Doroteia Sofia, Abadessa de Quedlimburgo

Doroteia Sofia de Saxe-Altemburgo (19 de dezembro de 158710 de fevereiro de 1645) foi uma princesa-abadessa de Quedlimburgo.

Doroteia Sofia
Abadessa de Quedlimburgo
Princesa de Saxe-Altemburgo
Abadessa de Quedlimburgo
Reinado 21 de abril de 1618
a 10 de fevereiro de 1645
Antecessor(a) Doroteia, Abadessa de Quedlimburgo
Sucessor(a) Ana Sofia I, Abadessa de Quedlimburgo
 
Nascimento 19 de dezembro de 1587
  Weimar, Ducado de Saxe-Weimar, Sacro Império Romano-Germânico
Morte 10 de fevereiro de 1645 (57 anos)
  Weimar, Ducado de Saxe-Weimar, Sacro Império Romano-Germânico
Casa Wettin
Pai Frederico Guilherme I, Duque de Saxe-Weimar
Mãe Sofia de Württemberg

Foi a quarta filha de Frederico Guilherme I, Duque de Saxe-Weimar, e da sua primeira esposa, Sofia de Württemberg.

ReinadoEditar

A 21 de Abril de 1618, Doroteia Sofia foi eleita sucessora da princesa-abadessa Doroteia da Saxónia. Esta posição tinha sido ocupada anteriormente pela sua tia paterna, Maria, que governou a Abadia entre 1601 e 1610. A sua eleição foi aprovada pelo sacro-imperador Matias.

Durante o seu reinado, a cidade de Quedlimburgo foi devastada pela Guerra dos Trinta Anos. Ao contrário das suas antecessoras, Doroteia Sofia entrou muitas vezes em confronto com João Jorge I, Eleitor da Saxónia.

Política religiosaEditar

Doroteia Sofia proibiu a sua congregação de negar a absolvição a uma pessoa que se confessasse de forma genuína e mostrasse arrependimento. No entanto, se a mesma pessoa repetisse o seu pecado, seria castigada de forma mais severa e denunciada a um consistório. Doroteia Sofia decidiu que essas pessoas seriam proibidas de ter afilhados, e de receber um enterro tradicional em solo consagrado. Estas decisões reflectiam muito mais a antiga religião católica do que o protestantismo. Doroteia Sofia também tomou medidas para impedir os noivados secretos, declarando que todos os noivados teriam de ser testemunhados por três homens e anunciados em público.[1]

GenealogiaEditar

Os antepassados de Doroteia Sofia, Abadessa de Quedlimburgo em três gerações
Doroteia Sofia, Abadessa de Quedlimburgo Pai:
Frederico Guilherme I, Duque de Saxe-Weimar
Avô paterno:
João Guilherme, Duque de Saxe-Weimar
Bisavô paterno:
João Frederico I da Saxônia
Bisavó paterna:
Síbila de Cleves
Avó paterna:
Doroteia Susana do Palatinado-Simmern
Bisavô paterno:
Frederico III, Eleitor Palatino
Bisavó paterna:
Maria de Brandenburg-Kulmbach
Mãe:
Sofia de Württemberg (1563-1590)
Avô materno:
Cristóvão, Duque de Württemberg
Bisavô materno:
Ulrico, Duque de Württemberg
Bisavó materna:
Sabina da Baviera
Avó materna:
Ana Maria de Brandemburgo-Ansbach
Bisavô materno:
Jorge, Marquês de Brandemburgo-Ansbach
Bisavó materna:
Edviges de Münsterberg-Oels

ReferênciasEditar

  1. Karant-Nunn, Susan C. (1997). The Reformation of ritual: an interpretation of early modern Germany. [S.l.]: Routledge. ISBN 0-415-11337-7. Consultado em 9 julho de 2009 

Ligações externasEditar