Eleições gerais no Reino Unido em 1997

As eleições gerais no Reino Unido em 1997 foram realizadas a 1 de maio para eleger os 659 assentos para a Câmara dos Comuns do Reino Unido.

Eleições gerais no Reino Unido em 1997
 

1992 ← Reino Unido → 2001


1 de maio de 1997
Tony Blair in 2002 (cropped).jpg John Major 1996.jpg ASHDOWN Paddy.jpg
Candidato Tony Blair John Major Paddy Ashdown
Partido Trabalhista Conservador Liberais Democratas
Natural de Sedgefield Huntingdon Yeovil
Assentos no parlamento 418
Aumento 145
165
Baixa 171
46
Aumento 26
Votos 13 518 167 9 600 943 5 242 947
UK General Election, 1997.svg
Mapa dos resultados por círculo eleitoral.
Vermelho - Trabalhistas
Azul - Conservadores
Laranja - Liberal Democratas

O Partido Trabalhista, sob a liderança de Tony Blair, adoptou uma plataforma política claramente centrista, inspirada pela Terceira Via, sob o nome de "New Labour"[1]. Os trabalhistas procuram afastar-se, de vez, com políticas de esquerda, sendo o maior exemplo disto a decisão de deixar de apoiar a nacionalização de sectores estratégicos da economia britânica[2]. Com um líder jovem e carismático, e graças à uma campanha bastante profissional bem como uma forte coesão do partido, os trabalhistas obtiveram uma vitória esmagadora, obtendo 415 deputados, conquistando mais 147 deputados em relação a 1992 e, assim, obtendo, uma ampla maioria absoluta[3]. Assim, 18 anos, os trabalhistas voltaram a liderar o governo britânico, com Tony Blair como primeiro-ministro[4].

O Partido Conservador chegou a estas eleições com fortes divisões internas, além de diversos escândalos a ensombrarem importantes políticos conservadores[5]. Apesar do crescimento económico, os conservadores sofreram uma derrota devastadora, perdendo mais de 170 deputados em relação a 1992, ficando-se pelos 165 deputados, o pior resultado do partido em mais de cem anos[6].

Os Liberal Democratas, apesar de terem perdido votos em comparação com as eleições de 1992, conseguiram eleger 46 deputados, um ganho de 26 deputados em relação às eleições de 1992[7]. Este número de deputados era o melhor resultado dos liberais desde 1929[8].

Resultados OficiaisEditar

Partido Votos % +/- Deputados +/-
Partido Trabalhista 13 518 167 43,2  8,8
418 / 659
 145
Partido Conservador 9 600 943 30,7  11,2
165 / 659
 171
Liberal Democratas 5 242 947 16,8  1,0
46 / 659
 26
Partido do Referendo 811 849 2,6 Novo
0 / 659
Novo
Partido Nacional Escocês 621 550 2,0  0,1
6 / 659
 3
Partido Unionista do Ulster 258 349 0,8  
10 / 659
 1
Partido Social Democrata e Trabalhista 190 814 0,6  0,1
3 / 659
 1
Plaid Cymru 161 030 0,5  
4 / 659
 
Sinn Féin 126 921 0,4  0,2
2 / 659
 2
Partido Unionista Democrático 107 348 0,3  
2 / 659
 1
Independente 64 482 0,1  
1 / 659
 1
Speaker 23 969 0,1 -
1 / 659
-
Partido Unionista do Reino Unido 12 817 0,0 Novo
1 / 659
Novo
Outros 545 098 1,9
0 / 659
Total 31 286 284 100
659 / 659
 8
Eleitorado/Participação 43 879 781 71,3  6,4

Referências

  1. «BBC Politics 97». www.bbc.co.uk. Consultado em 1 de julho de 2017 
  2. «BBC Politics 97». www.bbc.co.uk. Consultado em 1 de julho de 2017 
  3. «BBC Politics 97». www.bbc.co.uk. Consultado em 1 de julho de 2017 
  4. «BBC Politics 97». www.bbc.co.uk. Consultado em 1 de julho de 2017 
  5. «BBC Politics 97». www.bbc.co.uk. Consultado em 1 de julho de 2017 
  6. «BBC Politics 97». www.bbc.co.uk. Consultado em 1 de julho de 2017 
  7. «BBC Politics 97». www.bbc.co.uk. Consultado em 1 de julho de 2017 
  8. «BBC Politics 97». www.bbc.co.uk. Consultado em 1 de julho de 2017 
  Este artigo sobre o Reino Unido é um esboço relacionado ao Projeto Europa. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.