Abrir menu principal

Um embargo de armas é um bloqueio aplicável a esse tipo de armamento. Pode também incluir itens de "dupla utilização". Um embargo de armas pode servir para um ou mais propósitos:

  1. Para sinalizar a desaprovação do comportamento de um determinado ator,
  2. Para manter a posição neutra em um conflito em curso, ou
  3. Para limitar os recursos que um ator tem de infligir violência sobre os demais.

Exemplos históricosEditar

ArgentinaEditar

O presidente dos Estados Unidos Jimmy Carter implementou um embargo contra a Junta Militar em 1976 devido à Guerra Suja. Isto seria acompanhado pelo Reino Unido após a Guerra das Malvinas de 1982. A proibição foi levantada na década de 1990, quando a Argentina foi nomeada principal aliado extra-OTAN. Durante esses anos as Forças Armadas Argentinas deslocou-se para os países da Europa Ocidental e Israel para o abastecimento.

IndonésiaEditar

O governo dos Estados Unidos impôs um embargo de armas à Indonésia em 1999 devido a violações dos direitos humanos em Timor-Leste. O embargo foi posteriormente levantado em 2005.[1]

IrãEditar

sanções internacionais contra o Irã desde 1979 (ver: Sanções contra o Irã). Em março de 2007, a Resolução 1747 do Conselho de Segurança das Nações Unidas impôs uma proibição à venda de armas ao Irã.

República Popular da ChinaEditar

Os Estados Unidos e a União Europeia deixaram de exportar armas para a República Popular da China depois de 1989, devido à reação por parte do governo da China aos protestos na Praça de Tiananmen. Em 2004-2005, houve algum debate na União Europeia sobre a possibilidade de levantar o embargo. [2][3]

África do SulEditar

O embargo de armas a África do Sul de 1977 se estendeu para bens de dupla utilização. O embargo foi levantado pela Resolução 919 em 1994.

Lista de embargos de armas atuaisEditar

Os países incluídos na lista estão sob embargo de armas da Organização das Nações Unidas ou outra organização internacional (como a UE, a OSCE e outros) ou país. Em alguns casos, o embargo de armas é complementado por um embargo comercial geral, outras sanções (financeiras) ou a proibição de viajar para pessoas específicas. Em alguns casos, o embargo de armas se aplica a qualquer entidade residente ou estabelecida no país, mas em outros é parcial - como as forças do governo reconhecido e forças internacionais para a manutenção da paz]] são isentas do embargo.

Embargos anterioresEditar

Referências

  1. U.S. Removes Six-Year Embargo Against Indonesia - Fox News
  2. The EU Arms Embargo Repeal Debate
  3. Hellström, Jerker (2010) "The EU Arms Embargo on China: a Swedish Perspective", Swedish Defence Research Agency
  4. «OSCE Nagorno Karabakh arms embargo». Consultado em 2 de julho de 2016. Arquivado do original em 4 de dezembro de 2009 
  5. Security Council arms embargo
  6. «EU Myanmar arms embargo». Consultado em 2 de julho de 2016. Arquivado do original em 18 de janeiro de 2010 
  7. «North Korea embargo». Consultado em 2 de julho de 2016. Arquivado do original em 4 de dezembro de 2009 
  8. «Ivory Coast embargo». Consultado em 2 de julho de 2016. Arquivado do original em 4 de dezembro de 2009 
  9. «EU Sanctions measures» (PDF). Consultado em 2 de julho de 2016. Arquivado do original (PDF) em 14 de março de 2011 
  10. «EU Guinea embargo». Consultado em 2 de julho de 2016. Arquivado do original em 18 de janeiro de 2010 
  11. «Lebanon embargo». Consultado em 2 de julho de 2016. Arquivado do original em 14 de fevereiro de 2010 
  12. «Iran embargo». Consultado em 2 de julho de 2016. Arquivado do original em 4 de dezembro de 2009 
  13. «Iraq embargo». Consultado em 2 de julho de 2016. Arquivado do original em 4 de dezembro de 2009 
  14. «UN Security Council keeps Libya arms embargo in place». Al Jazeera English. 28 de março de 2015 
  15. «DR Congo arms embargo». Consultado em 2 de julho de 2016. Arquivado do original em 18 de janeiro de 2010 
  16. «EU China arms embargo». Consultado em 2 de julho de 2016. Arquivado do original em 18 de janeiro de 2010 
  17. «US China arms embargo». Consultado em 2 de julho de 2016. Arquivado do original em 23 de outubro de 2008 
  18. «Somalia embargo». Consultado em 2 de julho de 2016. Arquivado do original em 18 de janeiro de 2010 
  19. «Sudan embargo». Consultado em 2 de julho de 2016. Arquivado do original em 18 de janeiro de 2010 
  20. EU Zimbabwe embargo
  21. «Rwanda embargo». Consultado em 2 de julho de 2016. Arquivado do original em 18 de fevereiro de 2010 
  22. «Sierra Leone embargo». Consultado em 2 de julho de 2016. Arquivado do original em 18 de janeiro de 2010 
  23. UN lifts arms embargo on Sierra Leone - Fox News
  24. EU impose arms embargo on Syria- The Guardian
  25. UK forces EU to lift embargo on Syria rebel arms - The Guardian
  26. US Arms Embargo against Turkey – after 30 Years, An Institutional Approach towards US Policy Making
  27. «EU Uzbekistan embargo». Consultado em 2 de julho de 2016. Arquivado do original em 13 de dezembro de 2009 
  28. EU arms embargo on Uzbekistan
  29. Obama anuncia fim do embargo de venda de armas ao Vietnã - G1