Doze tesouros da Espanha

Doze tesouros de Espanha foi um concurso de âmbito nacional realizado em Espanha pelas empresas Antena 3 e Cope. Os resultados definitivos foram conhecidos em 31 de dezembro de 2007. Resultaram eleitos nove monumentos arquitetónicos e três monumentos naturais.

ConcursoEditar

Apenas quatro meses depois do concurso internacional que elegeu as Novas 7 Maravilhas do Mundo Moderno, produziu-se uma vaga de eleições por todo o mundo para eleger dentro de cada país as suas respectivas maravilhas. Em setembro de 2007, a Antena 3 e a Onda Cero apresentaram uma campanha para eleger os denominados Doce Tesoros de España, uma iniciativa baseada nos votos populares através da internet e de telemóvel. Com mais de 9 000 candidaturas, das quais, depois de várias escolha, ficaram vinte, chegou-se a uma final. Finalmente, dessas vinte, foram escolhidas doze.

Listagem dos monumentos escolhidosEditar

As doze maravilhas galardoadas como "Tesouros da Nação Espanhola" por ordem de votos foram:

Tesouro Local Imagem
Catedral de Córdova   Córdova, Andaluzia  
Caverna de Altamira   Santillana del Mar, Cantábria  
Catedral de Sevilha   Sevilha, Andaluzia  
Alhambra   Granada, Andaluzia  
Catedral-Basílica de Nossa Senhora do Pilar   Saragoça, Aragão  
Parque Nacional do Teide   Tenerife, Canárias  
Teatro romano de Mérida   Mérida, Estremadura  
Catedral de Santiago de Compostela   Santiago de Compostela, Galiza  
Cidade das Artes e das Ciências   Valência, Comunidade Valenciana  
Templo Expiatório da Sagrada Família   Barcelona, Catalunha  
Praia de La Concha   San Sebastián, País Basco  
Museu Guggenheim Bilbao   Bilbau, País Basco  

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar