Elias Coueter

Elias Antoun Coueter
Bispo da Igreja Católica
Arquieparca emérito

Título

Arquieparca dos Greco-Melquitas do Brasil
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 20 de julho de 1925
Nomeação episcopal 25 de novembro de 1960
Ordenação episcopal 5 de fevereiro de 1961
por Dom Elias Zoghbi
Brasão arquiepiscopal
ArchbishopPallium PioM.svg
Dados pessoais
Nascimento Síria Damasco
15 de agosto de 1896
Morte Brasil São Paulo
16 de junho de 1985 (88 anos)
dados em catholic-hierarchy.org
Bispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Elias Coueter (Damasco, 15 de agosto de 1896 - 16 de junho de 1985) foi o primeiro eparca melquita do Brasil, bem como o primeiro pároco.

HistóriaEditar

Dom Elias Antoun Coueter nasceu em Damasco, na Síria, em 15 de agosto de 1896. Estudou no Seminário Melquita de Sant' Ana em Jerusalém e foi ordenado sacerdote em 1925. Trabalhou em Beirute, no Cairo e em Damasco, até que foi designado para a diáspora melquita. Em 1936, tendo sido feito arquimandrita, foi enviado para Detroit, Michigan.

Decidiu-se que ele seria responsável por organizar a Igreja Melquita no Brasil. Em 1939, chegou, então, no país, ao Rio de Janeiro.

Com a comunidade do Rio de Janeiro, iniciou as obras da primeira igreja, a de São Basílio, que foi concluída em 1941 e erigida paróquia em 1946. Com isso, o Arquimandrita Elias tornou-se seu primeiro pároco.

Em 1960, foi eleito Bispo de Taua (uma diocese in partibus infidelium) e intitulado Bispo Auxiliar do Arcebispo do Rio de Janeiro para os Melquitas do Brasil.

Pelo decreto Cum Fidelium do papa Paulo VI, foi criada a Eparquia de Nossa Senhora do Paraíso em São Paulo dos Greco-Melquitas e assim Dom Elias tornou-se seu primeiro eparca.

Em 1977, Dom Elias se aposentou e continuou a viver no Brasil, em São Paulo, até que faleceu em 16 de junho de 1985.

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

Precedido por
-

Eparquia de Nossa Senhora do Paraíso em São Paulo dos Greco-Melquitas

1971 — atualidade
Sucedido por
Dom Spiridon Mattar