Efeito Kapitsa–Dirac

O efeito Kapitsa–Dirac é um efeito da mecânica quântica, que consiste na difração de matéria por uma onda estacionária de luz.[1][2]

Mecânica quântica
Princípio da Incerteza
Introducão a...

Formulação matemática

HistóriaEditar

O efeito foi previsto pela primeira vez para a difração de elétrons por ondas estacionárias de luz por Paul Adrien Maurice Dirac e Pyotr Kapitsa em 1933.[3] Este fenômeno está associado à dualidade onda-partícula da matéria, como proposto por Louis de Broglie em 1924. No experimento de Davisson–Germer de 1927, observou-se a difração de elétrons por uma estrutura periódica de matéria, assim se mostrou que os elétrons podem ter comportamento similar a ondas.

Logo após este experimento, Kapitza e Dirac predisseram que os elétrons deveriam também ser difratados por uma onda estacionária. O efeito Kapitza-Dirac é análogo à difração da luz por uma rede de difração, mas de forma inversa: com matéria no lugar das ondas e ondas no lugar da matéria.

Referências

  1. D. L. Freimund; K. Aflatooni; H. Batelaan (2001). «Observation of the Kapitza-Dirac effect». Nature. 413: 142–143. Bibcode:2001Natur.413..142F. doi:10.1038/35093065 
  2. Batelaan, H (novembro de 2000). «The Kapitza-Dirac effect». Contemporary Physics. 41 (6): 369–381. Bibcode:2000ConPh..41..369B. arXiv:quant-ph/0007094 . doi:10.1080/00107510010001220. Consultado em 1 de julho de 2016 
  3. Kapitza, P. L.; P. A. M. Dirac (1933). «The reflection of electrons from standing light waves». Proc Cambridge Phil Soc. 29. 297 páginas. Bibcode:1933PCPS...29..297K. doi:10.1017/S0305004100011105 
  Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.