Economia da Chéquia

Moeda coroa checa
Organizações de comércio OMC, União Europeia, OCDE
Estatísticas [1]
Produto Interno Bruto US$ 225,5 mil milhões (2006)
% de cresc. do PIB 6,4% (2006)
PIB per capita US$ 22 000 (2006)
PIB por setor agricultura 2,7%, indústria 39,1%, comércio e serviços 58,2% (2006)
Inflação anual 2,5%
População abaixo da linha de pobreza n/d
Força de trabalho 5 334 000
Força de trabalho por setor agricultura 4,1%, indústria 37,6%, comércio e serviços 58,3% (2003)
Desemprego 8,4% (2006)
Principais indústrias metalurgia, máquinas e equipamentos, veículos a motor, vidro, armamentos
Parcerias comerciais [2]
Exportações (US$) 95,12 mil milhões f.o.b. (2006)
Principais produtos exportados máquinas e equipamentos de transporte 52%, produtos químicos 5%, matérias-primas e combustível 9%
Principais mercados Alemanha 31,9 %, Eslováquia 8,5 %, Polônia 5,7 %, França 5,6 %, Áustria 5,1 %, Reino Unido 4,8 %, Itália 4,6 %, (2006)
Importações (US$) 92,14 mil milhões (2006)
Principais produtos importados máquinas e equipamentos de transporte 46%, combustíveis e matérias primas 15%, produtos químicos 10%
Principais parceiros Alemanha 32 %, Países Baixos 6,5 %, Eslováquia 6,1 %, Polônia 6,1 %, Rússia 5,7 %, Áustria 4,9 %, Itália 4,4 %, França 4,4 % (2006)
Finanças públicas [3]
Dívida externa/Dívida pública US$ 55,47 mil milhões (2006)
Receitas totais (US$) 56,31 mil milhões
Despesas (US$) 62,57 mil milhões
Ajuda econômica recebida US$ 278,7 milhões (da União Europeia - 2005)

A economia da Chéquia, ou Tchéquia, é baseada em indústrias siderúrgicas, automóveis, bebidas e cristais. O país mantém uma agricultura baseada na produção de trigo para a exportação.

Sua moeda é a coroa checa, e contém um PIB de 56400 milhões de dólares[necessário esclarecer] e um crescimento do PIB por ano de 6,5%. Sua renda per capita é de 24 242 dólares e a força de trabalho é de US$ 6 milhões.

Suas exportações são de 26300 milhões de dólares[necessário esclarecer] e as importações de 28700 milhões. Sem contar que seus principais parceiros comerciais são: Alemanha, Eslováquia, Rússia, Itália, Áustria e Polônia.

A Chéquia ingressou na União Europeia em 1 de maio de 2004.

O país é o 31.º no ranking de competitividade do Fórum Econômico Mundial.[1]

Comércio exteriorEditar

Em 2020, o país foi o 27º maior exportador do mundo (US $ 198,8 bilhões, 1,1% do total mundial). Na soma de bens e serviços exportados, chegava a US $ 186,0 bilhões em 2019, ficando em 31º lugar mundial.[2][3] Já nas importações, em 2019, foi o 27º maior importador do mundo: US $ 178,5 bilhões.[4]

Setor PrimárioEditar

AgriculturaEditar

A República Tcheca produziu, em 2019[5]:

Além de outras produções de outros produtos agrícolas.[6]

PecuáriaEditar

Na pecuária, a República Tcheca produziu, em 2019, 3,1 bilhões de litros de leite de vaca; 218 mil toneladas de carne suína; 158 mil toneladas de carne de frango; 74 mil toneladas de carne bovina, entre outros.[7]

Setor secundárioEditar

IndústriaEditar

O Banco Mundial lista os principais países produtores a cada ano, com base no valor total da produção. Pela lista de 2019, a República Tcheca tinha a 34ª indústria mais valiosa do mundo (US $ 56,1 bilhões).[8]

Em 2019, a República Tcheca era o 16ª maior produtor de veículos do mundo (1,4 milhão) e a 32ª maior produtora de aço (4,6 milhões de toneladas)..[9][10][11] Em 2018 também foi o 18º maior produtor mundial de cerveja (à base de cevada).[12]

EnergiaEditar

Nas energias não-renováveis, em 2020, o país era o 82º maior produtor de petróleo do mundo, com uma produção quase nula.[13] Em 2019, o país consumia 213 mil barris/dia (54º maior consumidor do mundo).[14][15] O país foi o 39º maior importador de petróleo do mundo em 2013 (131 mil barris/dia).[16] Em 2016, a República Tcheca era a 76º maior produtora mundial de gás natural, com uma produção quase nula.[17] Em 2011 a República Tcheca era a 25ª maior importadora de gás do mundo (9,3 bilhões de m3 ao ano).[18] Na produção de carvão, o país foi o 15º maior do mundo em 2018: 44,9 milhões de toneladas.[19] Em 2019, a República Tcheca também possuía 6 usinas atômicas em seu território, com uma potência instalada de 3,9 GW.[20]

Nas energias renováveis, em 2020, a República Tcheca era o 52º maior produtor de energia eólica do mundo, com 0,3 GW de potência instalada, e o 29º maior produtor de energia solar do mundo, com 2,0 GW de potência instalada;[21]

Setor TercárioEditar

TurismoEditar

 
Igreja de São Pedro e São Paulo, em Vyšehrad

Após o fim da era soviética, a Chéquia e, principalmente a capital Praga, se tornou um destino muito procurado na Europa pelos turistas.

Em 2017, a República Tcheca foi o 28º país mais visitado do mundo, com 13,6 milhões de turistas internacionais. As receitas do turismo, em 2018, foram de US $ 7,4 bilhões.[22]

Ligações externasEditar

Referências