Enanatum I

rei ou governante de Lagas

Enanatum I (em sumério: 𒂗𒀭𒈾𒁺; romaniz.: EN.AN.NA-tum2) foi o quarto rei da primeira dinastia de Lagas, sendo filho de Acurgal e irmão e sucessor de Eanatum. Embora ele tenha adotado o título de "patesi", que também atribui a seu pai, era permitido que seus subordinados se referissem a ele sob o título de "lugal".[1]

Enanatum I
Rei de Lagas
O nome de Enanatum I, governante ou rei de Lagas é mencionado neste texto cuneiforme inscrito. Detalhe de uma placa de pedra, cerca de 2 420 a.C.. De Guirsu, Iraque. Museu Britânico, Londres.
Reinado Indefinido, talvez 2 450 a.C.
Antecessor(a) Eanatum
Sucessor(a) Entemena
Cônjuge Asumém
Pai Acurgal
Filho(s) Meanesi, Lumatur, Entemena

FamíliaEditar

 
Nome Enanatum em cuneiforme.

Enanatum teve um filho chamado Meanesi, conhecido por dedicar uma estátua pela vida de seu pai e sua mãe.[2] Ele tem dois outros filhos, Lumatur e Entemena, e este último o sucedendo ao trono. Sua esposa chamava-se Asumém.[3]

ReinadoEditar

ConflitosEditar

 
Tabuleta de Enanatum I, filho de Acurgal.

Durante seu reinado, havia sinais de inquietação na frouxa confederação de estados, então, criando a revolta de Uma. O exército daquela cidade marchou e tomou posse à força da planície de que Eanatum se apropriara, removendo e destruindo os marcos e desafiando a supremacia do estado soberano. Porém, a força de Lagas derrotou os soldados de Uma, mas parece ter feito pouco mais do que conter suas tendências agressivas.[4] Enanatum conseguiu deter a invasão de Uma, mas não reduziu a cidade à sujeição total.

Projetos de renovaçãoEditar

 
Pedra gigante gravada com o desgaste do rio. Na inscrição, Enanatum I lembra os deuses de suas prolíficas realizações na construção de templos em sua cidade de Lagas.

Enanatum fez uma série de projetos para renovar templos.[3] Um pequeno cone de argila encontrado em Ur diz:

Além de Ibigal, o rei de Lagas restaurou os templos de Ninguirsu, Amagestinana e um igual de Hendursague.[3]

Árvore genealógicaEditar

Abaixo, segue a árvore genealógica dos primeiros monarcas de Lagas, de acordo com o antropólogo George A. Dorsey:[6]

Gursate
Ninialguim
Ur-Nanse
Acurgal
Eanatum
Enanatum I
Entemena
Enanatum II

Ver tambémEditar

Referências

  1. King 2020, p. 150.
  2. Bahrani, Zainab (7 de março de 2013). Women of Babylon: Gender and Representation in Mesopotamia (em inglês). [S.l.]: Routledge 
  3. a b c «Enanatum I». cdli.ox.ac.uk. Consultado em 11 de março de 2021 
  4. Mackenzie, Donald A. «Myths of Babylonia and Assyria: Chapter VI. Wars of the City States of Sumer and Akkad». www.sacred-texts.com. Consultado em 9 de março de 2021 
  5. Desconhecido 1930, p. 152.
  6. Dorsey 1894, p. 270.

BibliografiaEditar

  • King, Leonard W. (2020). A History of Sumer and Akkad. Francoforte do Meno: Books on Demand. ISBN 978-3-75234-529-2