Embracer Group

holding sueca de jogos eletrônicos e mídia

Embracer Group AB (anteriormente Nordic Games Licensing AB e THQ Nordic AB) é uma holding sueca de jogos eletrônicos e mídia com sede em Karlstad. A empresa foi criada sob o nome Nordic Games Licensing em 2011 como parte da Nordic Games Group e como controladora da editora Nordic Games GmbH.

Embracer Group AB
Embracer Group
Logo em uso desde setembro de 2019
Nome(s) anterior(es) Nordic Games Licensing AB (2011–2016)

THQ Nordic AB (2016–2019)

Empresa de capital aberto
Atividade Jogos eletrônicos
Fundação 2011 (13 anos)
Fundador(es) Lars Wingefors
Sede Karlstad, Suécia
Proprietário(s)
  • Lars Wingefors (35,1%)
  • Erik Stenberg (7,61%)[1]
Pessoas-chave
  • Kicki Wallje-Lund (presidente)
  • Lars Wingefors (CEO)
  • Erik Stenberg (vice-presidente executivo)
  • Johan Ekström (CFO)[1]
Empregados 12.150+ (2021)[2]
Subsidiárias Ver seção § Subsidiárias
Ativos Aumento 33,752 bilhões kr (2021)[2]
Receita Aumento 10,603 bilhões kr (2021)[2]
Lucro Aumento 0,476 bilhões kr (2021)[2]
Renda líquida Aumento 0,287 bilhões kr (2021)[2]
Website oficial embracer.com

A empresa adquiriu vários ativos de editoras extintas, começando com JoWooD em 2011 e THQ em 2013. Em agosto de 2016, Nordic Games Licensing e sua subsidiária de publicação mudaram seus nomes para THQ Nordic AB e THQ Nordic GmbH, utilizando o "THQ" marca registrada que havia adquirido em 2014. Em novembro de 2016, tornou-se uma empresa pública listada na Nasdaq First North. Ao longo de 2018, a THQ Nordic adquiriu a Koch Media Holding (controladora da Koch Media) e a Coffee Stain Holding (controladora da Coffee Stain Studios), que se tornaram grupos operacionais independentes dentro da THQ Nordic, complementares à THQ Nordic GmbH. Para evitar confusão com a THQ Nordic GmbH e esclarecer sua posição como holding, a THQ Nordic AB foi renomeada como Embracer Group em setembro de 2019, enquanto a THQ Nordic GmbH manteve seu nome.

Em dezembro de 2021, a Embracer Group possuia dez grupos operacionais como subsidiárias diretas: Amplifier Game Invest, Asmodee, Coffee Stain Holding, Dark Horse Media, DECA Games, Easybrain, Gearbox Entertainment, Koch Media, Saber Interactive e THQ Nordic. Cada grupo com suas próprias operações, subsidiárias e estúdios de desenvolvimento.

Histórico

editar

Original Nordic Games (1990–2004)

editar

Ainda jovem, o empresário sueco Lars Wingefors começou a vender com sucesso uma gama diversificada de produtos, incluindo revistas de Natal e sacolas plásticas, e aos 13 anos fundou a LW Comics, uma empresa que vendia quadrinhos em segunda mão.[3][4] Ele estabeleceu o negócio como uma empresa de venda por correspondência usando um registro de clientes de 2.000 entradas que ele havia adquirido de outra empresa de venda por correspondência extinta. A empresa faturava cerca de 300.000 kr anualmente. Aos 16 anos, Wingefors fundou uma segunda empresa, a Nordic Games, que fazia o mesmo que a LW Comics, embora com videogames usados ​​em vez de quadrinhos.[3] Em seu primeiro ano, a empresa gerou 5 milhões de kr em receita. Com receitas crescentes ao longo da década de 1990, a Nordic Games foi transformada em uma cadeia de varejo — na mesma linha da empresa britânica de varejo de jogos eletrônicos GAME — e abriu sete lojas em toda a Suécia. A empresa também adquiriu a Spel- & Tele shopen, uma loja de jogos em Linköping, Suécia, fundada por Pelle Lundborg quatro anos antes.[5]

No final da década de 1990, a Nordic Games estava sofrendo de uma estrutura corporativa ruim, e Wingefors foi solicitado a buscar novos parceiros ou trazer capital de risco, embora ele tenha optado por vender a empresa para a Gameplay Stockholm, a subsidiária sueca varejista de toda a europa Gameplay.com, em março de 2000 por ações da Gameplay.com avaliadas em £ 5,96 milhões.[3][6] Sob a jogabilidade, a Nordic Games não conseguiu gerar muita receita; a empresa tentou estabelecer negócios de jogos para celular, distribuição digital e caixas de TV a cabo, os quais não ganharam força. Quando a bolha da internet estourou, a Gameplay enfrentou problemas financeiros e a Nordic Games foi vendida de volta para a Wingefors em maio de 2001 por uma soma simbólica de 1 kr (na época equivalente a £0,83 ou R$0,50).[3][7][8] Wingefors trouxe capitalistas de risco e reformou a empresa para vender apenas jogos recém-lançados, mas a empresa enfrentou forte concorrência e finalmente pediu falência em 2004.[3]

A nova Nordic Games (2004–2011)

editar
 
Antigo logotipo da Nordic Games Licensing (2011–2016)

Wingefors investiu o dinheiro que havia deixado em uma nova sociedade limitada e, juntamente com potenciais clientes atuando como investidores, reformou a Nordic Games sob o nome de Game Outlet Europe. A nova empresa obteve sucesso com a compra de ações não vendidas de grandes empresas de jogos eletrônicos, como a Electronic Arts, reembalando-as em paletes em sua sede em Karlstad e vendendo-as no mercado internacional por meio de outras redes de varejo, como Jula, Coop, e ICA.[3][4] Em dezembro de 2008, uma nova empresa com o nome Nordic Games Publishing foi estabelecida como subsidiária de publicação de videogames da Game Outlet Europe.[5] A subsidiária começou com sete pessoas, incluindo o principal acionista Wingefors, com sede em Karlstad, e o CEO Lundborg, que desde então se mudou para Málaga com sua esposa.[5][9] Nik Blower em Londres foi adicionado à equipe de gerenciamento em fevereiro de 2010.[5][10]

A ideia por trás da Nordic Games Publishing era investir no desenvolvimento de jogos que preenchessem lacunas no mercado de jogos eletrônicos; Wingefors e Lundborg notaram que o line-up de jogos para as plataformas Nintendo carecia de jogos de karaokê semelhantes ao SingStar, que era exclusivo dos consoles PlayStation. Com base em documentos de requisitos de 100 páginas da Nintendo, que incluíam que os microfones do jogo deveriam ser produzidos pela Logitech, e quatro meses de pesquisa em um bar de karaokê em Watford, Inglaterra, a Nordic Games Publishing montou uma lista de músicas para o jogo e começou a produzir o que mais tarde se tornaria We Sing.[5] Nessa época, a Nordic Games Publishing também lançou o Dance Party Club Hits, um jogo de dança que veio embalado com um tapete de dança. Em 2009, a Nordic Games Publishing teve um faturamento de 50 milhões de kr, dos quais 75% foram contabilizados pelas vendas da We Sing. Para 2010, a empresa projetava um volume de negócios de 200 milhões de kr, ao mesmo tempo que Lundborg procurava novos investidores na empresa para a tornar independente da Game Outlet Europe.[5] Em março de 2011, a Nordic Games Holding foi estabelecida como uma holding, com a Game Outlet Europe e a Nordic Games Publishing alinhadas como suas subsidiárias.[3]

Expansão internacional (2011–2018)

editar
 
Antigo logotipo da THQ Nordic AB (2016–2019)

Em junho de 2011, a Nordic Games Holding adquiriu os ativos da editora insolvente JoWooD Entertainment e suas subsidiárias.[11][12] Os ativos adquiridos foram transferidos para a Nordic Games GmbH, uma filial recém-criada em Viena, Áustria.[13] Vários ex-funcionários da JoWooD foram contratados pela Nordic Games GmbH para trabalhar nas vendas pendentes de antigas propriedades da JoWooD, e a Nordic Games Publishing foi integrada à Nordic Games GmbH para facilitar as operações.[14] Nordic Games Licensing AB, também estabelecida em 2011, tornou-se a holding dentro da Nordic Games Holding (mais tarde conhecida como Nordic Games Group), bem como a empresa-mãe da Nordic Games GmbH.[15][16] Em abril de 2013, a Nordic Games Licensing adquiriu vários ativos da editora falida THQ para ser gerenciada pela Nordic Games GmbH.[15]

Em junho de 2014, a Nordic Games Licensing adquiriu a marca "THQ", com a intenção de usar o nome como uma etiqueta de publicação para suas propriedades THQ.[17] Posteriormente, em agosto de 2016, a empresa mudou seu nome para THQ Nordic AB, enquanto a Nordic Games GmbH se tornou THQ Nordic GmbH.[17][18] De acordo com Reinhard Pollice da Wingefors e da THQ Nordic GmbH, a mudança de nome foi realizada para capitalizar a boa reputação do passado da THQ, embora eles evitassem nomear as empresas de apenas "THQ" para evitar conexões com as empresas mais recentes e problemáticas da THQ.[17] Em 22 de novembro de 2016, a THQ Nordic realizou sua oferta pública inicial e tornou-se uma empresa pública listada na bolsa de valores Nasdaq First North, avaliada em 1,9 bilhões de kr, enquanto Wingefors detinha uma participação de 50% na empresa.[19]

Em fevereiro de 2018, a THQ Nordic adquiriu a Koch Media Holding, empresa controladora da empresa de mídia austríaca Koch Media, que por sua vez possuía e operava a gravadora de videogame Deep Silver por €121 milhões.[20] A Koch Media foi configurada para operar independentemente sob a THQ Nordic, separada da THQ Nordic GmbH. Para melhor refletir sua função de holding e evitar confusão entre a THQ Nordic e seu escritório vienense, a THQ Nordic afirmou que planejava mudar de nome.[20] Em junho de 2018, a empresa emitiu 7,7 milhões de novas ações classe B para arrecadar US$168 milhões, que seriam usados ​​para futuras aquisições.[21] Em novembro de 2018, a THQ Nordic adquiriu a Coffee Stain Holding, a holding sueca que abriga o desenvolvedor Coffee Stain Studios e empresas afiliadas por 317 milhões de kr em dinheiro.[22] Coffee Stain tornou-se a "terceira perna" da THQ Nordic, operando de forma independente como a Koch Media.[22] Através das duas aquisições e vendas contínuas da THQ Nordic GmbH, as vendas líquidas da THQ Nordic aumentaram 713%, para US$447,6 milhões no ano fiscal de 2018.[23] Em dezembro de 2018, o site de negócios de jogos GamesIndustry.biz nomeou Wingefors como uma de suas pessoas do ano de 2018.[9] Em fevereiro de 2019, a THQ Nordic emitiu 11 milhões de novas ações classe B, levantando 2,09 bilhões de kr (US$ 225 milhões).[24]

Redesign para Embracer Group e outras aquisições (2019–presente)

editar

No final do seu primeiro trimestre fiscal de 2019, a THQ Nordic adquiriu a Game Outlet Europe da Nordic Games Group por 10 milhões de kr.[25] Em agosto de 2019, a empresa adquiriu a empresa de investimentos Goodbye Kansas Game Invest (GKGI) por 42,4 milhões de kr.[26] A GKGI realizou investimentos minoritários em cinco desenvolvedores de startups — Palindrome Interactive, Fall Damage, Neon Giant, Kavalri Games e Framebunker — bem como direitos de royalties para o Biomutant publicado pela THQ Nordic GmbH.[26] Os investimentos da GKGI em Bearded Dragons, Goodbye Kansas VR e IGDB foram mantidos por sua empresa-mãe anterior, Goodbye Kansas.[26] A GKGI foi fundada em 2016 e na época da aquisição tinha quatro funcionários em tempo integral.[27] Depois, para evitar mais confusões com a THQ Nordic GmbH e esclarecer sua posição como holding, a THQ Nordic assumiu o nome "Embracer Group" em sua assembleia geral anual em 17 de setembro de 2019, enquanto a filial em Viena manteve seu nome.[28][29] Em dezembro de 2019, a empresa, através da GKGI, adquiriu a desenvolvedora sueca Tarsier Studios por 99 milhões de kr. O acordo incluía os 65 funcionários e propriedade intelectual do estúdio, excluindo Little Nightmares e The Stretchers, que permaneceram com seus respectivos proprietários.[30]

A GKGI foi renomeada para Amplifier Game Invest em janeiro de 2020 para refletir melhor sua nova propriedade sob a Embracer Group.[31] Nesse mesmo mês, Amplifier abriu River End Games, em Gotemburgo, Suécia, e C77 Entertainment em Seattle, Estados Unidos; dois estúdios de desenvolvimento, cada um com veteranos dos estúdios de jogos das respectivas áreas.[32] A Embracer adquiriu o Saber Interactive e seus cinco estúdios internos em fevereiro de 2020 por um total de US$ 525 milhões, tornando Saber a quinta subsidiária direta da Embracer.[33] A Embracer levantou US$164 milhões em abril de 2020, para serem usados ​​em futuras expansões.[34]

O Embracer Group anunciou sete aquisições em agosto de 2020: 4A Games e New World Interactive, sob a unidade Saber Interactive; Palindrome Interactive, Rare Earth Games e Vermila Studios ficaram sob a Amplifier Game Invest; e Pow Wow Entertainment sob a THQ Nordic; por último, a DECA Games se tornou a sexta subsidiária direta da Embracer e manteve a autonomia sob o acordo.[35][36] O grupo, sob a Koch Films, também adquiriu a Sola Media, um grupo de licenciamento de televisão e cinema com sede em Estugarta com foco em crianças e propriedades familiares.[35][37] Em novembro de 2020, a Embracer Group anunciou a aquisição de doze empresas: 34BigThings, Mad Head Games, Nimble Giant Entertainment, Snapshot Games e Zen Studios sob a Saber Interactive; e a Thinking Ape Entertainment e IUGO Mobile Entertainment sob a unidade DECA Games; Flying Wild Hog sob Koch Media; Purple Lamp Studios sob THQ Nordic; Silent Games sob o Amplifier Game Invest; e por último a empresa de garantia de qualidade Quantic Lab sob a Embracer Group para apoiar e realizar as relações públicas em outros estúdios dentro da empresa e a Sandbox Strategies da empresa Saber Interactive.[38] O CEO da THQ Nordic, Klemens Kreuzer, afirmou que, embora um grande número de aquisições tenha sido impulsionado pelas divisões individuais da Embracer Group, a mudança representou parte da diversidade do portfólio de jogos que a empresa queria ter, em contraste com grandes editoras como a Electronic Arts, que contam apenas com alguns títulos fundamentais.[39]

A Embracer Group anunciou três grandes aquisições em fevereiro de 2021: The Gearbox Entertainment Company, incluindo Gearbox Software por um preço de US$1,3 bilhões, se tornarando a sétima grande holding da Embracer,[40] Easybrain por US$ 640 milhões, se tornando a oitava maior holding[41] e Aspyr Media por US$ 450 milhões, como uma subsidiária sob o selo Saber Interactive.[42] As aquisições foram formalmente concluídas em abril de 2021.[43]

A empresa começou a emitir ações adicionais em março de 2021 para arrecadar outros US$890 milhões para fortalecer suas finanças e continuar suas estratégias de aquisição.[44]

Em maio de 2021, a empresa anunciou a aquisição da Appeal Studios, Kaiko e Massive Miniteam sob sua subsidiária THQ Nordic, que também estabeleceu o Gate 21 d.o.o para permitir a criação de "personagens 3D de classe mundial", além de adquirir a Frame Break sob sua subsidiária Amplifier Game Invest. A Massive Miniteam foi totalmente integrada na organização HandyGames, sob o grupo operativo THQ Nordic.[45] Mais tarde naquele mês, a Embracer anunciou suas intenções de construir um enorme arquivo de jogos para "abraçar a história dos jogos".[46]

A Embracer adquiriu várias outras empresas no início de agosto de 2021, incluindo 3D Realms, Ghost Ship Games, Slipgate Ironworks, DigixArt, Force Field, Easy Trigger, CrazyLabs e Grimfrost, sob um acordo combinado de US$ 313 milhões.[47] Em 18 de agosto de 2021, a Embracer anunciou a aquisição de mais três empresas, incluindo Demiurge Studios, Fractured Byte e SmartPhone Labs, todas elas se tornando subsidiárias da Saber Interactive.[48]

Em dezembro de 2021, a Embracer contou sua intenção de adquirir a Asmodee por €2,75 bilhões, a fim de incorporá-la integralmente como o nono grupo operacional da Embracer e permitir que a Embracer se expandisse para o mercado de jogos de tabuleiro.[49] Nesse mesmo mês, a Embracer também adquiriu a Perfect World Entertainment, incluindo seu braço editorial e a Cryptic Studios, do grupo Perfect World e da Perfect World Europe, por US$103 milhões. Uma vez aprovada, a Perfect World Entertainment se tornou parte da divisão Gearbox.[50] A Embracer também adquiriu a Dark Horse Media, a empresa-mãe da Dark Horse Comics e da Dark Horse Entertainment., estabelecendo a Dark Horse como sua décima divisão operacional. Além disso, a empresa adquiriu Shiver Entertainment e Digic Pictures como parte do grupo Saber, e Spotfilm Networx, um serviço alemão de vídeo sob demanda, como parte da Koch Media.[50][51]

Subsidiárias

editar

Em dezembro de 2021, a Embracer Group tinha dez grupos operacionais compostos por 111 estúdios e editores internos e o grupo geral tinha um total de cerca de 12.150 funcionários em 45 países diferentes.[33][52][53]

Empresa-mãe Nome Sede Fundada ou adquirida Ref(s)
Amplifier Game Invest C77 Entertainment Seattle Janeiro de 2020 [54]
DestinyBit Ravenna Maio de 2020 [55]
Fall Damage Stockholm 2017 [56]
Frame Break Skövde Maio de 2021 [45]
Framebunker Copenhagen 2019 [56]
Goose Byte Montreal Outubro de 2021 [57]
Green Tile Digital Skövde Dezembro de 2021 [58]
Kavalri Games Stockholm 2019 [56]
Misc Games Stavanger 2019 [59]
Palindrome Interactive Skövde Agosto de 2020 [35]
Plucky Bytes Karlstad Novembro de 2020 [60]
Rare Earth Games Vienna Agosto de 2020 [35]
River End Games Gotemburgo Janeiro de 2020 [61]
Silent Games Newcastle upon Tyne Novembro de 2020 [62]
Tarsier Studios Malmö Dezembro de 2019 [63]
Vermilia Studios Madrid Agosto de 2020 [35]
Zapper Games Raleigh, Carolina do Norte Outubro de 2021 [64]
Asmodee Guyancourt, França Dezembro de 2021 [49]
Coffee Stain Holding Box Dragon Gotemburgo Agosto de 2021 [65]
Coffee Stain North Estocolmo Novembro de 2018 [66]
Coffee Stain Publishing Skövde
Coffee Stain Studios
Easy Trigger Trollhättan Agosto de 2021 [47]
Ghost Ship Games Copenhaga Agosto de 2021
Lavapotion Gotemburgo Novembro de 2018 [66]
Dark Horse Media Dark Horse Comics Milwaukie, Oregon Dezembro de 2021 [51]
Dark Horse Entertainment
DECA Games A Thinking Ape Entertainment Vancouver Novembro de 2020 [62]
CrazyLabs Israel Agosto de 2021 [47]
IUGO Mobile Entertainment Vancouver Novembro de 2020 [62]
Jufeng Studio Pequim Outubro de 2021 [67]
Easybrain Limassol Abril de 2021 [41]
Gearbox Entertainment Gearbox Publishing Frisco, Texas Abril de 2020 [40]
Gearbox Software
Gearbox Studio Québec Quebec City
Gearbox Studio Montreal Montreal Agosto de 2021 [68]
Perfect World Entertainment Cryptic Studios Redwood City, Califórnia Dezembro de 2021 [50]
Koch Media Deep Silver Dambuster Studios Nottingham Fevereiro de 2018 [69]
Fishlabs Hamburgo
Free Radical Design Nottingham Maio de 2021 [70]
Volition Champaign, Illinois Fevereiro de 2018 [69]
Warhorse Studios Praga Fevereiro de 2019 [71]
DigixArt Montpellier Agosto de 2021 [47]
Flying Wild Hog Varsóvia Novembro de 2020 [62]
Milestone srl Milão Agosto de 2019 [72]
Prime Matter Munique Junho de 2021 [73]
Spotfilm Networkx Dezembro de 2021 [51]
Vertigo Games Vertigo Arcade Roterdão/Los Angeles Setembro de 2020 [74]
Vertigo Publishing
Vertigo Studios
Force Field Amsterdam Agosto de 2021 [75]
Ravenscourt Voxler Paris/Marseille Fevereiro de 2020 [76]
Saber Interactive 34BigThings Turin Novembro de 2020 [38]
3D Realms Aalborg Agosto de 2021 [47]
4A Games Sliema Agosto de 2020 [35]
Aspyr Austin, Texas Abril de 2021 [42]
Bytex Saransk Setembro de 2021 [77]
Demiurge Studios Cambridge, Massachusetts Agosto de 2021
Digic Pictures Budapeste Dezembro de 2021 [50]
Fractured Byte Estonia Agosto de 2021
Mad Head Games Belgrado Novembro de 2020 [38]
New World Interactive Denver Agosto de 2020 [35]
Nimble Giant Entertainment Buenos Aires Novembro de 2020 [38]
Shiver Entertainment Miami Dezembro de 2021 [51]
Slipgate Ironworks Aalborg Agosto de 2021 [48]
SmartPhone Labs Rússia
Snapshot Games Sófia Novembro de 2020 [38]
Zen Studios Budapeste
THQ Nordic Alkimia Interactive Barcelona 2018 [78][79]
Appeal Studios Bélgica Maio de 2021 [45]
Ashborne Games Brno Novembro de 2020 [80]
Black Forest Games Offenburg Agosto de 2017 [81]
Bugbear Entertainment Helsínquia Novembro de 2018 [66]
Experiment 101 Estocolmo Novembro de 2017 [82]
Gate 21 d.o.o. Sarajevo Maio de 2021 [45]
Grimlore Games Munique Dezembro de 2013 [83]
Gunfire Games Austin, Texas Agosto de 2019 [84]
HandyGames Giebelstadt Julho de 2018 [85]
Kaiko Frankfurt am Main Maio de 2021 [45]
Mirage Game Studios Karlstad 2016 [86]
Nine Rocks Games Bratislava Fevereiro de 2020 [87]
Pieces Interactive Skövde Agosto de 2017 [88]
Piranha Bytes Essen Maio de 2019 [89]
Pow Wow Entertainment Viena Agosto de 2020 [35]
Purple Lamp Studios Áustria Novembro de 2020 [38]
Rainbow Studios Phoenix, Arizona 2013 [90]
THQ Nordic France SAS Paris Maio de 2021 [45]

Referências

  1. a b «Board & Management». Embracer Group. Consultado em 2 de fevereiro de 2022 
  2. a b c d e «Embracer Group AB 2021 Annual & Sustainbility Report» (PDF). Embracer Group. 31 de março de 2021. Consultado em 2 de fevereiro de 2022 
  3. a b c d e f g «Han är superentreprenören från Karlstad». Entreprenör (em sueco). 1 de março de 2011. Consultado em 3 de fevereiro de 2022. Arquivado do original em 1 de maio de 2019 
  4. a b «Dansk arbetsrätt ett föredöme». Confederation of Swedish Enterprise (em sueco). 9 de agosto de 2011. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  5. a b c d e f Åkerberg, Nina (30 de novembro de 2009). «Svensk tar sig ton i spelvärlden». Dagens industri (em sueco). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  6. Atkinson, Mark (4 de abril de 2000). «Joining the dots loses its appeal». The Guardian (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  7. Connell, James (16 de maio de 2001). «Tech Brief:GAME OVER». The New York Times (em inglês). Consultado em 17 de março de 2019 
  8. Richardson, Tim (17 de maio de 2001). «Gameplay division sold for £1». The Register (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  9. a b Batchelor, James (6 de dezembro de 2018). «People of the Year 2018: Lars Wingefors». GamesIndustry.biz (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  10. «Management Team Strengthens». Nordic Games Publishing (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022. Arquivado do original em 18 de agosto de 2010 
  11. Martin, Matt (16 de agosto de 2011). «Nordic Games acquires JoWood and The Adventure Company». GamesIndustry.biz (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  12. Leo, Jon (17 de agosto de 2011). «Nordic Games Holding acquires JoWood and The Adventure Company». GameSpot (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  13. Cifaldi, Frank (16 de agosto de 2011). «Nordic Games Saves JoWood From Insolvency With Acquisition». Gamasutra (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  14. «Group History». Nordic Games Group (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022. Arquivado do original em 31 de julho de 2016 
  15. a b Tach, Dave (22 de abril de 2013). «Who is Nordic Games?». Polygon (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  16. Årsredovisning – Nordic Games Licensing AB (PDF) (em sueco). [S.l.]: Embracer Group. 7 de junho de 2016. pp. 2–3. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  17. a b c Frank, Allegra (16 de agosto de 2016). «THQ Nordic is ready to prove itself after a big name change». Polygon (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  18. THQ Nordic AB (publ) – Interim Report – 1 January—30 September 2016" (PDF) (em inglês). [S.l.]: Embracer Group. 25 de outubro de 2016. p. 4. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  19. Samavati, Shaheen (23 de novembro de 2016). «THQ Nordic valuation grows to €190 million after IPO on Nasdaq First North». Tech.eu (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  20. a b «Analyse: Was THQ Nordic mit Koch Media vor hat». GamesWirtschaft (em alemão). 15 de fevereiro de 2018. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  21. «THQ Nordic raises $168 million for future acquisitions». Gamasutra (em inglês). 14 de junho de 2018. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  22. a b Romano, Sal (14 de novembro de 2018). «THQ Nordic acquires Bugbear Entertainment and Coffee Stain Studios». Gematsu (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  23. Batchelor, James (13 de fevereiro de 2019). «THQ Nordic net sales rose 713% to $447.6m in 2018». GamesIndustry.biz (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2021 
  24. Batchelor, James (21 de fevereiro de 2019). «THQ Nordic raises $225m for further acquisitions». GamesIndustry.biz (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  25. «THQ Nordic AB (publ) Reg No.: 556582-6558 Interim Report 1 • 1 April – 30 June 2019» (PDF). Cision (em ingles). 14 de agosto de 2019. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  26. a b c Handrahan, Matthew (14 de agosto de 2019). «THQ Nordic strengthens portfolio with Goodbye Kansas Game Invest acquisition». GamesIndustry.biz (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  27. «THQ Nordic AB (publ) acquires Goodbye Kansas Game Invest» (PDF). Embracer Grou (em inglês). 14 de agosto de 2019. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  28. Romano, Sal (4 de agosto de 2019). «THQ Nordic to change parent company group name to Embracer Group». Gematsu (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  29. «THQ Nordic becomes Embracer Group» (PDF). Embracer Group (em inglês). 17 de setembro de 2019. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  30. Batchelor, James (20 de dezembro de 2019). «Embracer Group acquires Little Nightmares dev Tarsier Studios for $10.5m». GamesIndustry.biz (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  31. Taylor, Haydn (15 de janeiro de 2020). «Goodbye Kansas Game Invest re-brands as Amplifier Game Invest». GamesIndustry.biz (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  32. Batchelor, James (24 de janeiro de 2020). «Amplifier Game Invest opens new development studio in Sweden». GamesIndustry.biz (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  33. a b Taylor, Haydn (19 de fevereiro de 2020). «Embracer Group acquires Saber Interactive in $525m deal». GamesIndustry.biz (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  34. Taylor, Haydn (8 de abril de 2020). «Embracer Group raises $164m for acquisition and expansion». GamesIndustry.biz (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  35. a b c d e f g h Kerr, Chris (13 de agosto de 2020). «THQ parent company Embracer has purchased Metro dev 4A Games and others». Gamasutra (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  36. «Embracer Group Acquires DECA Games». Embracer Group (em inglês). 13 de agosto de 2020. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  37. «Embracer Group Acquires Sola Media». Embracer Group (em inglês). 13 de agosto de 2020. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  38. a b c d e f Romano, Sal (18 de novembro de 2018). «Embracer Group acquires 34BigThings, Flying Wild Hog, Nimble Giant Entertainment, Purple Lamp Studios, Snapshot Games, Zen Studios, more». Gematsu (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  39. Takahashi, Dean (5 de dezembro de 2020). «Why THQ Nordic has joined the game studio acquisition binge». VentureBeat (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  40. a b Takahashi, Dean (2 de fevereiro de 2021). «Embracer Group acquires Borderlands maker Gearbox Entertainment for $1.3 billion». VentureBeat (em inglês). Consultado em 2 de fevereiro de 2022 
  41. a b Takahashi, Dean (2 de fevereiro de 2021). «Embracer Group acquires mobile game maker Easybrain for $640 million». VentureBeat (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  42. a b Takahashi, Dean (2 de fevereiro de 2021). «Embracer Group acquires Aspyr Media for up to $450 million». VentureBeat (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  43. Romano, Sal (6 de abril de 2021). «Embracer Group completes merger with The Gearbox Entertainment Company». Gematsu (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  44. Batchelor, James (18 de março de 2021). «Embracer Group raising over $890m for even more acquisitions». GamesIndustry.biz (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  45. a b c d e f «Embracer Group Acquires Appeal Studios, Kaiko, Massive Miniteam and Frame Break». Embracer Group (em inglês). 11 de maio de 2021. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  46. Obedkov, Evgeny (31 de maio de 2021). «Embracer Group building huge archive of every video game ever made». Game World Observer (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  47. a b c d e «Embracer buys eight studios including Ghost Ship, 3D Realms, and Digixart». Gamasutra (em inglês). 5 de agosto de 2021. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  48. a b Romano, Sal (18 de agosto de 2021). «Embracer Group acquires Demiurge Studios, Fractured Byte, and SmartPhone Labs». Gematsu (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  49. a b Rousseau, Jeffrey (15 de dezembro de 2021). «Embracer purchases Asmodee for €2.75bn». GamesIndustry.biz (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  50. a b c d Batchelor, James (22 de dezembro de 2021). «Embracer Group acquires Perfect World Entertainment, Digic». GamesIndustry.biz (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  51. a b c d Partis, Danielle (21 de dezembro de 2021). «Embracer acquires Dark Horse, Shiver Entertainment and Spotfilm Networx». GamesIndustry.biz (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  52. Batchelor, James (19 de fevereiro de 2020). «THQ Nordic parent Embracer Group now has 26 studios, more to be announced». GamesIndustry.biz (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  53. «About». Embracer Group (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  54. «Embracer Group subsidiary Amplifier Game Invest expands to North America, establishes a new Seattle Studio: C77 Entertainment». Embracer Group (em inglês). 30 de janeiro de 2020. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  55. Romano, Sal (20 de maio de 2020). «Amplifier Game Invest acquires DESTINYbit». Gematsu (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  56. a b c «Studios». Amplifier Game Invest (em inglês). 2020. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  57. «Amplifier Game Invest opening Montréal studio Goose Byte». PC Games Insider (em inglês). 10 de dezembro de 2021. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  58. «Amplifier Acquires Swedish Studio Green Tile Digital». Amplifier Game Invest (em inglês). 15 de dezembro de 2021. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  59. «Embracer Group AB (publ) Reg No.: 556582-6558 Interim Report 3 • October – December 2019» (PDF). Cision (em inglês). 19 de fevereiro de 2020. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  60. «Amplifier Game Invest forms a new Swedish game studio – Plucky Bytes!». Amplifier Game Invest (em inglês). 18 de novembro de 2020. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  61. «Embracer Group subsidiary Amplifier Game Invest establishes a new game development studio: River End Games». Embracer Group (em inglês). 23 de janeiro de 2020. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  62. a b c d Romano, Sal (18 de novembro de 2020). «Embracer Group acquires 34BigThings, Flying Wild Hog, Nimble Giant Entertainment, Purple Lamp Studios, Snapshot Games, Zen Studios, more». Gematsu (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  63. «Embracer Group acquires critically acclaimed Tarsier Studios». Embracer Group (em inglês). 20 de dezembro de 2019. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  64. Nesterenko, Oleg. «Amplifier Game Invest launches new studio Zapper Games». Game World Observer (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  65. Rousseau, Jeffrey (19 de agosto de 2021). «Ex-Riot Games and Stunlock Studios devs form studio Box Dragon». Gamesindustry.biz (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  66. a b c Kerr, Chris (14 de novembro de 2018). «THQ Nordic acquires Coffee Stain and Bugbear Entertainment». Gamasutra (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  67. «Embracer Group acquires mobile game developer Jufeng Studio and eight mobile titles». Embracer Group (em inglês). 14 de outubro de 2021. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  68. Makuch, Eddie (26 de agosto de 2021). «Gearbox Opens New Office In Montreal To Create "Groundbreaking Entertainment"». Gamespot (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  69. a b «THQ Nordic completes the acquisition of Koch Media GmbH». Embracer Group (em inglês). 14 de fevereiro de 2018. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  70. Dring, Christopher (20 de maio de 2021). «TimeSplitters studio Free Radical Design reforms with original founders». Gamesindustry.biz (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  71. «THQ Nordic completes the acquisition Warhorse Studios». Embracer Group (em inglês). 13 de fevereiro de 2020. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  72. «THQ Nordic completes the acquisition of Milestone». Embracer Group (em inglês). 14 de agosto de 2019. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  73. Scullion, Chris (10 de junho de 2021). «Koch Media has announced its new 'premium' label Prime Matter, plus 12 new games» (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  74. Romano, Sal (16 de setembro de 2020). «Embracer Group acquires Vertigo Games». Gematsu (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  75. «Embracer Group acquires Force Field». Cision (em inglês). 5 de agosto de 2021. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  76. «Embracer Group publishes Interim Report Q3, October–December 2019: OPERATIONAL EBIT INCREASED 54% TO SEK 302 MILLION». Embracer Group (em inglês). 19 de fevereiro de 2020. Consultado em 3 de fevereiro de 2021 
  77. «Embracer Group enters into an agreement to acquire Bytex». Embracer Group (em inglês). 22 de setembro de 2021. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  78. «Is it a Gothic Remake? Not yet, but it can become one: THQ Nordic releases playable prototype on Steam, asks for the player's opinion». THQ Nordic (em inglês). 14 de dezembro de 2019. Consultado em 3 de fevereiro de 2022. Arquivado do original em 14 de dezembro de 2019 
  79. «Boletín Oficial Del Registro Mercantil» (PDF) (em espanhol). 27 de outubro de 2020. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  80. «Ashborne Games». Ashborne Games (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022. Cópia arquivada em 18 de novembro de 2020 
  81. Brightman, James (21 de agosto de 2017). «THQ Nordic acquires Black Forest Games». GamesIndustry.biz (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  82. Batchelor, James (17 de novembro de 2017). «Biomutant developer Experiment 101 acquired by THQ Nordic». GamesIndustry.biz (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  83. Priest, Simon (24 de novembro de 2014). «Grimlore Games founded by Nordic Games, new studio focuses on SpellForce 3". GameWatcher. Archived from the original». GameWatcher (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  84. Romano, Sal (14 de agosto de 2019). «THQ Nordic acquires Gunfire Games». Gematsu (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  85. «THQ Nordic acquires the German game developer and publisher HandyGames». Embracer Group (em inglês). 9 de julho de 2018. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  86. Romano, Sal (14 de agosto de 2019). «THQ Nordic acquires Gunfire Games» (PDF). Gematsu (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  87. Moyse, Chris (11 de fevereiro de 2020). «THQ Nordic opens Slovakian studio Nine Rocks Games». Destructoid (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  88. Novac, Dragos (28 de agosto de 2017). «THQ Nordic buys Pieces Interactive, one of the veteran Swedish gaming companies, for $350k» (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  89. Jackson, Mike (22 de maio de 2019). «THQ Nordic acquires Gothic developer Piranha Bytes». GamesIndustry.biz (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  90. Sinclair, Brendan (20 de dezembro de 2013). «Nordic bringing back MX vs. ATV». GamesIndustry.biz (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022