Abrir menu principal
ConstructionClock.PNG
Este artigo foi considerado insuficiente por um ou mais editores, devendo ser movido para manutenção por um administrador ou eliminador.
  • Justificativa: Artigo marcado como "sem fontes" desde dezembro de 2009, cujo tema é "demais assuntos". Foi criado um tópico na Esplanada|um tópico na Esplanada para apontar este problema e buscar uma solução, mas ninguém demonstrou interesse nesse artigo específico, e o problema persiste. Entretanto, o interwiki em habraico é destacado. Portanto, tem potencial e não devo enviar para eliminação. Dando uma última chance ao artigo, trago para quem aqui quiser referenciá-lo.
  • Proponente: Mister Sanderson (discussão) 13h08min de 23 de agosto de 2019 (UTC)
  • Último editor: MisterSanderson
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde dezembro de 2009). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Caças F-22 Raptors sobre Utah em outubro de 2005 simulando um dogfight

Dogfight é uma modalidade de combate aéreo em que a aproximação é efetiva, e de poucas dezenas ou centenas de metros, exigindo dos pilotos elevada acuracia, atenção, rapidez e destreza nas manobras aéreas, na tentativa de enquadrar o oponente, ou, em caso contrário, fugir a todo custo do enquadramento rival, para, num momento adequado, voltar a perseguir o inimigo. A proximidade é tamanha que, em muitos casos, o uso da metralhadora é mais efetivo do que mísseis ar-ar.

Nesse tipo de combate aéreo, o uso de pós-combustão é quase que integral. Sendo um combate "corpo-a-corpo", os caças leves, com elevado índice de manobrabilidade, e com elevada capacidade de reaceleração levam vantagem sobre caças mais pesados ou com pouca tendência a manobras de elevadas cargas de aceleração gravitacional.