Eclusagem

Eclusagem é o processo através do qual uma embarcação é elevada a uma barragem, estando no leito de um rio com nível mais baixo. Assim, a embarcação é colocada num perímetro fechado, que é enchido com água fazendo subir a embarcação até atingir o nível de água da barragem e assim poder aceder à mesma,subindo o rio e vencendo o desnível da barragem.[1]

Uma eclusa no Canal do Panamá.
Eclusa de Barra Bonita em enchimento.

Eclusa é uma obra de engenharia hidráulica que consiste numa construção que permite que barcos subam ou desçam os rios ou mares em locais onde há desníveis (barragem, quedas de água ou corredeiras).

Eclusas são construidas, geralmente, para superar as diferenças do nivel da água nas barragens das usinas hidrelétricas. A eclusa de Barra Bonita situa-se no rio Tiête. Muitos rios do Brasil são de planalto, apresentando-se encachoeirados, portanto dificultam a navegação e necessitariam de barragens com eclusas para se transpor as corredeiras.

Os projetos das eclusas necessitam, normalmente, de estudos hidráulicos em modelos reduzidos. No caso das eclusas de Tucuruí,no Pará, os estudos foram realizados no Rio de Janeiro no HIDROESB, Laboratório de Hidráulica Saturnino de Brito e no INPH - Instituto Nacional de Pesquisas Hidráulicas, sob a Supervisão e Responsabilidade Técnica dos Engenheiros André Balança, Marco Siciliano, Roneí Carvalho e Jorge Rios. Alguns trabalhos técnicos importantes sobre esses estudos e sobre esse projeto foram publicados, por eles e por outros autores no ICOLD - Comitê Internacional de Grandes Barragens e ainda no CBDB - Comitê Brasileiro de Barragens.

Referências

  1. «Eclusas». Departamento Hidroviário de São Paulo. Consultado em 14 de dezembro de 2021 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre ambiente é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.