Edgard Santos

(Redirecionado de Edgar Santos)

Edgard do Rêgo Santos (Salvador, 8 de janeiro de 1894Rio de Janeiro, 3 de junho de 1962) foi um médico e político brasileiro.

Edgard Santos
Ministro da Educação do Brasil
Período 6 de julho de 1954
até 24 de agosto de 1954
24 de agosto de 1954
até 2 de setembro de 1954
Presidente Getúlio Vargas
Café Filho
Antecessor(a) Antônio Balbino
Sucessor(a) Cândido Mota Filho
Dados pessoais
Nome completo Edgard do Rêgo Santos
Nascimento 8 de janeiro de 1894
Salvador, Bahia
Morte 3 de junho de 1962 (68 anos)
Rio de Janeiro, Guanabara
Progenitores Mãe: Amélia do Rêgo Santos
Pai: João Pedro dos Santos
Alma mater Faculdade de Medicina da Bahia da Universidade Federal da Bahia
Cônjuge Carmem Figueira Santos
Filhos Roberto Santos
Profissão Médico

BiografiaEditar

Filho do Dr. João Pedro dos Santos e de Amélia do Rêgo Santos, aos 17 anos preparava-se para ingressar na Faculdade de Direito da Bahia, mas mudou de planos após o bombardeio da cidade de Salvador, em 1912, e tornou-se um dos mais brilhantes alunos da Faculdade de Medicina, onde opta pela clínica médica.

Formou-se na Faculdade de Medicina da Bahia, em 1917. Clinicou na cidade de São Paulo, entre 1918 e 1922, ano em que volta para a Bahia. Em seguida, segue para a Europa, em viagem de estudos e trabalho em hospitais da França e Alemanha.

De volta ao Brasil em 1924, ingressa por concurso no quadro de docentes da sua Faculdade de Medicina, como lente da recém-criada cátedra de Patologia Cirúrgica. Neste concurso apresenta duas teses: "Câncer de bexiga" e "Intervenção cirúrgica nos domínios do simpático". Assume a direção do Hospital do Pronto-Socorro de Salvador, função que exerceu até 1937, acumulando com a direção da Faculdade de Medicina da Bahia, a partir de 1936.

Após a extinção do Estado Novo, esteve à frente da unificação das faculdades baianas na Universidade da Bahia, fundada em 8 de abril de 1946, da qual foi o primeiro reitor. Reeleito sucessivamente para o cargo, até 1952, ganhou o epíteto de o Reitor Magnífico, dado pelo Senador Ruy Santos.

Como reitor, criou o Hospital das Clínicas da Universidade - que hoje tem o seu nome e é um dos mais importantes da capital baiana. Deu um grande impulso às artes no Universidade, com a criação das primeiras escolas superiores de Música, Teatro e Dança do Brasil, além da instalação do Museu de Arte Sacra da UFBA, no Convento de Santa Teresa.

Por um curto período, foi Ministro da Educação, durante o segundo governo de Getúlio Vargas. Nomeado em 6 de julho, deixa o cargo em 2 de setembro de 1954, logo após o suicídio de Vargas. Retorna à Universidade da Bahia.

Em 9 de março de 1959 torna-se membro da Academia de Letras da Bahia.

Em 1961 foi destituído do cargo que desempenhara como nenhum outro, durante 15 anos de trabalho profícuo, desde a criação da Universidade. Como compensação, é nomeado Presidente do Conselho Federal de Educação.

Faleceu no ano seguinte.

Edgard Santos era casado com Carmem Figueira Santos e pai do ex-governador da Bahia, Roberto Santos.

Ligações externasEditar


Precedido por
Antônio Balbino
Ministro da Educação do Brasil
1954
Sucedido por
Cândido Mota Filho
Precedido por
-
Reitor da UFBA
1946 - 1961
Sucedido por
Albérico Fraga


  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.