Abrir menu principal

Eduardo Esídio

futebolista brasileiro

José Eduardo Esídio, mais conhecido como Eduardo Esídio ou Edu Esídio (Santa Rita do Passa Quatro, 17 de novembro de 1970), é um ex-futebolista brasileiro. Defendeu muitos clubes de São Paulo e do Peru.

Eduardo Esídio
Informações pessoais
Nome completo José Eduardo Esídio
Data de nasc. 17 de novembro de 1970 (49 anos)
Local de nasc. Santa Rita do Passa Quatro, SP,  Brasil
Altura 1,89 m
Apelido Edu Esidio e Lica
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Atacante
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1988–1990
1991–1994
1995–1996
1996–1997
1997
1998–2000
2001
2002
2002
2003
2006
São Paulo União São João
São Paulo Juventus
São Paulo Paulista
Minas Gerais Uberlândia
Peru Alcides Vigo
Peru Universitario
Peru Alianza Lima
São Paulo Marília
Peru Universitario
São Paulo Paulista
São Paulo União Barbarense









CarreiraEditar

Atacante pelo lado esquerdo, canhoto com chute líquido e forte, jogou por União São João, Juventus, Paulista e Uberlândia até 1997, quando chegou ao Peru para vestir a camisa do Alcides Vigo, equipe que disputava a Primeira Divisão nacional na época. Graças a suas boas atuações no ano seguinte realizou o sonho de chegar a uma grande equipa, o Universitario. Jogando pelo "U", foi artilheiro no futebol peruano com 37 gols em 2000, obtendo o recorde histórico de estabelecer-se como artilheiro em três campeonatos peruanos.

Em 2001, recebeu na Alemanha a Bola de Prata como segundo goleador das ligas nacionais (perdendo apenas para o compatriota Jardel) com 38 gols. No mesmo ano foi contratado pelo Alianza Lima, que havia conquistado o Apertura, e finalmente, depois de vencer o Cienciano, campeão do Clausura de 2001, sagrou-se campeão nacional.

No final de 2002, ele retornou ao Universitário, antes de regressar ao seu país para jogar no Marília. Encerrou sua carreira em 2006, quando jogava pela União Barbarense.

Vida pessoalEditar

Em 1999, casou com Soraia Ovídio com quem tinha um relacionamento de 6 anos. [1].

Seu primo, Nilson, também jogou profissionalmente, entre 1983 e 2005, tendo inclusive chegado à Seleção Brasileira.

Títulos IndividuaisEditar

Prêmio Ano Gols ou Motivo
Artilheiro do Peruano 2000 37 gols
Jogador do Ano do Peru 2000 Melhor Jogador e Artilheiro

TítulosEditar

Título Clube Quantidade
Série C União São João 1 (1988)
Peruano Universitario e Alianza Lima (3 1998, 1999 e 2000 - Universitario) e (1 2001 - Alianza)
A2 Marília (1 2002)

Referências

Ligações externasEditar

   Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.