Emmanuel Fauré-Fremiet

biólogo (1883–1971)

Emmanuel Fauré-Fremiet ForMemRS[1] (Paris, 29 de novembro de 1883 – Paris, 6 de novembro de 1971) foi um biologista francês.[2]

Emmanuel Fauré-Fremiet
Nascimento 29 de novembro de 1883
Paris
Morte 6 de novembro de 1971 (87 anos)
Paris
Nacionalidade Francês
Instituições Collège de France, Universidade de Paris
Campo(s) Biologia

VidaEditar

Filho de Gabriel Fauré e Marie Fremiet (filha de Emmanuel Frémiet).[1]

Foi professor da Universidade de Paris e do Collège de France. No Institut de Biologie Physicochimique (Rothschild Institute), desenvolveu difração de raios X e microscopia eletrônica com Boris Ephrussi.[3]

Foi eleito membro da Royal Society em 1963.[1]

Referências

  1. a b c Willmer, E. N. (1972). «Emmanuel Fauré-Fremiet 1883-1971». Biographical Memoirs of Fellows of the Royal Society. 18. 187 páginas. doi:10.1098/rsbm.1972.0006 
  2. Corliss, J. O. (1972). «A Man to Remember, E. Fauré-Fremiet (1883-1971): Three-Quarters of a Century of Progress in Protozoology*». The Journal of Protozoology. 19 (3): 389–400. PMID 4561484. doi:10.1111/j.1550-7408.1972.tb03486.x 
  3. Lawrence D. Kritzman, Brian J. Reilly, M. B. DeBevoise, eds. (2006). The Columbia history of twentieth-century French thought. [S.l.]: Columbia University Press. ISBN 978-0-231-10791-4 
  Este artigo sobre um(a) biólogo(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.