Encefalite viral

Encefalite viral (enkephalos, cérebro + -itis, inflamação) é um compromisso do sistema nervoso central causado por um vírus e que geralmente afeta crianças pequenas, idosos ou imunodeprimidos. É comum que também afete as meninges, membranas que envolvem o sistema nervoso, durante ou após uma infecção viral, sendo classificado como meningoencefalite. Podem ser causadas por um grande número de vírus.[1]

Ressonância magnética revela encefalite no lobo temporal causada por Herpes Simplex tipo 1 em mulher de 33 anos.

Podem ser classificadas em primárias, quando é causada diretamente pelo vírus, ou secundárias, quando são causadas como resposta autoimune pós-infecciosa.[2]

ClassificaçãoEditar

Classificação por vírus responsável[3]:

Diversos vírus, entre eles Influenza, Herpesviridae ou HIV, podem desencadear uma reação autoimune contra o sistema nervoso chamada de Síndrome de Guillain-Barré resultando em debilidade muscular, descoordenação motora e paralisia. [4]

EpidemiologiaEditar

Como é difícil diagnosticar o vírus causador da encefalite é difícil estimar a importância de cada um, especialmente em países em desenvolvimento. A incidência diminuiu muitos nos últimos anos graças a campanhas de vacinação e controle dos vetores. Estima-se que a incidência varia entre de 3,5 a 7,5 por cada 100.000 habitantes por ano. O Herpes Simplex vírus foi responsável por 16%, Varicela-Zoster virus por 5%, vírus do sarampo 4% e o influenza A por 4%. Os vírus transmitidos por mosquitos causam entre 150 a 3000 casos por ano de encefalites virais nos EUA, causando surtos regularmente. [5]

Referências