Eleições distritais no Distrito Federal em 1958

As eleições distritais no Distrito Federal em 1958 ocorreram em 3 de outubro como parte das eleições gerais no Distrito Federal, em 20 estados e nos territórios federais do Acre, Amapá, Rondônia e Roraima. Neste dia os cariocas elegeram o senador Afonso Arinos, além de 17 deputados federais e 50 vereadores.[1][nota 1]

1954 Brasil 1960
Eleições distritais no Distrito Federal em 1958
3 de outubro de 1958
(Turno único para senador)
Replace this image male.png Replace this image male.png
Candidato Afonso Arinos Lutero Vargas
Partido UDN PTB
Natural de Belo Horizonte, MG São Borja, RS
Votos 397.466 319.172
Porcentagem 46,47% 37,32%



Governador do Distrito Federal

Titular
Sá Freire Alvim
Sem partido

Eleito
Não houve eleição
Sem partido

Resultado das eleições para senadorEditar

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral foram apurados 855.238 votos nominais (92,20%), 32.295 votos em branco (3,48%) e 40.049 votos nulos (4,32%), resultando no comparecimento de 927.582 eleitores.[1][nota 2]

Candidatos a senador da República
Primeiro suplente de senador Número Partido/Coligação Votação Percentual
Afonso Arinos
UDN
Ver abaixo
-
-
UDN (sem coligação)
397.466
46,47%
Lutero Vargas
PTB
Ver abaixo
-
-
PTB, PSP
319.172
37,32%
João Mangabeira
PSB
Ver abaixo
-
-
PSB (sem coligação)
49.375
5,77%
Mozart Lago
PST
Ver abaixo
-
-
PST, PRT, PR
46.012
5,38%
Alencastro Guimarães
PTN
Ver abaixo
-
-
PTN, PSD
43.213
4,94%
  Eleito

Resultado da eleição para suplente de senadorEditar

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral foram apurados 610.052 votos nominais (65,77%), 244.195 votos em branco (26,33%) e 73.335 votos nulos (7,90%), resultando no comparecimento de 927.582 eleitores.[1][nota 2]

Primeiro suplente de senador
Candidatos a senador da República Número Partido/Coligação Votação Percentual
Venâncio Igrejas
UDN
Ver acima
-
-
UDN (sem coligação)
299.763
49,14%
Lineu de Albuquerque Melo
PTB
Ver acima
-
-
PTB, PSP
203.727
33,39%
Henrique Cândido Camargo
PST
Ver acima
-
-
PST, PRT, PR
36.916
6,05%
Hélio Santos Damasceno
PTN
Ver acima
-
-
PTN, PSD
35.501
5,82%
Dante Nascimento Costa
PSB
Ver acima
-
-
PSB (sem coligação)
34.145
5,60%
  Eleito

Deputados federais eleitosEditar

São relacionados os candidatos eleitos com informações complementares da Câmara dos Deputados.[2][3][nota 2]

Deputados federais eleitos Partido Votação Percentual Cidade onde nasceu Unidade federativa
Carlos Lacerda UDN 143.012 Rio de Janeiro Distrito Federal
Chagas Freitas PSP 94.999 Rio de Janeiro Distrito Federal
Menezes Cortes UDN 60.579 Rio de Janeiro Distrito Federal
Eloy Dutra PTB 59.780 Rio de Janeiro Distrito Federal
Mendes de Moraes PSP 36.729 Rio de Janeiro Distrito Federal
Rubens Berardo PTB 26.213 Recife   Pernambuco
Sérgio Magalhães PTB 20.094 Recife   Pernambuco
Adauto Lúcio Cardoso UDN 19.797 Curvelo   Minas Gerais
Breno da Silveira PSB 19.480 Mamanguape   Paraíba
Valdir Simões PTB 17.786 Nova Iguaçu   Rio de Janeiro
Benjamin Farah PSP 16.099 Corumbá   Mato Grosso do Sul
Nelson Carneiro PSD 16.067 Salvador   Bahia
Lício Hauer PTB 15.664 Rio de Janeiro Distrito Federal
Cardoso de Menezes UDN 15.633 Campinas   São Paulo
Hamilton Nogueira UDN 8.305 Campos dos Goytacazes   Rio de Janeiro
Mário Martins UDN 7.421 Petrópolis   Rio de Janeiro
Gurgel do Amaral PSP 7.407 Rio de Janeiro Distrito Federal

Vereadores eleitosEditar

Durante sua existência, a Câmara Municipal do Distrito Federal foi integrada por 138 nomes, treze dos quais seriam eleitos para compor a primeira legislatura da Assembleia Legislativa da Guanabara em 1960.[nota 3]

Relação dos vereadores eleitos Partido Votação Percentual Cidade onde nasceu Unidade federativa
Raul Brunini UDN 24.361 Rio Claro   São Paulo
Arnaldo Nogueira UDN 16.700 Franca   São Paulo
Geraldo Moreira PTB 11.737
Antônio Mourão Vieira Filho PSP 10.171
Hugo Ramos Filho PSD 9.789 Florianópolis   Santa Catarina
Lígia Bastos UDN 8.687 Rio de Janeiro Distrito Federal
Jair Martins UDN 7.934 Rio de Janeiro Distrito Federal
Amando da Fonseca PTB 7.647
Miécimo da Silva PSP 6.920
Frederico Trotta PSD 6.861 Rio de Janeiro Distrito Federal
Ubaldo da Silva Oliveira PSP 6.846
Nelson José Salim PSP 6.705
Celso de Souza Santos Lisboa PTB 6.567
Erasmo Martins Pedro PSD 6.450 Rio de Janeiro Distrito Federal
Rubem Cardoso Pires PSD 5.986
Gladstone Chaves de Melo PDC 5.886 Campanha   Minas Gerais
Velinda Maurício da Fonseca PTB 5.762
Osmar Lopes de Resende PSD 5.659
Manoel Navella da Silva Júnior PRT 5.347
José Maria de Carvalho PSD 5.239 Rio de Janeiro Distrito Federal
Murilo Miranda UDN 5.174
Pedro Faria PSD 4.995 Rio de Janeiro Distrito Federal
Paulo George Esteves Areal UDN 4.940
Waldemar Viana de Carvalho PRT 4.450
Levi de Miranda Neves PSD 4.376
Júlio Cesário de Melo[nota 4] PSB 4.371 Recife   Pernambuco
Salomão Hassem Handam Filho PTB 4.356
Telêmaco Maia PR 4.238
Domingos Dangelo UDN 4.234
Roberto Lopes Gonçalves Lima PTB 3.980
Sales Neto UDN 3.898 Rio de Janeiro Distrito Federal
Semi Jorge Haddad Abdulmacih PR 3.872
Isaac Izecksohn PSB 3.850
Lauro do Vale Leão PRT 3.794
Milton de Castro Menezes PTB 3.706
Francisco Silbert Sobrinho PSB 3.440
Nilo Romero PR 3.361
José Luciano Lopes PL 3.337
Dulce Pinto de Magalhães PDC 3.257
Jurandy Cícero de Miranda PR 3.235
Cristiano Salinas Lacorte PL 3.197
Antônio Frederico Luvizaro PST 3.131
Albano Raymundo da Fonseca Marques PTN 3.062
Anibal de Gouvêa PRT 2.882
José Romero Dantas PTN 2.687
Horácio Cardoso Franco PL 2.576
Alexandrino Mendes Soares PTN 2.566
Antônio Dias Lopes PSB 2.555
Nilton Moreira Pereira PST 2.422
Benedito Ignácio Maria PRP 2.372

Notas

  1. O exercício do Poder Legislativo no Distrito Federal cabia à Câmara Municipal eleita no âmbito do Distrito Federal, sem afastar as atribuições relativas ao Senado Federal.
  2. a b c Os parlamentares eleitos passariam a representar o estado da Guanabara a partir de 21 de abril de 1960.
  3. Tais números foram obtidos mediante conferência no banco de dados do Tribunal Superior Eleitoral.
  4. Filho e homônimo de Júlio Cesário de Melo.

Referências

  1. a b c «Banco de dados do Tribunal Superior Eleitoral». Consultado em 12 de junho de 2019 
  2. «Página oficial da Câmara dos Deputados». Consultado em 7 de junho de 2019. Arquivado do original em 2 de outubro de 2013 
  3. «BRASIL. Presidência da República: Lei nº 9.504 de 30/09/1997». Consultado em 7 de junho de 2019