Abrir menu principal
Edmund Waller
Nascimento 3 de março de 1606
Coleshill
Morte 21 de outubro de 1687 (81 anos)
Beaconsfield
Cidadania Inglaterra, Reino da Inglaterra, Reino Unido
Alma mater King's College, Eton College, Royal Grammar School, High Wycombe
Ocupação poeta, político, escritor
Prêmios membro da Royal Society
Movimento estético Literatura da Restauração inglesa

Edmund Waller (Coleshill, 3 de março de 1606Beaconsfield, 21 de outubro de 1687) foi um poeta inglês de finais do século XVII. Seus poemas são característicos da poesia cortesã da literatura da Restauração inglesa. Em seu tempo, foi um dos principais poetas da corte de Carlos II de Inglaterra, ainda que John Dryden seja o que mais se recorde.[1]

BiografiaEditar

O estilo de Waller, admirado em seu tempo, perdeu popularidade, com excepção de alguns de seus poemas como Go ou Lovely Rose. Carenciado de imaginação, dedicou-se em especial a uma criação que enfrentava a evolução da poesia anglófona, por considerar que esta estava a se transformar em violenta e "suficiente".

Alguns críticos consideram Waller como o pai do dístico de inspiração clássica, título parecido ao que foi dado a Geoffrey Chaucer em seu tempo. Foi um precursor do "dístico heroico", teorizado e melhorado pouco depois por John Dryden e Alexander Pope.

Referências

  1. «Edmund Waller». Encyclopædia Britannica,. Consultado em 28 de agosto de 2015