Elvira Mendes (morta em 1022)

Disambig grey.svg Nota: Para outras pessoas com o mesmo nome, veja Elvira Mendes.

Elvira Mendes (em castelhano: Elvira Menéndez, Galiza, c. 996 - Leão, 2 de dezembro de 1022)[1] foi rainha consorte de Leão através de seu casamento com o rei Afonso V de Leão.

Elvira Mendes
Rainha de Leão
Ilustração da Rainha de Leão, Elvira Mendes
Rainha de Leão
Reinado 10141022
Consorte Afonso V de Leão
Antecessor(a) Elvira Garcia
Sucessor(a) Sancha I de Leão
 
Nascimento c. 996
Morte 2 de dezembro de 1022 (26 anos)
Sepultado em Panteão dos Reis, em Leão
Filho(s) Bermudo III de Leão
Sancha I de Leão
Pai Mendo Gonçalves
Mãe Tutadona Moniz

BiografiaEditar

Nascida em 996, na Galiza, D. Elvira Mendes era filha de D. Tutadona Moniz e de D. Mendo Gonçalves,[2] 6.º conde de Portucale e duque da Galiza.[3][4]

Pertencente a influentes e abastadas famílias da nobreza galaico-portuguesa do século X, pelo lado paterno era neta de D. Ilduara Pais, filha do conde D. Paio Gonçalves e de D. Ermesinda Guterres, descendente de D. Guterre Mendes, e de D. Gonçalo Mendes, 5.º conde e dux magnus de Portucale, filho do rico-homem e conde D. Hermenegildo Gonçalves e de D. Mumadona Dias.[5] Pelo lado materno era neta de D. Munio Froilaz, conde de Coimbra, e de D. Elvira Pais Daza, conhecida amante do rei Ordonho III de Leão, filha de D. Paio Gonçalves, sendo, conseguintemente, as suas avós irmãs e os seus pais primos em segundo grau.[6]

 
Panteão dos Reis de Leão, na Basílica de Santo Isidoro, em Leão, onde está sepultada Elvira Mendes

Integrado na corte do reino leonês, após a morte de Bermudo II de Leão, o seu pai tornou-se co-regente da coroa e tutor durante a menoridade do seu futuro genro, Afonso V de Leão, educando-o na Galiza.[7] Crescendo com o jovem príncipe em sua casa, os laços da família Mendes se estreitaram com a casa real de Leáo, tornando-se Ramiro Mendes armiger regis, porta-bandeira do príncipe, e Elvira Mendes, sua noiva.[8][9]

Casada com Afonso V, em 1017 tornou-se rainha consorte de Leão.

Faleceu a 2 de dezembro de 1022, sendo sepultada no Panteão dos Reis de Leão, na Basílica de Santo Isidoro,[10] na cidade de Leão, Espanha.[11] O seu corpo encontra-se num sepulcro de pedra com tampo de mármore, com o seguinte epitáfio:[12]

H. R. REGINA DOMNA GELOIRA UXOR REGIS ADEFONSI FILIA MELENDI COMITIS. OBIIIT III NON. DEC....JACET HAC IN FOSSA GELOIRAE REGINAE PULVIS ET OSSA PROLES MENENDI, ET TUK, QUAE OBIIT IIII. NON. DEC. ERA LX POST M.'

Casamento e descendênciaEditar

Elvira casou-se em 1014 com Afonso V, donde nasceram:

ReferênciasEditar

  1. Fernández del Pozo 1999, p. 218.
  2. a b c Fernández del Pozo 1999, p. 214.
  3. Reassessing the Roles of Women as 'Makers' of Medieval Art and Architecture (2 vol. set) (em inglês). [S.l.]: BRILL. 7 de maio de 2012 
  4. Saraiva, José H. (1983). História de Portugal. [S.l.]: Publicações Alfa 
  5. Wikipedia, Fonte: (junho de 2011). Condado Portucalense: Condes de Portucale, Nobres Do Condado Portucalense, Afonso I de Portugal, Hermenegildo Guterres, Teresa de Leão (em inglês). [S.l.]: General Books 
  6. Mattoso, José (1993). História de Portugal: Antes de Portugal. [S.l.]: Editorial Estampa 
  7. El reino de León en la alta Edad media: La monarquía (1109-1230). IV (em espanhol). [S.l.]: Centro de Estudios e Investigación "San Isidoro" (CSIC-CECEL). 1993 
  8. Díez, Gonzalo Martínez (2005). El condado de Castilla, 711-1038: la historia frente a la leyenda (em espanhol). [S.l.]: Junta de Castilla y León, Consejería de Cultura y Turismo 
  9. Mattoso, José; Krus, Luís; Andrade, Amélia Aguiar (1989). O castelo e a Feira: a Terra de Santa Maria nos séculos XI a XIII. [S.l.]: Editorial Estampa 
  10. Arco y Garay 1990, pp. 163-164.
  11. Flood, Timothy M. (13 de novembro de 2018). Rulers and Realms in Medieval Iberia, 711-1492 (em inglês). [S.l.]: McFarland 
  12. Elorza 1990, p. 53.

BibliografiaEditar

  • Arco y Garay, Ricardo del (1954). Sepulcros de la Casa Real de Castilla (em espanhol). Madrid: Instituto Jerónimo Zurita. Consejo Superior de Investigaciones Científicas. OCLC 11366237 
  • Elorza, Juan C.; Lourdes Vaquero, Belén Castillo, Marta Negro (1990). El Panteón Real de las Huelgas de Burgos. Los enterramientos de los reyes de León y de Castilla (em espanhol). [S.l.]: Editorial Evergráficas S.A.; Junta de Castilla y León. Consejería de Cultura y Bienestar Social. ISBN 84-241-9999-5 
  • Fernández del Pozo, José María (1999). Reyes de León: Alfonso V (999-1028) - Vermudo III (1028-1037) (em espanhol). Burgos: La Olmeda, S.L. ISBN 84-89915-07-5 
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Elvira Mendes (morta em 1022)
  Este artigo sobre uma Rainha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre História da Espanha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.