Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Dobromir, conhecido pelos bizantinos como Crisos (em búlgaro: Добромир Хриз , em grego: Δοβρομηρός Χρυσός ),[1] foi um líder dos valáquios e dos búlgaros durante o reinado de Aleixo III Ângelo. Um senhor feudal na Macedônia Oriental, Dobromir se tornou uma figura proeminente por volta de 1197 e desaparece completamente após 1202.

HistóriaEditar

Apesar de já ser casado, com o objetivo de cimentar uma aliança, o imperador bizantino ofereceu-lhe uma filha de Manuel Camitzes em casamento. Ela foi forçada a se divorciar do marido para poder casar-se com Dobromir em 1198. Por volta de 1200, ele tomou uma terceira esposa, a neta do imperador, Teodora Angelina, que havia se casado anteriormente com um líder rival, Ibanco. Em 1202, as terras de Dobromir Crisos foram conquistadas pelo imperador búlgaro Joanitzes (r. 1097–1207).

Referências

  1. Bunea 1912, p. 98.

BibliografiaEditar

  • Bunea, Augustin (1912). Incercare de istoria Românilor pâna la 1382: Scriere postuma. [S.l.]: Librariile Socec 
  • O city of Byzantium: annals of Niketas Choniates tr. Harry J. Magoulias (Detroit: Wayne State University Press, 1984) pp. 267–270, 277-280, 293-294.