Eleição municipal de Praia Grande em 2016

A eleição municipal de Praia Grande em 2016 aconteceu em 2 de outubro de 2016, elegendo um prefeito, um vice-prefeito e 19 vereadores. A vaga na prefeitura foi ocupada por Alberto Mourão (PSDB), que assumiu o cargo pela quinta vez e venceu seus adversários Carlos Karan (PSD), Rosana Marques (PSL), Jasper (PSOL) e Ribamar (PSDC) logo no primeiro turno. [2] O IPAT realizou uma pesquisa de de satisfação sobre a gestão do prefeito, que resultou em 16,2% avaliando seu governo como ótimo e 47% bom, 25,1% considerou regular, 5% ruim e 5,1% péssimo; 1,6% não soube responder. [3] Para vereadores, foram 299 candidatos disputando. Destes, 19 foram eleitos. [4], sendo Serginho Sim (PSDB) o vereador mais votado, com 4.585 votos. Praia Grande é um município no litoral do Estado de São Paulo, no qual há 201.571 eleitores. Na eleição de 2016, apenas 76,06% da população participou das votações. [5]

2012 Brasil 2020
Eleição municipal de Praia Grande em 2016
7 de outubro de 2012
Primeiro turno
Deputado Alberto Mourão.jpg No image.svg No image.svg
Candidato Alberto Mourão Carlos Karan Rosana Marques
Partido PSDB PSD PSL
Vice Professora Maura Ligia Rosana Banzato Dr. Helder Franco
Votos 102 073 29 300 1 174
Porcentagem 76,03% 21,83% 1,32%
No image.svg No image.svg
Candidato Jasper Ribamar
Partido PSOL PSDC
Vice Pixoxó Osvaldo Rezende
Votos 680 420
Porcentagem 0,51% 0,31%


Brasao-Praia Grande.png
Prefeito de Praia Grande

Titular

AntecedentesEditar

 
Vista do litoral de Praia Grande, SP

Na última eleição municipal de Praia Grande, que ocorreu em 7 de outubro de 2012, o prefeito Alberto Mourão, do PSDB, foi reeleito para o seu quarto mandato com 62,45%, equivalente à 78.627 votos válidos da região. Neste ano, o total de cidadãos que participaram da votação foi 144.034, o que correspondia à 87,41% dos eleitores da cidade. O total de abstenções para esse ano foi de 37.159 (12,59%).[6]

Mourão venceu Alexandre Cunha (PT), Jasper (PSOL) e Cunha Lima (PSC). Os seus três adversários obtiveram 36,85%, 0,71% e 0% dos votos válidos, respectivamente. [7]

EleitoradoEditar

Em 2016, 201.571 eleitores estavam aptos para participar da eleição municipal. Destes, 76,06% (153.308) participaram da votação enquanto 23,94% (48.263) se ausentaram. O total de votos válidos nessa eleição foi de 134.247. [1]

A faixa etária em maior número nessa eleição foi de 35 a 39 anos (10.57% - 21.955 pessoas) e 30 a 34 anos (10.36% - 21.509 pessoas). As mulheres foram maioria na votação: 54% do total participante. Entre todos os eleitores, apenas 6.16% (12.800) possuem ensino superior completo[8].

CandidatosEditar

Cinco candidatos concorreram à prefeitura da Praia Grande em 2016: Alberto Mourão (PSDB), Carlos Karan (PSD), Rosana Marques (PSL), Jasper (PSOL) e Ribamar (PSDC). [9]

Candidato(a) Vice Partido Coligação
Alberto Mourão Professora Maura Ligia PSDB “Compromisso, Trabalho e Respeito” (PSDB / PMDB / DEM / PV / PRB / PDT / PC do B / PHS / PPS / PT do B / PTB / PSC / SD / PEN / PRP / PRTB / PMN / PTC / PSB / PROS / PTN)
Carlos Karan Rosana Banzato PSD “Coragem Para Mudar” (PT / PR / PSD)
Rosana Marques Dr. Helder Franco PSL Partido Isolado (PSL)
Jasper Pixoxó PSOL Partido Isolado (PSOL)
Ribamar Osvaldo Rezende PSDC Partido Isolado (PSDC)

CampanhaEditar

Em entrevista ao G1, os candidatos foram questionados sobre suas prioridades em caso de eleição. [10] Carlos Karan focou “nas pessoas”, destacando investimentos na segurança pública, geração de empregos para os moradores e criação de conjuntos habitacionais. Jasper destacou investimento em turismo, para trazer retorno financeiro à diversos setores, desde comerciantes até hoteleiros. Mourão priorizou o sistema de segurança e melhorias na saúde. Ribamar, assim como Mourão, também respondeu que sua prioridade é a segurança e a saúde. Por fim, Rosana destacou o “investimento em pessoas”, melhorando a informação e a educação levada à população.

PesquisaEditar

A pesquisa realizada em setembro de 2016, mês anterior à votação, pelo Instituto de Pesquisas A Tributa (IPAT) aprontou 59% das intenções de voto para a reeleição de Alberto Mourão, o que descartaria a existência de um segundo turno. O segundo candidato com maior intenção de votos, Carlos Karan, apresentou apenas 12,7%. O índice de indecisos era de 16,7% e a pretensão de votos nulos/brancos atingiram 9,8%. [3] O levantamento realizado ainda indicou que quase um terço dos eleitores ainda não estavam decididos sobre seus candidatos e admitiram que pudessem mudar de opinião até o dia da votação. [11]

ResultadoEditar

PrefeitoEditar

Alberto Mourão foi reeleito para o seu quinto mandato no dia 2 de outubro de 2016, com 102.073 (76,03%) dos votos válidos. Sendo assim, a eleição foi decidida sem necessidade de segundo turno. [4]

Candidato(a) Vice 1º Turno
2 de outubro de 2016
Votação
Total Porcentagem
Alberto Mourão (PSDB) Professora Maura Ligia 102.073 76,03%
Carlos Karan (PSD) Rosana Banzato 29.300 21,83%
Rosana Marques (PSL) Dr. Helder Franco 1.174 1,32%
Jasper (PSOL) Pixoxó 680 0,51%
Ribamar (PSDC) Osvaldo Rezende 420 0,31%
Total de votos válidos 134.247 87,57%
Votos em branco 6.670 4,35%
Votos nulos 12.391 8,08%
Votos apurados 153.308 100%
  Eleito(a)
Votação Total Porcentagem
Abstenções 48.263 23,94%
Participantes 153.308 76,06%
Total de eleitores 201.571 100%

VereadoresEditar

No ano de 2016, entre os 299 concorrentes[12], foram eleitos dezenove (19) vereadores[4], dois a mais que no ano de 2012. [13] Do total de vereadores, doze foram reeleitos, entre eles Serginho Sim (PSDB), Marcelino (PMDB) e Janaina Ballaris (PT), os três candidatos mais votados. [14] As duas mulheres eleitas em 2012, Janaina Ballaris (PT) e Tati Toschi (PMDB), foram reeleitas em 2016. Assim, o número de representantes mulheres presentes na Câmara da Praia Grande não aumentou. [15] O partido que elegeu o maior número de candidatos foi o PMDB, com um total de seis vereadores.

Resultado da eleição para a Câmara Municipal de Praia Grande em 2016 por candidato[4]
Candidato Número Partido Votos Porcentagem
Serginho Sim 45777 PSDB 4.585 4,22%
Marcelino 15555 PMDB 4.031 3,71%
Janaina Ballaris 13113 PT 3.545 3,26%
Cadu Barbosa 14123 PTB 3.307 3,04%
Reco 77777 SD 3.192 2,94%
Paulo Emílio 10123 PRB 3.030 2,79%
Betinho 15000 PMDB 2.848 2,62%
Eduardo Xavier 15888 PMDB 2.695 2,48%
Edu Sangue Bom 15023 PMDB 2.528 2,33%
Hugo Ribeiro 15123 PMDB 2.469 2,27%
Tati Toschi 15615 PMDB 2.361 2,17%
Delegado Alexandre Comin 14190 PTB 2.339 2,15%
Leandro Avelino 40333 PSB 2.289 2,11%
Katsu 45045 PSDB 2.282 2,10%
Rômulo Brasil 55123 PSD 2.197 2,02%
Rezende 45666 PSDB 1.987 1,83%
Chiquinho Do Caiçara 15612 PMDB 1.845 1,70%
Dr. Benedito 15111 PMDB 1.824 1,68%
João Alves Corrêa Neto 20699 PSC 1.792 1,65%
Pr. Natanael De Oliveira 44123 PRP 1.717 1,58%
Isaias Cabeleireiro 14150 PTB 1.657 1,52%
Amorim Filho 14022 PTB 1.553 1,43%
Rodrigo Caieiras 14456 PTB 1.540 1,42%
Toninho Cavalcante Tc 55555 PSD 1.498 1,38%
  Eleito(a)
Votos válidos 108.708 70,91%
Votos nulos 36.451 23,78%
Votos em branco 8.149 5,32%
Total 153.308 100%

RecontagemEditar

Em dezembro de 2016, houve um reprocessamento de votos pela Justiça Eleitoral de São Paulo, alterando três cadeiras da Câmara: Katsu (PSDB), Rezende (PSDB) e Amorim Filho (PTB) passaram a ser suplentes, enquanto Marquinho (PMN), com 3.473 votos, Dimas Antônio Gonçalves (PEN), com 1.900 votos e Pastor Natanael (PRP), com 1.717 votos, assumiram as três vagas. [16]

Com a nova configuração da Câmara, o Partido da Social Democracia Brasileira perdeu dois vereadores eleitos no município e no território nacional.

Candidato Número Partido Votos Situação
Katsu 45045 PSDB 2.282 ↓ Suplente
Dimas 51620 PEN 1.900 ↑ Eleito por reprocessamento
Amorim Filho 14022 PTB 1.553 ↓ Suplente
Marquinho 33111 PMN 3.473 ↑ Eleito por reprocessamento
Rezende 45666 PSDB 1.987 ↓ Suplente
Pr. Natanael De Oliveira 44123 PRP 1.717 ↑ Eleito por reprocessamento

AnálisesEditar

Mourão iniciou em 1 de janeiro de 2017 seu quinto mandado como prefeito da Praia Grande. Ele declarou que pretendia “(...)aperfeiçoar o sistema de saúde, aperfeiçoar as metas de educação para buscar melhores indicativos no processo educacional. Buscar, nos primeiros meses, equacionar o que nos espera em 2017, que ainda é um período de baixo desenvolvimento econômico que vai refletir na economia dos municípios. A determinação é, nos primeiros meses, contingenciar, refazer o orçamento para que a gente possa rever custos para não perder a capacidade de investimento".[17]

Em fevereiro de 2017, Mourão foi eleito presidente do Conselho Metropolitano de Desenvolvimento da Baixada Paulista (Condesb)[18], voltando ao cargo, que já ocupou em 2006.

Em 100 dias de governo, Mourão já havia assinado 24 ordens de serviço em várias áreas, como cultura e saúde, implantou o projeto ARA (Avaliação para Rever Atribuições) e “Orçamento Zero”, que visam rever os gastos e conter despesas. [19]

Referências

  1. a b UOL. «Eleição Municipal da Praia Grande 2016 (SP)». Consultado em 25 de maio de 2017 
  2. G1. «Alberto Mourão é reeleito prefeito de Praia Grande». Consultado em 25 de maio de 2017 
  3. a b A Tribuna. «Pesquisa IPAT aponta vitória de Alberto Mourão já no primeiro turno». Consultado em 25 de maio de 2017 
  4. a b c d G1. «Apuração eleição municipal da Praia Grande 2016». Consultado em 25 de maio de 2017 
  5. Diário do Litoral. «Composição da câmara de Praia Grande muda após reprogramação». Consultado em 25 de maio de 2017 
  6. Terra. «Resultado 1° turno 2012». Consultado em 13 de junho de 2017 
  7. G1. «Apuração eleição municipal da Praia Grande 2012». Consultado em 25 de maio de 2017 
  8. Site oficial do TSE. «Eleitorado da Praia Grande em 2016». Consultado em 14 de junho de 2017 
  9. Gazeta do Povo. «Candidatos à prefeitura da Praia Grande 2016». Consultado em 25 de maio de 2017 
  10. G1. «Candidatos à prefeitura da Praia Grande participam de entrevista do G1». Consultado em 26 de maio de 2017 
  11. IPAT. «Arquivo da pesquisa realizada pelo IPAT» (PDF). Consultado em 26 de maio de 2017 
  12. Gazeta do Povo. «Candidatos à vereador de Praia Grande». Consultado em 26 de maio de 2017 
  13. UOL. «Primeiro Turno da eleição municipal em Praia Grande». Consultado em 26 de maio de 2017 
  14. Santa Portal. «Conheça os 19 vereadores que atuarão na câmara de Praia Grande em 2017». Consultado em 26 de maio de 2017 
  15. Site da Câmara da Praia Grande. «Grande público prestigia 'Dia Internacional da Mulher' na Câmara». Consultado em 26 de maio de 2017 
  16. G1. «Reprocessamento de votos altera três cadeiras na Câmara de Praia Grande». Consultado em 29 de maio de 2017 
  17. A Tribuna. «Alberto Mourão inicia quinto mandato em Praia Grande». Consultado em 29 de maio de 2017 
  18. G1. «Prefeito de Praia Grande é eleito presidente da CONDESB». Consultado em 29 de maio de 2017 
  19. Diário do Litoral. «Especial 100 dias: 'Orçamento zero' e obras públicas em Praia Grande». Consultado em 29 de maio de 2017