Eleições estaduais em São Paulo em 2022

 Nota: Para outras eleições, veja Eleições gerais no Brasil em 2022.

As eleições estaduais em São Paulo em 2022 foram iniciadas em 2 de outubro (primeiro turno) e concluídas em 30 de outubro (segundo turno). Os eleitores aptos a votar elegeram um governador, vice-governador, um senador, 70 deputados para a Câmara dos Deputados e 94 deputados à Assembleia Legislativa. O então governador em exercício era Rodrigo Garcia, do PSDB, vice-governador eleito em 2018 que assumiu o cargo em 1° de abril de 2022 com a renúncia do titular João Doria em virtude de sua então pré-candidatura à Presidência da República, da qual acabara desistindo em 23 de maio do mesmo ano. Pela legislação eleitoral, Garcia esteve apto para disputar a reeleição.[1][2] Para a eleição ao Senado Federal, estava em disputa a vaga ocupada por José Serra, do PSDB, eleito em 2014, e que ao invés de tentar a reeleição, preferiu disputar uma das vagas para deputado federal, sem no entanto conseguir se eleger.[3]

2018 Brasil 2026
Eleições estaduais em São Paulo em 2022
2 de outubro de 2022
(primeiro turno)
30 de outubro de 2022
(segundo turno)
Candidato Tarcísio de Freitas Fernando Haddad
Partido Republicanos PT
Natural de Rio de Janeiro, RJ São Paulo, SP
Vice Felicio Ramuth
(PSD)
Lúcia França
(PSB)
Votos 13.480.643 10.909.371
Porcentagem 55,27% 44,73%
Candidato mais votado por município no 2.º turno (645):

Eleição parlamentar em São Paulo em 2022 (Senado)
2 de outubro de 2022
Turno único
Líder Marcos Pontes Márcio França
Partido PL PSB
Natural de Bauru, SP São Vicente, SP
Votos 10.714.913 7.822.518
Porcentagem 49,68% 36,27%
Candidato mais votado por município (645 municípios):

Titular(es)
José Serra
PSDB

Eleito(s)
Marcos Pontes
PL

O governador e o vice-governador eleitos nesta eleição exercerão um mandato alguns dias mais longo. Isso ocorre devido a Emenda Constitucional n° 111, que alterou a Constituição e estipulou que o mandato dos governadores dos Estados e do Distrito Federal deverá ser iniciado em 6 de janeiro, norma que entra em vigor a partir das eleições de 2026. Entretanto, os candidatos eleitos nesta eleição assumem dia 1º de janeiro de 2023 e entregam o cargo no dia 6 de janeiro de 2027.[4]

Mapa eleitoral do 1.º turno
Candidato mais votado por município no 1.º turno (645):

Calendário eleitoral editar

Nota: Esta seção apresenta apenas as principais datas do calendário eleitoral de 2022, confira o site oficial do TSE e outras fontes oficiais para informações detalhadas.
Calendário eleitoral
15 de maio Início do financiamento coletivo dos pré-candidatos
20 de julho a 5 de agosto Convenções partidárias para a escolha dos candidatos e das coligações
2 de outubro Primeiro turno das eleições
7 a 28 de outubro Propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão relativa a um eventual segundo turno
30 de outubro Eventual segundo turno das eleições
até 19 de dezembro Diplomação dos eleitos pela Justiça Eleitoral

Candidatos ao governo de São Paulo editar

 
Logomarca da Campanha de Rodrigo Garcia ao Governo de São Paulo
  • Rodrigo Garcia (PSDB) - Natural de Tanabi, nasceu em 1974 e é advogado e empresário. Já foi Deputado Estadual por 3 mandatos consecutivos e Presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo de 2005 a 2007, Deputado Federal por São Paulo por 2 mandatos consecutivos, Membro do Conselho Administrativo da CODASP – Companhia de Desenvolvimento Agrícola de São Paulo (1995–1996), Integrante do Fórum de Jovens Empresários na Associação Comercial de São Paulo - ACSP ·(1998-2001), Chefe de gabinete da Secretaria de Planejamento, da Prefeitura de São Paulo (1997), Secretário-adjunto da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo (1995 a 1996), Secretário Especial de Desburocratização da Prefeitura de São Paulo (2008 a 2010), Governador interino do Estado de São Paulo (2006), Secretário de Estado de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo (2011 a 2013), Secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo (2013 a 2014), Secretário de Estado da Habitação do Estado de São Paulo (2015 a 2018) e Vice-governador do Estado de São Paulo e Secretário de Governo (2019 até 1 de abril de 2022). Atualmente é Governador de São Paulo. Era filiado ao DEM até 2021, quando foi para o PSDB. Seu vice é Eugênio Zuliani, que já foi Vereador e Prefeito de Olímpia por dois mandatos consecutivos e atualmente é Deputado federal por São Paulo. A convenção para oficializar sua candidatura à reeleição foi no dia 30 de julho.[5] A chapa dele conta com o apoio de dez partidos: PSDB e Cidadania (em federação), UNIÃO, MDB, PP, Avante, PODE, PROS, Solidariedade e Patriota.
 
Logomarca da Campanha de Fernando Haddad ao Governo de São Paulo
 
Logomarca da Campanha de Tarcísio de Freitas ao Governo de São Paulo
 
Logomarca da Campanha de Vinícius Poit ao Governo de São Paulo
  • Vinícius Poit (NOVO) - Natural de São Bernardo do Campo em 1986, é político brasileiro filiado ao NOVO. É atualmente Deputado federal por São Paulo assumindo seu mandato em 2019. Sua vice é Doris Alves, também do NOVO, que é ex-guarda municipal. A convenção para oficializar sua candidatura foi no dia 21 de julho.[8]
  • Elvis Cezar (PDT) - Natural de Carapicuíba em 1976, é advogado e político brasileiro filiado ao PDT. Já foi vereador por 2 mandatos consecutivos e Prefeito de Santana de Parnaíba entre 2014 e 2021. Sua vice é Gleides Sodré, do mesmo partido, que já foi candidata à vice-governadora em 2018 e é Secretária-Geral da Associação da Mulher Trabalhista (AMT). A convenção para oficializar sua candidatura foi no dia 4 de agosto.[9]
  • Altino Prazeres Júnior (PSTU) - É militante do PSTU e já foi Presidente do Sindicato dos Metroviários de São Paulo entre 2010 e 2016. Sua vice é a Professora Flávia, colega de mesmo partido. A convenção para oficializar sua candidatura foi no dia 31 de julho.[11]
  • Antônio Jorge Filho (DC) - É advogado. Seu vice é Vitor Rocca, do mesmo partido. Eles entraram no lugar de Laércio Giampaoli e Antônio Galdi, que desistiram de disputar o Governo de São Paulo.
  • Carol Vigilar (UP) - É ativista política e membra do Movimento de Mulheres Olga Benário. Sua vice é Rafaela Carvalho, do mesmo partido. A convenção para oficializar sua candidatura foi no dia 30 de julho.[13]

Candidaturas confirmadas editar

As convenções partidárias iniciaram-se no dia 20 de julho, se estendendo até 5 de agosto. Os seguintes partidos políticos já confirmaram suas candidaturas. Os partidos políticos têm até 15 de agosto de 2022 para registrar formalmente os seus candidatos.[14][15]

Nota: a tabela a seguir está organizada por ordem alfabética de candidatos.

Governador(a)
Cargo político anterior ou profissão
Vice-Governador(a) Coligação/
Federação
Número eleitoral Tempo de horário eleitoral
Imagem Candidato Partido Candidato Partido
  Altino Prazeres[11] PSTU Presidente do Sindicato dos Metroviários de São Paulo
(2010–2016)[16]
Professora Flávia[17] PSTU Nenhuma 16 não possui
  Antônio Jorge Filho[18] DC Advogado. Não possui antecedentes na vida pública. Vitor Rocca Critelli Júnior[18] DC Nenhuma 27 não possui
  Carol Vigliar[13]   UP Ativista política e membra do Movimento de Mulheres Olga Benário[13] Rafaela Carvalho[13]   UP Nenhuma[19] 80 não possui
  Edson Dorta[12]   PCO Secretário-geral da Federação Nacional dos Trabalhadores dos Correios (em 2001 e 2012) e candidato à vice-presidente do Brasil na eleição presidencial em 2010.[20]
[21][22]
Lílian Miranda[23]   PCO Nenhuma 29 não possui
  Elvis Cezar[9]   PDT Prefeito de Santana de Parnaíba
(2014–2021)
Gleides Sodré[24]   PDT Nenhuma 12 43s
  Fernando Haddad[6]   PT Prefeito de São Paulo
(2013–2017)
Lúcia França[25]   PSB Juntos por São Paulo
FE Brasil (PT, PCdoB, PV), Fed. PSOL REDE, PSB, Agir
13 2m18s
  Gabriel Colombo
[26][27]
  PCB Engenheiro Agrônomo e ex-líder da Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG). Professora Aline[28]   PCB Nenhuma[29] 21 Não possui
  Rodrigo Garcia[5] PSDB Governador de São Paulo
(2022–2023)
Eugênio Zuliani[30]   UNIÃO São Paulo pra Frente
Fed. PSDB Cidadania, MDB, UNIÃO, PP, Avante, PODE, PROS, Solidariedade, Patriota
45 4m17s
  Tarcísio de Freitas[7] Republicanos Ministro da Infraestrutura
(2019–2022)
Felício Ramuth[31] PSD São Paulo pode mais
Republicanos, PSD, PL, PTB, PSC, PMN
10 2m19s
  Vinicius Poit[32]   NOVO Deputado federal por São Paulo
(2019–2023)
Doris Alves[33]   NOVO Nenhuma
[a]
30 20s
  Eleito
  Candidato avançou para o 2° turno

Desistências editar

  • Arthur do Val (UNIÃO) - Deputado Estadual de São Paulo (2019–2022).[34] Era pré-candidato pelo PODE. Retirou a pré-candidatura em 5 de março de 2022 após a repercussão negativa do vazamento de áudios com declarações machistas sobre refugiadas ucranianas.[35]
  • Guilherme Boulos (PSOL) - Líder do MTST; Candidato a Presidente em 2018; Candidato a Prefeito de São Paulo em 2020.[34] Desistiu em 21 de março de 2022 para se lançar pré-candidato a deputado federal por São Paulo.[36]
  • Paulo Skaf (Republicanos) - Presidente do CIESP (2007–2021); Presidente da FIESP (2004–2021).[34] Skaf saiu automaticamente da disputa pelo governo do Estado ao se filiar ao Republicanos, que tem como candidato o ex-ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas. Skaf era um dos nomes cotados para ser vice na chapa de Tarcísio ou para disputar a vaga ao Senado no lugar de Datena (PSC).
  • Mariana Conti (PSOL) - Vereadora de Campinas (2020–em exercício). Retirou a pré-candidatura em 24 de junho de 2022, após não chegar a um acordo sobre uma candidatura própria do PSOL ao Governo do Estado de São Paulo. Essa decisão foi tomada pois a direção do partido tem interesse em apoiar a candidatura de Fernando Haddad do PT.[37][carece de fonte melhor]
  • Felicio Ramuth (PSD) - Prefeito de São José dos Campos (2017–2022). O presidente do Partido Social Democrático, Gilberto Kassab, selou um acordo com o presidente dos Republicanos, Marcos Pereira, pelo apoio do PSD à candidatura de Tarcísio de Freitas, ex-ministro do Governo Jair Bolsonaro. Com isso, a posição de vice na chapa deve ficar com Ramuth.[38]
  • Márcio França (PSB) - Governador de São Paulo (2018–2019) e Vice-governador de São Paulo (2015–2018). Em um vídeo postado em suas redes sociais, França retirou a candidatura após ter feito uma promessa em que disse que apoiaria a candidatura com as melhores chances no campo progressista com base em pesquisas de opinião para o governo de São Paulo. Como Fernando Haddad passou a liderar as pesquisas após Geraldo Alckmin deixar a disputa para ser o pré-candidato à vice-presidente na chapa presidencial de Lula, França afirmou que cumpriria sua promessa e decidiu retirar sua candidatura. Em seguida, declarou apoio à candidatura de Haddad, levando a especulações de uma candidatura ao Senado pela coligação do mesmo.[39]
  • Abraham Weintraub (PMB) - Ministro da Educação (2019–2020) e Diretor-Executivo do Banco Mundial (2020-2022). Durante a convenção do partido, Weintraub disse que a direita conservadora estava "sem voz" e por isso decidiu ser candidato a Deputado Federal.[40]
  • Laércio Giampaoli (DC) - Ex-Secretário Municipal de Transportes de Paulínia. Retirou a candidatura por motivos de ordem pessoal, o mesmo ocorrendo com seu companheiro de chapa, Antônio Galdi (também do DC). Deste modo, foram substituídos pelo advogado Antônio Jorge (incumbente) e por Vitor Rocca Júnior (candidato a vice-governador).[18]

Candidatos ao Senado Federal editar

As convenções partidárias iniciaram-se no dia 20 de julho, se estendendo até 5 de agosto. Os seguintes partidos políticos já confirmaram suas candidaturas. Os partidos políticos têm até 15 de agosto de 2022 para registrar formalmente os seus candidatos.[15]

Nota: a tabela a seguir está organizada por ordem alfabética de candidatos, de acordo com o nome registrado na Justiça Eleitoral.

Candidaturas confirmadas editar

Senador
Cargo político anterior ou profissão
Suplentes Coligação/
Federação
Número eleitoral Tempo de horário eleitoral
Candidato Partido Candidatos Partido
Aldo Rebelo[41]   PDT Secretário da Casa Civil do Estado de São Paulo 1° suplente:
Embaixadora Maria Auxiliadora
  PDT Nenhuma 123 21s
2° suplente:
Antonio Carlos Fernandes Jr
Antonio Carlos[12]   PCO Professor de matemática, fundador do PT e da corrente "Causa Operária" (que daria origem ao PCO, do qual também é membro de sua executiva nacional) e dirigente sindical. 1ª suplente:
Nilson Ferreira
  PCO Nenhuma 290[42] Não possui
2ª suplente:
Adonize Meireles
Marcos Pontes[43]   PL Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações
(2019–2022)
1º suplente:
Professor Alberto
PL São Paulo pode mais
Republicanos, PSD, PL, PTB, PSC, PMN
222[44] 1m09s
2º suplente:
Sirlange Manga
Dr. Azkoul[45] DC Delegado de Polícia, jornalista, músico, professor e escritor brasileiro, idealizador da Delegacia de Polícia Itinerante (1995), projeto que inspirou a Justiça Itinerante. 1º suplente: José Carlos Eymael[45] DC Nenhuma 270[45] não possui
2º suplente: Armando Barreto[45]
Edson Aparecido[46]   MDB Secretário Municipal de Saúde de São Paulo[47]
(2018–2022)
1ª suplente:
Augusto Castro
  MDB São Paulo pra Frente
Fed. PSDB Cidadania, MDB, UNIÃO, PP, Avante, PODE, PROS, Solidariedade, Patriota
155 2m08s
2ª suplente:
Elsa Oliveira
  PODE
Janaina Paschoal PRTB Deputada estadual de São Paulo
(2019–atualidade)
1º suplente: Nohara Paschoal[48] PRTB Nenhuma 287 não possui
2º suplente: Jorge Paschoal[48]
Mancha Coletivo Socialista[11]   PSTU Ex-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, dirigente licenciado da CSP-Conlutas. 1º suplente:
Eliana Ferreira
  PSTU Nenhuma 161[49] Não possui
2º suplente:
Soraya Misleh
Márcio França[50] PSB Governador de São Paulo
(2018–2019)
1º suplente:
Juliano Medeiros[51]
  PSOL Juntos por São Paulo
FE Brasil (PT, PCdoB, PV), Fed. PSOL REDE, PSB, Agir
400[52] 1m09s
2º suplente:
Dora Fehr
PSB
Tito Bellini[27]   PCB Professor da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), com doutorado em História pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). 1º suplente:
Ernesto Pichler
  PCB Nenhuma 211[53] Não possui
2º suplente:
Felipe Queiroz
Ricardo Mellão[54]   NOVO Deputado estadual de São Paulo
(2019–atualidade)
1º suplente:
Rodrigo Fonseca
  NOVO Nenhuma
[a]
300[55] 10s
2ª suplente:
Isabel Teixeira
Vivian Mendes[13]   UP Presidente Estadual da UP-SP, bacharel em Comunicação Social pela UNESP e membro da Comissão de Familiares de Mortos e Desaparecidos Políticos.[13] 1ª suplente:
Cris Damasio
  UP Nenhuma 800[56] Não possui
2ª suplente:
Selma Almeida
  Eleito

Candidaturas indeferidas editar

Candidaturas rejeitadas editar

  • Paulo Skaf (Republicanos) - Presidente da FIESP (2004–2021) e empresário. Era um dos nomes cotados para a disputa ao Senado no estado de São Paulo. Porém, a convenção do Republicanos indicou apoio à candidatura de Marcos Pontes.[58]

Desistências editar

  • José Luiz Datena (PSC) - Jornalista, locutor esportivo, apresentador de televisão, radialista e político brasileiro. Datena desistiu de sua candidatura ao Senado Federal em 30 de junho de 2022; segundo ele, a decisão de retirar a sua candidatura foi influenciada por ataques de grupos radicais.[59][60]
  • Arthur Weintraub (PMB) - Assessor especial da Presidência da República (2019–2020) e Secretário de Segurança Multidimensional na OEA (2020–2022). Retirou sua pré-candidatura ao Senado e decidiu ser candidato a Deputado Federal.[40]
  • Cristiane Brasil (PTB) - Deputada federal pelo Rio de Janeiro (2015–2019). Ela se colocou a disposição do partido para disputar o cargo por conta da indefinição no campo bolsonarista pela escolha de um nome para disputar o Senado Federal. Com a desistência de Datena e a confirmação do nome de Marcos Pontes pela disputa da vaga, o Partido Trabalhista Brasileiro e a própria Cristiane decidiram apoiar a candidatura do astronauta.[61]
  • Heni Ozi Cukier (PODE) - Deputado estadual de São Paulo (2019 – atualidade). Com a formalização da aliança nacional entre o Podemos, o MDB e o PSDB, Cukier acabou perdendo espaço na chapa de Rodrigo Garcia, que preferiu acomodar outros nomes de legendas aliadas. Diante deste cenário, o deputado acabou desistindo de sua candidatura para concorrer à Câmara dos Deputados.[62]

Assembleia Legislativa editar

O resultado das últimas eleições estaduais e a situação atual da bancada da Assembleia Legislativa de São Paulo está abaixo:

Filiação Partidária Membros +/–
2018[63] 2022[64]
PL 6 19  13
PT 10 18  8
PSDB 8 9  1
UNIÃO Novo 8  8
Republicanos 6 8  2
PODE 4 5  1
PSOL 4 5  1
MDB 3 4  1
PSD 2 4  2
PP 4 3  1
PSB 8 3  5
Cidadania 2 2  
PDT 1 1  
PCdoB 1 1  
NOVO 4 1  3
REDE 1 1  
Solidariedade 1 1  
Avante 1 0  1
Patriota 1 0  1
PHS 1 0  1
PROS 1 0  1
PV 1 0  1
PTB 2 0  2
DEM 7 0  7
PSL 15 0  15
Total 94

Debates editar

Os debates televisionados estão previstos para ocorrer entre os dias 7 de agosto e 27 de setembro de 2022 no primeiro turno. As emissoras optaram por convidar apenas os candidatos bem colocados nas pesquisas de intenção de voto.

Para governador editar

1.º turno editar

Os candidatos Altino Prazeres, Carol Vigliar, Édson Dorta, Gabriel Colombo e Laércio Giampaoli não foram convidados para os debates televisionados.

Data Organizadores Mediador Haddad
(PT)
Garcia
(PSDB)
Freitas
(Rep.)
Cézar
(PDT)
Poit
(NOVO)
07/08, 21h[65][66] Band São Paulo, BandNews TV, BandNews FM e Rádio Bandeirantes Rodolfo Schneider Presente Presente Presente Presente Presente
13/09, 22h[67][68] TV Cultura, Cultura FM, UOL e Folha de S.Paulo Fabíola Cidral e Leão Serva Presente Presente Presente Presente Presente
17/09, 18h30[69][70] SBT São Paulo, O Estado de S. Paulo, Veja e NovaBrasil FM Carlos Nascimento Presente Presente Presente Presente Presente
27/09, 22h30[71][72][73] TV Globo São Paulo e G1 César Tralli Presente Presente Presente Presente Presente

2.º turno editar

Data Organizadores Mediador Haddad
(PT)
Freitas
(Rep.)
10/10, 22h[65][74][75] Band São Paulo, BandNews TV, BandNews FM e Rádio Bandeirantes Rodolfo Schneider Presente Presente
17/10, 22h[74][76] TV Cultura, Cultura FM, UOL e Folha de S.Paulo Vera Magalhães Presente Ausente
14/10, 18h30[69][74] SBT São Paulo, O Estado de S. Paulo, Veja e NovaBrasil FM Carlos Nascimento Presente Ausente
27/10, 22h30[71][74] TV Globo São Paulo e G1 César Tralli Convidado Convidado

Para vice-governador editar

1.º turno editar

Foram convidados os candidatos a vice-governador cujo partido ou coligação possui o número mínimo de parlamentares requiridos pela atual legislação eleitoral.

Data Organizadores Mediador França
(PSB)
Zuliani
(UNIÃO)
Ramuth
(PSD)
Sodré
(PDT)
Doris
(NOVO)
19/09, 15h[77][78] Grupo EP, CBN e G1 Arthur Menicucci Ausente Presente Presente Ausente Presente

Para senador editar

Foram convidados os candidatos a senador cujo partido ou coligação possui o número mínimo de parlamentares requiridos pela atual legislação eleitoral. A candidata Janaina Paschoal, que não cumpre esse critério, foi convidada pois vem pontuando bem nas pesquisas de intenção de voto.

Data Organizadores Mediador França
(PSB)
Aparecido
(MDB)
Pontes
(PL)
Paschoal
(PRTB)
Aldo
(PDT)
Mellão
(NOVO)
25/09, 23h15[79][80] Grupo EP e G1 Eduardo Brambilla Ausente Presente Ausente Presente Presente Presente

Pesquisas de opinião editar

Governador editar

Primeiro turno editar

O primeiro turno está marcado para acontecer em 2 de outubro de 2022.[81]

2022

Institutos de opinião Datas de realização Entrevistados Haddad
PT
Tarcísio
Republicanos
Garcia
PSDB
Elvis
PDT
Poit
NOVO
Colombo
PCB
Prazeres
PSTU
Carol
UP
Outros Abstenções/
Indecisos
Vantagem
Genial/Quaest[82] 30 de setembro–1 de outubro de 2022 2.000 36% 34% 24% 1% 2% 1% 0% 1% 0% [b] 2%
Datafolha[83] 30 de setembro–1 de outubro de 2022 3.700 33% 26% 20% 1% 1% 1% 0% 1% 2%[c] 16% 7%
39% 31% 23% 1% 1% 1% 1% 2% 2%[c] [b] 8%
Globo/Ipec[84] 29 de setembro–1 de outubro de 2022 2.000 34% 26% 18% 1% 1% 1% 1% 1% 1%[d] 17% 8%
41% 31% 22% 1% 1% 1% 1% 1% 1%[d] [b] 10%
AtlasIntel[85] 26–30 de setembro de 2022 3.000 37,8% 31,8% 26,5% 0,9% 1,6% 0,2% 0,1% 0,5% 0,7%[e] 6%
TV Cultura/Ipespe[86] 28–29 de setembro de 2022 1.000 34% 24% 22% 1% 2% 0% 0% 0% 0% 18% 10%
Datafolha[87] 27–29 de setembro de 2022 2.000 35% 26% 18% 1% 1% 1% 0% 1% 2%[f] 20% 9%
Paraná Pesquisas[88] 24–29 de setembro de 2022 1.810 36,8% 32% 26,8% 0,5% 1,1% 0,3% 0,4% 0,9% 0,3%[g] 19,5% 4,8%
AtlasIntel[89] 23–27 de setembro de 2022 2.200 33% 28,6% 22,5% 0,6% 1,9% 0,3% 0,1% 0,4% 0,9%[h] 11,8% 4,4%
Globo/Ipec[90] 24–26 de setembro de 2022 2.000 34% 24% 19% 1% 1% 1% 1% 1% [i] 20% 12%
Genial/Quaest[91] 22–25 de setembro de 2022 2.000 31% 21% 20% 1% 1% 1% 0% 1% 1%[j] 23% 10%
Datafolha[92] 20–22 de setembro de 2022 2.000 34% 23% 19% 1% 0% 1% 0% 1% 2%[f] 20% 11%
Paraná Pesquisas[93] 18–22 de setembro de 2022 1.810 29,8% 26,4% 21,8% 0,4% 0,9% 0,2% 0,4% 0,4% 0,3%[k] 19,5% 3,4%
TV Cultura/Ipespe[94] 19–21 de setembro de 2022 1.000 36% 23% 21% 1% 1% 1% 1% 1% [l] 17% 13%
Globo/Ipec[95] 17–19 de setembro de 2022 2.000 34% 22% 18% 1% 1% 1% 1% 1% [i] 20% 12%
Datafolha[96] 13–15 de setembro de 2022 1.808 36% 22% 19% 1% 1% 1% 1% 1% 1%[m] 18% 14%
Badra Comunicação[97] 12–14 de setembro de 2022 2.666 33,3% 26,7% 21,4% 0,7% 1,3% 1,2% 0,4% 1,2% 1,6%[n] 12,2% 6,6%
TV Cultura/Ipespe[98] 5–7 de setembro de 2022 1.000 36% 21% 16% 0% 1% 1% 1% 1% [l] 24% 15%
Paraná Pesquisas[99] 4–6 de setembro de 2022 1.880 31,2% 25,2% 17,3% 0,7% 1,3% 0,9% 0,4% 0,7% 0,5%[o] 21,9% 6%
Genial/Quaest[100] 2–5 de setembro de 2022 2.000 33% 20% 15% 0% 1% 1% 0% 2% 1%[j] 27% 13%
Globo/Ipec[101] 3–5 de setembro de 2022 1.504 36% 21% 14% 1% 1% 1% 1% 1% [p] 22% 15%
Datafolha[102] 30 de agosto–1 de setembro de 2022 1.800 35% 21% 15% 1% 1% 1% 1% 2% [p] 22% 14%
Globo/Ipec[103] 27–29 de agosto de 2022 1.504 32% 17% 10% 1% 1% 1% 1% 2% [j] 35% 15%
Badra Comunicação[104] 25–27 de agosto de 2022 2.666 36% 24% 16,2% 0,9% 1,6% 2,4% 1,4% 1,8% [q] 13% 12%
Paraná Pesquisas[105] 18–22 de agosto de 2022 1.880 32,4% 23,4% 15,6% 0,5% 0,9% 0,3% 0,3% 0,6% [r] 25,7% 9%
RecordTV/RealTime Big Data[106] 19–20 de agosto de 2022 2.000 34% 20% 20% 1% 2% 0% 0% 0% [s] 23% 14%
Datafolha[107] 16–18 de agosto de 2022 1.812 38% 16% 11% 1% 1% 2% 2% [t] 28% 22%
Globo/Ipec[108] 12–14 de agosto de 2022 1.200 29% 12% 9% 2% 2% 2% 2% 2% [t] 39% 17%
Modalmais/Futura[109] 8–10 de agosto de 2022 1.000 28,7% 21,2% 9,8% 0,8% 1,6% 1,6% 0,5% 0,6% [u] 34,6% 7,5%
32,9% 25,9% 17,6% 23,6% 7%
Real Time Big Data[110] 1–2 de agosto de 2022 2.000 33% 20% 19% 1% 2% 0% 0% [v] 24% 13%
34% 22% 20% 24% 12%
31 de julho de 2022 Abraham Weintraub desiste de sua candidatura ao governo de São Paulo para se candidatar à Câmara dos Deputados.[111]
Institutos de opinião Datas de realização Entrevistados Haddad
PT
Tarcísio
Republicanos
Garcia
PSDB
Elvis
PDT
Poit
NOVO
Weintraub
PMB
Colombo
PCB
Prazeres
PSTU
Outros Abstenções/
Indecisos
Vantagem
Paraná Pesquisas[112] 25–28 de julho de 2022 1.880 33,2% 22,5% 14% 0,5% 1,2% 0,3% 0,9% 0,3% 27% 10,7%
Badra Comunicação[113] 21–23 de julho de 2022 2.666 41,3% 17,9% 13,1% 2,5% 1,9% 0,9% 1,9% 1% 19,5% 23,4%
Real Time Big Data[114] 8–9 de julho de 2022 1.500 34% 20% 16% 1% 2% 1% 0% 0% [w] 26% 14%
35% 21% 18% 26% 14%
Julho de 2022 O ex-governador Márcio França retira sua candidatura ao governo de São Paulo para concorrer ao Senado.[115]
Felício Ramuth retira sua candidatura para concorrer como vice de Tarcísio de Freitas.
[116]
Institutos de opinião Datas de realização Entrevistados Haddad
PT
Tarcísio
Republicanos
França
PSB
Garcia
PSDB
Elvis
PDT
Ramuth
PSD
Poit
NOVO
Weintraub
PMB
Outros Abstenções/
Indecisos
Vantagem
Genial/Quaest[117] 1–4 de julho de 2022 1.640 29% 12% 18% 8% 1% 1% 1% 1% 1%[x] 28% 11%
35% 14% 12% 2% 2% 36% 21%
38% 15% 14% 33% 23%
39% 28% 17% [y] 16% 11%
Datafolha[118] 28–30 de junho de 2022 1.806 28% 12% 16% 10% 1% 2% 1% 1% 3%[z] 25% 12%
34% 13% 13% 1% 2% 1% 1% 5%[aa] 29% 21%
Paraná Pesquisas[119] 27–30 de junho de 2022 1.820 30,6% 19,2% 17% 9,2% 0,1% 0,7% 1,5% 0,4% 0,7%[ab] 20,5% 11,4%
31,2% 19,8% 18,3% 9,6% 21,1% 11,4%
36,5% 22,9% 12,6% 28% 13,6%
36,2% 31,2% 11,8% [ac] 20,8% 5%
EXAME/IDEIA[120] 3–8 de junho de 2022 1.200 27% 17% 14% 11% 1% 1% 0,4% 0,4%[ad] 28% 10%
31% 17% 14% 1% 2% 0,4% 0,5%[ae] 33% 14%
Paraná Pesquisas[121] 22–26 de maio de 2022 1.880 28,6% 17,9% 17,7% 7,3% 0,4% 1,2% 0,5% 0,3% 1,2%[af] 25% 10,7%
29% 18,2% 18,7% 7,5% 26,5% 10,3%
34,5% 21,7% 10,5% 33,3% 12,8%
Real Time Big Data[122] 20–21 de maio de 2022 1.500 29% 15% 15% 7% 1% 1% 1% 1% 30% 14%
15% 27% 9% 2% 1% 2% 1% 43% 12%
33% 20% 10% 1% 2% 2% 1% 31% 13%
30% 16% 16% 7% 31% 14%
Genial/Quaest[123] 6–9 de maio de 2022 1.640 30% 10% 17% 5% 1% 1% 1% 1% 2%[ag] 33% 13%
37% 12% 8% 2% 2% 39% 25%
12% 29% 9% 2% 3% 45% 17%
39% 14% 9% 38% 25%
Instituto Gerp[124] 25–29 de abril de 2022 1.600 26% 13% 15% 4% 3% 1% 1%[ag] 35% 11%
Paraná Pesquisas[125] 24–29 de abril de 2022 1.820 29,7% 15,2% 18,6% 5,6% 0,4% 1% 1,9% 0,7% 0,2%[ah] 26,8% 11,1%
30,3% 15,7% 19,2% 6,5% 28,4% 11,1%
34,2% 19,5% 8,6% 37,7% 14,7%
31,6% 30,1% 9,2% [ai] 29,1% 1,5%
Govnet/Opinião Pesquisa[126] 20–25 de abril de 2022 800 26,04% 9,66% 13,2% 3,06% 0,86% 1,59% 1,1% 0,49% 2,32%[aj] 41,69% 12,84%
35,45% 10,39% 3,67% 0,98% 1,71% 1,71% 0,98% 2,44%[ak] 42,67% 25,06%
10,27% 25,67% 3,55% 1,1% 1,59% 1,59% 0,49% 2,69%[al] 53,06% 15,4%
Ipespe[127] 6–9 de abril de 2022 1.000 29% 10% 20% 6% 1% 2% 2% 1% 1%[am] 29% 9%
30% 14% 20% 6% 32% 10%
35% 18% 9% 38% 17%
39% 29% 11% [an] 21% 10%
Datafolha[128] 5–6 de abril de 2022 1.806 29% 10% 20% 6% 2% 2% 1% 1%[am] 30% 9%
35% 11% 11% 3% 2% 1% 2%[ao] 33% 24%
Março de 2022 O deputado estadual de São Paulo, Arthur do Val (Mamãe Falei) desistiu de concorrer ao governo de São Paulo no início de março
depois que áudios sexistas dele dizendo que "as mulheres ucranianas são fáceis porque são pobres" viralizaram no Brasil.[129]
Boulos desistiu de sua candidatura em 21 de março para concorrer a uma cadeira na Câmara dos Deputados do Brasil.
[130]
Institutos de opinião Datas de realização Entrevistados Haddad
PT
Tarcísio
Sem partido
França
PSB
Garcia
PSDB
Boulos
PSOL
Abreu
PODE
Poit
NOVO
Weintraub
Sem partido
Outros Abstenções/
Indecisos
Vantagem
Paraná Pesquisas[131] 27–31 de março de 2022 1.820 30,2% 12,6% 17,1% 3,5% 4,2% 0,9% 0,5% 0,8%[ap] 30,1% 13,1%
31,1% 12,7% 17,6% 3,8% 1,4% 1%[aq] 32,3% 13,5%
31,4% 12,9% 18,4% 4% 33,3% 13%
Real Time Big Data[132] 25–27 de março de 2022 1.500 27% 14% 14% 6% 2% 1% 1% 1%[aq] 34% 13%
27% 15% 15% 7% 1% 35% 12%
32% 20% 9% 2% 37% 12%
17% 29% 9% 2% 43% 12%
Quaest/Genial[133] 11–14 de março de 2022 1.640 24% 9% 18% 3% 7% 3% 2% 1% 1%[aq] 33% 6%
30% 11% 5% 7% 3% 3%[ar] 42% 19%
31% 12% 6% 4% 3%[ar] 44% 19%
35% 15% 8% 42% 20%
15 de fevereiro de 2022 Lula confirma Geraldo Alckmin como seu pré-candidato à Vice Presidência na Eleição presidencial no Brasil em 2022.[134]
Institutos de opinião Datas de realização Entrevistados Haddad
PT
Alckmin
Sem partido
França
PSB
Garcia
PSDB
Boulos
PSOL
Tarcísio
Sem partido
Poit
NOVO
Weintraub
Sem partido
Outros Abstenções/
Indecisos
Vantagem
Ipespe[135] 14–16 de fevereiro de 2022 1.000 20% 20% 12% 3% 10% 7% 1% 2% 25% Empate
28% 18% 5% 11% 10% 28% 10%
31% 6% 15% 48% 16%
33% 7% 16% 45% 17%
38% 10% 25% 27% 13%
6% 2% 4% 1% 3% 5% 0% 0% 4%[as] 77% 2%

2021

15 de dezembro de 2021 Geraldo Alckmin deixa o PSDB após 33 anos de filiação partidária.[136]
Institutos de opinião Datas de realização Entrevistados Haddad
PT
França
PSB
Alckmin
PSDB
Boulos
PSOL
Tarcísio
Sem partido
Val
PATRI
Garcia
PSDB
Weintraub
Sem partido
Outros Abstenções/
Indecisos
Vantagem
Paraná Pesquisas[137] 13–17 de dezembro de 2021 1.818 16% 30,2% 12,5% 6,3% 4,6% 5,4% 0,8%[at] 24,3% 14,2%
24,3% 18,6% 6,7% 5,2% 7,9% 1%[au] 36,3% 5,7%
Datafolha[138] 13–16 de dezembro de2021 2.034 19% 13% 28% 10% 5% 2% 1% 1%[au] 20% 9%
28% 19% 11% 7% 3% 6% 1% 1%[au] 25% 9%
28% 18% 9% 4% 8% 2% 1%[au] 30% 10%
Ipespe/Valor[139] 29 de novembro–1 de dezembro de 2021 1.000 19% 23% 11% 8% 3% 36% 4%
19% 23% 10% 5% 43% 4%
27% 13% 13% 6% 41% 14%
26 de novembro de 2021 Tarcísio de Freitas, o Ministro da Infraestrutura de Jair Bolsonaro, decide concorrer ao governo de São Paulo.[140]
Institutos de opinião Datas de realização Entrevistados Haddad
PT
França
PSB
Alckmin
PSDB
Boulos
PSOL
Val
PATRI
Garcia
PSDB
Weintraub
Sem partido
Skaf
MDB
Outros Abstenções/
Indecisos
Vantagem
Datafolha[141] 13–15 de setembro de 2021 2.034 17% 15% 26% 11% 4% 4% 5%[av] 20% 9%
23% 19% 13% 5% 5% 2% 7%[aw] 26% 4%
EXAME/IDEIA[142] 23–26 de agosto de 2021 2.000 16% 15% 19% 14% 4% 5% 7% 4%[ax] 16% 3%
Paraná Pesquisas[143] 7–10 de junho de 2021 1.818 8,5% 11% 17,6% 12,3% 5,2% 0,4% 8,1% 19,8%[ay] 17% 2,2%
12% 19,6% 15,2% 5,3% 8,5% 20,9%[az] 18,4% 1,3%
14,3% 16,2% 5,6% 1,8% 10,7% 26,2%[ba] 25,2% 10%
13,3% 23,7% 16,6% 8,1% 1,3% 9,2% 5%[bb] 24,8% 7,1%
15,6% 17% 6,2% 10,3% 23%[bc] 28,1% 6%
14 de maio de 2021 Rodrigo Garcia deixa o Democratas (DEM) e se filia ao PSDB.[144]
Institutos de opinião Datas de realização Entrevistados Haddad
PT
França
PSB
Alckmin
PSDB
Boulos
PSOL
Val
PATRI
Garcia
DEM
Weintraub
Sem partido
Skaf
MDB
Outros Abstenções/
Indecisos
Vantagem
Atlas/El País[145] 7–11 de maio de 2021 1.050 14,6% 12,5% 17% 6,9% 2,5% 16,4% 30,1% 0,6%
11,5% 26,3% 7,5% 17,9% 13,3%[bd] 23,5% 8,4%
25,3% 10,4% 6,6% 14,9% 13,5% 12,2%[be] 17,1% 10,4%
Ipespe/Valor[146] 5–7 de abril de 2021 1.000 20% 18% 17% 5% 1% 4% 36% 2%
17% 17% 16% 5% 8%[bf] 36% Empate
Govnet/Opinião Pesquisa[147] 17–23 de março de 2021 812 21,06% 13,92% 10,59% 3,82% 1,48% 5,67% 10,71%[bg] 32,76% 7,14%
23,89% 16,38% 4,56% 2,71% 7,88% 13,3%[bh] 31,28% 7,51%
23,52% 15,15% 14,9% 4,56% 2,59% 7,02% 1,23%[bi] 31,03% 8,37%

Segundo turno editar

O segundo turno ocorreu em 30 de outubro de 2022.[148]

2022

Haddad x Tarcísio

Institutos de opinião Datas de realização Entrevistados Haddad
PT
Tarcísio
Republicanos
Abstenções/
Indecisos
Vantagem
Datafolha[149] 28–29 de outubro de 2022 3.146 42% 46% 12% 4%
Globo/Ipec[150] 27–29 de outubro de 2022 2.000 42% 46% 12% 4%
AtlasIntel[151] 26–29 de outubro de 2022 2.500 46,3% 51,2% 2,6% 4,9%
Badra Comunicação[152] 24–27 de outubro de 2022 2.656 44% 48% 8% 4%
Modalmais/Futura[153] 24–26 de outubro de 2022 1.000 38,7% 50,1% 11,2% 11,4%
Paraná Pesquisas[154] 23–27 de outubro de 2022 1.810 36,9% 52,2% 10,9% 15,3%
AtlasIntel[155] 21–25 de outubro de 2022 2.500 44,7% 51,7% 3,6% 7%
Brasmarket[156] 22–25 de outubro de 2022 800 31,8% 54,1% 14,2% 22,3%
Real Time Big Data[157] 24–25 de outubro de 2022 1.200 39% 50% 11% 11%
Globo/Ipec[158] 23–25 de outubro de 2022 2.000 43% 46% 11% 3%
Brasmarket[159] 20–22 de outubro de 2022 800 32,4% 53,5% 14,2% 21,1%
Brasmarket[160] 17–19 de outubro de 2022 800 34,6% 55,0% 10,4% 20,4%
Paraná Pesquisas[161] 16–20 de outubro de 2022 1.810 37,7% 51,0% 11,4% 13,3%
Datafolha[162] 17–19 de outubro de 2022 1.806 40% 49% 11% 9%
Real Time Big Data[163] 17–18 de outubro de 2022 1.200 36% 49% 15% 13%
AtlasIntel[164] 9–13 de outubro de 2022 2.500 42,4% 53,2% 4,5% 10,8%
Modalmais/Futura[165] 10–12 de outubro de 2022 1.000 38,4% 54,2% 7,4% 15,8%
Paraná Pesquisas[166] 9–13 de outubro de 2022 1.810 39,2% 49,9% 11,0% 10,7%
Real Time Big Data[167] 10–11 de outubro de 2022 1.200 36% 48% 16% 12%
Globo/Ipec[168] 9–11 de outubro de 2022 2.000 41% 46% 13% 5%
Datafolha[169] 5–7 de outubro de 2022 1.806 40% 50% 10% 10%
Paraná Pesquisas[170] 4–6 de outubro de 2022 1.810 38,4% 50,4% 11,2% 12%
2 de outubro de 2022 2° turno entre Haddad e Tarcísio confirmado.[171]
Institutos de opinião Datas de realização Entrevistados Haddad
PT
Tarcísio
Republicanos
Abstenções/
Indecisos
Vantagem
Datafolha[83] 30 de setembro–1 de outubro de 2022 3.700 46% 41% 13% 5%
Globo/Ipec[84] 29 de setembro–1 de outubro de 2022 2.000 42% 38% 30% 4%
AtlasIntel[85] 26–30 de setembro de 2022 3.000 39,6% 39,5% 20,9% 0,1%
TV Cultura/Ipespe[86] 28–29 de setembro de 2022 1.000 45% 39% 16% 6%
Datafolha[87] 27–29 de setembro de 2022 2.000 48% 40% 12% 8%
Atlasintel[89] 23–27 de setembro de 2022 2.200 40,1% 40,7% 19,1% 0,6%
Globo/Ipec[90] 24–26 de setembro de 2022 2.000 44% 37% 19% 4%
Genial/Quaest[91] 22–25 de setembro de 2022 2.000 42% 39% 19% 3%
Datafolha[92] 20–22 de setembro de 2022 2.000 49% 38% 12% 11%
Globo/Ipec[95] 17–19 de setembro de 2022 2.000 44% 34% 21% 10%
Datafolha[96] 13–15 de setembro de 2022 1.808 54% 36% 10% 18%
TV Cultura/Ipespe[98] 5–7 de setembro de 2022 1.000 48% 35% 17% 13%
Quaest/Genial[100] 2–5 de setembro de 2022 2.000 42% 36% 22% 6%
Globo/Ipec[101] 3–5 de setembro de 2022 1.504 43% 32% 25% 11%
Datafolha[102] 30 de agosto–1 de setembro de 2022 1.800 51% 36% 13% 15%
Globo/Ipec[103] 27–29 de agosto de 2022 1.504 47% 31% 22% 16%
RecordTV/RealTime Big Data[106] 19–20 de agosto de 2022 2.000 39% 30% 31% 9%
Datafolha[107] 16–18 de agosto de 2022 1.812 53% 31% 16% 22%
Modalmais/Futura[109] 8–10 de agosto de 2022 1.000 40% 40,2% 19,7% 0,2%
Real Time Big Data[110] 1–2 de agosto de 2022 2.000 39% 29% 32% 10%
Paraná Pesquisas[112] 25–28 de julho de 2022 1.880 40,4% 34,5% 25% 5,9%
Real Time Big Data[172] 8–9 de julho de 2022 1.500 38% 29% 33% 9%
Genial/Quaest[117] 1–4 de julho de 2022 1.640 44% 28% 29% 16%
EXAME/IDEIA[120] 3–8 de junho de 2022 1.200 36% 31% 33% 5%
Real Time Big Data[173] 20–21 de maio de 2022 1.500 35% 27% 38% 8%
Quaest/Genial[174] 6–9 de maio de 2022 1.640 45% 23% 32% 22%
Ipespe[175] 6–9 de abril de 2022 1.000 40% 27% 33% 13%
28 de março de 2022 Tarcísio de Freitas se filia ao Republicanos para disputar a
eleição estadual em São Paulo como pré-candidato ao Governo.
[176]
Institutos de opinião Datas de realização Entrevistados Haddad
PT
Tarcísio
Sem partido
Abstenções/
Indecisos
Vantagem
Quaest/Genial[177] 11–14 de março de 2022 1.640 42% 27% 28% 15%
Cenários hipotéticos de segundo turno

Haddad x Garcia

Institutos de opinião Datas de realização Entrevistados Haddad
PT
Garcia
PSDB
Abstenções/
Indecisos
Vantagem
Datafolha[83] 30 de setembro–1 de outubro de 2022 3.700 42% 43% 15% 1%
Globo/Ipec[84] 29 de setembro–1 de outubro de 2022 2.000 40% 38% 30% 2%
AtlasIntel[85] 26–30 de setembro de 2022 3.000 33,7% 41,4% 24,8% 7,7%
TV Cultura/Ipespe[86] 28–29 de setembro de 2022 1.000 43% 40% 17% 3%
Datafolha[87] 27–29 de setembro de 2022 2.000 45% 40% 15% 5%
AtlasIntel[89] 23–27 de setembro de 2022 2.200 34,6% 41% 24,4% 6,4%
Globo/Ipec[90] 24–26 de setembro de 2022 2.000 41% 38% 22% 3%
Genial/Quaest[91] 22–25 de setembro de 2022 2.000 36% 45% 19% 9%
Datafolha[92] 20–22 de setembro de 2022 2.000 46% 41% 14% 5%
Globo/Ipec[95] 17–19 de setembro de 2022 2.000 41% 33% 25% 8%
Datafolha[96] 13–15 de setembro de 2022 1.808 47% 41% 13% 6%
TV Cultura/Ipespe[98] 5–7 de setembro de 2022 1.000 46% 37% 17% 9%
Quaest/Genial[100] 2–5 de setembro de 2022 2.000 40% 35% 25% 5%
Globo/Ipec[101] 3–5 de setembro de 2022 1.504 42% 31% 28% 11%
Datafolha[102] 30 de agosto–1 de setembro de 2022 1.800 48% 38% 14% 10%
Globo/Ipec[103] 27–29 de agosto de 2022 1.504 45% 29% 26% 16%
RecordTV/RealTime Big Data[106] 19–20 de agosto de 2022 2.000 37% 32% 33% 5%
Datafolha[107] 16–18 de agosto de 2022 1.812 51% 32% 18% 19%
Modalmais/Futura[109] 8–10 de agosto de 2022 1.000 36,6% 37,3% 26,2% 0,7%
Real Time Big Data[110] 1–2 de agosto de 2022 2.000 37% 29% 34% 8%
Paraná Pesquisas[112] 25–28 de julho de 2022 1.880 38,2% 26,8% 35,1% 11,4%
Real Time Big Data[172] 8–9 de julho de 2022 1.500 38% 24% 38% 14%
Genial/Quaest[117] 1–4 de julho de 2022 1.640 42% 27% 30% 15%
EXAME/IDEIA[120] 3–8 de junho de 2022 1.200 38% 29% 34% 9%
Real Time Big Data[178] 20–21 de maio de 2022 1.500 36% 21% 43% 15%
Quaest/Genial[179] 6–9 de maio de 2022 1.640 44% 21% 35% 23%
Ipespe[180] 6–9 de abril de 2022 1.000 39% 23% 38% 16%
Quaest/Genial[181] 11–14 de março de 2022 1.640 41% 25% 34% 16%

Tarcísio x Garcia

Institutos de opinião Datas de realização Entrevistados Tarcísio
Republicanos
Garcia
PSDB
Abstenções/
Indecisos
Vantagem
Globo/Ipec[84] 29 de setembro–1 de outubro de 2022 2.000 36% 34% 30% 2%
AtlasIntel[85] 26–30 de setembro de 2022 3.000 32,3% 36% 31,8% 3,7%
TV Cultura/Ipespe[86] 28–29 de setembro de 2022 1.000 36% 34% 30% 2%
Atlasintel[89] 23–27 de setembro de 2022 2.200 34,5% 36% 29,5% 1,5%
Globo/Ipec[90] 24–26 de setembro de 2022 2.000 35% 36% 30% 1%
Genial/Quaest[91] 22–25 de setembro de 2022 2.000 31% 40% 29% 9%
Globo/Ipec[95] 17–19 de setembro de 2022 2.000 32% 33% 36% 1%
TV Cultura/Ipespe[98] 5–7 de setembro de 2022 1.000 31% 32% 37% 1%
Quaest/Genial[100] 2–5 de setembro de 2022 2.000 32% 30% 38% 2%
Globo/Ipec[101] 3–5 de setembro de 2022 1.504 31% 32% 38% 1%
Globo/Ipec[103] 27–29 de agosto de 2022 1.504 31% 28% 41% 3%
RecordTV/RealTime Big Data[106] 19–20 de agosto de 2022 2.000 30% 31% 39% 1%
Modalmais/Futura[109] 8–10 de agosto de 2022 1.000 35,1% 30,3% 34,6% 4,8%
Real Time Big Data[110] 1–2 de agosto de 2022 2.000 29% 30% 41% 1%
Paraná Pesquisas[112] 25–28 de julho de 2022 1.880 33,2% 27,2% 39,5% 6%
Real Time Big Data[172] 8–9 de julho de 2022 1.500 28% 24% 48% 4%
Genial/Quaest[117] 1–4 de julho de 2022 1.640 25% 28% 47% 3%
EXAME/IDEIA[120] 3–8 de junho de 2022 1.200 32% 30% 39% 2%
Real Time Big Data[182] 20–21 de maio de 2022 1.500 26% 18% 56% 8%
Quaest/Genial[183] 6–9 de maio de 2022 1.640 23% 23% 54% Empate
28 de março de 2022 Tarcísio de Freitas se filia ao Republicanos para disputar a
eleição estadual em São Paulo como pré-candidato ao Governo.
[176]
Institutos de opinião Datas de realização Entrevistados Tarcísio
Sem partido
Garcia
PSDB
Abstenções/
Indecisos
Vantagem
Quaest/Genial[184] 11–14 de março de 2022 1.640 29% 18% 53% 11%
Cenários com Márcio França
França x Haddad
Institutos de opinião Datas de realização Entrevistados Haddad
PT
França
PSB
Abstenções/
Indecisos
Vantagem
Genial/Quaest[117] 1–4 de julho de 2022 1.640 38% 36% 26% 2%
EXAME/IDEIA[120] 3–8 de junho de 2022 1.200 34% 34% 32% Empate
Real Time Big Data[185] 20–21 de maio de 2022 1.500 33% 33% 34% Empate
Quaest/Genial[186] 6–9 de maio de 2022 1.640 38% 32% 29% 6%
Quaest/Genial[187] 11–14 de março de 2022 1.640 38% 33% 28% 5%
França x Tarcísio
Institutos de opinião Datas de realização Entrevistados França
PSB
Tarcísio
Republicanos
Abstenções/
Indecisos
Vantagem
Genial/Quaest[117] 1–4 de julho de 2022 1.640 44% 24% 32% 20%
EXAME/IDEIA[120] 3–8 de junho de 2022 1.200 37% 33% 30% 4%
Real Time Big Data[188] 20–21 de maio de 2022 1.500 37% 24% 39% 13%
Quaest/Genial[189] 6–9 de maio de 2022 1.640 42% 20% 39% 22%
Ipespe[190] 6–9 de abril de 2022 1.000 39% 25% 36% 14%
França x Garcia
Institutos de opinião Datas de realização Entrevistados França
PSB
Garcia
PSDB
Abstenções/
Indecisos
Vantagem
Genial/Quaest[117] 1–4 de julho de 2022 1.640 43% 22% 35% 21%
EXAME/IDEIA[120] 3–8 de junho de 2022 1.200 38% 33% 29% 5%
Real Time Big Data[191] 20–21 de maio de 2022 1.500 42% 17% 41% 25%
Quaest/Genial[192] 6–9 de maio de 2022 1.640 41% 18% 41% 23%
Ipespe[193] 6–9 de abril de 2022 1.000 42% 20% 38% 22%
Quaest/Genial[194] 11–14 de março de 2022 1.640 44% 15% 41% 29%


Senador editar

2022

Institutos de opinião Datas de realização Entrevistados França
PSB
Pontes
PL
Paschoal
PRTB
Aparecido
MDB
Aldo
PDT
Mellão
NOVO
Tito
PCB
Mancha
PSTU
Outros Abstenções/
Indecisos
Vantagem
Genial/Quaest[82] 30 de setembro–1 de outubro de 2022 2.000 39% 39% 5% 6% 3% 2% 1% 0% 5%[bj] [b] Empate
Datafolha[195] 30 de setembro–1 de outubro de 2022 3.700 33% 23% 3% 4% 2% 1% 1% 0% 5%[bk] 26% 10%
45% 31% 5% 6% 3% 2% 2% 0% 6%[bl] [b] 14%
Globo/Ipec[196] 29 de setembro–1 de outubro de 2022 2.000 31% 22% 5% 4% 4% 2% 1% 1% 5%[bj] 28% 9%
AtlasIntel[197] 26–30 de setembro de 2022 3.000 27,3% 29% 3,8% 6% 2,6% 1,8% 0,9% 0,5% 1,5%[bm] 26,7% 1,7%
Globo/Ipec[198] 24–26 de setembro de 2022 2.000 30% 19% 5% 4% 4% 2% 1% 1% 5%[bj] 32% 11%
Genial/Quaest[199] 22–25 de setembro de 2022 2.000 26% 25% 5% 2% 2% 1% 1% 0% 2%[bn] 35% 1%
Datafolha[92] 20–22 de setembro de 2022 2.000 31% 19% 5% 3% 3% 1% 1% 0% 6%[bo] 31% 12%
Paraná Pesquisas[200] 18–22 de setembro de 2022 1.810 31,5% 23,8% 7,9% 5% 2% 0,9% 0,7% 0,4% 1,8%[bp] 21,9% 7,7%
Globo/Ipec[201] 17–19 de setembro de 2022 2.000 30% 18% 5% 3% 4% 2% 1% 1% 5%[bj] 32% 12%
Datafolha[202] 13–15 de setembro de 2022 1.808 32% 15% 4% 4% 4% 1% 1% 0% 6%[bq] 34% 17%
Badra Comunicação[97] 12–14 de setembro de 2022 2.666 34,5% 23,4% 6,5% 2% 3,2% 1,8% 1,7% 0,3% 6,4%[br] 20% 11,1%
TV Cultura/Ipespe[98] 5–7 de setembro de 2022 1.000 28% 15% 8% 3% 3% 1% 1% 1% 1%[bs] 39% 13%
Paraná Pesquisas[99] 4–6 de setembro de 2022 1.880 31,2% 16,4% 9,8% 2,3% 2,8% 1,2% 0,5% 0,6% 2%[bt] 33,3% 14,8%
Genial/Quaest[100] 2–5 de setembro de 2022 2.000 25% 23% 7% 2% 2% 1% 1% 0% 2%[bn] 36% 2%
Globo/Ipec[203] 3–5 de setembro de 2022 1.504 31% 13% 5% 3% 4% 3% 2% 1% 5%[bu] 34% 18%
Datafolha[102] 30 de agosto–1 de setembro de 2022 1.800 30% 13% 7% 3% 4% 1% 2% 1% 6%[bv] 32% 17%
Globo/Ipec[204] 27–29 de agosto de 2022 1.504 25% 12% 6% 2% 3% 1% 2% 1% 6%[bv] 43% 13%
Badra Comunicação[104] 25–27 de agosto de 2022 2.666 30,3% 19,9% 9% 2,7% 5,4% 2,8% 2,4% 0,4% 7,5%[bw] 19,5% 10,4%
Paraná Pesquisas[105] 18–22 de agosto de 2022 1.880 29,7% 10% 12,3% 1,7% 2% 0,5% 0,3% 0,1% 1,6%[bx] 41,8% 17,4%
23 de julho e 4 de agosto de 2022 Paulo Skaf teve a candidatura ao Senado substituída pela de Marcos Pontes.[58]
Edson Aparecido é escolhido como candidato ao Senado pela chapa de Rodrigo Garcia.[46]
Institutos de opinião Datas de realização Entrevistados França
PSB
Pontes
PL
Skaf
Republicanos
Paschoal
PRTB
Nise
PROS
Aldo
PDT
Milton
UNIÃO
Mellão
NOVO
Outros Abstenções/
Indecisos
Vantagem
Real Time Big Data[205] 1–2 de agosto de 2022 2.000 26% 10% 16% 1% 1% 4% 1% 4%[by] 37% 10%
Paraná Pesquisas[206] 25–28 de julho de 2022 1.880 24,9% 9,9% 10,6% 1,9% 3,5% 5,1% 0,9% 1,4%[bz] 41,7% 14,3%
23 de julho de 2022 Marcos Pontes é anunciado como candidato ao Senado Federal pelo Partido Liberal.[207]
Institutos de opinião Datas de realização Entrevistados França
PSB
Zambelli
PL
Skaf
Republicanos
Paschoal
PRTB
Nise
PROS
Aldo
PDT
Milton
UNIÃO
Mellão
NOVO
Outros Abstenções/
Indecisos
Vantagem
Badra Comunicação[113] 21–23 de julho de 2022 2.666 28,5% 10,3% 9,2% 1,9% 3% 8,7% 2,5% 14,8%[ca] 21,2% 13,7%
Real Time Big Data[172] 8–9 de julho de 2022 1.500 23% 12% 13% 2% 2% 5% 1% 4%[by] 38% 10%
23% 8% 14% 2% 2% 5% 1% 5%[cb] 40% 9%
24% 15% 2% 2% 5% 1% 10%[cc] 41% 9%
23% 14% 2% 2% 5% 1% 12%[cd] 41% 9%
Genial/Quaest[208] 1–4 de julho de 2022 1.640 27% 9% 13% 7% 1% 3% 5% 1% 2%[ce] 29% 14%
30% 10% 14% 8% 3% 2%[cf] 28% 16%
42% 15% 6% 4%[cg] 34% 27%
Paraná Pesquisas[119] 27–30 de junho de 2022 1.806 14% 6,6% 9,3% 1,8% 1,2% 4,1% 0,4% 43,2%[ch] 19,5% 29,2%
11% 2,2% 5,5% 1,1% 53,5%[ci] 26,6% 42,5%
30 de junho de 2022 José Luiz Datena desiste de sua pré-candidatura ao Senado Federal.[209]
Institutos de opinião Datas de realização Entrevistados Datena
PSC
França
PSB
Zambelli
PL
Skaf
Republicanos
Paschoal
PRTB
Nise
PROS
Milton
UNIÃO
Mellão
NOVO
Outros Abstenções/
Indecisos
Vantagem
EXAME/IDEIA[210] 3–8 de junho de 2022 1.200 19% 14% 9% 8% 6% 2% 2% 2% 3%[cj] 38% 5%
7 de junho de 2022 Sergio Moro tem sua transferência de domicílio eleitoral suspensa por decisão do
Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) e não poderá concorrer no estado.
[211]
Institutos de opinião Datas de realização Entrevistados Datena
PSC
Moro
UNIÃO
França
PSB
Skaf
Republicanos
Paschoal
PRTB
Nise
PROS
Milton
UNIÃO
Mellão
NOVO
Outros Abstenções/
Indecisos
Vantagem
Paraná Pesquisas[212] 22–26 de maio de 2022 1.880 22,3% 16,5% 13,2% 6,1% 6% 1,1% 0,3% 14,1%[ck] 20,5% 5,8%
26,8% 15,2% 7,2% 6,5% 1,3% 3,5% 0,4% 14,7%[cl] 24,5% 11,6%
32,4% 18,1% 10,8% 2,6% 4,4% 0,7% 30,9% 14,3%
Real Time Big Data[213] 20–21 de maio de 2022 1.500 29% 20% 16% 6% 2% 1% 3%[cj] 23% 9%
14% 9% 4% 1% 34%[cm] 38% 20%
33% 21% 8% 5% 1% 1%[cn] 31% 12%
27% 10% 5% 1% 25%[co] 32% 2%
Quaest/Genial[214] 6–9 de maio de 2022 1.640 28% 16% 11% 10% 5% 1% 11%[cp] 19% 12%
22% 9% 2% 30%[cq] 38% 8%
Instituto Gerp[215] 25–29 de abril de 2022 1.600 17% 14% 11% 8% 6% 2% 3% 1% 2%[cr] 36% 3%
Paraná Pesquisas[216] 24–29 de abril de 2022 1.820 29% 21,8% 13,7% 8,5% 2,7% 0,4% 23,9% 7,2%
34,5% 16,3% 10,1% 2,9% 6,5% 0,6% 29,2% 18,2%
1 de abril de 2022 José Luiz Datena deixa o União Brasil (UNIÃO) e decide se filiar ao Partido Social Cristão (PSC).[217]
Institutos de opinião Datas de realização Entrevistados Datena
UNIÃO
França
PSB
Paschoal
PRTB
Skaf
MDB
Haddad
PT
Nise
PTB
Milton
UNIÃO
Mellão
NOVO
Outros Abstenções/
Indecisos
Vantagem
Paraná Pesquisas[218] 27–31 de março de 2022 1.820 32% 15,4% 11,2% 10,2% 1,4% 0,4%[cs] 29,4% 16,6%
34,6% 19,3% 12,3% 33,7% 15,3%
Real Time Big Data[219] 25–27 de março de 2022 1.500 32% 19% 6% 11% 2% 1% 1%[cn] 28% 13%
33% 7% 12% 20% 28% 13%
27% 11% 18% 5%[ct] 39% 9%
Quaest/Genial[220] 11–14 de março de 2022 1.640 39% 15% 6% 13% 2% 1%[cn] 24% 24%
42% 21% 8% 3% 26% 21%

2021

Institutos de opinião Datas de realização Entrevistados Datena
PSL
Moro
PODE
França
PSB
Boulos
PSOL
Suplicy
PT
Skaf
MDB
Paschoal
PSL
Serra
PSDB
Outros Abstenções/
Indecisos
Vantagem
Paraná Pesquisas[221] 13–17 de dezembro de 2021 1.818 25,7% 19,8% 7,4% 7,7% 18,5%[cu] 21% 5,9%
EXAME/IDEIA[222] 23–26 de agosto de 2021 2.000 19% 17% 15% 11% 8% 4% 7%[cv] 19% 2%
Paraná Pesquisas[223] 7–10 de junho de 2021 1.818 29,1% 19% 10,1% 8,3% 11,2%[cw] 22,3% 10,1%
23,5% 12,2% 10,9% 21,5%[cx] 31,9% 11,3%


Apoios no segundo turno editar

Tarcísio
Partidos Partido da Social Democracia Brasileira[224]
Movimento Democrático Brasileiro[225]
Podemos[226]
Progressistas[227]
União Brasil[225]
Políticos Rodrigo Garcia, atual governador e terceiro colocado na disputa no 1.° turno[228]
Vinicius Poit, deputado federal e quarto colocado na disputa no 1. turno[225]
Ricardo Nunes, prefeito de São Paulo[229]
Baleia Rossi, deputado federal e presidente nacional do MDB[229]
José Serra, senador e candidato à presidência em 2002 e 2010[230]
Delfim Netto, ex-ministro e ex-embaixador do Brasil na França[231]
Neutralidade

Resultados editar

Governador editar

Mapa Eleitoral do primeiro turno na Grande São Paulo
 
Mapa Eleitoral do segundo turno na Grande São Paulo
 
Candidato(a) Vice Primeiro turno
2 de outubro de 2022[236]
Segundo turno
30 de outubro de 2022[237]
Total Percentagem Total Percentagem
Tarcísio de Freitas (Republicanos) Felicio Ramuth (PSD) 9.881.786 42,32% 13.480.643 55,27%
Fernando Haddad (PT) Lúcia França (PSB) 8.336.805 35,70% 10.909.371 44,73%
Rodrigo Garcia (PSDB) Eugênio Zuliani (UNIÃO) 4.296.174 18,40% Não participaram
Vinicius Poit (NOVO) Doris Alves (NOVO) 388.961 1,67%
Elvis Cezar (PDT) Gleides Sodré (PDT) 281.698 1,21%
Carol Vigilar (UP) Rafaela Carvalho (UP) 88.764 0,38%
Gabriel Colombo (PCB) Professora Aline (PCB) 46.727 0,20%
Altino Prazeres (PSTU) Professora Flávia (PSTU) 14.859 0,06%
Antônio Jorge Filho (DC) Vitor Rocca (DC) 10.778 0,05%
Edson Dorta (PCO) Lilian Miranda (PCO) 5.304 0,02%
→ Total de votos válidos 25.655.554 94,36% 24.390.014 89,20%
→ Votos em branco 571.245 2,10% 1.102.504 4,04%
→ Votos nulos 962.092 3,54% 1.849.298 6,76%
→ Votos anulados 0 0% 0 0%
Total 27.188.881 78,39% 27.341.816 78,93%
Abstenções 7.494.981 21,61% 7.300.251 21,01%
Eleitorado apto 34.684.257 34.642.067


Governador - 1º turno
Partido Candidato Votos Votos (%)
  Republicanos Tarcísio 9 881 786
 
42,32%
  PT Haddad 8 336 805
 
35,7%
  PSDB Garcia 4 296 174
 
18,4%
  NOVO Poit 388 961
 
1,67%
  PDT Elvis 281 698
 
1,21%
  UP Carol 88 764
 
0,38%
  PCB Colombo 46 727
 
0,2%
  PSTU Altino 14 859
 
0,06%
  DC Claudio 10 778
 
0,05%
  PCO Edson 5 304
 
0,02%
Totais 23 351 856  
Governador - 2º turno
Partido Candidato Votos Votos (%)
  Republicanos Tarcísio 13 480 643
 
55,27%
  PT Haddad 10 909 371
 
44,73%
Totais 24 390 014  


Senador editar

O candidato Antônio Carlos (PCO) não teve seus votos calculados devido a problemas em suas candidaturas junto ao TSE.

Candidato(a) Turno único
2 de outubro de 2022[238]
Total Percentagem
Marcos Pontes (PL) 10.714.913 49,68%
Márcio França (PSB) 7.822.518 36,27%
Edson Aparecido (MDB) 1.655.224 7,67%
Janaína Paschoal (PRTB) 447.550 2,07%
Ricardo Mellão (NOVO) 311.321 1,44%
Vivian Mendes (UP) 280.460 1,30%
Aldo Rebelo (PDT) 230.833 1,07%
Tito Bellini (PCB) 59.449 0,28%
Dr. Azkoul (DC) 19.337 0,09%
Mancha Coletivo Socialista (PSTU) 14.598 0,07%
Antônio Carlos (PCO) 13.280 0,06%
→ Total de votos válidos 21.543.501 79,39%
→ Votos em branco 2.548.612 9,39%
→ Votos nulos 3.029.752 11,16%
→ Votos anulados 13.280 0,06%
Total 27.147.847 78,37%
Abstenções 7.491.914 21,63%
Eleitorado apto 34.684.927


Senador
Partido Candidato Votos Votos (%)
  PL Pontes 10 714 913
 
49,74%
  PSB França 7 822 518
 
36,31%
  MDB Aparecido 1 655 244
 
7,68%
  PRTB Paschoal 447 550
 
2,08%
  NOVO Mellão 311 321
 
1,45%
  UP Vivian 280 460
 
1,3%
  PDT Aldo 230 833
 
1,07%
  PCB Colombo 46 727
 
0,22%
  DC Azkoul 19 337
 
0,09%
  PSTU Mancha 14 598
 
0,07%
  PCO Antônio 0
 
0%
Totais 21 543 501  

Deputados federais eleitos editar

São relacionados os candidatos eleitos com informações complementares da Câmara dos Deputados.[239][240][241]

Representação eleita

  PL: 17
  PT: 11
  UNIÃO: 6
  MDB: 5
  PSOL: 5
  PP: 4
  PODE: 3
  PSDB: 3
  PSD: 3
  Cidadania: 2
  PSB: 2
  NOVO: 1
  PROS: 1
  PSC: 1
  REDE: 1
Deputados federais eleitos Partido Votação Percentual Cidade onde nasceu Unidade federativa
Guilherme Boulos PSOL 1.001.472 4,22% São Paulo   São Paulo
Carla Zambelli PL 946.244 3,99% Ribeirão Preto   São Paulo
Eduardo Bolsonaro PL 741.701 3,12% Rio de Janeiro   Rio de Janeiro
Ricardo Salles PL 640.918 2,70% São Paulo   São Paulo
Delegado Bruno Lima PP 461.217 1,94% São Paulo   São Paulo
Tabata Amaral PSB 337.873 1,42% São Paulo   São Paulo
Celso Russomanno Republicanos 305.520 1,29% São Paulo   São Paulo
Kim Kataguiri UNIÃO 295.460 1,24% Salto   São Paulo
Erika Hilton PSOL 256.903 1,08% Franco da Rocha   São Paulo
Delegado Palumbo MDB 254.898 1,07% São Paulo   São Paulo
Capitão Derrite PL 239.772 1,01% Sorocaba   São Paulo
Marina Silva REDE 237.526 1,00% Rio Branco   Acre
Baleia Rossi MDB 236.463 1,00% São Paulo   São Paulo
Fábio Teruel MDB 235.165 0,99% Santa Bárbara D'Oeste   São Paulo
Marcos Pereira Republicanos 231.626 0,98% Linhares   Espírito Santo
Sâmia Bomfim PSOL 226.187 0,95% Presidente Prudente   São Paulo
Marco Feliciano PL 220.595 0,93% Orlândia   São Paulo
Rosângela Moro UNIÃO 217.170 0,91% Curitiba   Paraná
Rosana Valle PL 216.437 0,91% Santos   São Paulo
Alex Manente Cidadania 196.866 0,83% São Bernardo do Campo   São Paulo
Rui Falcão PT 193.990 0,82% Pitangui   Minas Gerais
Alexandre Leite UNIÃO 192.806 0,81% São Paulo   São Paulo
Márcio Alvino PL 187.314 0,79% São Paulo   São Paulo
Delegado Da Cunha PP 181.568 0,76% Santos   São Paulo
Renata Abreu PODE 180.247 0,76% São Paulo   São Paulo
Felipe Becari UNIÃO 178.777 0,75% São Paulo   São Paulo
Paulo Alexandre Barbosa PSDB 170.378 0,72% Santos   São Paulo
Capitão Augusto PL 168.740 0,71% Ourinhos   São Paulo
Kiko Celeguim PT 167.438 0,71% Franco da Rocha   São Paulo
Paulo Freire Costa PL 161.675 0,68% São Paulo   São Paulo
Jilmar Tatto PT 157.843 0,66% Corbélia   Paraná
Marco Bertaiolli PSD 157.552 0,66% Mogi das Cruzes   São Paulo
Sônia Guajajara PSOL 156.996 0,66% Terra Indígena Arariboia   Maranhão
Luiz Marinho PT 156.202 0,66% Cosmorama   São Paulo
Jefferson Campos PL 155.336 0,65% Ourinhos   São Paulo
Nilto Tatto PT 151.861 0,64% Frederico Westphalen   Rio Grande do Sul
Carlos Zarattini PT 147.349 0,62% São Paulo   São Paulo
Arlindo Chinaglia PT 144.108 0,61% Serra Azul   São Paulo
Cezinha de Madureira PSD 143.434 0,60% Ipiaú   Bahia
Bruno Ganem PODE 141.595 0,60% São Paulo   São Paulo
Alexandre Padilha PT 140.037 0,59% São Paulo   São Paulo
Alencar Santana PT 139.223 0,59% São Paulo   São Paulo
Ricardo Silva PSD 133.926 0,56% Ribeirão Preto   São Paulo
Mauricio Neves PP 129.731 0,55% São Caetano do Sul   São Paulo
Juliana Cardoso PT 125.517 0,53% São Paulo   São Paulo
Paulo Teixeira PT 122. 800 0,52% Águas da Prata   São Paulo
Mário Frias PL 122.564 0,52% Rio de Janeiro   Rio de Janeiro
Alberto Mourão MDB 114.234 0,48% São Paulo   São Paulo
Luiza Erundina PSOL 113.983 0,48% Uiraúna   Paraíba
Arnaldo Jardim Cidadania 113.462 0,48% Altinópolis   São Paulo
Vinicius Carvalho Republicanos 113.009 0,48% Rio de Janeiro   Rio de Janeiro
Marcelo Lima Solidariedade 110.430 0,47% São Bernardo do Campo   São Paulo
Adriana Ventura NOVO 109.474 0,46% São Paulo   São Paulo
Rodrigo Gambale PODE 108.209 0,46% Mogi das Cruzes   São Paulo
Miguel Lombardi PL 107.869 0,45% Limeira   São Paulo
Vitor Lippi PSDB 106.661 0,45% Sorocaba   São Paulo
Luiz Carlos Motta PL 104.701 0,44% Ribeirão Preto   São Paulo
Milton Vieira Republicanos 98.557 0,42% Iepê   São Paulo
Carlos Sampaio PSDB 98.102 0,41% Campinas   São Paulo
Simone Marquetto MDB 97.730 0,41% São Paulo   São Paulo
Gilberto Nascimento PSC 95.077 0,40% São Paulo   São Paulo
Maria Rosas Republicanos 94.787 0,40% Angra dos Reis   Rio de Janeiro
David Soares UNIÃO 93.381 0,40% Rio de Janeiro   Rio de Janeiro
Fernando Marangoni UNIÃO 89.390 0,38% São Paulo   São Paulo
Jonas Donizette PSB 84.044 0,35% Monte Belo   Minas Gerais
Luiz Philippe de Orléans e Bragança PL 79.210 0,33% Rio de Janeiro   Rio de Janeiro
Antonio Carlos Rodrigues PL 73.054 0,31% São Paulo   São Paulo
Fausto Pinato PP 72.169 0,30% Fernandópolis   São Paulo
Delegado Paulo Bilynskyj PL 72.156 0,30% São Paulo   São Paulo
Tiririca PL 71.754 0,30% Itapipoca   Ceará
  Reeleito

Assembleia Legislativa editar

Nas eleições para a Assembleia Legislativa de São Paulo, havia 94 cadeiras em jogo.[242][243]

 
Partidos Votos % de votos Assentos % de assentos +/–
PL Partido Liberal 4.144.519 17,79% 19 17,86%  
PT Partido dos Trabalhadores 3.720.559 15,97% 18 16,92% +8
PSDB Partido da Social Democracia Brasileira 1.997.660 8,58% 9 8,46% –4
Republicanos Republicanos 1.767.011 7,59% 8 7,52% +1
UNIÃO União Brasil 1.685.895 7,24% 8 7,52% Novo
PSOL Partido Socialismo e Liberdade 1.357.853 5,83% 5 4,70% +2
PODE Podemos 1.030.595 4,42% 4 3,76% –3
MDB Movimento Democrático Brasileiro 975.207 4,19% 4 3,76% +1
PSD Partido Social Democrático 940.809 4,04% 4 3,76% +1
PSB Partido Socialista Brasileiro 882.495 3,79% 3 2,82% +2
PP Progressistas 799.148 3,43% 3 2,82% –2
PSC Partido Social Cristão 613.796 2,64% 2 1,88% +2
Cidadania Cidadania 461.262 1,98% 2 1,88%  
NOVO Partido Novo 428.030 1,84% 1 0,94% –1
PDT Partido Democrático Trabalhista 383.911 1,65% 1 0,94% –1
Solidariedade Solidariedade 345.811 1,48% 1 0,94%  
Patriota Patriota 234.367 1,01% 0 0,00% –1
PCdoB Partido Comunista do Brasil 229.860 0,99% 1 0,94% –1
PTB Partido Trabalhista Brasileiro 226.704 0,97% 0 0,00%  
Avante Avante 200.838 0,86% 0 0,00% –2
PRTB Partido Renovador Trabalhista Brasileiro 186.805 0,80% 0 0,00%  
REDE Rede Sustentabilidade 138.767 0,60% 1 0,94%  
PROS Partido Republicano da Ordem Social 100.860 0,43% 0 0,00%  
PV Partido Verde 72.434 0,31% 0 0,00%  
UP Unidade Popular 39.545 0,17% 0 0,00% Novo
PMN Partido da Mobilização Nacional 24.807 0,11% 0 0,00%  
PCB Partido Comunista Brasileiro 20.403 0,09% 0 0,00%  
PSTU Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado 10.631 0,05% 0 0,00%  
DC Democracia Cristã 6.313 0,03% 0 0,00%  
PCO Partido da Causa Operária 3.673 0,02% 0 0,00%  

Deputados estaduais eleitos editar

Foram escolhidos 94 deputados estaduais para a Assembleia Legislativa de São Paulo.[242][244]

Deputados estaduais eleitos Partido Votação Percentual Cidade onde nasceu Unidade federativa
Eduardo Suplicy PT 807.015 3,46% São Paulo   São Paulo
Carlos Giannazi PSOL 276.811 1,19% São Paulo   São Paulo
Paula da Bancada Feminista PSOL 259.771 1,12% São Paulo   São Paulo
Bruno Zambelli PL 235.305 1,01% São Paulo   São Paulo
Major Mecca PL 224.462 0,96% São Paulo   São Paulo
Tomé Abduch Republicanos 221.656 0,95% São Paulo   São Paulo
André do Prado PL 216.268 0,93% São Paulo   São Paulo
Tenente Coimbra PL 209.705 0,90% Santos   São Paulo
Delegado Olim PP 201.348 0,86% São Paulo   São Paulo
Ana Carolina Serra Cidadania 198.698 0,85% Santo André   São Paulo
Milton Leite Filho UNIÃO 198.429 0,85% São Paulo   São Paulo
Gil Diniz PL 196.215 0,84% Serra Talhada   Pernambuco
Bruna Furlan PSDB 195.436 0,84% Barueri   São Paulo
Capitão Conte Lopes PL 192.454 0,83% São Paulo   São Paulo
Itamar Borges MDB 183.480 0,79% Santa Fé do Sul   São Paulo
Marcos Damásio PL 183.219 0,79% São Paulo   São Paulo
Carlos Cezar PL 180.690 0,78% Douradina   Paraná
Carla Morando PSDB 177.773 0,76% São Caetano do Sul   São Paulo
Jorge Wilson Republicanos 177.614 0,76% Bauru   São Paulo
Ediane Maria PSOL 175.617 0,75% Floresta   Pernambuco
Marta Costa PSD 170.541 0,73% São Paulo   São Paulo
Emídio de Souza PT 157.834 0,68% Inúbia Paulista   São Paulo
Professora Bebel PT 155.983 0,67% Piracicaba   São Paulo
Guto Zacarias UNIÃO 152.481 0,65% São Paulo   São Paulo
Gerson Pessoa PODE 143.704 0,62% Osasco   São Paulo
Ênio Tatto PT 142.785 0,61% Frederico Westphalen   Rio Grande do Sul
Luiz Fernando PT 141.017 0,61% Águas da Prata   São Paulo
Rogério Nogueira PSDB 139.756 0,60% Indaiatuba   São Paulo
Oseias de Madureira PSD 137.205 0,59% São Bernardo do Campo   São Paulo
Valéria Bolsonaro PL 131.557 0,56% Santos   São Paulo
Lucas Bove PL 130.451 0,56% São Paulo   São Paulo
Edmir Chedid UNIÃO 129.097 0,55% Campinas   São Paulo
Thiago Auricchio PL 123.483 0,53% São Caetano do Sul   São Paulo
Vinícius Camarinha PSDB 123.316 0,53% Marília   São Paulo
Mário Maurici PT 121.455 0,52% Franco da Rocha   São Paulo
Rafael Silva PSD 118.182 0,51% Jardinópolis   São Paulo
Paulo Fiorilo PT 110.251 0,47% Araraquara   São Paulo
Reis PT 108.726 0,47% São Paulo   São Paulo
Márcia Lia PT 108.587 0,47% Araraquara   São Paulo
Teonilio Barba PT 108.071 0,46% Água Boa   Minas Gerais
Mônica do Movimento Pretas PSOL 106.781 0,46% Mogi das Cruzes   São Paulo
Carlão Pignatari PSDB 105.245 0,45% Votuporanga   São Paulo
Caio França PSB 105.173 0,45% Santos   São Paulo
Sebastião Santos Republicanos 104.374 0,45% Santo André   São Paulo
Altair Moraes Republicanos 98.515 0,42% Recife   Pernambuco
Rafael Saraiva UNIÃO 98.070 0,42% São Paulo   São Paulo
Gilmaci Santos Republicanos 96.361 0,41% Dourados   Mato Grosso do Sul
Agente Federal Danilo Balas PL 94.552 0,41% Sorocaba   São Paulo
Rui Alves Republicanos 91.717 0,39% Campo Grande   Mato Grosso do Sul
Thainara Faria PT 91.388 0,39% Araraquara   São Paulo
Leo Siqueira NOVO 90.688 0,39% São Paulo   São Paulo
Ricardo Madalena PL 90.630 0,39% Santa Cruz do Rio Pardo   São Paulo
Leci Brandão PCdoB 90.496 0,39% Rio de Janeiro   Rio de Janeiro
Felipe Franco UNIÃO 90.440 0,39% São Paulo   São Paulo
Analice Fernandes PSDB 90.135 0,39% Jales   São Paulo
Andréa Werner PSB 88.820 0,38% Belo Horizonte   Minas Gerais
Donato PT 88.022 0,38% São Paulo   São Paulo
Barros Munhoz PSDB 86.372 0,37% São Paulo   São Paulo
Paulo Mansur PL 86.201 0,37% Santos   São Paulo
Marina Helou REDE 85.517 0,37% São Paulo   São Paulo
Márcio Nakashima PDT 85.195 0,37% Guarulhos   São Paulo
Coronel Telhada PP 83.438 0,36% São Paulo   São Paulo
Edna Macedo Republicanos 82.932 0,36% Rio das Flores   Rio de Janeiro
Jorge Caruso MDB 82.209 0,35% São Paulo   São Paulo
Léo Oliveira MDB 82.145 0,35% Barrinha   São Paulo
Dr. Jorge do Carmo PT 82.054 0,35% Anadia   Alagoas
Solange Freitas UNIÃO 81.870 0,35% Santos   São Paulo
Daniel Soares UNIÃO 81.753 0,35% Rio de Janeiro   Rio de Janeiro
Dani Alonso PL 80.337 0,34% Marília   São Paulo
Ana Perugini PT 79.061 0,34% Cariacica   Espírito Santo
Mauro Bragato PSDB 78.142 0,34% Lins   São Paulo
Helinho Zanatta PSC 77.550 0,33% Piracicaba   São Paulo
Rafa Zimbaldi Cidadania 76.910 0,33% Campinas   São Paulo
Rogério Santos MDB 76.602 0,33% Barueri   São Paulo
Rodrigo Moraes PL 75.094 0,32% Itu   São Paulo
Rômulo Fernandes PT 75.033 0,32% Santa Fé do Sul   São Paulo
Alex de Madureira PL 74.340 0,32% Piracicaba   São Paulo
Luiz Cláudio Marcolino PT 70.487 0,30% Nova Iguaçu   Rio de Janeiro
Delegada Graciela PL 68.955 0,30% Franca   São Paulo
Letícia Aguiar PP 68.556 0,29% São José dos Campos   São Paulo
Maria Lúcia Amary PSDB 66.956 0,29% Santos   São Paulo
Fabiana Barroso PL 65.497 0,28% Barrinha   São Paulo
Beth Sahão PT 65.407 0,28% Urupês   São Paulo
Ricardo França PODE 64.175 0,28% Indaiatuba   São Paulo
Paulo Corrêa Júnior PSD 62.239 0,27% Santos   São Paulo
Simão Pedro PT 59.785 0,26% Tapira   Minas Gerais
Clarice Ganem PODE 59.342 0,25% São Paulo   São Paulo
Edson Giriboni UNIÃO 59.087 0,25% Itapetininga   São Paulo
Átila Jacomussi Solidariedade 58.707 0,25% Mauá   São Paulo
Vitão do Cachorrão Republicanos 56.729 0,24% Sorocaba   São Paulo
Dr. Eduardo Nóbrega PODE 53.607 0,23% Bocaiúva   Minas Gerais
Dr. Valdomiro Lopes PSB 50.824 0,22% São José do Rio Preto   São Paulo
Dr. Elton PSC 46.042 0,20% São José dos Campos   São Paulo
Guilherme Cortez PSOL 45.094 0,19% São Paulo   São Paulo

Notas e referências

Notas

  1. a b Na convenção do Partido Novo, também ficou decidido que o partido não fará coligações no estado. O anúncio foi feito em um evento exclusivo para afiliados.
  2. a b c d e Apenas votos válidos foram contabilizados.
  3. a b Edson Dorta (PCB) com 1% e Antonio Jorge (DC) com 1%
  4. a b Edson Dorta (PCB) com 1% e Antonio Jorge (DC) com 0%
  5. Edson Dorta (PCB) com 0,4% e Antonio Jorge (DC) com 0,3%
  6. a b Antônio Jorge (DC) e Edson Dorta (PCO) com 1% cada.
  7. Antônio Jorge (DC) com 0,7%; Edson Dorta (PCO) com 0,3%.
  8. Edson Dorta (PCO) com 0,9%; Antônio Jorge (DC) não pontuou na pesquisa.
  9. a b Antônio Jorge (DC) com 1%.
  10. a b c Antônio Jorge (DC) com 1%; Edson Dorta (PCO) não pontuou na pesquisa.
  11. Antônio Jorge (DC) com 0,1%; Edson Dorta (PCO) com 0,2%.
  12. a b Antônio Jorge (DC) e Edson Dorta (PCO) não pontuaram na pesquisa.
  13. Antônio Jorge (DC) com 1% e Edson Dorta (PCO) não pontuou.
  14. Antônio Jorge (DC) com 0,9% e Edson Dorta (PCO) com 0,7%.
  15. Antônio Jorge (DC) com 0,3%; Edson Dorta (PCO) com 0,2%.
  16. a b Antônio Jorge (DC) e Edson Dorta (PCO) com 1%.
  17. Antônio Jorge (DC) com 1,4%; Edson Dorta (PCO) com 1,3%.
  18. Antônio Jorge (DC) com 0,2%; Edson Dorta (PCO) com 0,1%.
  19. Edson Dorta (PCO) e Antonio Jorge (DC) tiveram 0%.
  20. a b Edson Dorta (PCO) teve 1%.
  21. Edson Dorta (PCO) teve 0,6%.
  22. Abraham Weintraub estava na pesquisa, mas não pontuou.
  23. Felicio Ramuth (PSD) com 0% - O candidato retirou sua candidatura antes da divulgação desta pesquisa.
  24. Gabriel Colombo (PCB) com 1% e Altino Prazeres (PSTU) com 0%
  25. Possível cenário eleitoral no qual o pré-candidato à presidência, Lula (PT) e o pré-candidato à vice-presidência, Geraldo Alckmin (PSB) apoiaria Fernando Haddad (PT) para o governo de São Paulo, Jair Bolsonaro (PL) apoiaria Tarcísio de Freitas (Republicanos). Neste cenário, Rodrigo Garcia (PSDB) não seria apoiado por ninguém e teria uma candidatura independente de apoios.
  26. Gabriel Colombo (PCB) com 2% e Altino Prazeres (PSTU) com 1%
  27. Gabriel Colombo (PCB) com 3% e Altino Prazeres (PSTU) com 2%
  28. Gabriel Colombo (PCB) com 0,5% e Altino Prazeres (PSTU) com 0,2%
  29. Possível cenário eleitoral no qual o pré-candidato à presidência, Lula (PT) apoiaria Fernando Haddad (PT) para o governo de São Paulo, Jair Bolsonaro (PL) apoiaria Tarcísio de Freitas (Republicanos) e Simone Tebet (MDB) apoiaria Rodrigo Garcia (PSDB).
  30. Gabriel Colombo (PCB) com 0,3% e Altino Prazeres (PSTU) com 0,1%
  31. Gabriel Colombo (PCB) com 0,3% e Altino Prazeres (PSTU) com 0,2%
  32. Gabriel Colombo (PCB) com 1,1% e Altino Prazeres (PSTU) com 0,1%
  33. a b Gabriel Colombo (PCB) com 1% e Altino Prazeres (PSTU) com 1%
  34. Altino Prazeres (PSTU) com 0,2%
  35. Possível cenário eleitoral no qual o pré-candidato à presidência, Lula (PT) apoiaria Fernando Haddad (PT) para o governo de São Paulo, Jair Bolsonaro (PL) apoiaria Tarcísio de Freitas (Republicanos) e João Doria (PSDB) apoiaria Rodrigo Garcia (PSDB).
  36. Renata Abreu (PODE) com 2,32%
  37. Renata Abreu (PODE) com 2,44%
  38. Renata Abreu (PODE) com 2,69%
  39. a b Altino Prazeres (PSTU) com 1%
  40. Possível cenário eleitoral no qual o pré-candidato à presidência, Lula (PT) e o pré-candidato à vice-presidência, Geraldo Alckmin (PSB) apoiaria Fernando Haddad (PT) para o governo de São Paulo, Jair Bolsonaro (PL) apoiaria Tarcísio de Freitas (Republicanos) e João Doria (PSDB) apoiaria Rodrigo Garcia (PSDB).
  41. Altino Prazeres (PSTU) com 2%
  42. Felicio Ramuth (PSD) com 0,8%
  43. a b c Felicio Ramuth (PSD) com 1%
  44. a b Felicio Ramuth (PSD) com 3%
  45. João Doria (PSDB) com 4%
  46. Vinicius Poit (NOVO) com 0,8%
  47. a b c d Vinicius Poit (NOVO) com 1%
  48. Tarcísio de Freitas (Sem partido) com 4% e Vinicius Poit (NOVO) com 1%
  49. Tarcísio de Freitas (Sem partido) com 6% e Vinicius Poit (NOVO) com 1%
  50. Tarcísio de Freitas (Sem partido) com 2% e Vinicius Poit (NOVO) com 2%
  51. José Luiz Datena (PSL) com 19,1% e Vinicius Poit (NOVO) com 0,7%
  52. José Luiz Datena (PSL) com 20,2% e Vinicius Poit (NOVO) com 0,7%
  53. José Luiz Datena (PSL) com 25,4% e Vinicius Poit (NOVO) com 0,8%
  54. Janaína Paschoal (PSL) com 4,3% e Vinicius Poit (NOVO) com 0,7%
  55. João Doria (PSDB) com 13,5%; Janaina Paschoal (PSL) com 5%; Tarcísio de Freitas (Sem partido) com 3,7% e Vinicius Poit (NOVO) com 0,8%
  56. João Doria (PSDB) com 13,3%
  57. João Doria (PSDB) com 12,2%
  58. João Doria (PSDB) com 8%
  59. João Doria (PSDB) com 9,85% e Elvis Cezar (PSDB) com 0,86%
  60. João Doria (PSDB) com 11,95% e Elvis Cezar (PSDB) com 1,35%
  61. Elvis Cezar (PSDB) com 1,23%
  62. a b c d Vivian Mendes (UP) e Antônio Carlos (PCO) com 2%; Dr. Azkoul (DC) com 1%.
  63. Vivian Mendes (UP) com 3% e Antônio Carlos (PCO) com 2%; Dr. Azkoul (DC) com 0%.
  64. Vivian Mendes (UP) com 3% e Antônio Carlos (PCO) com 2%; Dr. Azkoul (DC) com 1%.
  65. Vivian Mendes (UP) com 1,2%; Dr. Askoul (DC) com 0,2% e Antônio Carlos (PCO) com 0,1%
  66. a b Antônio Carlos (PCO) e Vivian Mendes (UP) com 1% cada; Dr. Azkoul (DC) não pontuou na pesquisa.
  67. Vivian Mendes (UP) com 3%; Antônio Carlos (PCO) com 2%; Dr. Azkoul (DC) com 1%.
  68. Antônio Carlos (PCO) com 0,7%; Vivian Mendes (UP) com 0,8%; Dr. Azkoul (DC) com 0,3%.
  69. Vivian Mendes (UP) com 3%; Antônio Carlos (PCO) com 2%; Dr. Azkoul (DC) com 1%.
  70. Antônio Carlos (PCO) e Vivian Mendes (UP) com 2,9% cada; Dr. Azkoul (DC) com 0,8%.
  71. Vivian Mendes (UP) com 1%; Antônio Carlos (PCO) e Dr. Azkoul (DC) não pontuaram na pesquisa.
  72. Antônio Carlos (PCO) com 1%; Vivian Mendes (UP) com 0,6%; Dr. Azkoul (DC) com 0,4%.
  73. Antônio Carlos (PCO) e Vivian Mendes (UP) com 2% cada; Dr. Azkoul (DC) com 1%.
  74. a b Antônio Carlos (PCO) com 3%; Vivian Mendes (UP) com 2%; Dr. Azkoul (DC) com 1%.
  75. Antônio Carlos (PCO) com 3,7%; Vivian Mendes (UP) com 2,8%; Dr. Azkoul (DC) com 1%.
  76. Vivian Mendes (UP) com 0,8%; Antônio Carlos Silva (PCO) com 0,6%; Dr. Azkoul (DC) com 0,2%.
  77. a b José Aníbal (PSDB) com 3% e Heni Ozi Cukier (PODE) com 1%
  78. Heni Ozi Cukier (PODE) com 1,4%
  79. Marco Feliciano (PL) com 9,1%, José Aníbal (PSDB) com 3,6% e Heni Ozi Cukier (PODE) com 2,1%
  80. José Aníbal (PSDB) com 4% e Heni Ozi Cukier (PODE) com 1%
  81. Marco Feliciano (PL) com 5%, José Aníbal (PSDB) com 4% e Heni Ozi Cukier (PODE) com 1%
  82. Marcos Pontes (PL) com 8%, José Aníbal (PSDB) com 3% e Heni Ozi Cukier (PODE) com 1%
  83. José Aníbal (PSDB) com 1% e Heni Ozi Cukier (PODE) com 1%
  84. José Aníbal (PSDB) com 2%
  85. José Aníbal (PSDB) com 4%
  86. José Luiz Datena (PSC) com 25%, Marina Silva (REDE) com 17,4% e Heni Ozi Cukier (PODE) com 0,8%
  87. José Luiz Datena (PSC) com 32% e Marina Silva (REDE) com 21,5%
  88. a b Aldo Rebelo (PDT) com 2% e Heni Ozi Cukier (PODE) com 1%
  89. Carla Zambelli (PL) com 11,9%; Aldo Rebelo (PDT) com 1,2% e Heni Ozi Cukier (PODE) com 1%
  90. Carla Zambelli (PL) com 12,6%; Aldo Rebelo (PDT) com 1,2% e Heni Ozi Cukier (PODE) com 0,9%
  91. Fernando Haddad (PT) com 33% e Heni Ozi Cukier (PODE) com 1%
  92. a b c Heni Ozi Cukier (PODE) com 1%
  93. Fernando Haddad (PT) com 24% e Heni Ozi Cukier (PODE) com 1%
  94. Marina Silva (REDE) com 10% e Heni Ozi Cukier (PODE) com 1%
  95. Marina Silva (REDE) com 27% e Heni Ozi Cukier (PODE) com 3%
  96. Aldo Rebelo (PDT) com 1% e Arthur Weintraub (PMB) com 1%
  97. Heni Ozi Cukier (PODE) com 0,4%
  98. José Aníbal (PSDB) com 5%
  99. Fernando Haddad (PT) com 17,7% e José Aníbal (PSDB) com 0,8%
  100. Mário Covas Neto (PODE) com 2%; Maurren Maggi (PSB) com 2%; Marta Suplicy (Sem partido) com 2%; Janaína Lima (NOVO) com 1% e Luiz Felipe d'Avila (Sem partido) com 1%
  101. Mário Covas Neto (PODE) com 4,9%; Marta Suplicy (Sem partido) com 4,2% e Maurren Maggi (PSB) com 2,1%
  102. Mário Covas Neto (PODE) com 8,9%; Marta Suplicy (Sem partido) com 5,4%; Baleia Rossi (MDB) com 3,8% e Maurren Maggi (PSB) com 3,4%

Referências

  1. Venceslau, Pedro (26 de dezembro de 2020). «Doria pavimenta apoio inédito no PSDB para 2022». Estadão. Consultado em 30 de dezembro de 2020 
  2. «PSDB estará na "mesa principal" para enfrentar Bolsonaro em 2022, diz Doria». Poder360. 2 de dezembro de 2020. Consultado em 30 de dezembro de 2020 
  3. «José Serra aceita convite do PSDB e será candidato a deputado federal». Folha. 7 de março de 2022. Consultado em 11 de março de 2022 
  4. «Promulgada emenda constitucional da reforma eleitoral». Senado Federal. Consultado em 20 de agosto de 2022 
  5. a b «PSDB confirma Rodrigo Garcia como candidato à reeleição em SP». G1. Consultado em 30 de julho de 2022 
  6. a b «Haddad é confirmado candidato ao governo de SP pelo PT». G1. Consultado em 24 de julho de 2022 
  7. a b «Republicanos oficializa candidatura de Tarcísio com presença de Bolsonaro». G1. Consultado em 30 de julho de 2022 
  8. «NOVO confirma Vinícius Poit como candidato a Governador». VEJAsp. Consultado em 12 de agosto de 2022 
  9. a b «PDT confirma Elvis Cezar como candidato ao governo de SP». G1. 4 de agosto de 2022. Consultado em 5 de agosto de 2022 
  10. «PCB oficializa candidatura de Gabriel Colombo ao Governo de SP». R7. 23 de julho de 2022. Consultado em 8 de agosto de 2022 
  11. a b c «PSTU confirma Altino Júnior como candidato ao governo de SP». G1. Consultado em 31 de julho de 2022 
  12. a b c «PCO confirma Edson Dorta como candidato ao governo de SP». G1. Consultado em 31 de julho de 2022 
  13. a b c d e f «Convenção da UP aprova Carol Vigliar como candidata ao Governo de São Paulo». A Verdade. 30 de julho de 2022. Consultado em 30 de julho de 2022 
  14. «Calendário eleitoral: convenções partidárias podem ser realizadas a partir de quarta-feira (20)». Tribunal Superior Eleitoral. 18 de julho de 2022. Consultado em 24 de julho de 2022 
  15. a b «L9504». Palácio do Planalto. Consultado em 8 de junho de 2022 
  16. «PSTU lança Altino Prazeres Junior como pré-candidato a governador de SP». SBT News. Consultado em 9 de agosto de 2022 
  17. «SP: veja como ficaram as chapas para concorrer ao governo local». Metrópoles. 5 de agosto de 2022. Consultado em 8 de agosto de 2022 
  18. a b c «Ata de Reunião Extraordinária da Comissão Diretora Estadual Provisória do partido Democracia Cristã no Estado de São Paulo, realizada em 12 de agosto de 2022». Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais - Tribunal Superior Eleitoral. 12 de agosto de 2022. Consultado em 24 de agosto de 2022 
  19. «Ata de Convenção Estadual do Partido/UP 80». p. 3. Consultado em 31 de julho de 2022 
  20. «PCO confirma candidatura de Edson Dorta à Prefeitura de Campinas, SP». G1. 16 de agosto de 2016. Consultado em 11 de junho de 2022 
  21. Dorta, Edson (24 de maio de 2022). «Por que apoiamos Lula e não Haddad?». Diário Causa Operária. Consultado em 10 de junho de 2022 
  22. «Conheça Edson Dorta: concorrendo ao cargo de prefeito em Campinas-SP pelo PCO». Diário do Rio de Janeiro. Consultado em 11 de junho de 2022 
  23. «Candidatos ao governo de SP nas eleições 2022». GZH. 16 de agosto de 2022. Consultado em 17 de agosto de 2022 
  24. «PDT confirma Gleides Sodré como vice na chapa de Elvis Cezar ao governo de SP». SBT News. Consultado em 8 de agosto de 2022 
  25. Mendonça, Ana (5 de agosto de 2022). «Lúcia França, mulher de Márcio França, é a vice na chapa de Haddad». Correio Braziliense. Consultado em 8 de agosto de 2022 
  26. «PCB lança pré-candidatura de Gabriel Colombo para o governo paulista». PCB - Partido Comunista Brasileiro. 22 de janeiro de 2022. Consultado em 8 de junho de 2022 
  27. a b «PCB confirma Gabriel Colombo como candidato ao governo de SP». G1. Consultado em 23 de julho de 2022 
  28. @colombopcb (4 de setembro de 2022). «Substituição de vice» (Tweet) – via Twitter 
  29. «Ata de Convenção Estadual do Partido/Federação 21-PCB». p. 1. Consultado em 26 de julho de 2022 
  30. «Geninho Zuliani será o candidato a vice de Rodrigo Garcia em SP». Poder360. Consultado em 8 de agosto de 2022 
  31. «PSD anuncia Ramuth como vice em chapa de Tarcísio para SP». Poder360. Consultado em 8 de agosto de 2022 
  32. «Partido Novo oficializa deputado Vinicius Poit como pré-candidato ao governo de SP em 2022». G1. Consultado em 23 de julho de 2022 
  33. «Vinicius Poit (Novo) terá ex-guarda municipal como vice». Coluna do Estadão. Consultado em 8 de agosto de 2022 
  34. a b c «Volta de Lula e xadrez de Doria congestionam quadro de candidaturas ao Governo de SP em 2022». Folha de S.Paulo. 25 de abril de 2021. Consultado em 26 de junho de 2021 
  35. «Arthur do Val retira pré-candidatura em SP após áudio sobre ucranianas». VEJA. Consultado em 5 de março de 2022 
  36. «Guilherme Boulos desiste de disputar o governo de SP». ISTOÉ Independente. 21 de março de 2022. Consultado em 21 de março de 2022 
  37. «Pela unidade e por candidatura própria do PSOL, Mariana Conti retira pré-candidatura ao Governo Paulista». Mariana Conti. 14 de março de 2022. Consultado em 1 de julho de 2022 
  38. «Kassab fecha apoio do PSD ao bolsonarista Tarcísio de Freitas para governador de São Paulo». G1. Consultado em 10 de julho de 2022 
  39. «Márcio França desiste de disputar governo de SP e vai apoiar Haddad: 'Fernando, vai você, vamos juntos'». G1. Consultado em 10 de julho de 2022 
  40. a b «Abraham Weintraub anuncia desistência de candidatura ao governo de SP». G1. Consultado em 31 de julho de 2022 
  41. «Ata de Convenção Estadual do Partido/Federação 12-PDT» 
  42. «Ata de Convenção Estadual do Partido/Federação 29-PCO». Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais. 31 de julho de 2022. Consultado em 5 de agosto de 2022 
  43. «Tarcísio confirma Marcos Pontes como candidato de Bolsonaro ao Senado em SP». UOL. Consultado em 24 de julho de 2022 
  44. «Ata de Convenção Estadual do Partido/Federação 22-PL». 5 de agosto de 2022. Consultado em 7 de agosto de 2022 
  45. a b c d «Ata da Convenção da Democracia Cristã – DC do Estado de São Paulo, para escolha de candidatos a Governador e Vice-Governador do Estado, Senador e Suplentes de Senador, Deputado Federal e Deputado Estadual, realizada na cidade de São Paulo – SP, aos 02 de Agosto de 2022.». Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais - Tribunal Superior Eleitoral. 2 de agosto de 2022. Consultado em 6 de agosto de 2022 
  46. a b «Rodrigo Garcia escolhe deputado Geninho Zuliani como vice na chapa de reeleição em SP; Edson Aparecido concorrerá ao Senado». G1. 4 de agosto de 2022. Consultado em 5 de agosto de 2022 
  47. «Edson Aparecido». LinkedIn. Consultado em 5 de agosto de 2022 
  48. a b Davi Medeiros (5 de agosto de 2022). «Janaina Paschoal escolhe 2 irmãos para suplentes ao Senado e diz temer atentado em eventual mandato». Estadão. Consultado em 7 de agosto de 2022 
  49. «Mancha e Dra. Eliana Ferreira são os pré-candidatos do PSTU ao Senado». PSTU. 14 de junho de 2022. Consultado em 12 de julho de 2022 
  50. «Chapa com Haddad governador e Márcio França no Senado é confirmada em São Paulo». Hora do Povo. 23 de julho de 2022. Consultado em 24 de julho de 2022 
  51. Karter, Jonathan (30 de julho de 2022). «Presidente do Psol aceita ser suplente de Márcio França». Poder360. Consultado em 31 de julho de 2022 
  52. «Ata 23/07/2022 - PT, PCdoB, PV». Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais - DivulgaCand. 23 de julho de 2022. Consultado em 26 de julho de 2022 
  53. «Ata 23/07/2022 - PCB». Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais - DivulgaCand. 23 de julho de 2022. Consultado em 26 de julho de 2022 
  54. «Partido Novo confirma Vinícius Poit como candidato ao governo de SP». G1. Consultado em 24 de julho de 2022 
  55. «Ata 20/07/2022 - NOVO». Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais - DivulgaCand. 20 de julho de 2022. Consultado em 26 de julho de 2022 
  56. «Ata de Convenção Estadual do Partido/Federação 80-UP». Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais - Tribunal Superior Eleitoral. 30 de julho de 2022. Consultado em 30 de julho de 2022 
  57. «TRE rejeita transferência de domicílio eleitoral, e Moro não poderá ser candidato em SP». G1. 7 de junho de 2022. Consultado em 8 de junho de 2022 
  58. a b Quintella, Sérgio (23 de julho de 2022). «Tarcísio de Freitas bate o martelo para o candidato ao Senado em SP». VEJA. Consultado em 6 de agosto de 2022 
  59. «Eleições 2022: Datena desiste de pré-candidatura ao Senado». CNN Brasil. Consultado em 30 de junho de 2022 
  60. «Datena vai ao ar na Band e confirma desistência de candidatura ao Senado». UOL. Consultado em 30 de junho de 2022 
  61. «Filha de Roberto Jefferson desiste de candidatura ao Senado». iG. 6 de agosto de 2022. Consultado em 7 de agosto de 2022 
  62. Ribeiro, Marcelo (5 de agosto de 2022). «Rifado por Rodrigo Garcia, Heni Ozi Cukier vai retirar candidatura ao Senado». Valor Econômico. Consultado em 7 de agosto de 2022 
  63. «Senadores e deputados federais/estaduais eleitos: Apuração e resultado das Eleições 2018 SP». UOL Eleições 2018. Consultado em 8 de junho de 2022 
  64. «Veja como ficam as bancadas na Assembleia Legislativa de São Paulo». CNN Brasil. Consultado em 4 de outubro de 2022 
  65. a b «Veja as regras do debate da Band entre os candidatos a governador de São Paulo». Band. Consultado em 4 de agosto de 2022 
  66. «Primeiro debate ao governo do estado de São Paulo reúne cinco candidatos». G1. Consultado em 17 de agosto de 2022 
  67. Canil, Matheus (4 de agosto de 2022). «TV Cultura confirma realização de debate com candidatos ao governo de SP». Portal Alta Definição. Consultado em 5 de agosto de 2022 
  68. «Segundo debate ao governo do estado de São Paulo reúne cinco candidatos». 14 de setembro de 2022. Consultado em 15 de setembro de 2022 
  69. a b «VEJA, SBT, Estadão e Novabrasil firmam parceria para debates eleitorais». VEJA. Consultado em 4 de agosto de 2022 
  70. «Debate entre candidatos tem confrontos entre Rodrigo e Haddad». Veja São Paulo. Consultado em 17 de setembro de 2022 
  71. a b «Reportagem: Mauricio Stycer - Globo define datas de debates presidenciais: já são 7 os eventos agendados». UOL. Consultado em 4 de agosto de 2022 
  72. Muka Oliveira (23 de setembro de 2022). «TV Globo realiza debate dos candidatos a governador». Observatório da TV 
  73. «Debate para governador em SP tem 'dobradinhas' para ataques, polarização Lula x Bolsonaro e embate PT x PSDB no estado». G1. 28 de setembro de 2022. Consultado em 28 de setembro de 2022 
  74. a b c d «Confira os próximos debates entre Lula e Bolsonaro e entre Tarcísio de Freitas e Fernando Haddad - Política». Estadão. Consultado em 7 de outubro de 2022 
  75. «Primeiro debate do 2º turno para governo de São Paulo reúne Tarcísio e Haddad». G1. Consultado em 12 de outubro de 2022 
  76. «Eleições 2022: Tarcísio de Freitas desiste do Roda Viva». F5. 11 de outubro de 2022. Consultado em 12 de outubro de 2022 
  77. «Eleições 2022: g1 e CBN farão debate com candidatos a vice-governador de São Paulo». G1. 8 de setembro de 2022. Consultado em 18 de setembro de 2022 
  78. «Debate entre candidatos a vice-governador de SP». G1. 19 de setembro de 2022. Consultado em 19 de setembro de 2022 
  79. «Eleições 2022: EPTV e g1 realizam debate com candidatos a senador por São Paulo». G1. 22 de setembro de 2022. Consultado em 26 de setembro de 2022 
  80. «Debate entre candidatos de SP ao Senado Federal». G1. 26 de setembro de 2022. Consultado em 26 de setembro de 2022 
  81. «Brasil terá eleições livres em 2022 e com instituições funcionando, diz Barroso». G1. Consultado em 8 de junho de 2022 
  82. a b Julia Vieira. «Pesquisa Quaest em SP, votos válidos: Haddad, 36%; Tarcísio, 34%; Rodrigo, 24%». CNN Brasil. Consultado em 2 de outubro de 2022 
  83. a b c «Datafolha em SP, votos válidos: Haddad tem 39%; Tarcísio, 31%; e Rodrigo, 23%». G1. Consultado em 1 de outubro de 2022 
  84. a b c d «Ipec em SP, votos válidos: Haddad tem 41%; Tarcísio, 31%; e Rodrigo, 22%». G1. Consultado em 1 de outubro de 2022 
  85. a b c d Lopes, Léo. «Pesquisa Atlas para governo de SP: Haddad tem 37,8% dos votos válidos; Tarcísio, 31,8%; Rodrigo, 26,5%». CNN Brasil. Consultado em 1 de outubro de 2022 
  86. a b c d «Ipespe em SP: Haddad oscila 2 pontos para baixo; Rodrigo e Tarcísio empatam». UOL. Consultado em 30 de setembro de 2022 
  87. a b c «Datafolha: Haddad tem 41% dos votos válidos, seguido por Tarcísio (31%) e Rodrigo (22%)». Folha de S.Paulo. 29 de setembro de 2022. Consultado em 29 de setembro de 2022 
  88. «Paraná Pesquisas governo de SP: Haddad tem 36,8% dos votos válidos; Tarcísio, 32,0%; Rodrigo, 26,8%». CNN Brasil. Consultado em 29 de setembro de 2022 
  89. a b c d «Pesquisa Atlas do governo de SP: Haddad, 33%; Tarcísio, 28,6%; Rodrigo, 22,5%». CNN Brasil. Consultado em 28 de setembro de 2022 
  90. a b c d «Pesquisa Ipec em São Paulo: Haddad segue na liderança, com 34%; Tarcísio tem 24%; e Rodrigo, 19%». G1. Consultado em 27 de setembro de 2022 
  91. a b c d «Pesquisa Quaest em São Paulo: Haddad tem 31%; Tarcísio, 21%; e Rodrigo, 20%». CNN Brasil. Consultado em 26 de setembro de 2022 
  92. a b c d «Datafolha para governo de SP: Haddad tem 34%; Tarcísio, 23%; Rodrigo, 19%». CNN Brasil. Consultado em 23 de setembro de 2022 
  93. «Pesquisa mostra empate técnico entre Haddad e Tarcísio, com Rodrigo chegando». Diário Poder. Consultado em 23 de setembro de 2022 
  94. «Ipespe: Haddad lidera com 36% e Tarcísio e Rodrigo aparecem empatados tecnicamente». Carta Capital. Consultado em 23 de setembro de 2022 
  95. a b c d «Pesquisa Ipec em São Paulo: Haddad segue na liderança, com 34%; Tarcísio tem 22%; e Rodrigo, 18%». G1. Consultado em 20 de setembro de 2022 
  96. a b c «Pesquisa Datafolha em São Paulo: Haddad tem 36%, Tarcísio, 22%, Rodrigo, 19%, e os dois estão empatados tecnicamente». G1. Consultado em 16 de setembro de 2022 
  97. a b «Pesquisa de opinião, intenção de voto no estado de SP - Setembro». Badra Comunicação. 15 de julho de 2022. Consultado em 16 de setembro de 2022 
  98. a b c d e «Pesquisa Ipespe em SP: Haddad lidera com 36%. Tarcísio tem 21%; e Garcia, 16%. Lula lidera no estado». O Globo. Consultado em 9 de setembro de 2022 
  99. a b «Pesquisa mostra como está a disputa ao governo e Senado em São Paulo». Gazeta do Povo. Consultado em 9 de setembro de 2022 
  100. a b c d e «Pesquisa Quaest em São Paulo: Haddad tem 33%; Tarcísio, 20%; e Rodrigo, 15%». CNN Brasil. Consultado em 8 de setembro de 2022 
  101. a b c d «Pesquisa Ipec em São Paulo: Haddad tem 36%, Tarcísio, 21%, Rodrigo, 14%». G1. Consultado em 6 de setembro de 2022 
  102. a b c d «Pesquisa Datafolha em São Paulo: Haddad tem 35%, Tarcísio, 21%, Rodrigo, 15%». G1. Consultado em 1 de setembro de 2022 
  103. a b c d «Pesquisa Ipec em São Paulo: Haddad tem 32%, Tarcísio, 17%, Rodrigo, 10%». G1. Consultado em 30 de agosto de 2022 
  104. a b «Pesquisa Badra Comunicação Governo do Estado de São Paulo». Badra Comunicação. Consultado em 30 de agosto de 2022 
  105. a b «Pesquisa mostra como está a disputa ao governo e Senado em São Paulo». 23 de agosto de 2022. Consultado em 26 de agosto de 2022 
  106. a b c d «Pesquisa Datafolha em São Paulo: Haddad tem 38%, Tarcísio, 16%, Rodrigo, 11%». 22 de agosto de 2022. Consultado em 23 de agosto de 2022 
  107. a b c «Pesquisa Datafolha em São Paulo: Haddad tem 38%, Tarcísio, 16%, Rodrigo, 11%». 18 de agosto de 2022. Consultado em 20 de agosto de 2022 
  108. «Pesquisa Ipec em São Paulo: Haddad tem 29%, Tarcísio, 12%, Rodrigo, 9%». 15 de agosto de 2022. Consultado em 18 de agosto de 2022 
  109. a b c d «Pesquisa Modalmais/Futura Inteligência - Agosto 2022». Consultado em 18 de agosto de 2022 
  110. a b c d «Pesquisa RealTime Big Data para governador de SP: Haddad tem 33%; Tarcísio, 20%; Rodrigo, 19%». CNN Brasil. 3 de agosto de 2022. Consultado em 3 de agosto de 2022 
  111. «Abraham Weintraub anuncia desistência de candidatura ao governo de SP». G1. Consultado em 2 de agosto de 2022 
  112. a b c d «Haddad tem 33,2% contra 22,5% de Tarcísio, diz Paraná Pesquisas». Poder360. 1 de agosto de 2022. Consultado em 2 de agosto de 2022 
  113. a b «Pesquisa Badra Comunicação - Governo/Senado/Dep. Federal (estado de São Paulo) - 21 a 23 de julho de 2022». Badra Comunicação. Consultado em 27 de julho de 2022 
  114. «Real Time Big Data para governo de SP: Haddad tem 34%; Tarcísio, 20%; Rodrigo, 16%». CNN Brasil. Consultado em 11 de julho de 2022 
  115. Vieira, Bárbara Muniz (8 de julho de 2022). «Márcio França desiste de disputar governo de SP e vai apoiar Haddad: 'Fernando, vai você, vamos juntos'». G1. Consultado em 11 de julho de 2022 
  116. «PSD confirma apoio a Tarcísio e Felício Ramuth como vice ao governo de São Paulo». Estadão. Consultado em 11 de julho de 2022 
  117. a b c d e f g «Haddad lidera em SP com 29%; França tem 18%, diz Genial/Quaest». Poder360. Consultado em 7 de julho de 2022 
  118. «Pesquisa Datafolha em São Paulo: Haddad, 28%, França, 16%, Tarcísio, 12%, Rodrigo, 10%». G1. Consultado em 1 de julho de 2022 
  119. a b «Paraná Pesquisas divulga pesquisa realizada no Estado de São Paulo- Registro TSE n.º BR-03362/2022-Situação eleitoral para o Executivo Estadual e Legislativo Federal e avaliação da administração Estadual. Julho/2022.». Paraná Pesquisas. Consultado em 4 de julho de 2022 
  120. a b c d e f g «Pesquisa governo de SP: Haddad tem 27%; Tarcísio, 17%; França, 14%; e Garcia, 11%». Exame. 8 de junho de 2022. Consultado em 9 de junho de 2022 
  121. Baptista, Sara; São Paulo, UOL (30 de maio de 2022). «Paraná Pesquisas em SP: Haddad tem 28,6%; França e Tarcísio empatam em 2º». OVALE 
  122. «Real Time Big Data em SP: Haddad lidera com 29%; França e Tarcísio têm 15%». UOL 
  123. «Pesquisa Quaest em SP: Haddad tem 30%; França, 17%; Tarcísio, 10%; e Rodrigo, 5%». CNN Brasil 
  124. «Datena e Moro empatam tecnicamente para o Senado em SP». R7. 2 de maio de 2022 
  125. «Paraná Pesquisas em SP: Haddad tem 29,7%; França tem 18,6%; Tarcísio, 15,2%». UOL 
  126. «Fernando Haddad lidera pesquisa para o Governo de SP». Diário do Litoral 
  127. «Ipespe em SP: Haddad lidera; França e Tarcísio empatam em segundo lugar». UOL 
  128. «Haddad lidera disputa pelo governo de São Paulo seguido por França, diz Datafolha». G1 
  129. «Arthur do Val desiste de concorrer ao governo de SP após áudios sexistas». UOL. Consultado em 8 de junho de 2022 
  130. «Boulos desiste de disputar governo de SP e anuncia candidatura a deputado federal pelo PSOL». G1. Consultado em 8 de junho de 2022 
  131. «Paraná Pesquisas: Haddad lidera em SP; França é o 2º colocado». Poder360 
  132. «Pesquisa Real Time Big Data para governador de SP: Haddad tem 27%; França e Tarcísio têm 14%». CNN Brasil 
  133. «Pesquisa Quaest/Genial para governo de SP: Haddad tem 24%; França, 18%; Tarcísio, 9% e Boulos, 7%». CNN Brasil 
  134. «Lula confirma Alckmin como seu vice». O Cafezinho. 15 de fevereiro de 2022. Consultado em 8 de junho de 2022 
  135. «Pesquisa Ipespe para SP: Haddad e Alckmin têm 20%; França, 12%; Boulos, 10% e Tarcísio, 7%». CNN Brasil 
  136. «Geraldo Alckmin deixa PSDB após 33 anos no partido». CNN Brasil. Consultado em 11 de junho de 2022 
  137. «Alckmin e França lideram corrida pelo governo de São Paulo, diz Paraná Pesquisas». Jovem Pan. 22 de dezembro de 2021 
  138. «Datafolha: Alckmin, Haddad e França lideram disputa para o governo de São Paulo». Valor Econômico 
  139. «Pesquisa Ipespe: Alckmin lidera em SP, com Haddad em empate técnico». Poder360 
  140. «Martelo batido: Tarcísio decide concorrer ao Governo de São Paulo». VEJA. Consultado em 28 de maio de 2022 
  141. «Datafolha em São Paulo: Alckmin sai na frente; Haddad e França empatam em 2º». Poder360 
  142. «Governo de SP 2022: Alckmin, Haddad, França e Boulos aparecem empatados». Exame. 27 de agosto de 2021 
  143. «Paraná Pesquisas» (PDF) 
  144. «Rodrigo Garcia se filia ao PSDB, visa governo de SP e elogia Alckmin». UOL. Consultado em 28 de maio de 2022 
  145. Magri, Diogo (12 de maio de 2021). «Com Boulos ou Haddad, candidatura única da esquerda lideraria disputa por Governo de São Paulo». El País Brasil 
  146. Pereira, Filipe (9 de abril de 2021). «Haddad lidera pesquisa para o Governo de SP com 20%, seguido de França e Alckmin». O POVO 
  147. «Eleições 2022: Haddad lidera em todos os cenários da pesquisa estimulada». O TABOANENSE 
  148. «Confira as principais datas do calendário eleitoral de 2022». TSE - Tribunal Superior Eleitoral. 3 de janeiro de 2022. Consultado em 11 de junho de 2022 
  149. «Datafolha em SP, votos válidos: Tarcísio tem 53%, e Haddad, 47%». G1. Consultado em 29 de outubro de 2022 
  150. «Ipec em SP, votos válidos: Tarcísio tem 52%, e Haddad, 48%, em empate técnico». G1. Consultado em 29 de outubro de 2022 
  151. «Atlas: Tarcísio tem 52,5% dos votos válidos em SP e Haddad, 47,5%». UOL Notícias. Consultado em 29 de outubro de 2022 
  152. «Haddad cola em Tarcísio na reta final, aponta pesquisa». Brasil 247. Consultado em 28 de outubro de 2022 
  153. «Modalmais/Futura divulga pesquisa para o governo de São Paulo no 2º turno». Gazeta do Povo. Consultado em 29 de outubro de 2022 
  154. «Tarcísio (52,2%) amplia vantagem sobre Haddad (36,9%), segundo Paraná Pesquisas». Band UOL. Consultado em 28 de outubro de 2022 
  155. «Atlas divulga nova pesquisa sobre 2º turno em SP». O Antagonista. Consultado em 28 de outubro de 2022 
  156. «Tarcísio segue na frente de Haddad com 54,1% das intenções de votos; candidato do PT tem 31,8%». SBT Interior. Consultado em 27 de outubro de 2022 
  157. «Big Data em SP: Tarcísio oscila para baixo e tem 56%; Haddad vai a 44%». UOL Notícias. Consultado em 26 de outubro de 2022 
  158. «Ipec indica empate técnico em SP: Tarcísio tem 46%, e Haddad, 43%». G1. Consultado em 25 de outubro de 2022 
  159. «Brasmarket: Tarcísio de Freitas avança em São Paulo e soma 62,3% dos votos válidos». TV+. Consultado em 25 de outubro de 2022 
  160. «Tarcísio de Freitas lidera com folga intenções de voto para o governo de SP, mostra pesquisa». SBT Interior. Consultado em 22 de outubro de 2022 
  161. «Paraná Pesquisas em SP: Tarcísio tem 57,5% dos votos válidos; Haddad, 42,5%». CNN Brasil. Consultado em 21 de outubro de 2022 
  162. «Datafolha SP: veja intenção de voto em Tarcísio e Haddad no segundo turno». Gazeta do Povo. Consultado em 19 de outubro de 2022 
  163. «Pesquisa Real Time em SP: veja intenção de voto em Tarcísio e Haddad». Gazeta do Povo. Consultado em 19 de outubro de 2022 
  164. «PESQUISA ATLAS: Confira disputa entre Haddad e Tarcísio no 2º turno». JC. Consultado em 19 de outubro de 2022 
  165. «Modalmais/Futura divulga pesquisa para o governo de São Paulo no 2º turno». Gazeta do Povo. Consultado em 15 de outubro de 2022 
  166. «Tarcísio de Freitas lidera disputa ao Governo de São Paulo, indica pesquisa». R7 Notícias. Consultado em 14 de outubro de 2022 
  167. «Tarcísio x Haddad: o que diz a pesquisa eleitoral da Real Time para o governo de SP». Gazeta do Povo. Consultado em 13 de outubro de 2022 
  168. «Ipec em São Paulo: confira intenções de voto para Tarcísio e Haddad no 2º turno». Gazeta do Povo. Consultado em 11 de outubro de 2022 
  169. «Datafolha em SP: Tarcísio tem 50%, e Haddad, 40%». G1. Consultado em 7 de outubro de 2022 
  170. «Paraná Pesquisas governo SP: Tarcísio tem 56,8% dos votos válidos; Haddad, 43,2%». CNN Brasil. Consultado em 7 de outubro de 2022 
  171. «Tarcísio de Freitas e Fernando Haddad vão para o 2º turno na disputa pelo Governo de São Paulo». TSE. Consultado em 7 de outubro de 2022 
  172. a b c d «RealTime Big Data para governo de SP: Haddad tem 34%; Tarcísio, 20%; Rodrigo, 16%». CNN Brasil. Consultado em 11 de julho de 2022 
  173. «Real Time Big Data em SP: Haddad lidera com 29%; França e Tarcísio têm 15%». UOL 
  174. «Pesquisa Quaest em SP: Haddad tem 30%; França, 17%; Tarcísio, 10%; e Rodrigo, 5%». CNN Brasil 
  175. «Ipespe em SP: Haddad lidera; França e Tarcísio empatam em segundo lugar». UOL 
  176. a b «Ministros Tarcísio de Freitas e Damares Alves se filiam ao Republicanos e devem disputar eleições». G1. Consultado em 11 de junho de 2022 
  177. «Pesquisa Quaest/Genial para governo de SP: Haddad tem 24%; França, 18%; Tarcísio, 9% e Boulos, 7%». CNN Brasil 
  178. «Real Time Big Data em SP: Haddad lidera com 29%; França e Tarcísio têm 15%». UOL 
  179. «Pesquisa Quaest em SP: Haddad tem 30%; França, 17%; Tarcísio, 10%; e Rodrigo, 5%». CNN Brasil 
  180. «Ipespe em SP: Haddad lidera; França e Tarcísio empatam em segundo lugar». UOL 
  181. «Pesquisa Quaest/Genial para governo de SP: Haddad tem 24%; França, 18%; Tarcísio, 9% e Boulos, 7%». CNN Brasil 
  182. «Real Time Big Data em SP: Haddad lidera com 29%; França e Tarcísio têm 15%». UOL 
  183. «Pesquisa Quaest em SP: Haddad tem 30%; França, 17%; Tarcísio, 10%; e Rodrigo, 5%». CNN Brasil 
  184. «Pesquisa Quaest/Genial para governo de SP: Haddad tem 24%; França, 18%; Tarcísio, 9% e Boulos, 7%». CNN Brasil 
  185. «Real Time Big Data em SP: Haddad lidera com 29%; França e Tarcísio têm 15%». UOL 
  186. «Pesquisa Quaest em SP: Haddad tem 30%; França, 17%; Tarcísio, 10%; e Rodrigo, 5%». CNN Brasil 
  187. «Pesquisa Quaest/Genial para governo de SP: Haddad tem 24%; França, 18%; Tarcísio, 9% e Boulos, 7%». CNN Brasil 
  188. «Real Time Big Data em SP: Haddad lidera com 29%; França e Tarcísio têm 15%». UOL 
  189. «Pesquisa Quaest em SP: Haddad tem 30%; França, 17%; Tarcísio, 10%; e Rodrigo, 5%». CNN Brasil 
  190. «Ipespe em SP: Haddad lidera; França e Tarcísio empatam em segundo lugar». UOL 
  191. «Real Time Big Data em SP: Haddad lidera com 29%; França e Tarcísio têm 15%». UOL 
  192. «Pesquisa Quaest em SP: Haddad tem 30%; França, 17%; Tarcísio, 10%; e Rodrigo, 5%». CNN Brasil 
  193. «Ipespe em SP: Haddad lidera; França e Tarcísio empatam em segundo lugar». UOL 
  194. «Pesquisa Quaest/Genial para governo de SP: Haddad tem 24%; França, 18%; Tarcísio, 9% e Boulos, 7%». CNN Brasil 
  195. «Datafolha, votos válidos: Márcio França lidera disputa pelo Senado em SP com 45%; 14% ainda não têm candidato». G1. Consultado em 2 de outubro de 2022 
  196. «Pesquisa Ipec,votos válidos: Márcio França tem 43% e lidera disputa pelo Senado em SP». G1. Consultado em 1 de outubro de 2022 
  197. Lopes, Léo. «Pesquisa Atlas para governo de SP: Haddad tem 37,8% dos votos válidos; Tarcísio, 31,8%; Rodrigo, 26,5%». CNN Brasil. Consultado em 2 de outubro de 2022 
  198. «Pesquisa Ipec: Márcio França tem 30% e lidera disputa pelo Senado em SP». G1. Consultado em 28 de setembro de 2022 
  199. «Pesquisa Quaest para Senado em SP: França tem 26%, e Pontes, 25%». CNN Brasil. Consultado em 26 de Setembro de 2022 
  200. «Paraná Pesquisas em SP: Haddad, 30%; Tarcísio, 26%; Rodrigo, 22%». Consultado em 23 de setembro de 2022 
  201. «Pesquisa Ipec: Márcio França tem 30% e lidera disputa pelo Senado em SP». G1. Consultado em 21 de setembro de 2022 
  202. «Datafolha: Márcio França lidera disputa pelo Senado em SP com 32% das intenções de voto». G1. Consultado em 16 de setembro de 2022 
  203. «Ipec em SP: França sobe seis pontos e lidera para o Senado; Pontes tem 13%». UOL Eleições. Consultado em 8 de setembro de 2022 
  204. «Márcio França lidera disputa pelo Senado em SP, mostra Ipec». Valor. Consultado em 2 de setembro de 2022 
  205. «Pesquisa RealTime Big Data para governador de SP: Haddad tem 33%; Tarcísio, 20%; Rodrigo, 19%». CNN Brasil. Consultado em 4 de agosto de 2022 
  206. «Slide 1» (PDF). Paraná Pesquisas. Consultado em 2 de agosto de 2022 
  207. «Tarcísio anuncia Marcos Pontes como pré-candidato ao Senado». Folha de S.Paulo. 23 de julho de 2022. Consultado em 2 de agosto de 2022 
  208. «Pesquisa Quaest em SP: Haddad tem 38%; Tarcísio, 15%; Rodrigo, 14%». CNN Brasil. Consultado em 7 de julho de 2022 
  209. Correia, Victor (30 de junho de 2022). «Datena volta atrás e desiste de concorrer a vaga no Senado Federal por SP». Correio Braziliense. Consultado em 4 de julho de 2022 
  210. «Pesquisa governo de SP: Haddad tem 27%; Tarcísio, 17%; França, 14%; e Garcia, 11%». Exame. 8 de junho de 2022. Consultado em 9 de junho de 2022 
  211. «Sergio Moro tem transferência de domicílio eleitoral suspensa e não poderá se candidatar em SP». ISTOÉ Independente. 7 de junho de 2022. Consultado em 9 de junho de 2022 
  212. Baptista, Sara; São Paulo, UOL (30 de maio de 2022). «Paraná Pesquisas em SP: Haddad tem 28,6%; França e Tarcísio empatam em 2º». OVALE 
  213. «Real Time: Datena tem 29% para o Senado em SP; Moro, 20%, e França, 16%». UOL 
  214. «Pesquisa Quaest em SP: Haddad tem 30%; França, 17%; Tarcísio, 10%; e Rodrigo, 5%». CNN Brasil 
  215. «Datena e Moro empatam tecnicamente para o Senado em SP». R7.com. 2 de maio de 2022 
  216. «Paraná Pesquisas em SP: Haddad tem 29,7%; França tem 18,6%; Tarcísio, 15,2%». UOL 
  217. «Datena se filia ao PSC para concorrer ao Senado na chapa de Tarcisio». Valor Econômico. Consultado em 28 de maio de 2022 
  218. «Paraná Pesquisas em SP: No Senado, Datena tem 32%; França e Janaina empatam». UOL 
  219. «Senado por SP: Datena lidera com 32%, aponta Real Time Big Data». UOL 
  220. «Pesquisa Quaest/Genial para governo de SP: Haddad tem 24%; França, 18%; Tarcísio, 9% e Boulos, 7%». CNN Brasil 
  221. «Alckmin e França lideram corrida pelo governo de São Paulo, diz Paraná Pesquisas – Jovem Pan». Alckmin e França lideram corrida pelo governo de São Paulo, diz Paraná Pesquisas – Jovem Pan. 22 de dezembro de 2021 
  222. «Governo de SP 2022: Alckmin, Haddad, França e Boulos aparecem empatados». Exame. 27 de agosto de 2021 
  223. «Slide 1 - Pesquisa» (PDF). Paraná Pesquisas. Consultado em 14 de junho de 2021 
  224. «Após Rodrigo, PSDB de SP anuncia apoio à candidatura de Tarcísio». UOL. Consultado em 13 de outubro de 2022 
  225. a b c «Tarcísio de Freitas recebe apoio de MDB, União Brasil e Vinicius Poit, do Novo». G1. Consultado em 10 de outubro de 2022 
  226. «Podemos anuncia apoio a Tarcísio no 2º turno em SP». G1. Consultado em 10 de outubro de 2022 
  227. «PP fecha aliança com Tarcísio para o segundo turno em São Paulo». UOL Eleições. Consultado em 10 de outubro de 2022 
  228. «Rodrigo Garcia confirma apoio a Bolsonaro e Tarcísio no 2º turno». R7 Notícias. Consultado em 10 de outubro de 2022 
  229. a b «Prefeito de SP, Ricardo Nunes, anuncia apoio a Tarcísio de Freitas no 2º turno e neutralidade em relação à disputa pela Presidência». G1. Consultado em 10 de outubro de 2022 
  230. «José Serra diz que votará em Lula e Tarcísio de Freitas». Folha de São Paulo. Consultado em 5 de outubro de 2022 
  231. «Os votos de Delfim Netto no segundo turno». O Globo. Consultado em 11 de outubro de 2022 
  232. «PDT anuncia apoio a Fernando Haddad no 2º turno em São Paulo». G1. Consultado em 10 de outubro de 2022 
  233. «Solidariedade decide apoiar Haddad no 2º turno em SP». G1. Consultado em 10 de outubro de 2022 
  234. «As ruas precisam ser tribuna do povo, dizem ativistas das periferias que se candidataram em 2022». 31 de outubro de 2022. Consultado em 31 de outubro de 2022 
  235. «Nota Política da Comissão Política Regional do PCB SP». 4 de outubro de 2022. Consultado em 31 de outubro de 2022 
  236. «Resultados TSE - Governador». TSE Resultados. Consultado em 1 de outubro de 2022 
  237. «Resultados TSE - Governador 2° turno». TSE Resultados. Consultado em 31 de outubro de 2022 
  238. «Resultados TSE - Senador». Resultados TSE. Consultado em 2 de outubro de 2022 
  239. «Resultados TSE - Deputado Federal». Resultados TSE. Consultado em 2 de outubro de 2022 
  240. «Veja os candidatos a deputado federal eleitos pelo estado de São Paulo». G1. Consultado em 3 de outubro de 2022 
  241. «TRE-SP acata recurso e considera Pablo Marçal eleito para deputado federal». G1. Consultado em 15 de outubro de 2022 
  242. a b «Resultados TSE - Deputado Estadual». Resultados TSE. Consultado em 13 de novembro de 2019 
  243. «PL e PT crescem e terão as maiores bancadas da Assembleia Legislativa de SP». Folha de S.Paulo. 3 de outubro de 2022. Consultado em 3 de outubro de 2022 
  244. «Veja deputados estaduais eleitos em SP». G1. Consultado em 3 de outubro de 2022