Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Para outras pessoas com o mesmo nome, veja Elvira Mendes.
Elvira Mendes
Rainha consorte
Reinado  • consorte: 910–921
Consorte Ordonho II de Leão
Antecessor(a) Muniadona Munhos
Sucessor(a) Aragonta Gonçalves
Morte 921
Enterro Panteão dos Reis na capela de Nostra Senhora do Rei Casto na Catedral de Oviedo
Filho(s) Ver descendência
Pai Hermenegildo Guterres
Mãe Ermesenda Gatones

Elvira Mendes (em castelhano: Elvira Menéndez921), filha do conde Hermenegildo Guterres e de Ermesenda Gatones, foi rainha de Leão ao ter casado com o rei Ordonho II[1][2] de quem foi a primeira esposa.

Matrimónio e descendênciaEditar

Casou cerca de 900[3] com aquele que viria a ser o rei da Galiza, Ordonho II,[3] de quem teve:

Elvira faleceu entre 20 de fevereiro e 12 de outubro de 921.[5] De acordo com a crónica de Sampiro, o rei Ordonho soube da morte de sua esposa quando ele voltou à Zamora vitorioso de umas campanhas contra os muçulmanos: "foi tanta a dor que sentiu pela sua morte quanto o gáudio que havia tido pelo triunfo".[5] Elvira foi enterrada na Catedral de Oviedo.[4]

Referências

  1. Mattoso 1970, p. 37.
  2. Sáez 1947, p. 14.
  3. a b Sáez 1947, p. 20.
  4. a b c d e f Sáez 1947, p. 33.
  5. a b Sáez 1947, p. 31-33.

BibliografiaEditar