Elasmossauro

O elasmossauro (Elasmosaurus platyurus) foi um réptil pré-histórico da ordem Plesiosauria (não era um dinossauro)[1] que viveu no fim do período Cretáceo no que corresponde à atual América do Norte. Este réptil, como os outros plesiossauros, vivia em habitat marinho. O elasmossauro tinha cerca de quatorze metros de comprimento, dos quais a maior parte correspondia ao pescoço muito longo, que atingia cerca de oito metros. O pescoço era composto por setenta vértebras (mais do que qualquer outro vertebrado) e terminava numa cabeça minúscula de cerca de 60 cm. A partir da dentição deduz-se que o elasmossauro era carnívoro e que se alimentava de pequenos peixes e outros animais.

Como ler uma infocaixa de taxonomiaElasmosaurus
Elasmosaurus2.jpg
Estado de conservação
Extinta (fóssil)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Ordem: Plesiosauria
Subordem: Cryptoclidus
Família: Elasmosauridae
Género: Elasmosaurus
Cope, 1869

Os primeiros fósseis de elasmossauro foram descobertos em 1868 por Edward Drinker Cope. Para além do E. platyurus, há mais sete espécies descritas dentro do género Elasmosaurus.

AlimentaçãoEditar

A maioria dos elasmossauros se alimentava de peixes e moluscos, embora outros deveriam ter se alimentado de invertebrados e outros de outros répteis marinhos. Eles poderiam se aproximar de um cardume de peixes e usar seu grande pescoço para enfiar sua cabeça entre eles.

Referências

  1. Hawley, Russell. «Why isn't a plesiosaur a dinosaur?» (PDF). Tate Geological Museum. Casper College. Consultado em 21 de fevereiro de 2017 
  Este artigo sobre Animal pré-histórico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre répteis, integrado ao Projeto Herpetológico, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.