Eleições presidenciais no Turcomenistão em 2007

Eleição
← 1992 • Flag of Turkmenistan.svg • 2012 →
Eleições presidenciais no Turcomenistão em 2007
11 de fevereiro de 2007
Período:  2007-2012
Demografia eleitoral
Hab. inscritos:  2,677,589
Votantes : 2,648,597
  
98.92%  
Votos válidos: 2,646,366
Votos nulos: 2,231
Gurbanguly Berdimuhammedov.jpg
Gurbanguly BerdimuhammedowTDP
Votos: 2,357,120  
  
89.23%
Sin foto.svg
Amanýaz AtajykowTDP
Votos: 85,016  
  
3.21%
Sin foto.svg
Işanguly NuryýewTDP
Votos: 62,830  
  
2.37%
Sin foto.svg
Muhammetnazar GurbanowTDP
Votos: 62,672  
  
2.37%
Resultados
Eleições presidenciais no Turcomenistão em 2007

Flag of the President of Turkmenistan.svg
Presidente do Turquemenistão

Eleições presidenciais foram realizadas no Turcomenistão em 11 de fevereiro de 2007, após a morte do presidente vitalício Saparmyrat Nyýazow ocorrida em 21 de dezembro de 2006.

Data da eleiçãoEditar

Após a morte de Nyýazow em 21 de dezembro de 2006, o presidente interino Gurbanguly Berdimuhammedow afirmou que a data para a próxima eleição presidencial seria anunciada em 26 de dezembro de 2006; ele também alegou que essas eleições seriam realizadas "de forma democrática que foi colocada pelo grande líder". Em 26 de dezembro de 2006, o Conselho do Povo anunciou que a eleição ocorreria em 11 de fevereiro de 2007.

CandidatosEditar

Seis candidatos foram aprovados entre onze candidatos, todos membros do Partido Democrático:

As autoridades atuais endossaram o presidente em exercício. O candidato indicado pela coalizão de oposição (cujos membros estão principalmente no exílio) (liderado pelo Partido Republicano do Turquemenistão e Watan), Hudaýberdi Orazow, não foi aprovado.

Antes das eleições, o ITAR-TASS alegou que, em vez de Gurbanow, Durdy Durdyýew, o vice-ministro do Turismo e Esportes, seria candidato na eleição. Relatórios posteriores nunca mais o mencionaram e sempre deram os seis candidatos nomeados acima como os candidatos aprovados, então parece provável que Durdyýew foi apenas um dos onze candidatos propostos.

No início de sua campanha, Berdimuhammedow prometeu reformas substanciais, como permitir o acesso à internet para todos e renovar o sistema educacional, mas ao mesmo tempo prometeu seguir os passos de Nyýazow. Ele também disse que apoiaria pequenas empresas e propriedade privada, observando que 61% da economia está em mãos privadas.

CondutaEditar

Autoridades eleitorais no Turquemenistão informaram que 98.92% dos eleitores votaram na eleição. A Radio Free Europe contesta os números de participação dos eleitores fornecidos pelo governo, e afirma que a eleição "não foi nem livre nem justa". O International Crisis Group descreveu a eleição como uma "eleição descaradamente falsificada".

Buscando aumentar a participação dos eleitores, as autoridades alertaram os habitantes da província de Lebap que não receberiam suas rações mensais de farinha se não votassem. Ao mesmo tempo, os eleitores de primeira e idosos foram prometidos "presentes" para votação. Relatos posteriores indicaram que o presente consistia do livro Ruhnama de Nyýazow.

ResultadosEditar

Gurbanguly Berdimuhammedow foi declarado vencedor da eleição em 14 de fevereiro, recebendo 89% dos votos de acordo com os resultados oficiais, e foi empossado presidente imediatamente depois.

Candidato Partido Votos %
Gurbanguly Berdimuhammedow Partido Democrático do Turcomenistão 2,357,120 89.23
Amanýaz Atajykow Partido Democrático do Turcomenistão 85,016 3.21
Işanguly Nuryýew Partido Democrático do Turcomenistão 62,830 2.37
Muhammetnazar Gurbanow Partido Democrático do Turcomenistão 62,672 2.37
Orazmyrat Garajaýew Partido Democrático do Turcomenistão 40,821 1.54
Aşyrnyýaz Pomanow Partido Democrático do Turcomenistão 34,733 1.31
Contra todos 3,174 0.12
Total 2,646,366 100.00
Votos válidos 2,646,366 99.92
Votos inválidos/em branco 2,231 0.08
Total de votos 2,648,597 100.00
Eleitores registrados/comparecimento 2,677,589 98.92

Ver tambémEditar

Eleições em 2007

Ligações externasEditar