Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde fevereiro de 2013). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Earl Hawley Robinson (Seattle, 2 de julho de 1910 – Seattle, 20 de julho de 1991) foi um compositor e letrista americano e pai do também compositor Perry Robinson. Entre suas canções mais memoráveis figuram Ballad for Americans, The House I Live In e Joe Hill.

BiografiaEditar

Robison aprendeu a tocar violino, viola e piano durante sua infância. Estudou harmonização na Universidade de Washington, graduando-se em 1933, aos 23 anos de idade. Um ano depois mudou-se para Nova Iorque, aonde teve lições com Hanns Eisler e Aaron Copland.

Do início a meados dos anos 40, Robinson dedicou-se bastante a compor trilhas sonoras para filmes de Hollywood, porém, após ter sido incluído na lista negra, durante a era de perseguição imposta aos comunistas nos EUA pelo senador McCarthy, ele viu-se impossibilatado de seguir trabalhando em Hollywood. Retornou então a Nova Iorque, aonde passou a comandar um programa musical na Elisabeth Irwin High School, como diretor de orquestra e coro.

Apesar de perseguido por sua posição política, o trabalho de Robison não foi apagado da história americana, e entre seus trabalhos mais lembrados estão a melodia de Ballad for Americans, The House I Live In (um [Hit single|hit]] de 1945 gravado por Frank Sinatra), Joe Hill e Black and White, entre tantas outras.

Earl Robison morreu aos 81 anos de idade, vítima de acidente de carro, na sua cidade natal de Seattle.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um(a) compositor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.