Abrir menu principal

Eduardo Diatahy Bezerra de Menezes

Eduardo Diatahy Bezerra de Menezes
Nome nativo Eduardo Diatahy Bezerra de Menezes
Nascimento 28 de abril de 1935 (84 anos)
Fortaleza
Cidadania Brasil
Alma mater Universidade Federal do Ceará, École des hautes études en sciences sociales
Ocupação escritor, sociólogo, antropólogo
Prêmios Academia Cearense de Letras
Empregador Universidade Federal do Ceará, Universidade Estadual do Ceará

Eduardo Diatahy Bezerra de Menezes (Fortaleza, 28 de abril de 1935) é um professor, escritor e sociólogo brasileiro.[1][2]

BiografiaEditar

Primo do pedagogo Lauro de Oliveira Lima, do padre e filósofo Manfredo Araújo de Oliveira e de Ulpiano Toledo Bezerra de Meneses professor de História Antiga da USP.[3][4]

Bacharel em Letras e em Pedagogia pela Universidade Federal do Ceará, é doutor em Sociologia do Conhecimento pela Université de Tours (França) e pós-doutor em História Antropológica pela École des hautes études en sciences sociales (França).

Obteve uma bolsa do governo francês e foi aluno de Jean Piaget (Epistemologia) e de Georges Gurvitch (Sociologia), na Sorbonne, Paris, França. Fez cursos de especialização em Pesquisas Educacionais, em São Paulo e no Departamento de Desenvolvimento Humano da Universidade de Chicago, Estados Unidos. Doutorado em Sociologia do Conhecimento, na Universidade de Tours, França e pós-doutorados na Sorbonne e na Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais do Colégio de França, em Paris.

Professor da Universidade Federal do Ceará e da Universidade Estadual do Ceará, foi professor visitante da Universidade de Colônia, Alemanha, foi vencedor do Prêmio Osmundo Pontes, na categoria Ensaio, em 2000. Autor de vasta produção bibliográfica, especialmente científica, é membro da Academia Cearense de Letras, da Academia Cearense de Ciências, do Instituto do Ceará e da Association Internationale des Sociologues de Langue Française.[5][6][7]

Escritor, ensaísta e poeta, tendo publicado mais de 300 artigos em periódicos e colaborado com mais de 40 livros. Ingressou na Academia Cearense de Letras no dia 9 de maio de 1997, sendo saudado pelo acadêmico Pedro Paulo Montenegro. Ocupa a vaga deixada pelo romancista Fran Martins, cadeira número 5, cujo patrono é Papi Júnior.[8][9][10]

ObraEditar

  • Une épistémologie des Sciences de l´Homme – aspects de la contribution de Jean Piaget, 1976
  • O enigma do Jano Caboclo, 1980;
  • O pensamento brasileiro de clássicos cearenses, volume I, 2005
  • O pensamento brasileiro de clássicos cearenses, volume II, 2006
  • Contrapontos: ensaios de crítica, (1998),[11]

Referências

  1. «Academia Cearense de Letras - Site oficial». www.ceara.pro.br. Consultado em 31 de dezembro de 2018 
  2. «Professor Diatahy Bezerra de Menezes completa 80 anos». Blog do Eliomar. 28 de abril de 2015. Consultado em 31 de dezembro de 2018 
  3. «Eduardo Diatahy Bezerra de Menezes». Escavador. Consultado em 31 de dezembro de 2018 
  4. «Jornal de Poesia - Eduardo Diatahy B. de Menezes». www.jornaldepoesia.jor.br. Consultado em 31 de dezembro de 2018 
  5. «Equipe Editorial». www.revistatrajetos.ufc.br. Consultado em 31 de dezembro de 2018 
  6. «Página - IPHAN - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional». portal.iphan.gov.br. Consultado em 31 de dezembro de 2018 
  7. «Membros Titulares – Academia Cearence de Ciências». Consultado em 31 de dezembro de 2018 
  8. Menezes, Eduardo Diatay Bezerra de (28 de dezembro de 1979). «A pesquisa como base para o ensino de pós-graduação». Revista de Antropologia. 22: 143–149. ISSN 1678-9857. doi:10.11606/2179-0892.ra.1979.110810 
  9. Menezes, Eduardo Diatahy Bezerra de (1 de julho de 1983). «Institucionalização das ciências sociais (Universidade - ensino e pesquisa)». Forum Educacional. 7 (3): 77–84. ISSN 0100-9591 
  10. «Resultados da busca - "MENEZES, Eduardo Diatahy Bezerra de"». bdtd.ibict.br. Consultado em 31 de dezembro de 2018 
  11. Menezes, Eduardo Diatahy Bezerra de (1998). Contrapontos: ensaios de crítica. [S.l.]: Annablume. ISBN 9788574190211 
Precedido por
Fran Martins
Academia Cearense de Letras - cadeira n.º 5
1997 - atualidade
Sucedido por
-