Eleições estaduais de Berlim em 2001

As eleições estaduais de Berlim em 2001 foram realizadas a 21 de Outubro e, serviram para eleger os 141 deputados para o parlamento estadual[1].

O grande vencedor das eleições foi o Partido Social-Democrata, que voltou a ser o partido mais votado no estado, 30 anos depois, subindo 7,3% em relação a 1999, obtendo 29,7% dos votos[1].

Por outro lado, o grande derrotado foi a União Democrata-Cristã que obteve um resultado desastroso, caindo 17,0% em relação às eleições anteriores, ficando-se pelos 23,8% dos votos[1].

O Partido do Socialismo Democrático também obteve um excelente resultado, conquistando 22,6% dos votos, ficando muito próximo de ultrapassar os democratas-cristãos[1]. De destacar, os 47,6% dos votos conseguidos pelos socialistas na antiga Berlim Leste[2].

O Partido Democrático Liberal foi outro dos vencedores das eleições, regressando, 11 anos depois, ao parlamentar, ao obter 9,9% dos votos[1].

Por fim, a Aliança 90/Os Verdes estagnou nos 9% dos votos[1].

Após as eleições, o Partido Social-Democrata da Alemanha voltou a liderar o governo de Berlim, formando uma coligação histórico com o Partido do Socialismo Democrático[3].

Resultados OficiaisEditar

Partido Votos % +/- Deputados +/-
Partido Social-Democrata 481 772 29,68  7,31
44 / 141
 2
União Democrata-Cristã 385 692 23,76  17,00
35 / 141
 41
Partido do Socialismo Democrático 366 292 22,56  4,85
33 / 141
 
Partido Democrático Liberal 160 953 9,92  7,73
15 / 141
 15
Aliança 90/Os Verdes 148 066 9,12  0,81
14 / 141
 4
Panteras Cinzentas 22 093 1,36  0,24
0 / 141
 
Os Republicanos 21 836 1,34  1,33
0 / 141
 
Outros 36 634 2,26
0 / 141
Votos Inválidos 22 335 1,36  0,17
Total 1 645 673 100
141 / 141
 28
Eleitorado/Participação 2 417 574 68,07  2,53
Fonte [4]

Referências

  1. a b c d e f Germany, SPIEGEL ONLINE, Hamburg. «Wahlergebnis: SPD-Sieg - CDU-Desaster - SPIEGEL ONLINE - Politik». SPIEGEL ONLINE. Consultado em 8 de fevereiro de 2017 
  2. «Die Landeswahlleiterin für Berlin - Historie - Vergangene Wahlen». www.wahlen-berlin.de. Consultado em 8 de fevereiro de 2017 
  3. Germany, SPIEGEL ONLINE, Hamburg. «Rot-Rote Koalition in Berlin: Es geht voran - SPIEGEL ONLINE - Politik». SPIEGEL ONLINE. Consultado em 8 de fevereiro de 2017 
  4. tagesschau.de. «tagesschau.de». wahl.tagesschau.de. Consultado em 8 de fevereiro de 2017