Edmontosaurus annectens

Como ler uma infocaixa de taxonomiaEdmontosaurus annectens
Reconstituição de Edmontosaurus annectens
Reconstituição de Edmontosaurus annectens
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Clado: Dinosauria
Ordem: Ornithischia
Subordem: Ornithopoda
Família: Hadrosauridae
Subfamília: Saurolophinae
Tribo: Edmontosaurini
Género: Edmontosaurus
Espécie-tipo
Edmontosaurus annectens

Edmontosaurus annectens (que significa "lagarto conectado de Edmonton") é uma espécie de dinossauro de cabeça chata e bico de pato (hadrossaurídeo) do final do período Cretáceo, onde hoje é a América do Norte. Restos de E. annectens foram preservados nas formações Frenchman, Hell Creek e Lance. Todas essas formações são datadas do estágio final do Maastrichtiano do Período Cretáceo Superior, representando os últimos três milhões de anos antes da extinção dos dinossauros (entre 68 e 66 milhões de anos atrás [1]). Além disso, o E. annectens também foi encontrado na Formação Laramie, e a magnetostratigrafia sugere uma idade de 69-68 milhões de anos para a Formação Laramie.[2] O edmontosaurus annectens é conhecido por numerosos espécimes, incluindo pelo menos vinte crânios parciais à completos, descobertos nos estados americanos de Montana, Dakota do Sul, Dakota do Norte, Wyoming e Colorado e na província canadense de Saskatchewan. Era um animal grande, com aproximadamente 12 metros, podendo chegar até 15m[3][4] de comprimento, com um crânio extremamente longo e baixo. O E. annectens exibe um dos exemplos mais marcantes do focinho "bico de pato" comum aos hadrossauros. Tem uma longa história taxonômica, e os espécimes às vezes foram classificados nos gêneros Diclonius, Trachodon, Hadrosaurus, Claosaurus, Thespesius, Anatosaurus e Anatotitan, antes de serem agrupados no atual gênero Edmontosaurus.

Esqueleto de Edmontosaurus annectens no museu de Ulster, Belfast.

Referências

  1. Holtz, Thomas R. Jr. (2012). «Genus List for Holtz (2007) Dinosaurs» (PDF). Winter 2011 Appendix. Consultado em 2 de outubro de 2020 
  2. Hicks, J. F. (1 de maio de 2003). «Magnetostratigraphy of Upper Cretaceous (Maastrichtian) to lower Eocene strata of the Denver Basin, Colorado». Rocky Mountain Geology (1): 1–27. ISSN 1555-7332. doi:10.2113/gsrocky.38.1.1. Consultado em 2 de outubro de 2020 
  3. Horner, John R.; Goodwin, Mark B.; Myhrvold, Nathan (9 de fevereiro de 2011). «Dinosaur Census Reveals Abundant Tyrannosaurus and Rare Ontogenetic Stages in the Upper Cretaceous Hell Creek Formation (Maastrichtian), Montana, USA». PLoS ONE (2): e16574. ISSN 1932-6203. doi:10.1371/journal.pone.0016574. Consultado em 2 de outubro de 2020 
  4. «Edmontosaurus, the great American duckbill dinosaur"» (em inglês). Earth Archives. 2016. Consultado em 2 de outubro de 2020 
  Este artigo sobre dinossauros é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.