muitas das entrevistas a refletirem várias qualidades negativas de Liz e da segurança do estúdio para uma criança. No entanto, antes que Bev arquive o seu relatório, ela passa por um ferimento na cabeça causado por Kathy e Frank, e esquece que fez a avaliação, como perdeu a memória mais recente que tinha. Liz recebe ajuda da equipa para ajudá-la a "refazer" a avaliação, na esperança de um melhor resultado.

O jogo de vídeo pornográfico de Tracy Jordan (Tracy Morgan), Gorgasm: The Legend of Dong Slayer, tem sido lançado com muito sucesso desde que foi desenvolvido no episódio anterior, "Cooter". Ele recebe um grande cheque de royalties e Jenna fica com raiva por não ter sido compensada pelo seu trabalho como dobradora no jogo. Liz convence-o a fazer as pazes com ela, e com todos os outros que o ajudaram com o jogo de vídeo, a comprar-lhes presentes. No entanto, enquanto todo mundo recebe presentes extravagantes, tais como matracas douradas e um casaco de pele de chinchila, Jenna só recebe um cupão para abraços livres e decide processar Tracy.

RepercussãoEditar

AudiênciaEditar

De acordo com o serviço de mediação de audiências Nielsen Ratings, "Do-Over" foi assistido por uma média de 8.7 milhões de agregados familiares durante a sua transmissão original norte-americana. Recebeu também a classificação de 4.1/10 no perfil demográfico dos telespectadores entre os 18 aos 49 anos de idade, o que significa que 4.1 por cento de todas as pessoas de 18 a 49 anos de idade, e por 10 por cento de todas as pessoas de 18 a 49 anos de idade dentre as que estavam assistindo a televisão no momento da transmissão. Este episódio tornou-se no mais assistido da série desde o episódio piloto, que atraiu uma média de 8.13 milhões de domicílios durante a sua transmissão original norte-americana. Isto foi um aumento de 18 por cento no número de telespectadores em relação ao episódio de estreia da segunda temporada, "SeinfeldVision", que foi visto por uma média de 7.33 milhões de telespectadores norte-americanos, e de 59 por cento em relação ao último episódio da segunda temporada, "Cooter", que foi visto por uma média de 5.61 milhões de domicílios. 30 Rock reteve 87 por cento dos telespectadores que estavam a assistir a série The Office, que foi emitida antes de "Do-Over".

Na noite de 30 de Outubro de 2008, o show posicionou-se no primeiro lugar entre as outras séries que foram transmitidas na noite. Na semana de 27 de Outubro a 2 de Novembro de 2008, no perfil demográfico dos telespectadores entre os 18 aos 49 anos de idade, 30 Rock posicionou-se no décimo terceiro posto entre as outras séries que foram transmitidas durante a semana pela emissora.[9] No perfil demográfico dos telespectadores entre as idades de 18 aos 34, o seriado ocupou o décimo primeiro lugar.[10]

Análises da críticaEditar

Robert Canning, para o sítio IGN, disse que "Do-Over" "definiu a barreira para o resto da temporada" e que "foi enchido com comédia". Jeremy Medina, para a revista Paste, comentou que o episódio "foi tipo o primeiro dia de aulas após as férias de verão: tipo estranho em algumas vezes, mas rápido e alegre e calorosamente familiar contudo." Bob Sassone, para a coluna televisiva TV Squad do sítio AOL, escreveu que "... este episódio consegue fazer o que o serido sempre fez, misturar humor doido quase surreal com um coração genuíno (não manufacturado)." Matt Webb Mitovich, para a revista televisiva TV Guide, apreciou "Do-Over", bem como a história de Jack de tentar reclamar o seu emprego, juntamente com Jack e Liz fingindo que são um casal na frente de Kathy.

Nathan Rabin, para o jornal de entretenimento The A.V. Club, opinou que episódios de estreia "tendem a ser o calcanhar de Aquiles de 30 Rock. Mas a série saiu para fora do buraco com 'Do-Over', um seriado que definitivamente quebra o mau agouro de estreias." Ele disse que o "enredo frenético ridículo" da personagem de Megan Mullally — em que ela teve uma desastrosa estadia nos estúdios de 30 Rock, bateu com a cabeça, e perdeu a sua memória — "pareceu um pouco de sticom mas as piadas continuaram a vir". Em conclusão, Rabin deu ao episódio uma classificação de A-.

Prémios e nomeaçõesEditar

Predefinição:VT~Para mais detalhes "Do-Over" recebeu uma nomeação para os prémios Art Directors Guild Production Design Award na categoria "Melhor Série de Televisão de Câmara Única".

Notas de rodapé

  1. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome equipa
  2. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome tina fey
  3. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome don scardino
  4. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome Ep301
  5. «Judah Friedlander: World Champion - The CC Insider Interview» (em inglês). Comedy Central. 12 de Maio de 2008. Consultado em 12 de Julho de 2012. Cópia arquivada em 26 de Julho de 2008 
  6. Aleksander, Irina (24 de Abril de 2008). «Five Questions for Judah Friedlander». The New York Observer (em inglês). Consultado em 12 de Julho de 2012. Arquivado do original em 11 de setembro de 2012 
  7. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome do-over
  8. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome keith powell
  9. «'30 Rock' Sets New Series Highs in 18-49 and Total Viewers» (em inglês). The Futon Critic. 31 de Outubro de 2009. Consultado em 31 de Julho de 2012 
  10. «'The Office,' '30 Rock,' 'Heroes' and 'Sunday Night Football' Pace NBC's Primetime Week of OcT. 27-NoV. 2» (em inglês). The Futon Critic. 4 de Novembro de 2009. Consultado em 31 de Julho de 2012 

Ligações externasEditar

  A Wikipédia possui o
Portal 30 Rock