Abrir menu principal
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde março de 2017). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Drew McIntyre
1.96m
Informações pessoais
Nome completo Andrew McLean Galloway IV[1]
Nascimento 6 de junho de 1985 (34 anos)
Ayr, Escócia[2]
Residência Tampa, Flórida
Cônjuge(s) Taryn Terrell (c. 2010; div. 2011)
Carreira na luta livre profissional
Nome(s)
de ringue
Drew Galloway[2]
Drew McIntyre[3]
Altura
anunciada
1 96 m[4]
Peso
anunciado
265 lb (120 kg)[4]
Anunciado
de
Ayr, Escócia[3][5]
Treinado
por
Colin[6]
James Tighe[6]
Justin Richards
Mark Sloan[6]
Spinner McKenzie[6]
Estreia 2001[7]

Andrew McLean Galloway IV (Ayr, 6 de junho de 1985)[2][8] é um lutador de luta livre profissional escocês, que atualmente trabalha para a WWE no programa Raw sob o nome Drew McIntyre.

Ele começou a treinar aos 15 anos, na Inglaterra, antes de se mudar de volta para a Escócia para começar sua carreira. Ele logo passou a lutar na British Championship Wrestling (BCW) usando o personagem "Thee" Drew Galloway, ganhando o título dos pesos-pesados da companhia duas vezes, e uma vez o da Insane Championship Wrestling. Ele também trabalhou na Irish Whip Wrestling, ganhando o principal título da empresa.

Índice

Carreira no wrestling profissionalEditar

Circuito independente (2001–2007)Editar

Galloway começou a treinar a luta profissional aos 15 anos de idade quando sua família se mudou para o sul da Inglaterra para Portsmouth. Galloway também cita os lutadores consagrados da promoção ajudando nos treinos, incluindo Doug Williams, Paul Burchill e Alex Shane.

Galloway lutou em diferentes empresas durante 6 anos, até ser contratado pela WWE.[9]

World Wrestling Entertainment / WWEEditar

Florida Championship Wrestling (2007–2009)Editar

The Chosen One (2009–2010)Editar

Várias rivalidades (2010–2012)Editar

3MB (2012–2014)Editar

Total Nonstop Action Wrestling / TNAEditar

The Rising e busca pelo título mundial (2015–2016)Editar

Em 29 de janeiro de 2015, Galloway fez uma estreia surpresa na Total Nonstop Action Wrestling durante as gravações do "Impact Wrestling" como um face em Glasgow, Escócia, ajudando o vencedor da segunda temporada do TNA British Boot Camp Grado e entrando em feud com a Beat Down Clan.[10] Na noite seguinte, Galloway competiu pela primeira vez na TNA, respondendo um desafio da Beat Down Clan e vencendo Kenny King em Manchester.[11] Em 31 de janeiro, em Londres, Galloway venceu MVP por desqualificação após a Beat Down Clan interferir na luta. Durante as gravações do Impact Wrestling em 14 de março, ele formou o grupo The Rising com Eli Drake e Micah. Em 10 de abril, The Rising venceu BDC por desqualificação quando Homicide interferiu e atacou Galloway.

Galloway foi um dos cinco competidores na King of the Mountain do pay-per-view Slammiversary XIII, mas perdeu a luta. Em 24 de junho (transmitido em 1º de julho) a Beat Down Clan venceu The Rising forçando o grupo a se dissolver.

Em 15 de julho de 2015 Drew Galloway venceu uma battle royal para ter o direito de lutar contra Ethan Carter III pelo TNA World Heavyweight Championship naquele show, porém ele perdeu a luta após o antigo membro do The Rising Eli Drake atacá-lo. No show de 16 de setembro, Galloway fez parte do Team TNA composto também por Lashley, Eddie Edwards, Davey Richards e Bram, que venceram o Team GFW de Jeff Jarrett, Sonjay Dutt, Eric Young, Chris Mordetzky e Brian Myers em uma Lethal Lockdown Match quando Galloway fez o pinfall em Myers. Em 23 de setembro, Galloway se tornou o #1 contender pelo TNA World Heavyweight Championship no Bound for Glory após venceu os outros membros do Team TNA.[12] No Bound for Glory, Galloway competiu em uma three-wat match pelo título, que foi vencido por Matt Hardy. Durante outubro e novembro, Galloway participou da TNA World Title Series pelo título vago, na qual ele venceu Bram, Grado e Rockstar Spud. No entanto, ele foi eliminado após perder para Lashley.

Galloway competiu no TNA One Night Only: Live pelo TNA World Tag Team Championship junto com Kurt Angle, em match vencida pelos The Wolves. No episódio de 12 de janeiro, Galloway perdeu para Kurt Angle. Galloway ganhou uma futura oportunidade pelo TNA World Heavyweight Championship por vencer a 2016 Feast or Fired. Angle e Galloway fizeram uma rematch em Manchester, no episódio de 9 de fevereiro, onde Galloway venceu Angle por submissão.

Campeão mundial dos pesos-pesados da TNA e Campeão Grand Impact (2016–2017)Editar

No episódio de 15 de março do Impact Wrestling, Galloway fez o cash in da Feast or Fired match para vencer Matt Hardy e ser pela primeira vez TNA World Heavyweight Champion. Galloway foi o primeiro escocês campeão mundial da TNA.[13] Isso também tornou Galloway o primeiro homem bem sucedido no cash in da Feast or Fired pelo TNA World Heavyweight Championship. Ele fez sua primeira defesa do título na noite seguinte durante uma gravação do Impact Wrestling, vencendo Jeff Hardy. Galloway venceu Matt Hardy na revanche pelo título na gravação de 17 de março.

Galloway participou de um torneio para determinar o primeiro Campeão Impact Grand da TNA, onde derrotou Braxton Sutter nas quartas de final e Eddie Edwards nas semifinais respectivamente. Ele estava agendado para enfrentar Aron Rex na final do toneio no Bound for Glory para coroar o primeiro Campeão Impact Grand, mas devido a uma lesão ele foi substituído por Edwards. No episódio do dia 8 de dezembro do Impact Wrestling, Galloway fez seu retorno interrompendo o Campeão Impact Grand da TNA Moose. Em 19 de janeiro de 2017, Galloway fez seu retorno em ringue na TNA, derrotando Moose para ganhar o Campeonato Impact Grand da TNA. Galloway manteria o título três vezes, derrotando Moose em uma revanche no Impact Wrestling: Genesis, Mahabali Shera no episódio do dia 9 de fevereiro do Impact Wrestling, e Rob Ryzin,[14] antes de perder o título para Moose via decisão dividida em uma segunda revanche.[15]

SaídaEditar

Em 26 de fevereiro de 2017, Drew Galloway anunciou sua saída da TNA.[16][17]

Retorno para a WWEEditar

NXT (2017-2018)

No dia 1 de Abril de 2017, Drew McIntyre fez uma aparição no evento especial do NXT nomeado de "TakeOver: Orlando". McIntyre foi filmado na plateia do show e mais tarde no mesmo dia em um vídeo no wwe.com, anunciou que havia assinado um acordo para fazer parte do NXT.

Drew fez sua estreia no NXT nas gravações que foram ao ar na data de 12 de Abril de 2017 derrotando Oney Lorcan. Nessa segunda passagem pela WWE, Drew adotou o mesmo personagem que havia utilizado por 3 anos no circuito independente, um wrestler com um grande ego e com um estilo de luta bruto, com uma nova música de entrada e ring attire.

No dia 17 de Julho de 2017 em uma edição do NXT, Drew McIntyre derrou o irlandes Killian Dain para se tornar o #1 contender pelo NXT Championship e enfrentar Bobby Roode no "NXT TakeOver: Brooklyn III".

Monday Night RAW (2018-atualmente)

No dia 16 de Abril de 2018 numa edição do RAW, Drew fez seu retorno ao Main Roster da empresa juntando forças com Dolph Ziggler e atacando a dupla de Apollo Crews e Titus O'Neal conhecidos como "Titus Worldwide", fazendo com que o mesmo turnasse heel no processo. Na semana seguinte, Drew McIntyre e Dolph Ziggler derrotaram Titus Worldwide após Drew obter o pin sobre Apollo Crews, após isso, a dupla conseguiu uma sequência de vitórias nas semanas seguintes derrotando outras duplas como Heath Slater e Rhyno, Fandango e Tyler Breeze e Finn Bálor e Braun Strowman, consolidando dessa forma o sucesso dessa nova aliança no Monday Night RAW.

No RAW do dia 18 de Junho de 2018, Drew ajudou Ziggler a conquistar o Intercontinental Championship após uma distração fazendo com que Ziggler obtesse o roll up em Seth Rollins e se tornasse o novo campeão. Na semana seguinte, McIntyre impediu que Ziggler perdesse o título para Rollins numa revanche entre ambos após causar uma desclassificação atacando Seth Rollins mesmo tendo sido banido de perto do ringue pelo juiz durante o combate, após a luta ter sido finalizada, Roman Reigns veio ajudar ao amigo fazendo com que Dolph e Drew deixassem o ringue e voltassem para os vestiários.

McIntyre também esteve ao lado de Dolph Ziggler no Extreme Rules onde o mesmo defendeu o Intercontinental Title novamente contra Seth Rollins num combate "Iron Man" de 30 minutos, sendo novamente um fator determinante para Ziggler sair do combate ainda com o cinturão.

No RAW do dia 9 de Julho de 2018, Drew derrotou Rollins num combate em que se Seth Rollins vencesse, Drew estaria banido de acompanhar Dolph Ziggler no combate dele contra Rollins no SummerSlam.

No PPV SummerSlam, realizado no dia 19 de Agosto de 2018, Seth Rollins, acompanhado pelo seu amigo e recém retornado Dean Ambrose, derrotou Dolph Ziggler e reconquistou o Intercontinental Title, mesmo com McIntyre tentando interferir no combate mas sendo impedido por Dean Ambrose.


No WrestlingEditar

Títulos e prêmiosEditar

 
McIntyre como Campeão Floridense dos Pesos-Pesados.

Referências

  1. https://www.facebook.com/drewgalloway1314/photos/a.868030116542368.1073741829.868018389876874/1143476692331041/?type=3&theater
  2. a b c d Kamchen, Richard. «Slam! Sports Biography». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 14 de outubro de 2009 
  3. a b «WWE Profile». World Wrestling Entertainment. Consultado em 23 de junho de 2012 
  4. a b [1]
  5. «Drew Galloway». Total Nonstop Action Wrestling. Consultado em 24 de janeiro de 2016. Arquivado do original em 24 de janeiro de 2016 
  6. a b c d Schwan, Brett. «Ten Questions With... Drew Galloway». Wrestling Clothesline. Consultado em 16 de outubro de 2006 
  7. «Online World of Wrestling Profile». Online World Of Wrestling. Consultado em 21 de março de 2008 
  8. «Las Vegas Wedding License». Consultado em 3 de dezembro de 2010. Arquivado do original em 11 de agosto de 2011 
  9. «Drew McIntyre Biography». WWE. Consultado em 27 de novembro de 2018 
  10. «Breaking News: Drew Galloway Debuts in TNA in Glasgow!» 
  11. JSO. «TNAsylum: IMPACT Taping Results from Manchester, England». tnasylum.com. Consultado em 28 de março de 2016 
  12. McMahon, Mike (23 de setembro de 2015). «MCMAHON'S TNA IMPACT REPORT 9/23: ECIII defends TNA Title, #1 contender match, Hardy "quits" servanthood, two more title matches, more; Overall Reax». Pro Wrestling Torch. Consultado em 28 de março de 2016 
  13. «Cópia arquivada». Consultado em 28 de março de 2016. Arquivado do original em 19 de março de 2016 
  14. a b «411MANIA | TNA Impact Taping Results 1/12 & 1/19 (SPOILERS)». TNA Impact Taping Results 1/12 & 1/19 (SPOILERS) (em inglês). Consultado em 27 de fevereiro de 2017 
  15. Kreikenbohm, Philip. «Title Reigns « IMPACT Grand Championship « Titles Database « CAGEMATCH - The Internet Wrestling Database». www.cagematch.net. Consultado em 27 de fevereiro de 2017 
  16. «Drew Galloway on Twitter». Twitter 
  17. «Backstage News On If The Hardys Will Leave Impact Wrestling, Drew Galloway - TNA Update | PWMania». PWMania (em inglês) 
  18. a b c «Irish Whip Wrestling Profile». Irish Whip Wrestling. Consultado em 1 de dezembro de 2009. Arquivado do original em 17 de abril de 2008 
  19. a b c Sibley, Adam (24 de maio de 2007). «Brits Abroad». The Sun. Consultado em 9 de dezembro de 2009 
  20. Parks, Greg (29 de janeiro de 2010). «WWE SmackDown Report 1/29: Ongoing "virtual time" coverage of the show, including Morrison vs. McIntyre, no-DQ match for the IC Title». PWTorch. Consultado em 2 de fevereiro de 2010 
  21. Meltzer, Dave (13 de dezembro de 2009). «WWE Tables, Ladders and Chairs PPV live coverage». Wrestling Observer Newsletter. Consultado em 24 de maio de 2011 
  22. Melchor, Michael (10 de fevereiro de 2009). «411's FCW TV Report 02.08.09». 411Mania. Consultado em 1 de dezembro de 2009 
  23. a b Parks, Greg (22 de janeiro de 2010). «Parks' WWE SmackDown Report 1/22: Ongoing "virtual time" coverage of the show, including Mysterio calling out Undertaker». PWTorch. Consultado em 18 de fevereiro de 2010 
  24. Parks, Greg (5 de fevereiro de 2010). «Parks' WWE SmackDown report 2/5: Ongoing "virtual time" coverage of the show, including Undertaker on the Cutting Edge». PWTorch. Consultado em 18 de fevereiro de 2010 
  25. James, Justin. «James WWE Superstars Report 12/16: Tag champs in main event, Riley vs. Swagger, Haku's son debuts». Pro Wrestling Torch. Consultado em 31 de dezembro de 2011 
  26. a b c Tedesco, Mike. «Smackdown Results - 8/6/10». WrestleView. Consultado em 31 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 26 de abril de 2012 
  27. Tedesco, Mike (17 de abril de 2010). «Smackdown Results - 4/16/10». WrestleView. Consultado em 24 de maio de 2011 
  28. Tedesco, Mike (26 de junho de 2010). «Smackdown Recap - 6/25/10». WrestleView. Consultado em 24 de maio de 2011 
  29. Parks, Greg. «Parks' WWE SmackDown report 3/5: Ongoing "virtual time" coverage of the show, including Edge vs. Big Show». Pro Wrestling Torch. Consultado em 31 de dezembro de 2011 
  30. Parks, Greg. «Parks' WWE SmackDown report 12/30: Complete coverage of the Friday night show, including Randy Orton vs. Wade Barrett, Falls Count Anywhere». Pro Wrestling Torch. Consultado em 31 de dezembro de 2011 
  31. Tedesco, Mike. «Smackdown Results - 4/22/11». WrestleView. Consultado em 31 de dezembro de 2011 
  32. Grimaldi, Michael C. (13 de outubro de 2008). «WWE Developmental TV Recap – Week 2: Ricky Ortiz, Manu, Evan Bourne, Jericho, Kelly Kelly, Colon». PWTorch. Consultado em 18 de fevereiro de 2010 
  33. Tait, James. «Tait's WWE SmackDown report 4/15: Alt. perspective review of Edge's farewell, Tait's Overall Show Break Down». Pro Wrestling Torch. Consultado em 31 de dezembro de 2011 
  34. Cupach, Michael. «Cupach's WWE SmackDown report 3/11: Alt. perspective review of this week's Smackdown, Booker's commentary, Did You Know Check». Pro Wrestling Torch. Consultado em 31 de dezembro de 2011 
  35. Tait, James. «Tait's WWE SmackDown report 2/4: Alt. perspective review of Rumble fall-out, Booker T's commentary debut, Kelly's prominent role, Best & Worst of the night». Pro Wrestling Torch. Consultado em 31 de dezembro de 2011 
  36. Caldwell, James (16 de abril de 2010). «Chris Jericho says he could walk away from WWE; why he's sticking around». PWTorch. Consultado em 16 de abril de 2010 
  37. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome bcw3
  38. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome sd1210
  39. Shaman's Harvest (22 de fevereiro de 2010). «New Drew McIntyre theam song for WWE». MySpace. Consultado em 3 de março de 2010. Arquivado do original em 4 de março de 2010 
  40. «Broken Dreams (Drew McIntyre) by Shaman's Harvest». Apple Inc. 30 de novembro de 2010. Consultado em 7 de dezembro de 2010 
  41. «BCW Heavyweight Championship». British Championship Wrestling. Consultado em 12 de agosto de 2008. Arquivado do original em 21 de junho de 2012  |urlmorta= e |datali= redundantes (ajuda)
  42. «DPW Heavyweight Championship». CAGEMATCH. Consultado em 14 de fevereiro de 2015 
  43. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome Evolve31
  44. a b Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome Evolve55
  45. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome Evolve64
  46. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome MercuryRising2015
  47. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome fcwh
  48. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome FCWchampionships
  49. «ICW Awards Night 2014 Review». wordpress.com. Consultado em 9 de dezembro de 2015 
  50. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome iwwtitle
  51. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome cagematch.net
  52. «ocwaus.com». ocwaus.com. Consultado em 9 de dezembro de 2015 
  53. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome wrestleropesuk.wordpress.com
  54. «"PWI 500": 1–100». Pro Wrestling Illustrated. 30 de julho de 2010. Consultado em 31 de julho de 2010 
  55. http://www.profightdb.com/pwi-500/2016.html
  56. «Timeline Photos - Scottish Wrestling Alliance - Facebook». facebook.com. Consultado em 9 de dezembro de 2015 
  57. Philip Kreikenbohm. «Scottish Heavyweight Championship». cagematch.net. Consultado em 9 de dezembro de 2015 
  58. http://wrestlingdata.com/index.php?befehl=titles&titel=933
  59. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome 411mania.com
  60. «Joker's Wild 2016 event results» 
  61. «UEWA - BREAKING NEWS: Drew Galloway is the new European... - Facebook». facebook.com. Consultado em 9 de dezembro de 2015 
  62. Philip Kreikenbohm. «European Heavyweight Championship». cagematch.net. Consultado em 9 de dezembro de 2015 
  63. «WCPW Title». What Culture Pro Wrestling. Consultado em 3 de outubro de 2017. Arquivado do original em 9 de outubro de 2017 
  64. http://www.cagematch.net/?id=1&nr=171452
  65. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome tlc
  66. «NXT Championship». WWE. Consultado em 19 de agosto de 2017 
  67. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome wrestlezonescotland.co.uk
  68. https://oswtv.wordpress.com/2016/08/08/adams-top-10-wrestlezone-battle-of-the-nations-moments/
  69. http://www.aberdeenperformingarts.com/events/wrestlezone-presents-battle-of-the-nations-2014

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Drew McIntyre