Abrir menu principal

Edoardo Reja

futebolista italiano

Edoardo Reja (Gorizia, 10 de outubro de 1945), também conhecido por Edy Reja, é um ex-futebolista e treinador de futebol italiano. É o atual técnico da Atalanta[1], clube que assumiu em 2014.

Edoardo Reja
Edoardo Reja
Informações pessoais
Nome completo Edoardo Reja
Data de nasc. 10 de outubro de 1945 (73 anos)
Local de nasc. Gorizia,  Itália
Altura 1,77 m
Apelido Edy
Informações profissionais
Equipa atual Itália Atalanta
Posição Treinador (Ex-meio-campista)
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1963–1968
1968–1973
1972–1975
1976–1977
Itália SPAL
Itália Palermo
Itália Alessandria
Itália Benevento
70 (2)
124 (1)
76 (1)
7 (0)
Times/Equipas que treinou
1979–1980
1980–1981
1981–1982
1982–1983
1983–1984
1984–1985
1985–1986
1986–1987
1987–1989
1989–1990
1990–1992
1992–1993
1993–1994
1994–1995
1996–1997
1997–1998
1998–2001
2001–2002
2003
2003–2004
2005–2009
2009–2010
2010–2012
2014
2015–
Itália Molinella
Itália Monselice
Itália Pordenone
Itália Monselice
Itália Pro Gorizia
Itália Treviso
Itália Mestre
Itália Varese
Itália Pescara (categorias de base)
Itália Pescara
Itália Cosenza
Itália Verona
Itália Bologna
Itália Lecce
Itália Brescia
Itália Torino
Itália Vicenza
Itália Genoa
Itália Catania
Itália Cagliari
Itália Napoli
Croácia Hajduk Split
Itália Lazio
Itália Lazio
Itália Atalanta
29
34
10
26
34
28
23
11

33
69
38
24
9
52
33
87
8
9
30
160
17
91
21

CarreiraEditar

Na época de jogador, Reja atuou por 3 equipes: SPAL (onde chegou a jogar com Fabio Capello), Palermo e Alessandria, onde encerrou a carreira profissional. Voltou aos gramados em 1976, para defender o Benevento, pendurando as chuteiras em definitivo no ano seguinte.

Como técnico, estreou no cargo em 1979, treinando o Molinella. Seu trabalho de maior destaque foi no Napoli, que o contratou em janeiro de 2005 para o lugar de Giampiero Ventura (este último assumiria a vaga de Reja no Cagliari), conseguindo tirar os partenopei da Série C1 e conduzindo até a Primeira Divisão italiana em 2007. Em 2009, sucedeu Roberto Donadoni no comando da Lazio, onde permaneceria por 2 anos. Não comandou nenhum clube em 2013 e voltou à Lazio no ano seguinte, desta vez no lugar de Vladimir Petković.

Referências

  1. «Perfil na Transfermarkt». Consultado em 4 de março de 2016 

Ligações externasEditar