Eleição para o Senado federal por Connecticut em 2012

A eleição para o senado do estado americano de Connecticut foi realizada em 6 de novembro de 2012, simultaneamente com as eleições para a câmara dos representantes, para o senado, para alguns governos estaduais e para o presidente da república. As primárias do partidos Republicano e Democrata foram realizadas em uma terça-feira, 14 de agosto de 2012.[1]

‹ 2006 Estados Unidos 2018  ›
Eleição para o senado de Connecticut em 2012
6 de novembro de 2012
Chris murphy official photo govtrends version cropped.jpg Linda McMahon Creative Commons Attribution-Share Alike 2.0 Generic.jpg
Candidato Chris Murphy Linda McMahon
Partido Democrata Republicano
Votos 815.077 637.857
Porcentagem 55,2% 43,2%

Titular
Joe Lieberman
Connecticut for Lieberman

O senador Joe Lieberman, um independente que apoia o Partido Democrata no Senado dos Estados Unidos, decidiu se aposentar em vez de concorrer à reeleição para um quinto mandato.[2] Chris Murphy foi eleito senador com 55% dos votos.[3]

AntecedentesEditar

Na eleição para o senado em 2006, Joe Lieberman foi derrotado na primária democrata por Ned Lamont e formou seu partido próprio, o Connecticut for Lieberman, conquistando a reeleição. Lieberman prometeu permanecer na base do partido democrata, desde então votou contra em muitas questões importantes para os democratas, na eleição de 2008, endossou o senador John McCain, ao invés de Barack Obama, apesar de sua promessa anterior de apoiar um candidato democrata á presidencia.[4] Como consequência, a aprovação de Lieberman caíram significativamente.[5][6]

Em 2006, o procurador Richard Blumenthal havia sido mencionado que se candidataria contra Lieberman,[7] em vez disso foi eleito ao senado em 2010 depois que o senador Christopher Dodd anunciasse sua aposentadoria.[8]

Lieberman tinha publicamente a possibilidade de concorrer como um democrata,[9] republicano,[10] ou um independente.[11] No entanto, ele anunciou em 19 de janeiro de 2011 que não iria concorrer a um outro mandato.[2]

Primária DemocrataEditar

CandidatosEditar

DeclaradosEditar

  • Susan Bysiewicz, ex-secretária de estado[12]
  • Chris Murphy, representante federal[13]
  • William Tong, representante estadual[14]

DesistênciasEditar

  • Alec Baldwin, ator[15]
  • Frank Borges, ex-tesoureiro estadual[16]
  • Joe Courtney, representante federal[17]
  • Rosa DeLauro, representante federal[18]
  • Jim Himes, representante federal[19]
  • Edward M. Kennedy, Jr., banqueiro[20]
  • Ned Lamont, ex-candidato ao senado dem 2006[21]
  • John Larson, representante federal[22]

PesquisasEditar

Fonte da pesquisa Data(s) Amostra Margem de
erro
Susan
Bysiewicz
Chris
Murphy
William
Tong
Outros Indecididos
Public Policy Polling 26-29 de julho de 2012 400 ± 4,9% 32% 49% 18%
Quinnipiac 29 de maio-3 de junho de 2012 538 ± 4,2% 20% 50% 5% 24%
Quinnipiac 14-19 de março de 2012 640 ± 3,9% 25% 37% 4% 5% 29%
Public Policy Polling 22-25 de setembro de 2011 400 ± 4,9% 33% 39% 8% 19%
Quinnipiac 8-13 de setembro de 2011 447 ± 4,6% 26% 36% 1% 2% 35%
Public Policy Polling 17-20 de março de 2011 400 ± 4,9% 38% 40% 21%

EndossosEditar

ResultadosEditar

Primária democrata
Partido Candidato Votos %
Democrata Chris Murphy 89.283 67,42%
Democrata Susan Bysiewicz 43.135 32,58%

Primária RepublicanaEditar

CandidatosEditar

PotenciaisEditar

DesistenciasEditar

  • Tom Foley, ex-embaixador dos Estados Unidos para a Irlanda[37]
  • Peter Schiff, economista e analista financeiro[38]

PesquisasEditar

Fonte da pesquisa Data(s) Amostra Margem de
erro
Jason
McCoy
Linda
McMahon
Chris
Shays
Outros Indecididos
Public Policy Polling 26-29 de julho de 2012 400 ± 4,9% 68% 20% 12%
Quinnipiac 29 de maio-3 de junho de 2012 381 ± 5,0% 59% 30% 1% 9%
Quinnipiac 14-19 de março de 2012 429 ± 4,7% 51% 42% 1% 6%
Public Policy Polling 22-25 de setembro de 2011 400 ± 4,9% 3% 60% 27% 10%
Quinnipiac 8-13 de setembro de 2011 332 ± 5,4% 50% 35% 2% 12%

EndossosEditar

ResultadosEditar

Primária republicana
Partido Candidato Votos %
Republicano Linda McMahon 83.413 72,71%
Republicano Chris Shays 31.305 27,21%

Eleição geralEditar

CandidatosEditar

  • Linda McMahon (Republicano), empresária e candidata ao senado em 2010
  • Chris Murphy (Democrata), representante dos Estados Unidos

CampanhaEditar

Susan Bysiewicz foi o primeiro a declarar-se candidato.[46] No entanto, em março de 2011 Chris Murphy tinha arrecadado mais de 1 milhão de dólares, mais que Susan Bysiewicz, que havia arrecadado 500.000 dólares. Murphy havia vencido a eleição para 5º distrito congressional de Connecticut, que tem uma tendência de eleger representantes republicanos. Bysiewicz, foi secretária de Estado de Connecticut. William Tong é representante estadual, entrou na eleição divulgando sua biografia como o filho de imigrantes chineses que trabalham em um restaurante.[47] Em janeiro Matthew John Oakes anunciou sua candidatura.[48]

Houve especulações sobre a candidatura de Linda McMahon, que tinha se candidatado na eleição de 2010. Ela perdeu a eleição geral, mas arrecadou 5 vezes mais que o senador eleito Richard Blumenthal e teve uma organização política bem estabelecida.[47] McMahon se reuniu com o seu consultor na campanha de 2010 para rever os resultados da eleição, e disse que ela estava pretendendo se candidatar. O representante Chris Shays declarou candidatura em agosto de 2011, destacando o seu envolvimento no Iraque e Afeganistão.[49] A campanha de Shays também ganhou força quando uma série de pesquisas independentes mostravam o crescimento do candidato nas pesquisas, enquanto as mesmas pesquisas mostravam que McMahon perderia para os principais candidatos democratas.[40] A campanha de Shays argumentou sobre a elegibilidade de ex-congressistas e os altos gastos da campanha de McMahon em 2010, McMahon desembolsou 50 milhões de dólares em 2010.[50]

Em julho de 2012, Shays declarou que não iria apoiar McMahon caso ela ganhasse primária. Shays declarou: "eu acho que ela é uma candidata terrível e acho que ela seria uma senadora terrível." Embora ele disse que não iria apoiar Chris Murphy caso ele vencesse a primária democrata.[51]

ArrecadaçãoEditar

Candidato (partido) Receitas Desembolsos Dinheiro em caixa Dívida
Chris Murphy (D) $5,636,604 $3,108,572 $2,528,033 $0
Linda McMahon (R) $14,140,956 $11,806,753 $2,437,760 $8,047,883
Fonte: Federal Election Commission

PesquisasEditar

Fonte da pesquisa Data(s) Amostra Margem de
erro
Chris
Murphy (D)
Linda
McMahon (R)
Indecisos
Public Policy Polling/LCV 15-16 de outubro de 2012 1.015 ± 3,1% 48% 44% 8%
University of Connecticut/Hartford Courant 11-16 de outubro de 2012 574 ± 4% 44% 38% 17%
Siena Research Institute 4-14 de outubro de 2012 552 ± 4,2% 46% 44% 8%
Rasmussen Reports 7 de outubro de 2012 500 ± 4,5% 51% 46% 2%
Quinnipiac University Poll 28 de setembro-2 de outubro de 2012 1.696 ± 2,5% 47% 48%
Public Policy Polling 24-26 de setembro de 2012 801 ± 3,5% 48% 42%
University of Connecticut/Hartford Courant 11-16 de setembro de 2012 517 ± 4,0% 37% 33% 28%
Quinnipiac 22-26 de agosto de 2012 1.472 ± 2,6% 46% 49% 4%
Public Policy Polling 22-23 de agosto de 2012 881 ± 3,3% 48% 44% 8%
Rasmussen Reports 21 de agosto de 2012 500 ± 4,5% 46% 49% 5%
Public Policy Polling 26-29 de julho de 2012 771 ± 3,5% 50% 42% 8%
Quinnipiac 29 de maio-3 de junho de 2012 1.408 ± 2,6% 46% 43% 9%
Quinnipiac 14-19 de março de 2012 1.622 ± 2,4% 52% 37% 9%
Public Policy Polling 22-25 de setembro de 2011 592 ± 4,0% 50% 43% 6%
Quinnipiac 8-13 de setembro de 2011 1.230 ± 2,8% 49% 38% 11%
Public Policy Polling 17-20 de março de 2011 822 ± 3,4% 54% 38% 9%

ResultadosEditar

Eleição para o Senado federal por Connecticut em 2012 (90% apurado)[3]
Partido Candidato Votos %
Democrata Chris Murphy 815.077 55,2%
Republicano Linda McMahon 637.857 43,2%
Total:

Referências

  1. «Candidate Committees, Exploratory Committees, and Durational Political Committees Organized for the November 6, 2012 Election» (PDF). State of Connecticut, State Elections Enforcement Commission. Consultado em 13 de agosto de 2011. Arquivado do original (PDF) em 17 de outubro de 2012 
  2. a b «'To everything there is a season:' Lieberman announces plan to end Senate run». Connecticut Post. 19 de janeiro de 2011. Consultado em 19 de janeiro de 2011 
  3. a b «Connecticut:Senate». Politico. 7 de novembro de 2012. Consultado em 13 de novembro de 2012 
  4. Sargent, Greg (17 de dezembro de 2007). «FLASHBACK: Lieberman Said He Wanted To Help Elect "Democratic President In 2008"». Talking Points Memo. Consultado em 18 de dezembro de 2010. Arquivado do original em 18 de julho de 2011 
  5. Peoples, Steve (15 de novembro de 2010). «Lieberman's 2012 Race Calculus Is Big Mystery». Roll Call. Consultado em 30 de novembro de 2010 
  6. Ball, Molly (23 de novembro de 2010). «Joe Lieberman left with limited 2012 options». Politico. Consultado em 30 de novembro de 2010 
  7. Wilson, Reid (9 de fevereiro de 2009). «Connecticut attorney general eyes Lieberman challenge». The Hill. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  8. «Richard Blumenthal announces candidacy for U.S. Senate». NECN. 6 de janeiro de 2010. Consultado em 18 de janeiro de 2011 
  9. J. Taylor Rushing (13 de março de 2009). «Lieberman open to reunion with Democratic Party». The Hill. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  10. Bash, Dana (16 de dezembro de 2010). «Lieberman won't rule out run as Republican in 2012». CNN. Consultado em 18 de novembro de 2010 
  11. O'Brien, Michael (17 de janeiro de 2011). «Lieberman says he would likely pursue reelection as an Independent». The Hill. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  12. Pazniokas, Mark (18 de janeiro de 2011). «Bysiewicz to declare for U.S. Senate». The Connecticut Mirror. Consultado em 18 de janeiro de 2011 
  13. Jacobs, Jeremy P.; Taylor, Jessica (20 de janeiro de 2011). «Chris Murphy To Run For Senate». National Journal. Consultado em 20 de janeiro de 2011 
  14. «Conn. Lawmaker Will Compete in Democratic Senate Primary». Roll Call. 8 de maio de 2011. Consultado em 10 de setembro de 2012 
  15. Stewart, Martina (25 de agosto de 2009). «Baldwin: Lieberman's one of a 'few moderate Republicans left'». CNN. Consultado em 4 de janeiro de 2011 
  16. Dankosky, John (20 de janeiro de 2011). «Borges On Senate Run: "No, not true at all"». WNPR. Consultado em 24 de janeiro de 2011 
  17. Peoples, Steve (21 de fevereiro de 2011). «Courtney Won't Run for Senate in Connecticut». Roll Call. Consultado em 21 de fevereiro de 2011 
  18. Altimari, Daniela (21 de outubro de 2010). «DeLauro: I have 'no interest whatsoever' in running for U.S. Senate in 2012». The Hartford Courant. Consultado em 13 de dezembro de 2010 
  19. House, Dennis (10 de dezembro de 2010). «Himes Rules out Running for Lieberman Seat in 2012». The Hartfordite. Consultado em 6 de janeiro de 2011 
  20. Lee, Karen (15 de fevereiro de 2011). «Ted Kennedy Jr. Rules Ou Senate Run». WFSB-TV. Consultado em 21 de fevereiro de 2011 
  21. Pazniokas, Mark (8 de dezembro de 2010). «Lamont not looking for a rematch with Lieberman in 2012». The Connecticut Mirror. Consultado em 8 de dezembro de 2010 
  22. Berman, Russell (22 de janeiro de 2011). «Larson won't seek Lieberman's Senate seat». The Hill. Consultado em 23 de janeiro de 2011 
  23. a b c d e f Pazniokas, Mark (1 de maio de 2012). «Tong drops, joins Malloy in endorsing Murphy». Consultado em 2 de maio de 2012 
  24. Lockhart, Brian (24 de maio de 2012). «Oakes endorses Murphy over a beer, Star Trek novel». Consultado em 24 de maio de 2012 
  25. Terkel, Amanda (9 de agosto de 2012). «NARAL Endorses Chris Murphy In Connecticut Senate Race, Breaking With EMILY's List». Consultado em 9 de agosto de 2012 
  26. «EMILY's List Endorses Susan Bysiewicz». 10 de setembro de 2012. Consultado em 19 de dezembro de 2011 
  27. Pazniokas, Mark (6 de outubro de 2010). «Brian Hill for Senate, again». Hearst Connecticut. Consultado em 10 de setembro de 2012. Arquivado do original em 22 de julho de 2011 
  28. Vigdor, Neil (19 de janeiro de 2011). «Fedele's trial balloon». Hearst Connecticut. Consultado em 19 de janeiro de 2011 
  29. Vigdor, Neil (22 de janeiro de 2011). «State Sen. Frantz for U.S. Senate?». Greenwich Time. Consultado em 23 de janeiro de 2011 
  30. Walsh, Michael (22 de julho de 2011). «McCoy Won't Seek Third Term As Mayor». Courant. Consultado em 10 de setembro de 2012 
  31. Vigdor, Neil (18 de fevereiro de 2011). «McMahon 'leaning' toward 2012 Senate run». Greenwich Time. Consultado em 19 de fevereiro de 2011 
  32. Peoples, Steve (15 de novembro de 2010). «Lieberman's 2012 Race Calculus Is Big Mystery». Roll Call. Consultado em 10 de setembro de 2012 
  33. Stassen-Berger, Rachel E. (5 de novembro de 2009). «Pawlenty draws wallets fat ... and famous». Star Tribune. Consultado em 19 de novembro de 2010 
  34. Vigdor, Neil (28 de julho de 2011). «2012 Senate race beckons soon-to-be free agent Shays». Greenwich Time. Consultado em 19 de julho de 2011 
  35. Bolduc, Brian (18 de janeiro de 2011). «Simmons Won't Rule Out Senate Run». National Review. Consultado em 18 de janeiro de 2011 
  36. Negrin, Matt (2 de junho de 2011). «Walker would likely run as a Republican». Politico. Consultado em 10 de setembro de 2012 
  37. Pazniokas, Mark (24 de janeiro de 2011). «Foley already is eyeing a 2014 rematch with Malloy». The Connecticut Mirror. Consultado em 25 de janeiro de 2011. Arquivado do original em 25 de julho de 2011 
  38. Catanese, David (10 de janeiro de 2011). «Schiff probably not running in 2012». Politico. Consultado em 19 de janeiro de 2011 
  39. a b «STAY CONNECTED TO CHRISTOPHER SHAYS». Site oficial. 6 de outubro de 2010. Consultado em 10 de setembro de 2012 
  40. a b Pazniokas, Mark (29 de março de 2012). «'Electability' the new buzzword in U.S. Senate race». The CT Mirror. Consultado em 10 de setembro de 2012 
  41. Dixon, Ken (19 de maio de 2012). «Shays looks forward to the primary». The CT Mirror. Consultado em 10 de setembro de 2012 
  42. «Norwich Bulletin Editorial Board Endorses Chris Shays for U.S. Senate Republican Candidate». Roll Call. 22 de julho de 2012. Consultado em 10 de setembro de 2012 
  43. O’Leary, Mary (21 de junho de 2012). «League of Conservation Voters Action Fund supports Chris Shays. And Chris Murphy». New Haven Register. Consultado em 10 de setembro de 2012 
  44. O’Leary, Mary (26 de junho de 2012). «AFL-CIO convention endorses Chris Murphy; Chris Shays tells labor he backs XL Keystone Pipeline». New Haven Register. Consultado em 10 de setembro de 2012 
  45. Langlois, Mark (12 de dezembro de 2011). «Boughton Endorses McMahon for Senate». Danbury Patch. Consultado em 4 de fevereiro de 2012 
  46. Pazniokas, Mark. «Byseiwicz declares for US Senate». CT Mirror. Consultado em 8 de setembro de 2011. Arquivado do original em 25 de julho de 2011 
  47. a b «2012 Connecticut Senate Race To Replace Joe Lieberman Gears Up». Huffington Post. 19 de junho de 2011 
  48. «Connecticut Resident Matthew John Oakes Enters U.S. Senate Race». Prlog. 19 de janeiro de 2012. Consultado em 10 de setembro de 2012 
  49. Vigdor, Neil (22 de agosto de 2011). «Hearst exclusive: Former U.S. Rep. Chris Shays entering 2012 Senate race». Greenwich Time. Consultado em 4 de fevereiro de 2012 
  50. Sober, Julie (24 de março de 2012). «Shays Cites Reasons for Optimism in Race Against McMahon». National Journal. Consultado em 10 de setembro de 2012 
  51. O'Leary, Mary E. (21 de julho de 2012). «Chris Shays says he won't support Linda McMahon if she wins primary». New Haven Register. Consultado em 24 de julho de 2012 

Ligações externasEditar

Sites oficiais