Abrir menu principal

Domingo Show

programa de auditório dominical produzido e exibido pela RecordTV
Domingo Show
Antigo logotipo do programa, estreado de 11 de fevereiro de 2018 à 23 de junho de 2019.
Informação geral
Formato Programa de auditório
Gênero Musical, entretenimento
Duração 285 minutos
País de origem  Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Antonio Guerreiro (direção de Jornalismo)

Rafael Boucinha (direção geral)
João Scortecci (direção)

Apresentador(es) Geraldo Luís
Elenco Marquinhos Anão
Marcos Paulo Souza
Tema de abertura "Domingo Show no Ar" 2014-2018
Localização São Paulo, SP
Exibição
Emissora de televisão original Brasil RecordTV
Formato de exibição 480i (SDTV)
1080i (HDTV)
Transmissão original 23 de março de 2014 (5 anos) - presente
N.º de temporadas 6
Cronologia
Domingo da Gente

Domingo Show é um programa de auditório brasileiro, exibido ao vivo pela RecordTV aos domingos, com duração de três horas,[1] apresentado atualmente por Geraldo Luís. A atração estreou no dia 23 de março de 2014, com apresentação de Geraldo Luís, apresentada ao vivo e com direção geral de Rafael Perantunes.

Domingo Show também foi o nome de um programa apresentado por Eri Johnson em 2000 na TV Gazeta,[2] e também de um game show por Gilberto Barros na própria Record em duas fases. A primeira entre entre 5 de março e 13 de agosto de 2000 e a segunda entre 8 de abril de 2001 e 12 de maio de 2002.

Índice

FormatoEditar

A atração é uma mistura de jornalismo e entretenimento. Geraldo Luís e sua equipe estão prontos para noticiar, qualquer acontecimento ao vivo, com toda a estrutura do jornalismo da Record em todo o Brasil a disposição. Matérias exclusivas gravadas pelo próprio apresentador também serão o forte do Domingo Show, além de convidados especiais participando dos quadros do programa. Em 11 de fevereiro de 2018, com a diminuição do formato e de tempo, sem a plateia, sem o cenário e sem ao vivo, o programa passou a exibir somente reportagens especiais. A partir de 30 de junho de 2019, o programa voltou a ter plateia presente, ganhando novo formato, cenário, pacote visual e gráfico e voltando a ser transmitido ao vivo, tendo assim 4 horas e meia de duração, das 11h00 às 15h45, onde o estúdio foi do Programa do Porchat!.[3]

ExibiçãoEditar

Antecedentes e divulgaçãoEditar

Para divulgar a estreia do programa, a Rede Record lançou teasers com a frase "Legal é pouco. O seu domingo agora vai ser show", fazendo uma brincadeira com o programa Domingo Legal, apresentado por Celso Portiolli no SBT, o qual o Domingo Show entraria no mesmo horário.[4] Uma semana antes da estreia, o jornalístico Domingo Espetacular mostrou uma reportagem sobre a produção do programa, contando com depoimentos de outros apresentadores desejando sorte à Geraldo Luís, incluindo Raul Gil, do SBT.[5] Após a reportagem, o produtor do Domingo Legal, Nelsinho Tamberi, mostrou-se revoltado com o depoimento de Raul, escrevendo em suas redes sociais: "O Raul Gil desejando sucesso pro Geraldo Luís? Não acredito nessa trairagem desse porte. Isso não é coisa de quem trabalha na mesma casa".[5] Um dia antes da estreia, Geraldo foi entrevistado pelo Fala Brasil, dissertando sobre o programa.[6]

Programa de estreiaEditar

Em sua estreia, o programa apresentou uma matéria exclusiva com o jornalista Gil Gomes, repórter do jornalístico Aqui Agora do SBT,[7] que revelou ter Mal de Parkinson. Ao longo da entrevista, Geraldo Luís levou Gil Gomes ao Parque da Juventude, onde reencontrou duas de suas filhas. O também radialista afirmou que o número de mortos no Massacre do Carandiru é muito maior do que o revelado.[8] A recém-contratada da Record, Sabrina Sato, participou ao vivo e recebeu uma surpresa do programa,[7] com depoimentos de sua família e após a insistência de Geraldo Luís, Sabrina lhe deu um selinho.[8] O substituto de Geraldo Luís no Balanço Geral, Luiz Bacci, foi apresentado a mulheres que se candidataram a serem suas namoradas.[8] A banda de pagode baiana Psirico, que ganharam projeção nacional com a canção Lepo, Lepo, estiveram nos estúdios da emissora cantando seus sucessos.[7]

Redução e Aumento da DuraçãoEditar

Em janeiro de 2018, foi divulgado que o programa não tinha rentabilidade com os anunciantes e estudou até sua extinção.[9] Em fevereiro de 2018, é anunciado a redução do horário de duração do programa de 4h30 para 2h30, devido a contenção de gastos, além de cortes no programa eliminando o auditório, sendo que 25 pessoas do elenco foram demitidos.[10] Para ocupar as outras 2 horas, a Record prepara o programa Show de Humor, com os melhores momentos dos programas humorísticos da emissora.[11] A partir de setembro de 2018, O programa começa a ter 3 horas de duração ficando no ar das 12h45 às 15h45.

A partir de 30 de junho de 2019, o programa, que restreou de cara nova, voltou a ter quatro horas e meia de duração, ao vivo e com a plateia presente, além de um novo cenário, ficando no ar das 11h00 às 15h45.[3]

ElencoEditar

ApresentaçãoEditar

ReportagensEditar

  • Merie Gervásio (reportagens diversas)[12]
  • Renata Bosi (reportagens diversas)[13]
  • Andressa Urach (2015–16) (quadro "Eu Sobrevivi")[14]

Ex-assistentes de palcoEditar

  • Marquinhos Anão (2014–18)
  • Marcos Paulo Souza (Morte) (2014–18)
  • Nuelle Alves (2014–18)

QuadrosEditar

  • A Roleta da Morte
  • Qual a Idade dos Famosos?
  • Se não fosse você
  • Um Sonho De Domingo .
  • Gê Visita
  • Eu Sobrevivi
  • S.O.S Pet
  • Quem São Meus Pais?
  • Amor Do Passado
  • A Princesa e Eu
  • Quer Emagrecer
  • Gincana Musical
  • No Vermelho
  • Reportagem do Domingo (A Reportagem)
  • Namora Meu Avô
  • De Volta ao Passado
  • Eu Te Achei
  • Segredos Por Trás Da Música
  • Mistérios Por Trás Da Lenda
  • Seu Passado Na TV
  • Assunto Da Semana
  • Giro De Notícias
  • O Chefe Mandou
  • Jogo Do Famosos
  • A Batalha
  • Boas Noticias!
  • Classificado Dos Famosos

AudiênciaEditar

Na estreia, segundo dados prévios do Ibope da Grande São Paulo, a Record ficou em primeiro lugar, registrando uma média de 11 pontos, ante 10 da Globo e 5 do SBT. A entrevista de Sabrina Sato registrou 11,4, no mesmo horário, a Globo, com o final do Esporte Espetacular, marcava 8,4, e o SBT teve 5,4, com o Domingo Legal, que mostrava Celso Portiolli entrevistando ao vivo o filho de Canarinho, humorista do programa A Praça É Nossa que havia morrido em 22 de março de 2014. O programa chegou a dar pico de 17 pontos com a entrevista de Gil Gomes. Neste momento, a Globo exibia o filme Alice no País das Maravilhas, e o SBT exibia o Domingo Legal.[8][15]

O programa desde a estreia se consolidou na vice-liderança isolada, tendo até várias horas em primeiro lugar fazendo a Globo mudar sua grade de programação aos domingos como a extinção do programa Esquenta.[carece de fontes?] Em setembro de 2017, fazendo a cobertura da morte do apresentador do Cidade Alerta, o Marcelo Rezende, o programa consolidou 16 pontos e pico de 19,9 pontos e a liderança isolada no horário completo das 11:00hs às 15:30hs.[16]Em 11 de fevereiro de 2018 o programa completou 3 anos e 11 meses e dois programas na vice liderança isolada[quais?] perdendo apenas uma vez por ano do programa da emissora concorrente.[qual?][17]

Recepção da críticaEditar

Na opinião do jornalista e crítico de televisão Maurício Stycer "Dois programas da Record têm investido num gênero perigoso, que mistura jornalismo com entretenimento, sem medo algum do ridículo. Tanto o "Domingo Show" quanto o "Balanço Geral" vêm cometendo barbaridades para alavancar a audiência.",[18] o jornalista citou que ambos os programas da Record repercutiram a possibilidade de Michael Jackson estar vivo, Geraldo Luís, apresentador do dominical, achou por bem justificar: "Só estamos discutindo isso porque eu faço televisão pro povo. O resto é o resto".[18] Para o colunista da Folha de S. Paulo, a frase foi no limite da responsabilidade e que "Difícil dizer o que não é "para o povo" na TV aberta brasileira. Há de tudo, de atrações que fazem o espectador pensar até aquelas que, mais grosseiramente, o seduzem com prêmios ou aviõezinhos de dinheiro. O caso em questão é de outra ordem. O que assusta em apelações como "será que Michael Jackson está vivo?" é o descaramento. Os envolvidos em operações "jornalísticas" deste naipe sabem exatamente o que estão fazendo e, possivelmente, acham graça. É literalmente um vale-tudo em nome da audiência".[18]

O jornalista Daniel Castro do site Notícias da TV comentou sobre o Domingo Show, segundo ele o "programa que faz do sensacionalismo e da exploração do drama alheio a sua matéria prima. Todos os domingos, o apresentador Geraldo Luís repete a fórmula. Durante mais de uma hora, enrola o público em torno de uma história de apelo popular, quase sempre envolvendo alguma pessoa outrora muito conhecida e hoje um tanto esquecida".[19] O assunto era a reportagem que o programa tinha feito com o assistente de palco Russo, que durante 46 anos foi operador de áudio e assistente de palco da Rede Globo da era de Chacrinha, encerrada no final dos anos 1980 e que mesmo há 20 anos aposentado, continuou trabalhando nos programas Domingão do Faustão, Caldeirão do Huck e os da apresentadora Xuxa. A entrevista, na visão do jornalista, tinha a intenção de atacar a Globo, e completa que "Não é a primeira vez que o programa da Record, que é produzido pelo departamento de jornalismo, explora a desgraça alheia e alfineta a concorrência ao mesmo tempo. Começou com Rodolfo, da dupla com ET, que processa o SBT, e prosseguiu com Zina (Rede TV!) e familiares de Mussum (Globo). Carreiras acabam, mas no Domingo Show isso só acontece na concorrência".[19]

ControvérsiasEditar

Em 17 de abril de 2016 uma das reportagens de Geraldo Luís foi supostamente editada e exibida em um tempo menor para dar lugar à cobertura da votação do Impeachment da presidente Dilma Rousseff, o que gerou um desconforto no apresentador, que alegou que a matéria precisava ser exibida na íntegra para ser compreendida.[20] Antes do encerramento do programa, Geraldo criticou a decisão da direção do programa ao vivo: "O Domingo Show tem todo esse sucesso porque, graças a Deus, a Record me permite ser quem eu sou. Eu sou muito feliz nesta casa, mas eu quero dizer que eu fiquei muito triste hoje. Como um contador de histórias, é muito difícil eu ver uma matéria, como eu vi a minha agora, não pelos editores, que eu tenho uma equipe maravilhosa. Mas não façam mais isso, porque eu faço com tanto amor, eu brigo pela Record".[21] Após o ocorrido, a emissora decidiu afastar Geraldo do programa e substitui-lo por Luiz Bacci, que entrou no ar em 24 de abril.[22] Com o novo apresentador os índices de audiência continuaram positivos, chegando a colocar o programa em primeiro lugar na medição dos dados da primeira semana.[23] Apesar disso, a recepção do público nas redes sociais do programa e da emissora foram negativas, com grande rejeição à Bacci e pedidos para trazer o apresentador original de volta.[24] Em 22 de maio de 2016, depois de um mês de afastamento, Geraldo Luís volta ao comando do programa e Luiz Bacci é movido de volta ao Balanço Geral, após a emissora avaliar o pedido do público.[25]

Referências

  1. Maria Beatriz Sant'Ana (22 de março de 2014). «"A gente quer aproximar a família da TV no domingo", fala Geraldo Luís sobre o Domingo Show». R7. Consultado em 23 de março de 2014 
  2. «Eri Johnson deve pilotar atração na CNT/ Gazeta». NaTelinha. UOL. 23 de janeiro de 2000. Consultado em 23 de março de 2014 
  3. a b TV, Notícias da (19 de junho de 2019). «Derrotado pelo SBT, programa de Geraldo Luis volta a ser ao vivo com auditório». Notícias da TV. Consultado em 25 de junho de 2019 
  4. «Record alfineta Domingo Legal». Audiência da TV. Consultado em 23 de março de 2014. Arquivado do original em 26 de março de 2014 
  5. a b Gabriel Vaquer (17 de março de 2014). «Produtor do "Domingo Legal" se revolta com depoimento de Raul Gil à Record». NaTelinha. UOL 
  6. «Geraldo Luís falou sobre a expectativa para a estreia do Domingo Show». Fala Brasil. R7. 21 de março de 2014. Consultado em 23 de março de 2014 
  7. a b c «Estreia de Domingo Show tem Gil Gomes, Sabrina e Lepo Lepo.». Rede Record. R7. 20 de março de 2014. Consultado em 23 de março de 2014 
  8. a b c d «Com Gil Gomes e Sabrina, "Domingo Show" bate Globo em sua estreia na Record». UOL. 23 de março de 2014. Consultado em 24 de março de 2014 
  9. Feltrin, Ricardo (12 de janeiro de 2018). «Record cogita acabar com "Domingo Show" e trocá-lo por humorístico». UOL. Consultado em 9 de fevereiro de 2018 
  10. Castro, Daniel (7 de fevereiro de 2018). «Record demite 25 funcionários e reduz programa de Geraldo Luís pela metade». Notícias da TV. Consultado em 8 de fevereiro de 2018 
  11. Castro, Daniel (7 de fevereiro de 2018). «Record já prepara programa para o lugar de Geraldo Luis aos domingos». Notícias da TV. Consultado em 8 de fevereiro de 2018 
  12. «Ex-chacretes se reencontram e colocam repórter do Domingo Show pra dançar nos bastidores». R7. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  13. «Repórteres do Domingo Show se disfarçam em busca de grandes histórias». R7. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  14. TV, Notícias da (22 de fevereiro de 2017). «Andressa Urach é demitida da Record, mas continua fiel à Igreja Universal». Notícias da TV 
  15. Flávio Ricco; José Carlos Nery (19 de abril de 2014). «Band quer o Gugu para alavancar sua grade». UOL. Consultado em 24 de junho de 2014 
  16. «RecordTV tem grande audiência com cobertura da morte de Marcelo Rezende; veja os destaques». NaTelinha. Consultado em 25 de junho de 2019 
  17. «Em 2018, Domingo Show garantiu vice-liderança isolada em mais de 70% dos confrontos com o SBT». Observatório da Televisão. 3 de janeiro de 2019. Consultado em 25 de junho de 2019 
  18. a b c Maurício Stycer (4 de maio de 2014). «No limite da responsabilidade». Folha de S. Paulo. UOL. Consultado em 24 de junho de 2014 
  19. a b Daniel Castro (23 de junho de 2014). «Record paga R$ 10 mil por entrevista e usa Russo para atacar a Globo». Notícias da TV. UOL. Consultado em 24 de junho de 2014 
  20. «Geraldo Luis critica Record ao vivo no "Domingo Show"». TV Foco - Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos. Consultado em 9 de maio de 2016 
  21. «Após reclamar ao vivo da Record, Geraldo Luís é suspenso pela emissora». Correio 24 Horas. Consultado em 9 de maio de 2016 
  22. «Após irritar Edir Macedo, Geraldo Luís é suspenso definitivamente». UOL. Consultado em 9 de maio de 2016 
  23. «Com Luiz Bacci no comando, "Domingo Show" tem alta audiência e bate o "Superstar"». TV Foco - Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos. 25 de abril de 2016. Consultado em 9 de maio de 2016 
  24. «Internautas pedem volta de Geraldo Luís ao "Domingo Show" e criticam Record – TV Foco». TV Foco - Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos. 25 de abril de 2016. Consultado em 9 de maio de 2016 
  25. «Record decide tirar Geraldo Luis da "geladeira" após afastamento». MSN. Consultado em 9 de maio de 2016. Arquivado do original em 5 de junho de 2016 

Ligações externasEditar