Emilia Clarke

atriz britânica

Emilia Isobel Euphemia Rose Clarke MBE (Londres, 23 de outubro de 1986), é uma atriz inglesa. Ela é mais conhecida por sua interpretação de Daenerys Targaryen na série de fantasia da HBO Game of Thrones (2011–2019), pela qual recebeu indicações para quatro Primetime Emmy Awards. Ela também é conhecida por seu papel no filme Star Wars Solo: A Star Wars Story (2018) e nos dramas românticos Me Before You (2016) e ultimo Christmas (2019).

Emilia Clarke
Emilia Clarke
Clarke no prêmio Harper's Bazaar Women of the Year Awards, em novembro de 2023.
Nome completo Emilia Isobel Euphemia Rose Clarke
Nascimento 23 de outubro de 1986 (37 anos)
Londres, Reino Unido
Nacionalidade britânica
Alma mater Drama Centre London
Ocupação Atriz
Período de atividade 2009–presente

Clarke estudou no Drama Centre London, aparecendo em diversas produções teatrais. Sua estreia na televisão foi como convidada na novela médica Doctors, da BBC One, em 2009, aos 22 anos. Clarke fez sua estreia na Broadway como Holly Golightly na peça de 2013, Breakfast at Tiffany's, e interpretou Nina em uma produção do West End de The Seagull, que foi suspenso devido aos bloqueios do COVID-19. Seus papéis no cinema incluem Sarah Connor no filme de ficção científica Terminator Genisys (2015), Qi'ra no filme Star Wars Solo: A Star Wars Story (2018) e os filmes de romance Me Before You (2016) e ultimo Christmas (2019). Ela estrelou como G'iah na minissérie Secret Invasion (2023) do Universo Cinematográfico Marvel.

Início da vida editar

 
St Edward's School Oxford, que Clarke frequentou

Emilia Isobel Euphemia Rose Clarke nasceu em 23 de outubro de 1986 em Londres.[1][2] Ela cresceu em Oxfordshire.[3] Seu pai, Peter Clarke, era engenheiro de som de teatro de Wolverhampton.[4][5] Sua mãe, Jennifer, era empresária e é vice-presidente de marketing de uma empresa global de consultoria de gestão em 2020 . Ela tem um irmão mais velho, Bennett, que trabalha na indústria do entretenimento e fez parte do departamento de câmeras de Game of Thrones.[6][7]

Clarke é anglo-indiana, de origem materna indiana. Sua avó materna era filha de um caso secreto entre a bisavó de Clarke e um homem do subcontinente indiano, e usava maquiagem leve para esconder a tez mais escura que herdou de seu pai. Ela credita esse histórico ao fato de sua família ter uma "história de lutadores", afirmando: "O fato de [minha avó] ter que esconder a cor da pele, essencialmente, e tentar desesperadamente se encaixar com todos os outros deve ter sido incrivelmente difícil."[8] Ela afirmou que sua avó "amava a Índia mais do que a Inglaterra" e, como tal, quando morreu, Clarke, de dezesseis anos, viajou para a Índia para espalhar suas cinzas. Clarke também enfatizou seus laços com a Índia, afirmando que ama sua herança indiana e a vê como parte integrante de sua identidade.[9][1][10]

Clarke se interessou em atuar aos três anos depois de ver uma produção do musical Show Boat.[11] Quando ela tinha dez anos, seu pai a levou para um teste no West End para The Goodbye Girl, um musical de Neil Simon.[1] Clarke foi educada na Rye St Antony School em Headington e na St Edward's School, Oxford, de onde ela saiu em 2005.[12] Em uma entrevista de 2016 para a Time Out, ela afirmou: "Eu fui para internatos elegantes, mas eu era não é a garota chique dos internatos chiques."[13] Ela também afirmou que a maioria das pessoas em seu internato em Oxford eram de origem conservadora, o que significava que ela e alguns de seus amigos muitas vezes se sentiam estranhos.[14] Após a formatura, Clarke se inscreveu sem sucesso na Royal Academy of Dramatic Art, na London Academy of Music and Dramatic Art e na Guildhall School of Music and Drama. Ela trabalhou e viajou antes de se matricular no Drama Centre London, onde se formou em 2009.[15][16]

Carreira editar

2000–2010: Começos editar

Clarke começou a atuar em produções teatrais enquanto frequentava a escola. Ela apareceu em produções estudantis de Twelfth Night e West Side Story enquanto frequentava a St Edward's School.[17] Depois de tirar um ano sabático, ela foi aceita no Drama Centre London.[1] Clarke também apareceu na produção de Sense de 2009, co-produzida pela companhia de teatro Company of Angels e Drama Centre London.[18]

Um de seus primeiros papéis no cinema foi em Drop the Dog, um curta-metragem estudantil da Universidade de Londres.[19] Ela se formou na escola de teatro em 2009.[20] Ela trabalhou em vários empregos não-atuantes depois de se formar enquanto fazia testes para papéis.[21] Ela estrelou dois comerciais para a instituição de caridade Samaritans, retratando uma vítima de violência doméstica.[22] Seu primeiro papel creditado na televisão foi uma pequena participação em um episódio de 2009 da novela britânica Doctors.[23] Clarke foi escalada para seu primeiro papel profissional no cinema, interpretando Savannah no filme para televisão de 2010, Triassic Attack.[24] O filme foi lançado em novembro de 2010 no canal Syfy nos Estados Unidos, onde recebeu críticas negativas.[25] Apesar das críticas ao filme, ela foi nomeada "Estrela do Amanhã do Reino Unido" pela revista de cinema Screen International.[26]

2011–2019: Game of Thrones e reconhecimento internacional editar

 
Clarke na San Diego Comic-Con de 2013

Clarke foi escalada para seu terceiro papel profissional em 2010, como Daenerys Targaryen na série de fantasia da HBO Game of Thrones. É baseado na série de livros de fantasia A Song of Ice and Fire, de George R. R. Martin.[15] Daenerys é um dos últimos membros sobreviventes da Casa Targaryen que governou Westeros do Trono de Ferro por quase trezentos anos antes de ser deposto.[27] A atriz Tamzin Merchant foi originalmente escalada para o papel de Daenerys.[28] Quando o episódio piloto foi refeito no início de 2010, Merchant foi substituído por Clarke.[29][30] O show durou de abril de 2011 até maio de 2019, com Clarke interpretando Daenerys ao longo de todas as oito temporadas.[31]

Clarke foi aclamada pela crítica por sua interpretação de Daenerys, que traça um arco de uma garota assustada a uma mulher poderosa.[32] Matthew Gilbert do The Boston Globe chamou suas cenas de "hipnotizantes", acrescentando que "Clarke não tem muita variedade emocional para trabalhar como Daenerys, além de uma determinação feroz, e ainda assim ela é fascinante."[33] Emily VanDerWerff, do The A.V. Club, comentou sobre a dificuldade de adaptar tal evolução de página para tela, mas concluiu que Clarke "mais do que fechar o negócio aqui".[34]

Clarke disse que ao ser escalada como Daenerys, ela evitou o "típico dever de chapéu que você tem que cumprir como uma jovem atriz britânica".[35] Em 2017, ela teria se tornado um dos atores mais bem pagos da televisão, ganhando entre £ 1,2 e £ 2 milhões por episódio de Game of Thrones.[a] Em 2019, ela disse que se sentiu desconfortável atuando nua em sua primeira experiência aos 23 anos em um grande set de filmagem, mas desde então se tornou "muito mais esclarecida" sobre o nível de nudez necessário para uma cena.[38] Clarke recebeu várias indicações para prêmios e vitórias por seu papel de Daenerys. Após a primeira temporada, Clarke ganhou o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante em Drama no EWwy Awards de 2011.[39] Ela também foi indicada três vezes ao Primetime Emmy Award de Melhor Atriz Coadjuvante em Série Dramática em 2013, 2015 e 2016.[40] No Emmy de 2019, ela foi indicada como Melhor Atriz Coadjuvante em Série Dramática, seu primeira indicação na categoria.[41]

Além do programa de televisão, ela emprestou sua voz e imagem ao videogame homônimo de 2014.[42] Ela também fez uma aparição durante o monólogo de Kit Harington no Saturday Night Live em abril de 2019.[43] Ela disse em uma entrevista à NPR de novembro de 2019 que se ela "fosse estereotipada como a mãe dos dragões, eu poderia peça pior. É realmente maravilhoso.[44] Em uma entrevista de 2021 ao theSkimm, Clarke afirmou que mudaria a forma como sua personagem morreu.[45]

2012–2021: Papéis váriados, filmes de franquia e publicação editar

O primeiro papel de Clarke no cinema foi no curta Shackled (2012).[46] O filme foi apresentado na série de antologia de terror Murder Manual de 2020 da Amazon Prime Video.[47] No mesmo ano, ela estrelou ao lado de Elliott Tittensor no filme de comédia Spike Island. Ele detalha um grupo de amigos que tenta chegar à ilha homônima do show do The Stone Roses em 1990.[48] O filme foi originalmente distribuído apenas no Reino Unido, mas foi posteriormente adquirido pela Level 33 Entertainment para distribuição na América do Norte em março de 2015.[49] De março a abril de 2013, ela interpretou Holly Golightly em uma produção da Broadway de Breakfast at Tiffany's, um papel que exige que ela faça uma cena de nudez.[50] A produção, junto com sua atuação, recebeu críticas mistas da crítica.[51][52] Mais tarde naquele ano, ela também estrelou o filme de comédia negra e drama policial Dom Hemingway ao lado de Jude Law.[53]

 
Clarke no 2013 Toronto International Film Festival

Em maio de 2013, Clarke foi escalada para uma adaptação cinematográfica do romance The Garden of Last Days.[54] James Franco foi escalado para dirigir e estrelar o filme, porém ele deixou o projeto duas semanas antes das filmagens, após diferenças criativas com a distribuidora de filmes Millennium Entertainment.[55] Em uma entrevista de 2019 para o The Hollywood Reporter, Clarke disse que lhe foi oferecido o papel de Anastasia Steele em Fifty Shades of Grey.[56] Ela disse que recusou o papel por causa da nudez exigida.[57]

Em 2013, ela foi escalada como Sarah Connor no filme de ação de ficção científica Terminator Genisys (2015). O filme, que também é estrelado por Arnold Schwarzenegger, Jai Courtney e Jason Clarke, recebeu críticas desfavoráveis ​​dos críticos,[58] mas foi um sucesso de bilheteria, arrecadando mais de US$ 440 milhões em todo o mundo.[59] Clarke foi indicada ao Teen Choice Award de Choice Summer Movie Star - Female e Melhor Atriz Internacional no Jupiter Awards 2016 por sua atuação.[60]

Ela estrelou como protagonista feminina, ao lado de Sam Claflin, na adaptação cinematográfica do romance best-seller de mesmo nome, Me Before You. O filme que foi lançado em 3 de junho de 2016 e dirigido por Thea Sharrock, recebeu críticas mistas.[61] O filme foi um sucesso de bilheteria, com receitas mundiais de US$ 200 milhões.[62] Por seu papel como Louisa "Lou" Clark, ela compartilhou indicações com Sam Claflin para o Teen Choice Award por Choice Movie Liplock e o MTV Television Tearjerker Award.[63][64] Em 2017, ela desempenhou o papel principal como a enfermeira Verena no filme de suspense psicológico sobrenatural Voice from the Stone. O filme foi lançado em abril de 2017 para uma exibição limitada nos cinemas, seguido de vídeo sob demanda e HD digital.[65]

Ela foi escalada como protagonista feminina em Solo: A Star Wars Story em novembro de 2016.[66] O filme, dirigido por Ron Howard e estreado em maio de 2018, detalha as origens dos personagens de Star Wars, Han Solo e Chewbacca.[67] Clarke interpretou Qi'ra, amiga de infância e interesse amoroso de Han.[68] O filme recebeu críticas favoráveis, apesar de ser o segundo filme de Star Wars com menor bilheteria.[69] O filme foi lançado mundialmente em 25 de maio de 2018.[70] Seu desempenho recebeu críticas positivas, com muitos chamando-a de um dos destaques do filme.[71] Clarke, junto com Jack Huston, foi escalado em 2016 como protagonista do filme Above Suspicion (2019). O filme é baseado em um romance de suspense de Joe Sharkey e dirigido por Phillip Noyce, e foi anunciado no Festival de Cinema de Cannes de 2016.[72] O filme recebeu críticas geralmente favoráveis, com o desempenho de Clarke sendo altamente elogiado pela crítica.[73][74] Também teve um lançamento turbulento que o deixou vulnerável à pirataria.[75] No final de 2019, Clarke estrelou ao lado de Henry Golding na comédia romântica ultimo Christmas. O filme foi escrito por Emma Thompson e dirigido por Paul Feig.[76] Em uma entrevista de janeiro de 2020 para a revista Bustle, Clarke afirmou que se inspirou no personagem de Will Ferrell no filme de comédia de 2003, Elf.[77] Apesar das críticas desfavoráveis, os críticos elogiaram o desempenho de Clarke,[78][79] e o filme se tornou um sucesso de bilheteria, arrecadando mais de US$ 121 milhões em todo o mundo.[80][81]

Clarke estrelou como Nina na produção do West End de The Seagull, de Anton Chekhov, dirigida por Jamie Lloyd, que teve estreias em 11 de março de 2020 no Playhouse Theatre.[82] A produção foi suspensa em 16 de março devido à pandemia de COVID-19.[83] A peça foi a primeira produção de Clarke no West End.[84] Foi retomado dois anos depois, em julho de 2022, e foi transmitido internacionalmente via National Theatre Live.[85] Em 2021, Clarke publicou o primeiro de uma série de histórias em quadrinhos intitulada MOM: Mother of Madness, que ela co-escreveu com Marguerite Bennett.[86][87]

2022–presente editar

Em 2022, Clarke foi escalado para o filme de animação The Amazing Maurice.[88]

O filme, que é uma adaptação de The Amazing Maurice and His Educated Rodents, de Terry Pratchett, foi lançado no Reino Unido em 16 de dezembro de 2022 e nos Estados Unidos em 3 de fevereiro de 2023.[89]

Em janeiro de 2023, Clarke estrelou e foi produtor executivo de The Pod Generation. O filme estreou no Festival de Cinema de Sundance e foi dirigido por Sophie Barthes.[carece de fontes?]

Clarke foi escalada para o papel principal na adaptação para o idioma inglês da comédia romântica coreana de 2015, The Beauty Inside.[90] Em outubro de 2019, o filme ainda não havia começado a ser produzido.[91] Foi anunciado em maio de 2019 que Clarke interpretará a poetisa inglesa Elizabeth Barrett no filme Let Me Count the Ways, que o diretor de The Wife, Björn Runge, deverá dirigir.[92]

Em abril de 2021, Clarke se juntou ao elenco de Secret Invasion para Disney+, ambientado no Universo Cinematográfico Marvel.[93] O show estreou em 21 de junho de 2023.[94] Em outubro de 2021, Clarke foi escalado para interpretar Jean Kerr, esposa de Joseph McCarthy, em um filme biográfico intitulado McCarthy[95] Em outubro de 2022, foi anunciado que Clarke interpretaria a autora irlandesa [[Constance Lloyd] no filme da diretora Sophie Hyde, An Ideal Wife.[96]

Outros empreendimentos editar

Publicidade e endossos editar

Em 2015, a empresa de artigos de luxo Dior contratou Clarke para ser o rosto da coleção de joias Rose des Vents.[97] Em 2018, Dolce & Gabbana anunciou que seria a embaixadora da marca para a fragrância "The Only One".[98] Ela estrelou um anúncio dirigido por Matteo Garrone para o perfume.[99] A empresa de cosméticos Clinique anunciou Clarke como seu primeiro embaixador global no início de 2020.[100]

Filantropia editar

Clarke apoiou várias organizações de caridade. Em setembro de 2011, ela se juntou à equipe de confiança da SMA UK como celebridade embaixadora.[101] O SMA Trust arrecada fundos para pesquisas sobre atrofia muscular espinhal.[carece de fontes?] Em agosto de 2017, ela se tornou patrocinadora da Open Door, uma organização sem fins lucrativos que visa ajudar os jovens a terem acesso a testes em escolas de teatro.[102] Ela leiloou a chance de assistir a um episódio de Game of Thrones com ela no Sean Penn Charity Gala 2018, que arrecadou mais de US$ 120.000 beneficiando o J/P HRO e Disaster Relief Organizations.[103] Em fevereiro de 2018, ela apresentou os ganhadores do prêmio Centrepoint Awards de Londres, que celebra a coragem demonstrada por jovens sem-teto.[104]

Em abril de 2018, ela foi nomeada embaixadora única do Royal College of Nursing (RCN). Como embaixadora do RCN, Clarke comprometeu-se a usar a sua voz para lutar por um maior investimento na enfermagem e para desafiar conceitos errados. Clarke também se comprometeu a juntar-se a enfermeiros e profissionais de saúde para resolver os problemas que afectam a profissão, incluindo a queda do número de formação e a escassez da mão-de-obra actual.[105]

Clarke também foi uma das inúmeras atrizes residentes no Reino Unido a emprestar sua voz à iniciativa Time's Up, que visa expor o assédio e o abuso sexual e criar uma sociedade livre de discriminação de gênero no local de trabalho.[106] Em agosto de 2018, Clarke, assim como Gemma Arterton, Lena Headey, Tom Hiddleston, Felicity Jones, Wunmi Mosaku, Florence Pugh, Gemma Chan e Catherine Tate, participaram do curta-metragem intitulado Leading Lady Parts, que teve como objetivo a questão da desigualdade de gênero na indústria cinematográfica durante o processo de seleção de elenco.[107]

Em 2019, ao revelar os aneurismas cerebrais que sofreu em 2011 e 2013, Clarke lançou sua própria instituição de caridade chamada SameYou. A organização visa ampliar o acesso à neurorreabilitação para jovens após uma lesão cerebral ou acidente vascular cerebral.[108] Em 26 de setembro de 2019, ela co-organizou uma transmissão ao vivo no YouTube com o YouTuber irlandês Jacksepticeye que arrecadou mais de £ 200.000 para SameYou.[109] Após a conclusão da temporada final de Game of Thrones , uma arrecadação de fundos chamada "Justice for Daenerys" foi iniciada, na qual os fãs da série arrecadaram mais de £ 83.000 para sua instituição de caridade.[110] De acordo com o criador da arrecadação de fundos, o objetivo era mostrar coletivamente seu apreço por Clarke e pela personagem Daenerys Targaryen.[111] Em 2020, Clarke foi agraciada com o prêmio Public Leadership in Neurology da American Brain Foundation por seus esforços na conscientização sobre a neurorreabilitação.[112][113] Nas homenagens de Ano Novo de 2024, Clarke e sua mãe, Jennifer Clarke, foram nomeadas Ordem do Império Britânico (MBE) por seu papel na criação de SameYou.[114]

Em abril de 2020, Clarke iniciou uma arrecadação de fundos para ajudar a arrecadar fundos para o fundo COVID-19 de sua instituição de caridade.[115] A arrecadação de fundos, que visava arrecadar £ 250.000, apoiaria tanto o Spaulding Rehabilitation Hospital em Boston, Massachusetts, quanto o University College Hospital em Londres. A nova iniciativa da organização visa disponibilizar uma parcela maior de leitos para pacientes com coronavírus, fornecendo uma clínica de reabilitação virtual para pessoas em recuperação de lesões cerebrais e derrames.[116] Em mais uma resposta à pandemia do coronavírus, Clarke anunciou o lançamento de uma série de leituras de poesia no Instagram. As leituras derivam de uma coleção chamada The Poetry Pharmacy: Tried-and-True Prescriptions for the Heart, Mind and Soul. Ela começou a série lendo um poema sobre a solidão, que dedicou à sua instituição de caridade SameYou e anunciou que outros artistas iriam aderir à iniciativa, afirmando que cada artista dedicaria a sua leitura a uma instituição de caridade da sua escolha.[117]

Em setembro de 2020, ela se juntou a Emma Thompson, Sanjeev Bhaskar e Robert Lindsay em uma leitura virtual da peça Private Lives do dramaturgo inglês Noël Coward. Foi anunciado que todos os fundos arrecadados com a apresentação seriam usados ​​como um subsídio de crise para apoiar aqueles na indústria teatral que estavam com dificuldades financeiras como resultado da pandemia de COVID-19.[118]

Vida pessoal e imagem pública editar

Clarke mora no bairro londrino de Islington.[14] Ela também possuía uma casa no bairro de Venice Beach, em Los Angeles, que comprou em 2016 e vendeu em dezembro de 2020.[119][120]

Em uma entrevista de 2013 para a Allure, Clarke afirmou que sua mãe tinha regras quando ela era criança: “Não use drogas, não faça sexo e não toque nas sobrancelhas”. Ela afirmou que sofreu bullying quando criança por “ter sobrancelhas ridículas”.[121]

Em um ensaio que escreveu para a The New Yorker em 2019, Clarke revelou que havia sofrido uma hemorragia subaracnóidea causada por um aneurisma rompido em fevereiro de 2011. Ela foi submetida a uma cirurgia endovascular urgente de enrolamento e posteriormente sofreu de afasia, a certa altura sendo incapaz de dizê-la. próprio nome. Ela teve um segundo aneurisma tratado cirurgicamente em 2013.[1]

Clarke foi eleita a mulher mais desejável do mundo pelos leitores do AskMen em 2014.[122] Em 2015, ela foi nomeada a mulher mais sexy do mundo pela Esquire e também foi reconhecida com o prêmio GQ Woman of the Year.[123] Clarke apareceu na lista das 100 mulheres mais sexy do mundo da FHM em 2015, 2016 e 2017.[124][125][126] Ela também foi incluída na lista das mulheres mais bem vestidas da Glamour em 2017.[127]

Assim que as filmagens da temporada final de Game of Thrones terminaram, Clarke, como uma homenagem ao seu papel como Daenerys Targaryen, comemorou seu tempo na série com uma tatuagem no pulso com um trio de dragões voadores.[128]

Filmografia editar

Filmes editar

Ano Título Papel Notas Ref.
2009 Lisa's Story Lisa Curta-metragem para Samaritans [22]
2012 Shackled Malu Curta-metragem [46]
Spike Island Sally Harris [48]
2013 Dom Hemingway Evelyn Hemingway [129]
2015 Terminator Genisys Sarah Connor [130]
2016 Me Before You Louisa Clark [131]
2017 Voice from the Stone Verena [132]
2018 Solo: A Star Wars Story Qi'ra [133]
Leading Lady Parts Ela mesma Curta-metragem [134]
2019 Above Suspicion Susan Smith [72]
ultimo Christmas Katarina "Kate" Andrich [135]
2022 The Amazing Maurice Malicia Voz [136]
2023 The Pod Generation Rachel Também produtora executiva [137]
TBA An Ideal Wife Constance Lloyd [96]

Televisão editar

Ano Título Papel Notas Ref.
2009 Doctors Saskia Mayer Episódio: "Empty Nest" [138]
2010 Triassic Attack Savannah Roundtree Filme para televisão [139]
2011–2019 Game of Thrones Daenerys Targaryen Papel principal; 62 episódios [140]
2013 Futurama Marianne Voz; episódio: "Stench and Stenchibility" [141]
2016 Robot Chicken Bridget Voz; episódio: "Joel Hurwitz Returns" [142]
2017 Animals Lumpy Voz; episódio: "Rats." [143]
2017 Thunderbirds Are Go Doyle Voz; episódio: "Rigged for Disaster" [144]
2019 Saturday Night Live Ela mesma Episódio: "Kit Harington / Sara Bareilles" [145]
2023 Secret Invasion G'iah Papel principal; 6 episódios [146]


Video Game editar

Ano Título Papel Notas
2015 Game of Thrones Daenerys Targaryen Baseado na série de TV[147]

Discografia editar

Ano Trilha Sonora/Álbum Canção Ref.
2013 Dom Hemingway Fisherman's Blues [148]

Teatro editar

Ano Título Papel Notas Ref.
2013 Breakfast at Tiffany's Holiday "Holly" Golightly Cort Theatre [149]
2020 Private Lives Sybil Lockdown Theatre Festival [150]
2020/2022 The Seagull Nina Mikhailovna Zarechnaya Harold Pinter Theatre [151]

Prêmios editar

Clarke foi indicada a vários prêmios ao longo de sua carreira. Ela foi indicada a quatro Primetime Emmy Awards, incluindo Melhor Atriz Principal em Série Dramática em 2019, por seu papel em Game of Thrones.[152] Ela recebeu várias indicações ao Critics' Choice Awards, a mais recente em 2018.[153] Ela também recebeu o prêmio BAFTA Britannia de Artista Britânico do Ano na cerimônia de 2018.[154] Em 2018, Clarke foi convidado a ingressar na Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.[155] A revista TIme a nomeou uma das 100 pessoas mais influentes em 2019.[156] Clarke também foi homenageada por seu trabalho de caridade. Em 2019, ela ganhou o Shorty Award por um vídeo feito para aumentar a conscientização sobre sua instituição de caridade SameYou e o Royal College of Nursing.[157]

Notas

  1. The Hollywood Reporter relatou que o salário por episódio era de £1.2 milhão[36] enquanto o The Daily Telegraph reportou £2 milhões por episódio.[37]

Referências

  1. a b c d e Clarke, Emilia (21 de março de 2019). «A Battle for My Life». The New Yorker. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 22 de março de 2019 
  2. «Celebrity birthdays for the week of Oct. 21-27». Associated Press. 15 de outubro de 2018. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 26 de junho de 2019. Actress Emilia Clarke (Game of Thrones) is 32 
  3. Marriner, Cosima (17 de maio de 2018). «Emilia Clarke: Life after Game of Thrones». The Sydney Morning Herald. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 14 de setembro de 2018 
  4. «In Vogue: Emilia Clarke». Vogue. 15 de junho de 2015. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 27 de outubro de 2015 
  5. «Emilia Clarke's Father Gave Her This One Piece of Decorating Advice». Architectural Digest. 23 de maio de 2018. Cópia arquivada em 2 de setembro de 2018. This philosophy, Clarke says, is due to the fact that her father, Peter, "prized education above all else." 
  6. «Emilia Clarke Was Born to Rule». Elle. 26 de julho de 2017. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 29 de maio de 2018 
  7. Gawley, Paige (2 de maio de 2019). «Emilia Clarke Reveals Her Brother Works on 'Game of Thrones,' Makes Filming Love Scenes Awkward». Entertainment Tonight. CBS Interactive. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 6 de maio de 2019. He's in the camera department, which is brilliant. It's amazing," she said, before sharing the not-so-fun part of sharing the same employer. 
  8. «Emilia Clarke's Solo Flight». Vanity Fair. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 1 de junho de 2018 
  9. Aftab, Kaleem (21 de novembro de 2017). «Emilia Clarke in Bloom». Harper's Bazaar. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 7 de abril de 2018. Granny passed away when Clarke was 16, and the teenager took off for India with her boyfriend to scatter the ashes. "She loved India more than she loved England," Clarke says. "Fuck, yeah. I love that part of me—I'm like one-eighth Indian." 
  10. #People (3 de abril de 2019). «Emilia Clarke once divulged to her mother how Game of Thrones ends». People Magazine (em inglês). Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Arquivado do original em 19 de maio de 2020 
  11. «Game of Thrones Star Emilia Clarke: I Feel Just Like Khaleesi in Real Life». Now. TI Media. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 12 de julho de 2015 
  12. «OSE to star in new HBO drama». St Edward's School. 14 de fevereiro de 2011. Cópia arquivada em 19 de fevereiro de 2011 
  13. Lloyd, Kate (31 de maio de 2016). «Emilia Clarke on 'Me Before You', 'Game of Thrones' and getting naked onscreen». Time Out. Time Out Group. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 4 de junho de 2016 
  14. a b Cusack, Jenny (16 de maio de 2019). «Emilia Clarke | Put a Record On, Watch the World Grow». Flaunt. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 2 de outubro de 2019. She describes her school in Oxford as "posh." Most of the people there were from Conservative backgrounds, which meant she and a few friends often felt like outsiders. 
  15. a b Morris, Alex (28 de junho de 2017). «'Game of Thrones': Emilia Clarke, the Queen of Dragons, Tells All». Rolling Stone. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 21 de julho de 2017 
  16. Siegel, Tatiana (25 de março de 2015). «'Game of Thrones' Star Emilia Clarke on Playing Sarah Connor, Turning Down 'Fifty Shades' and Moving on From Nudity». The Hollywood Reporter. Valence Media. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 30 de março de 2015 
  17. «Emilia Clarke Biography». Biography.com. A&E Networks. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 31 de janeiro de 2020 
  18. «Spotlight: Emilia Clarke». Spotlight. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 3 de setembro de 2011 
  19. Robinson, Melia (16 de maio de 2016). «How Emilia Clarke went from unknown actress to Mother of Dragons on 'Game of Thrones'». Business Insider. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 7 de julho de 2018 
  20. Castleton, Anna (16 de junho de 2015). «The stars of Game of Thrones». University of the Arts London. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 1 de fevereiro de 2020 
  21. «The Vogue Interview: Emilia Clarke». British Vogue. 15 de junho de 2015. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 7 de abril de 2019 
  22. a b «From Doctors bit-part to Game of Thrones queen: Emilia Clarke in pictures». The Daily Telegraph. 26 de maio de 2016. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 1 de fevereiro de 2020 
  23. Singh, Olivia (22 de outubro de 2018). «How Emilia Clarke went from unknown actress to Mother of Dragons on 'Game of Thrones'». Insider Inc. Axel Springer SE. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 10 de setembro de 2020 
  24. Morrow, Brendan (16 de junho de 2017). «Emilia Clarke: What Had She Done Before 'Game of Thrones'?». Heavy.com. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 1 de fevereiro de 2020 
  25. «Triassic Attack». Rotten Tomatoes. Fandango. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 30 de abril de 2019 
  26. Grater, Tom (8 de maio de 2019). «Emilia Clarke to star in love story 'Let Me Count The Ways' for 'The Wife' director, Bankside, Damian Jones (exclusive)». Screen International. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 13 de maio de 2019 
  27. Wigler, Josh (14 de março de 2017). «'Game of Thrones' Everything to Know: The Rise of Daenerys Targaryen». The Hollywood Reporter. Valence Media. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 1 de fevereiro de 2020 
  28. «Emilia Clarke Was Not the First Choice to Play Daenerys Targaryen on 'Game of Thrones'». Yahoo! News. Verizon Media. 30 de março de 2013. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 20 de outubro de 2013 
  29. Renfro, Kim (11 de outubro de 2019). «How 'Game of Thrones' nearly ended before it began thanks to a disastrous pilot». Insider Inc. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 10 de setembro de 2020 
  30. Joho, Jess (28 de outubro de 2018). «Emilia Clarke did a fire dance move at her scariest 'Game of Thrones' audition». Mashable. Ziff Davis. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 1 de fevereiro de 2020 
  31. Vineyard, Jennifer (22 de maio de 2019). «Emilia Clarke: Daenerys's 'Game of Thrones' Turn 'Was a Huge Shock'». The New York Times. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 17 de setembro de 2019 
  32. Parkin, Jeffrey (16 de maio de 2019). «Charting Daenerys Targaryen's course from Khaleesi to 'Mad Queen'». Polygon. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 18 de abril de 2020 
  33. Gilbert, Matthew (28 de março de 2013). «Fantasy gets real on 'Game of Thrones'». The Boston Globe. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 5 de março de 2016 
  34. VanDerWerff, Emily (22 de maio de 2011). «A Golden Crown" (for experts)». The A.V. Club. G/O Media. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 24 de maio de 2011 
  35. Smith, Krista (Abril de 2012). «Photos: The Vanities Openers». Vanity Fair (em inglês). Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 28 de outubro de 2020 
  36. Gonzales, Erica; Jones, Alexis (1 de abril de 2019). «Game of Thrones Stars Could Be Making Millions Per Episode in the Final Season». Harper's Bazaar. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 15 de julho de 2019 
  37. «Game of Thrones stars reportedly sign biggest pay-per-episode deal in TV history». The Daily Telegraph. 25 de abril de 2017. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 10 de agosto de 2019 
  38. «Emilia Clarke: Game of Thrones nude scenes were 'terrifying'». The Guardian. 20 de novembro de 2019. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 20 de novembro de 2019 
  39. «EWwy Awards 2011: Meet Your Winners!». Entertainment Weekly. 19 de setembro de 2011. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 13 de janeiro de 2012 
  40. «Emilia Clarke». Television Academy. Academy of Television Arts & Sciences. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 31 de agosto de 2019 
  41. Patten, Dominic (16 de julho de 2019). «'Game Of Thrones' Emilia Clarke & Kit Harington Score 1st Ever Emmy Lead Nominations; Finale Big Hit With TV Academy, Despite Backlash». Deadline Hollywood. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 22 de julho de 2019 
  42. Futter, Mike (20 de novembro de 2014). «[Exclusive] Meet The Exiled Son of Game of Thrones' House Forrester». Game Informer. GameStop. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 1 de setembro de 2016 
  43. Andrews, Travis (7 de abril de 2019). «'Game of Thrones' meets 'Saturday Night Live' when Emilia Clarke and others crash Kit Harington's monologue». The Washington Post. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 10 de abril de 2019 
  44. Garcia-Navarro, Lulu (3 de novembro de 2019). «Emilia Clarke on 'Last Christmas,' Brexit and Life after 'Game of Thrones'». NPR. National Public Radio, Inc. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 1 de janeiro de 2020. So I've had the good fortune of being in this incredible show with this incredible character. And my goodness, if I were to get stereotyped as the mother of dragons, I could ask for worse. It's really quite wonderful. 
  45. Richards, Will (14 de junho de 2021). «Emilia Clarke wishes she could change 'Game Of Thrones' character's fate». NME. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 22 de junho de 2021 
  46. a b «Shackled». Film Shortage. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 27 de junho de 2019 
  47. McCreesh, Louise (31 de maio de 2020). «Game of Thrones' Emilia Clarke stars in new trailer for horror anthology Murder Manual». Digital Spy. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 2 de junho de 2020 
  48. a b Newman, Nick (9 de fevereiro de 2012). «Lesley Manville and Emilia Clarke Travel to 'Spike Island' With The Stone Roses». The Film Stage. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 11 de abril de 2013 
  49. McNary, Dave (25 de março de 2015). «Emilia Clarke's 'Spike Island' Set for U.S. Distribution by Level 33». Variety. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 11 de julho de 2015 
  50. Marc, Snetiker (18 de março de 2013). «Emilia Clarke on Breakfast at Tiffany's Nudity, Game of Thrones Fans & Being a Single Girl in NYC». Broadway.com. John Gore Organization. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 28 de março de 2020 
  51. Rooney, David (3 de março de 2013). «'Breakfast at Tiffany's': Theater Review». The Hollywood Reporter. Valence Media. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 23 de março de 2013 
  52. «BREAKFAST AT TIFFANY'S Broadway Reviews». BroadwayWorld. Wisdom Digital Media. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 4 de fevereiro de 2020 
  53. Plumb, Ali (24 de julho de 2013). «Dom Hemingway Pic Sees Jude Law And Richard E. Grant Stuck In The '70s». Empire. Bauer Media Group. Consultado em 23 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 24 de abril de 2016 
  54. Lyons, Margaret (2 de maio de 2013). «Emilia Clarke Cast in James Franco's New Movie». Vulture. Vox Media. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 7 de julho de 2013 
  55. Fleming, Mike Jr. (27 de junho de 2016). «'Garden Of Last Days' Scrapped As Director-Star James Franco Exits Two Weeks Before Shooting». Deadline Hollywood. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 3 de fevereiro de 2016 
  56. Huff, Lauren (23 de maio de 2019). «Emilia Clarke turned down Fifty Shades of Grey after feeling 'pigeonholed' by Game of Thrones nudity». Entertainment Weekly. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 24 de maio de 2019 
  57. Whitney, Erin (25 de março de 2015). «'Game of Thrones' Star Emilia Clarke Turned Down 'Fifty Shades of Grey'». The Huffington Post. Verizon Media. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 3 de outubro de 2015 
  58. «Terminator Genisys». Rotten Tomatoes. Fandango. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 1 de junho de 2017 
  59. «Terminator Genisys (2015)». Box Office Mojo. IMDb. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 4 de novembro de 2019 
  60. «Teen Choice Awards 2015 Winners: Full List». Variety. 16 de agosto de 2015. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 27 de março de 2019 
  61. «Me Before You». Rotten Tomatoes. Fandango. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 30 de agosto de 2019 
  62. Tartaglione, Nancy (6 de setembro de 2016). «'Me Before You' Crosses $200M At Worldwide Box Office On $20M Budget». Deadline Hollywood. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 26 de maio de 2018 
  63. Vulpo, Mike (31 de julho de 2016). «Teen Choice Awards 2016 Winners: The Complete List». E! News. NBCUniversal Cable Entertainment Group. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 3 de agosto de 2016 
  64. Morin, Natalie (7 de maio de 2017). «2017 MTV Movie & TV Awards Winners: See the Full List». MTV News. ViacomCBS Domestic Media Networks. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 12 de maio de 2017 
  65. McNary, Dave (16 de junho de 2014). «'Game of Thrones' Star Emilia Clarke Set for Thriller 'Voice From the Stone'». Variety. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 10 de fevereiro de 2018 
  66. Parker, Ryan (18 de novembro de 2016). «'Star Wars': Emilia Clarke Cast in Han Solo Stand-Alone Movie». The Hollywood Reporter. MRC. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 18 de dezembro de 2019 
  67. Meslow, Scott (25 de maio de 2018). «Solo: A Star Wars Story, the Spoiler-Filled Review». GQ. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 25 de maio de 2018 
  68. Breznican, Anthony (8 de fevereiro de 2018). «Emilia Clarke says her Star Wars femme fatale 'has a core of steel'». Entertainment Weekly. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 14 de abril de 2019 
  69. «Star Wars». Box Office Mojo. IMDb. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 21 de junho de 2018 
  70. Carbone, Gina (18 de novembro de 2016). «Emilia Clarke Joins Han Solo Movie as Female Lead». Moviefone. Helios and Matheson Analytics. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 20 de novembro de 2016 
  71. «Solo: A Star Wars Story best and worst -- our global review». CNET. CBS Interactive. 29 de maio de 2018. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 19 de agosto de 2018 
  72. a b Galuppo, Mia (3 de maio de 2016). «Cannes: Emilia Clarke, Jack Huston to Star in Thriller 'Above Suspicion'». The Hollywood Reporter. Valence Media. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 27 de junho de 2019 
  73. Horner, Al (13 de julho de 2020). «Above Suspicion». Empire (em inglês). Bauer Media Group. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 19 de agosto de 2020 
  74. Lodge, Guy (13 de julho de 2020). «'Above Suspicion': Film Review». Variety (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 14 de julho de 2020 
  75. DeFore, John (13 de julho de 2020). «'Above Suspicion': Film Review». The Hollywood Reporter (em inglês). MRC. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 26 de julho de 2020 
  76. «Emilia Clarke, Henry Golding to Star in 'Last Christmas' (Exclusive) | Hollywood Reporter». The Hollywood Reporter. 20 de setembro de 2018. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Arquivado do original em 20 de setembro de 2018 
  77. Blanton, Kayla (5 de janeiro de 2020). «Emilia Clarke Challenged Will Ferrell's Elf Skills During Lie Detector Test». Bustle. Bustle Digital Group. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 6 de janeiro de 2020. ...I took as much inspiration from him as possible, though. 
  78. Roeper, Richard (7 de novembro de 2019). «'Last Christmas' review: One of the best holiday movies in years». Chicago Sun-Times. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Arquivado do original em 7 de novembro de 2019 
  79. Floyd, Thomas (8 de novembro de 2019). «'Last Christmas' review: Yuletide romcom has a major plot twist, but it does not deliver». The Washington Post. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Arquivado do original em 8 de novembro de 2019 
  80. Rubin, Rebecca (15 de dezembro de 2019). «Emilia Clarke's 'Last Christmas' Crosses $100 Million at Global Box Office». Variety (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 20 de agosto de 2020 
  81. «Last Christmas». Box Office Mojo. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 11 de agosto de 2021 
  82. Sullivan, Lindsay (28 de maio de 2020). «Jessica Chastain-Led A Doll's House & The Seagull with Emilia Clarke Postponed in London». Broadway.com. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 20 de junho de 2020 
  83. Ravindran, Manori (28 de maio de 2020). «Emilia Clarke, Jessica Chastain to Return for Rescheduled West End Productions». Variety. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 20 de agosto de 2020 
  84. Lefkowitz, Andy (20 de dezembro de 2019). «Game of Thrones star Emilia Clarke to make West End debut in The Seagull». Broadway.com. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 4 de fevereiro de 2020 
  85. Putnam, Leah (19 de julho de 2022). «National Theatre Live to Broadcast The Seagull Starring Emilia Clarke». Playbill. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 29 de julho de 2022 
  86. Ayres, Andrea (7 de outubro de 2021). «Game of Thrones' Emilia Clarke hopes her new comic sparks a conversation about menstruation». Polygon. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 1 de dezembro de 2021 
  87. Donnelly, Matt (8 de junho de 2021). «Emilia Clarke's Debut Comic Book Follows a Single Mom Whose Secret Weapon Is Her Period». Variety. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 1 de dezembro de 2021 
  88. Ramachandran, Naman (5 de novembro de 2020). «Hugh Laurie, Emilia Clarke to Voice Terry Pratchett Adaptation 'The Amazing Maurice'». Variety (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 5 de novembro de 2020 
  89. Film, The Amazing Maurice. «USA Release Date Confirmed». The Amazing Maurice Film (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 4 de fevereiro de 2023 
  90. Ford, Rebecca (27 de janeiro de 2017). «Emilia Clarke to Star in 'The Beauty Inside' for Fox 2000, Temple Hill». The Hollywood Reporter. Valence Media. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 27 de janeiro de 2017 
  91. Erbland, Kate (31 de outubro de 2019). «After 'Solo' and 'Thrones,' Don't Expect Emilia Clarke to Tackle Another Massive Franchise 'Any Time Soon'». IndieWire. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 10 de dezembro de 2019 
  92. Clarke, Stewart (8 de maio de 2019). «Emilia Clarke to Star in Bjorn Runge-Directed Love Story 'Let Me Count the Ways'». Variety. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 27 de janeiro de 2017 
  93. Donnelly, Matt (20 de abril de 2021). «Emilia Clarke Joins Marvel's 'Secret Invasion' at Disney Plus (EXCLUSIVE)». Variety. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 20 de abril de 2021 
  94. B. Vary, Adam (23 de julho de 2022). «Marvel Studios' Phases 5 and 6: Everything We Learned at Comic-Con About the Multiverse Saga». Variety. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 3 de agosto de 2022 
  95. Wiseman, Andreas (13 de outubro de 2021). «'McCarthy': Michael Shannon, Emilia Clarke, Dane DeHaan & Scoot McNairy To Star In Joseph McCarthy Biopic — AFM». Deadline Hollywood. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 24 de junho de 2022 
  96. a b Ravindran, Elsa Keslassy,Manori; Keslassy, Elsa; Ravindran, Manori (31 de outubro de 2022). «Emilia Clarke to Play Oscar Wilde's Wife and Irish Author, Constance Lloyd, in Sophie Hyde's 'An Ideal Wife' (EXCLUSIVE)». Variety (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 5 de novembro de 2022 
  97. Diderich, Joelle (4 de novembro de 2015). «'Game of Thrones' Actress Emilia Clarke to Front Dior Jewelry Campaign». Women's Wear Daily. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 12 de janeiro de 2018 
  98. March, Bridget (4 de setembro de 2018). «Exclusive: Emilia Clarke on finding self-confidence (and the perfect red lipstick)». Harper's Bazaar. Hearst Magazines. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 12 de fevereiro de 2019 
  99. Renfro, Kim (4 de setembro de 2018). «Watch Emilia Clarke sing a classic Italian pop song for a new Dolce & Gabbana perfume ad». Insider Inc. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 10 de setembro de 2020 
  100. Penrose, Nerisha (15 de janeiro de 2020). «Emilia Clarke Is Clinique's First-Ever Global Ambassador». Elle. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 21 de janeiro de 2020 
  101. «Emilia Clarke wows brokers at annual BGC Charity Day!». The SMA Trust. 12 de setembro de 2015. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 15 de abril de 2018 
  102. «Emilia and Riz join Open Door!». Open Door. 30 de agosto de 2017. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 17 de maio de 2018 
  103. Wagmeister, Elizabeth (6 de janeiro de 2018). «Brad Pitt Bid $120,000 to Watch 'Game of Thrones' With Emilia Clarke». Variety. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 16 de maio de 2018 
  104. Gonzales, Erica (9 de fevereiro de 2018). «The Duke of Cambridge and Mother of Dragons Hung Out Last Night». Harper's Bazaar. Cópia arquivada em 19 de junho de 2019 
  105. «Game of Thrones star Emilia Clarke launches fundraising campaign as nursing ambassador». Royal College of Nursing. 19 de abril de 2018. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Arquivado do original em 30 de outubro de 2019 
  106. «Sisters, this is our moment to say Time's Up». The Guardian. 18 de fevereiro de 2018. ISSN 0261-3077. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 29 de julho de 2020 
  107. Zemler, Emily (2 de agosto de 2018). «Gemma Arterton's Time's Up-inspired short 'Leading Lady Parts' takes aim at the casting process». Los Angeles Times. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 1 de agosto de 2020 
  108. «SameYou Charity». SameYou. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 4 de maio de 2019 
  109. Deibe, Izzie (18 de julho de 2022). «Emilia Clarke on Surviving 2 Brain Aneurysms: "It's Remarkable That I Am Able to Speak"». POPSUGAR Fitness (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2024 
  110. Gonzales, Erica (31 de maio de 2019). «Emilia Clarke Gets Emotional Responding to Fans Who Fundraised for Her Charity». Harper's Bazaar. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 3 de julho de 2019 
  111. Dwilson, Stephanie Dube (30 de maio de 2019). «Interview with 'Elle Ellaria,' Creator of the Fundraiser for Emilia Clarke's Charity: 'It's a Message of Love & Support'». Heavy.com. Heavy, Inc. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 27 de março de 2020 
  112. «2020 Commitment to Cures». American Brain Foundation. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 9 de agosto de 2020 
  113. «After two aneurysms, Emilia Clarke reveals that part of her brain no longer works». MSN (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 20 de julho de 2022 
  114. Pickover, Ella (29 de dezembro de 2023). «Emilia Clarke and her mother made MBEs for setting up brain injury charity». The Independent. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 18 de janeiro de 2024 
  115. Morillo, Alexis (31 de março de 2020). «Emilia Clarke Will Virtually Cook Dinner With You If You Donate To Her Charity's COVID-19 Initiative». Yahoo!. Verizon Media. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 26 de abril de 2020 
  116. Moreau, Jordan (30 de março de 2020). «Game of Thrones Star Emilia Clarke Offers Dinner to Raise Money for Coronavirus Relief». Variety. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 31 de março de 2020 
  117. Schaffstall, Katherine (1 de maio de 2020). «Josh Gad Hosts The Goonies Reunion - Feel Good Friday: How Stars Are Helping Others Amid Coronavirus Pandemic». The Hollywood Reporter. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 9 de agosto de 2020 
  118. «Live virtual read Of Noël Coward's Private Lives». Official London Theatre. Society of London Theatre. 1 de setembro de 2020. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 24 de janeiro de 2021 
  119. «Emilia Clarke Purchases Venice Beach Mansion». Curbed. Vox Media. 13 de outubro de 2016. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 16 de outubro de 2016 
  120. Flemming, Jack (28 de dezembro de 2020). «Emilia Clarke sells Venice stunner for $4.4 million». Los Angeles Times. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 5 de janeiro de 2021 
  121. O'Neill, Catherine Quinn (14 de março de 2013). «Game of Thrones Stunner Emilia Clarke Talks Beauty and Breakfast at Tiffany's». Allure (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 29 de setembro de 2021 
  122. Oldenburg, Ann (11 de fevereiro de 2014). «Top 99 Most Desirable Women of 2014 are ...». USA Today. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 12 de fevereiro de 2014 
  123. «The Gorgeous Balance of Emilia Clarke, Sexiest Woman Alive 2015». Esquire. 13 de outubro de 2015. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 1 de novembro de 2015 
  124. «FHM 100 sexiest women in the world 2015». MSN. Microsoft. 28 de abril de 2015. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 7 de junho de 2015 
  125. «The 100 Sexiest Women in the World, 2016». FHM. Bauer Media Group. 29 de dezembro de 2016. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 16 de março de 2018 
  126. «The 100 Sexiest Women In The World, 2017». FHM. Bauer Media Group. 30 de dezembro de 2017. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 21 de janeiro de 2018 
  127. «It's Official: These are the best dressed women of 2017». Glamour. 26 de outubro de 2017. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 20 de fevereiro de 2018 
  128. Greenberg, Isabel (20 de setembro de 2018). «Emilia Clarke Just Got a Game of Thrones Tattoo and It's So Perfect». Harper's Bazaar. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 24 de maio de 2019 
  129. McNally, Kelby (4 de outubro de 2012). «Demian Bichir, Emilia Clarke Cast Opposite Jude Law in 'Dom Hemingway'». The Hollywood Reporter. Valence Media. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 19 de janeiro de 2018 
  130. Hibberd, James (13 de dezembro de 2013). «'Game of Thrones' star Emilia Clarke cast as Sarah Connor in 'Terminator' reboot». Entertainment Weekly. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 7 de dezembro de 2014 
  131. Fleming, Mike (2 de setembro de 2014). «'GOT's Emilia Clarke, 'Hunger Games' Sam Claflin To Star in MGM's 'Me Before You'». Deadline Hollywood. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 25 de julho de 2015 
  132. Siegel, Tatiana (16 de junho de 2014). «Emilia Clarke to Star in Indie Psychological Thriller 'Voice From the Stone'». The Hollywood Reporter. Valence Media. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 19 de fevereiro de 2016 
  133. «Emilia Clarke Joins the Han Solo Stand-Alone Film». Star Wars. Lucasfilm. 18 de novembro de 2016. Consultado em 25 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 29 de janeiro de 2017 
  134. «Gemma Arterton's Time's Up-inspired short 'Leading Lady Parts' takes aim at the casting process». Los Angeles Times (em inglês). 2 de agosto de 2018. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 30 de dezembro de 2019 
  135. Ford, Rebecca (18 de setembro de 2018). «Emilia Clarke, Henry Golding to Star in 'Last Christmas'(Exclusive)». The Hollywood Reporter. Valence Media. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 20 de dezembro de 2018 
  136. Milligan, Mercedes (5 de dezembro de 2020). «Hugh Laurie, Emilia Clarke Starring in Discworld Flick 'Amazing Maurice'». Animation Magazine. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2020 
  137. Keslassy, Elsa (25 de outubro de 2021). «Emilia Clarke, Chiwetel Ejiofor to Star in Sci-Fi Romance 'The Pod Generation,' MK2 Films Boards Sales – AFM (EXCLUSIVE)». Variety. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 26 de outubro de 2021 
  138. «WATCH: Emilia Clarke's First Appearance on TV». BBC America. BBC Studios. 1 de abril de 2015. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 1 de dezembro de 2017 
  139. «Emilia Clarke Was in Syfy's 'Triassic' Before 'Game of Thrones' (VIDEO)». HuffPost. Verizon Media. 31 de agosto de 2013. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 8 de março de 2016 
  140. «Game of Thrones: Cast». HBO. WarnerMedia Entertainment. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 1 de setembro de 2016 
  141. Handlen, Zack (28 de agosto de 2013). «Futurama: "Stench and Stenchibility"». The A.V. Club. G/O Media. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 10 de novembro de 2013 
  142. «'Game of Thrones' Star Emilia Clarke Shares Secret on Overcoming The Downsides of Fame». Movienewsguide.com. 16 de junho de 2016. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 12 de agosto de 2016 
  143. Nguyen, Hanh (1 de março de 2017). «'Animals' Trailer: Season 2 Throws Down With Emilia Clarke, Judy Greer, Rupaul and Dan Harmon». IndieWire. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 1 de março de 2017 
  144. Martin, Matilda (20 de julho de 2017). «Thunderbirds Are Go: Emilia Clarke, David Tennant and Mark Gatiss join ITV reboot». The Independent. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 24 de julho de 2017 
  145. Schwartz, Ryan (13 de março de 2019). «Kit Harington, Emma Stone to Host SNL in April; Sara Bareilles, BTS to Perform». TVLine. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 15 de março de 2019 
  146. Lovett, Jamie (26 de outubro de 2022). «Major Mutant Character Reportedly Confirmed for Marvel's Secret Invasion». ComicBook.com. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 26 de outubro de 2022 
  147. Futter, Mike. «[Exclusive] Meet The Exiled Son Of Game Of Thrones' House Forrester». Game Informer (em inglês). Consultado em 25 de abril de 2021 
  148. «Dom Hemingway (Original Motion Picture Soundtrack) by Various Artists». Apple Music (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 9 de agosto de 2020 
  149. Brantley, Ben (20 de março de 2013). «More Waifish Than Wild, the Ingénue Returns». The New York Times. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 1 de setembro de 2016 
  150. Gans, Andrew (13 de setembro de 2020). «Emma Thompson, Sanjeev Bhaskar, Emilia Clarke, Robert Lindsay Are Part of Virtual Reading of Private Lives September 13». Playbill. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 13 de outubro de 2020 
  151. Evans, Greg (20 de dezembro de 2019). «'Game Of Thrones' Emilia Clarke Sets Chekhov's 'The Seagull' For London Stage Debut». Deadline Hollywood. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 20 de dezembro de 2019 
  152. Jennifer, Maas; Maglio, Tony (22 de setembro de 2019). «Emmy Nominees 2019: The Complete List». TheWrap. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 31 de outubro de 2019 
  153. Kilday, Gregg (6 de dezembro de 2017). «Best Picture - Critics' Choice Awards: 'The Shape of Water' Leads With 14 Nominations». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 7 de abril de 2020 
  154. Verhoeven, Beatrice (8 de outubro de 2018). «Jim Carrey, Emilia Clarke to Be Honored at 2018 British Academy Britannia Awards». TheWrap. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 9 de outubro de 2018 
  155. «Academy Invites 928 to Membership». Academy Awards (em inglês). Academy of Motion Picture Arts and Sciences. 25 de junho de 2018. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 1 de agosto de 2020 
  156. «TIME most influential people of 2019, in pictures». CNN. 24 de abril de 2019. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 30 de maio de 2020 
  157. «Emilia Clarke x Omaze - The Shorty Awards». Shorty Awards. 16 de março de 2020. Consultado em 24 de fevereiro de 2024. Cópia arquivada em 16 de março de 2020 

Ligações externas editar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Emilia Clarke