Abrir menu principal

Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2014 - Oceania

Eliminatórias da Oceania para a Copa do Mundo FIFA de 2014
Eliminatórias da Oceania
Copa do Mundo FIFA de 2014
OFC
Dados
Participantes 11
Período 21 de novembro de 201126 de março de 2013
Gol(o)s 121
Partidas 34
Média 3,56 gol(o)s por partida
Melhor marcador Flag of France.svgNCL Georges Gope-Fenepej – 8 gols
Público 211 936
Média 6 233,4 pessoas por partida
◄◄ África do Sul Eliminatórias 2010 Soccerball.svg Eliminatórias 2018 Rússia ►►

A zona da Oceania das eliminatórias para a Copa do Mundo FIFA de 2014 indicou um representante para a repescagem intercontinental, na tentativa de classificação para o torneio final a ser realizado no Brasil. Organizada pela Confederação de Futebol da Oceania (OFC), contou com a participação de onze das suas seleções afiliadas.

A Oceania é a única confederação que não possui vaga direta para as finais da Copa do Mundo. A segunda fase das eliminatórias foi realizada através da Copa das Nações da OFC de 2012.

FormatoEditar

Inicialmente a ideia era utilizar-se do mesmo formato programado para as eliminatórias para a Copa do Mundo de 2010. As disputas começariam em agosto de 2011 durante os Jogos do Pacífico em Noumea, na Nova Caledônia, onde o torneio masculino de futebol serviria como a primeira fase das eliminatórias pela OFC.[1]

No entanto, em junho de 2011, o formato foi alterado e os Jogos do Pacífico deixaram de fazer parte do processo de qualificação.[2] O novo consistiu de uma primeira fase onde as quatro seleções piores classificadas no ranking da FIFA integraram um grupo único se enfrentando todos contra todos, disputado entre 22 e 26 de novembro de 2011. O vencedor dessa primeira etapa juntou-se então as outras sete equipes na Copa das Nações da OFC de 2012, entre 1 e 10 de junho nas Ilhas Salomão. Os quatro semifinalistas do torneio avançaram para a terceira fase.[3]

A terceira fase foi disputada em grupo único, com jogos de ida e volta, e realizada entre 7 de setembro de 2012 e 26 de março de 2013. A seleção vencedora competirá na repescagem intercontinental contra uma equipe da CONCACAF, conforme definido através de um sorteio aleatório, ao invés de ser decidido antecipadamente pela FIFA como em eliminatórias anteriores.[4]

ParticipantesEditar

Entram na segunda fase
(1º ao 7º)
Iniciam da primeira fase
(8º ao 11º)
  1.   Nova Zelândia
  2.   Fiji
  3.   Nova Caledônia
  4.   Vanuatu
  5.   Ilhas Salomão
  6.   Taiti
  7.   Papua-Nova Guiné
  1.   Samoa
  2.   Tonga
  3.   Ilhas Cook
  4.   Samoa Americana

Primeira faseEditar

A primeira fase foi disputada pelas quatro seleções da OFC piores colocadas no ranking da FIFA: Ilhas Cook, Samoa, Samoa Americana e Tonga. Foi disputada em grupo único em Apia, Samoa, onde todos se enfrentaram totalizando três jogos. O vencedor classificou-se a Copa das Nações da OFC de 2012 (segunda fase).

Seleção Pts J V E D GP GC SG
  Samoa 7 3 2 1 0 5 3 +2
  Tonga 4 3 1 1 1 4 4 0
  Samoa Americana 4 3 1 1 1 3 3 0
  Ilhas Cook 1 3 0 1 2 4 6 –2
  COK SAM ASA TON
Ilhas Cook 2–3
Samoa 1–0 1–1
Samoa Americana 1–1 2–1
Tonga 2–1

Segunda faseEditar

 Ver artigo principal: Copa das Nações da OFC de 2012

O vencedor da primeira fase juntou-se as restantes sete seleções da OFC na segunda fase, disputada em dois grupos de quatro em junho de 2012, como parte da Copa das Nações da OFC de 2012. As duas primeiras seleções de cada grupo avançaram para a terceira fase. Os grupos foram definidos em sorteio realizado no Rio de Janeiro, Brasil, a 30 de julho de 2011.[5]

Grupo AEditar

Seleção Pts J V E D GP GC SG
  Taiti 9 3 3 0 0 18 5 +13
  Nova Caledônia 6 3 2 0 1 17 6 +11
  Vanuatu 3 3 1 0 2 8 9 –1
  Samoa 0 3 0 0 3 1 24 –23
  VAN NCL SAM TAH
Vanuatu 2–5 5–0
Nova Caledônia 9–0
Samoa 1–10
Taiti 4–1 4–3

Grupo BEditar

Seleção Pts J V E D GP GC SG
  Nova Zelândia 7 3 2 1 0 4 2 +2
  Ilhas Salomão 5 3 1 2 0 2 1 +1
  Fiji 2 3 0 2 1 1 2 –1
  Papua-Nova Guiné 1 3 0 1 2 2 4 –2
  FIJ NZL SOL PNG
Fiji 0–1 0–0
Nova Zelândia 1–1
Ilhas Salomão 1–0
Papua-Nova Guiné 1–1 1–2

Terceira faseEditar

Disputada entre setembro de 2012 e março de 2013, as quatro seleções classificadas na fase anterior integraram um grupo único, em partidas de ida e volta.[3] A vencedora disputará a repescagem intercontinental para se classificar para a Copa do Mundo FIFA de 2014 contra um representante da CONCACAF.[6]

Equipe qualificada para a repescagem intercontinental
Equipes eliminadas
Seleção Pts J V E D GP GC SG
  Nova Zelândia 18 6 6 0 0 17 2 +15
  Nova Caledônia 12 6 4 0 2 17 6 +11
  Taiti 3 6 1 0 5 2 12 –10
  Ilhas Salomão 3 6 1 0 5 5 21 –16
  SOL NCL NZL TAH
Ilhas Salomão 2–6 0–2 2–0
Nova Caledônia 5–0 0–2 1–0
Nova Zelândia 6–1 2–1 3–0
Taiti 2–0 0–4 0–2

Repescagem intercontinentalEditar

A Nova Zelândia enfrentou o México, seleção classificada em quarto lugar da CONCACAF, em partidas de ida e volta.[7] O vencedor classificou-se a Copa do Mundo de 2014. Em 29 de julho de 2011 um sorteio definiu os emparelhamentos da repescagem entre as confederações.[8]

Time 1   Total   Time 2   1º jogo   2º jogo
México   9–3   Nova Zelândia 5–1 4–2

ArtilhariaEditar

Referências

  1. «MOU AGREEMENT WITH OCEANIA FOOTBALL CONFEDERATION». Pacific Games Council. 3 de março de 2011. Consultado em 28 de julho de 2011 
  2. «Pacific Games no longer part of qualification». OFC. 29 de junho de 2011. Consultado em 28 de julho de 2011 
  3. a b «2014 FIFA World Cup Brazil - Preliminary Competition Format and Draw Procedure - Oceanian Zone» (PDF). FIFA. 20 de maio de 2011. Consultado em 28 de julho de 2011 
  4. «Financial report presented, Brazil 2014 slots & host countries decided». FIFA. 3 de março de 2011. Consultado em 28 de julho de 2011 
  5. «Formato do Sorteio». FIFA. Consultado em 28 de julho de 2011 
  6. «Preliminary Draw for the 2014 FIFA World Cup Brazil™ Results» (PDF). FIFA. Consultado em 4 de junho de 2012 
  7. «Nova Zelândia garante Play-off». FIFA. 22 de março de 2013. Consultado em 22 de março de 2013. Arquivado do original em 26 de março de 2013 
  8. «Assim será o Sorteio Preliminar». FIFA. 28 de julho de 2011. Consultado em 22 de março de 2013. Arquivado do original em 21 de outubro de 2013 

Ligações externasEditar