Editora Luzeiro é uma editora de São Paulo, conhecida por publicar os grandes clássicos da literatura de cordel do Brasil, fundada na década de 1970 com o nome de Luzeiro Editora pelos irmãos Arlindo Pinto de Souza e Armando Augusto Lopes, que anteriormente haviam criado a Editora Prelúdio.[1][2]

Editora Luzeiro
Gênero Editora
Fundação Década de 1970
Sede  São Paulo
Produtos Revistas e folhetos de cordel
Antecessora(s) Editora Prelúdio
Website oficial http://www.editoraluzeiro.com.br/

HistóricoEditar

Em 1915, o português José Pinto de Souza fundou a Typographia Souza, publicando "modinhas e folhas soltas", na década de 1930, já com o nome de Editora Graphica Souza, publicando autores de cordéis brasileiros, em 1950, morre, José Pinto, em 1952, seus filhos Arlindo Pinto de Souza e Armando Augusto Lopes fundam a editora Prelúdio.[3][4] A editora inovou no formato, trocando o tradicional 11 x 16 cm por um formato de bolso: 13,5 x 18 cm, além de substituir as capas em xilogravura, por capas em policromia,[5] com desenhos de quadrinistas como Sérgio Lima e Eugênio Colonnese.[6]

A editora começa a década de 1970, com dificuldades financeiras,[1] nesse período, a editora Prelúdio pediu concordata e deu o origem a Luzeiro Editora,[2] O cordelista Manuel d'Almeida Filho que atuou como selecionador de cordéis na Prelúdio,[7] manteve o cargo na Luzeiro.[2] Em 1981, a editora passa a se chamar Editora Luzeiro.[2]

Em 1995, morre Manuel d'Almeida Filho, Arlindo vendeu a editora para Gregório Nicoló, que retoma a publicação de cordéis,[2] em 2010, republicou a quadrinização uma Pavão Misterioso publicada pela Prelúdio, desenhada por Sérgio Lima, o álbum foi publicado em parceria com a editora cearense Tupynanquim do também cordelista e quadrinista Klévisson Viana, refez a paginação e incluiu balões de diálogo,[8] essa quadrinização foi redescoberta pelo cordelista e pesquisador Marco Haurélio.[9]

Alguns títulos editadosEditar

Referências

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.